Marca Maxmeio

Resultado da busca por: Chuvas

_MG_6911

 

O Boletim Pluviométrico da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), registra ocorrência de chuvas em 90 postos monitorados, desde as 7hs da manhã de sexta-feira (10), até às 7hs da manhã desta segunda-feira (13). Para amanhã, a meteorologia prevê a “predominância de céu variando de parcialmente nublado a claro com pancadas de chuvas em todas as regiões devido a atuação da Zona de Convergência Intertropical”.

Na mesorregião Oeste Potiguar foram registradas boas chuvas em Pendências, 80,4 milímetros (mm); Tibau (60,8mm); Grossos (53,5mm); Itajá (52mm); Serra do Mel (43mm); Messias Targino e Parau (33mm); Upanema (32mm); São Rafael (30mm); Assu (29,3mm) e ainda, em Major Sales (28mm); Rafael Godeiro (25,6mm); Apodi (25mm); São Francisco do Oeste (25mm) e Patu (21mm). Choveu também em José da Penha; Portalegre, Campo Grande, e Marcelino Viera.

Na mesorregião Central Potiguar choveu em Florânia (50,8mm); São João do Sabugi (40mm); Cruzeta (37,8mm); São José do Seridó (34,5mm); Tenente Laurentino Cruz (27,4mm); Caicó (Açude Mundo Novo-EMPARN), 21mm; São Fernando (19mm); Santana do Seridó (16,1mm). Choveu ainda em Lagoa Nova; Fernando Pedroza, Acari, Pedro Avelino; São Bento do Norte; São Vicente e Angicos.

Na mesorregião Agreste Potiguar foram registradas chuvas em Rui Barbosa, 24 milímetros (mm); Sitio Novo (20mm); Boa Saude (15,5mm); Tangará (14mm); Bom Jesus (10,7mm); Serrinha (8,3mm); Ielmo Marinho ( 8mm); Lagoa de Pedras (7,2mm). Na mesorregião Leste Potiguar choveu 49,3 milímetros em Natal. Em Parnamirim (Base Fisica da EMPARN), 23,7mm; Extremoz (19,7mm); São Gonçalo do Amarante (Base Fisica da EMPARN), 19,7mm; Pureza (16,7mm). Choveu ainda em Baia Formosa, Senador Georgino Avelino e Canguaretama.

 
EMPARN – Gerência de Transferência de Tecnologias e Comunicação

27032015-_MG_5334

De sexta-feira (27) até esta segunda-feira (30), a gerência de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), registrou chuvas em 63 postos monitorados em todas as regiões do Estado.

Na mesorregião do Oeste Potiguar as maiores chuvas ocorreram em Campo Grande (20mm) e Luís Gomes (20mm); Venha Ver (18mm); Major Sales (17mm); Rodolfo Fernandes (15,2mm) e ainda em Janduís; Rafael Fernandes; Grossos; Areia Branca; São Rafael; Barauna; Tenente Ananias e Serra do Mel.

Também choveu no Seridó e região Central: Em Timbaúba dos Batistas (21mm); Caicó (19mm); Jardim de Piranhas (15mm); Florânia (12,2mm) e, ainda em Santana do Matos, Tenente Laurentino Cruz, São Fernando e São Jose do Seridó.

Nas mesorregiões Agreste e Leste as maiores chuvas ocorreram em Ielmo Marinho (41,5mm); Coronel Ezequiel (31mm); Lagoa de Pedras (26,9mm); Santo Antonio (25mm) e Bento Fernandes (24mm). Também choveu em Barcelona (21mm); Jundiá (20mm); São Paulo do Potengi (19,9mm); Jaçanã (19,5mm); São Bento do Trairi (15mm); Vera Cruz (15mm); Rui Barbosa (13,4mm); Nova Cruz (12mm); Pedra Grande (30,5mm); Canguaretama (5,4mm); Espírito Santo (4,8mm); Parnamirim – Base Física da Emparn – (3,0mm); e Natal (2,7mm).

EMPARN – Gerência de Transferência de Tecnologias e Comunicação
– Assessoria de Comunicação –

O boletim pluviométrico da Gerência de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN) registra mais chuvas em todas as regiões do Estado, desde a manhã de ontem (24) até às 7 horas da manhã de hoje (25). No total foram 78 postos monitorados com ocorrências de chuvas, principalmente no Oeste e Seridó.

Na mesorregião Oeste Potiguar as maiores chuvas ocorreram em Frutuoso Gomes, com 60 milímetros (mm); Portalegre (58,7mm); Tabuleiro Grande (54mm); São Francisco do Oeste (49mm); Pau dos Ferros (47mm); Olho D’agua dos Borges (37mm); Viçosa (36mm); Francisco Dantas (30,4mm); Coronel João Pessoa (27mm); Severiano Melo (20mm). Choveu também nos municípios de Dr. Severiano, Encanto, São Miguel, Riacho da Cruz, São Rafael, Água Nova, Jucurutu, Serrinha dos Pintos e Rafael Godeiro, entre outros.

Na mesorregião Central Potiguar choveu em Ouro Branco (67,7mm); Jardim de Piranhas (50mm); Santana do Matos (33mm); Lagoa Nova ( 32mm); Timbaúba dos Batistas (31,5mm); Caicó (Açude Mundo Novo-EMPARN) (24,5mm). Também foram registradas mais chuvas em São Fernando, Caicó (Batalhão do Exército); Caicó (Açude Itans); São João do Sabugi, Jardim de Angicos, Florânia, Jardim do Seridó, Cerro Corá e São Bento do Norte.

Na mesorregião Agreste Potiguar choveu em Monte Alegre (21mm); Serrinha (19,8mm); Jaçanã (18mm); e ainda, em Lagoa de Pedras, Nova Cruz, Sitio Novo, Vera Cruz, Santo Antonio, Ielmo Marinho e Lajes Pintada.

Nas regiões Leste as chuvas foram menos intensas, ocorrrendo em Canguaretama (Base Física da EMPARN), Montanhas, Espirito Santo, Baia Formosa, Nisia Floresta, São Gonçalo do Amarante, Ceará-Mirim e Natal.

Desde a ultima sexta-feira chove com intensidade em alguns municípios, com destaque para Angicos que nestes cinco dias registrou uma precipitação total de 343,3 milímetros e Fernando Pedroza com 241,1 mm, segundo os dados registrados pela EMPARN.

 

 —
 
EMPARN – Gerência de Transferência de Tecnologias e Comunicação
– Assessoria de Comunicação –

_MG_3538

De acordo com a Gerência de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), o final de semana terá mais chuvas, como acontece nesta sexta-feira “com a presença da Zona de Convergência Intertropical sobre a Região Nordeste favorecendo a predominância de céu parcialmente nublado com ocorrência de chuvas em todas as regiões do Estado”.

Na região Oeste choveu da manhã de ontem até a manhã de hoje (6), em vários municípios, com destaque para Luis Gomes, com 70 milímetros (mm); São Miguel (40mm), Baraúna (33mm); São Rafael (27,2mm) e Coronel João Pessoa (25mm). Choveu ainda em Caraúbas, Tenente Ananias, Major Sales, Jucurutu, Agua Nova, Gov. Dix-sept Rosado, entre outros.

Choveu forte em Santana do Seridó, com registro de 54,7mm; Parelhas (16mm) e Santana do Matos, com 16mm. No Agreste choveu em Jandaíra, 27mm; Vera Cruz, 11mm e ainda em Lagoa de Pedras, Japi, Ielmo Marinho, entre outros municípios. Na mesorregião Leste, choveu 66,2 milímetros em Natal; em Canguaretama 38,6mm; Espírito Santo, 25mm e ainda em Baia Formosa, Parnamirim, São Gonçalo do Amarante e Ceará-Mirim.

25 de fevereiro de 2015 às 14:18

Previsão de chuvas entre normal a abaixo do normal

Os meteorologistas do Nordeste, reunidos na sede da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), no Jiqui, em Parnamirim, após análise dos parâmetros climáticos, concluíram hoje que na região ao Norte do Nordeste brasileiro a previsão é que “predomine a condição de chuva de normal e abaixo do normal da média histórica, com grande variabilidade temporal e espacial para o período de março a maio no semiárido nordestino”. Com relação à reserva hídrica dos reservatórios do Nordeste, considerando os volumes atualmente disponíveis e “com um provável cenário de chuvas de normal a abaixo da média histórica para os próximos três meses, sem expectativas de recargas expressivas, é necessário a adoção de medidas para prolongar o horizonte de disponibilidade hídrica para a região”.

A “II Reunião de Análise e Previsão Climática para o Norte do Nordeste do Brasil foi iniciada ontem com os meteorologistas de cada Estado fazendo uma exposição sobre o comportamento das chuvas entre meados de janeiro a meados de fevereiro. Para a previsão anunciada hoje, os especialistas lembram ainda “que como poderão haver mudanças significativas referentes aos parâmetros oceanos/atmosféricos durante as próximas semanas, principalmente nos oceanos, é de extrema importância um monitoramento contínuo nessas regiões que possam inserir algumas mudanças no atual prognóstico”.

A análise dos resultados dos modelos oceânicos, que simulam o comportamento da temperatura da superfície dos oceanos para os próximos meses, segundo os meteorologistas, mostra uma tendência de aquecimento das águas superficiais do Oceano Pacífico, o que poderia significar a formação do Fenômeno El Niño, situação essa que poderia prejudicar a ocorrência de chuvas no semiárido Nordestino. No entanto, devido ao comportamento apresentado nos últimos meses pelo oceano Pacífico, que ora tem aquecido e ora resfriado, os meteorologistas, de forma unânime, não levaram em consideração essa tendência, entendendo que o oceano Pacífico irá, pelo menos nos próximos dois meses, mostrar uma tendência de normalidade.

Afirmam ainda que, no caso do oceano Atlântico, a tendência para os próximos meses é de uma situação do Atlântico Sul levemente mais aquecido que o Atlântico Norte, o que indica uma condição melhor na ocorrência de chuvas para aos meses de março, abril de maio de 2015, quando comparada com a condição apresentada no mês anterior. Por outro lado, os resultados dos modelos numéricos de previsão de chuva para a região não foram levados em consideração na análise dos meteorologistas, uma vez que esses modelos utilizam uma condição prevendo o aquecimento do Oceano Pacífico, o que não vem se confirmando nos últimos meses, prevalecendo, assim, a opinião de que as condições sinóticas serão dominantes.

 

EMPARN – Gerência de Transferência de Tecnologias e Comunicação
– Assessoria de Comunicação
04 de fevereiro de 2015 às 20:45

EMPARN volta a registrar mais chuvas no Oeste

 

Mais chuvas foram registradas desde a manhã de ontem (3) até a manhã de hoje (4) pela Gerência de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), com destaque para a região Oeste. Ao todo foram 27 postos com chuva. As principais foram em Tabuleiro Grande, com 44 milímetros; Major Sales (22mm); Pendencias (19mm); Martins e Olho D’agua Dos Borges (18mm), cada; Itaú (12mm) e Riacho da Cruz (11,8mm). Choveu ainda em Pedro Avelino (Base Física da EMPARN), 15,3 milímetros.

Entre a manhã da segunda-feira, dia 2 até a manhã de ontem (3), as maiores chuvas do Oeste ocorreram nos municípios de São Rafael, 68 milímetros, Portalegre 36mm; Rafael Godeiro e Upanema, 26mm cada; Campo Grande, 25mm; Assu, 24mm; Pendências, 19mm; Mossoró, 16mm; Patu 12mm e Caraúbas, 11mm. Pelo boletim pluviométrico diário da EMPARN as chuvas caíram em quarenta municípios em todo o Estado, sendo 22 do Oeste.

De acordo com a meteorologia, “as áreas de instabilidades isoladas ocasionadas pela atuação da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) continuarão presentes sobre o Estado favorecendo a predominância de céu parcialmente nublado e ocorrência de chuvas”.

 

 
EMPARN – Gerência de Transferência de Tecnologias e Comunicação
– Assessoria de Comunicação –
05 de janeiro de 2015 às 12:54

EMPARN registra boas chuvas no fim de semana no RN

_MG_4042

Imagem meramente ilustrativa

 

Do dia 2 (sexta-feira), até às 7h da manhã de hoje (5), a Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN) registrou chuvas em 36 postos pluviométricos, a maioria na região Oeste, com precipitações de até 66 milímetros (mm), como aconteceu em São Miguel. Choveu ainda em Coronel João Pessoa (57mm); Viçosa (47,6); Portalegre (37,7mm); Baraúna (35mm) e Itau (32mm).

Também foram registradas boas chuvas em Messias Targino (30mm); Venha Ver (22mm); Dr. Severiano (20mm); Rodolfo Fernandes (19,2mm) e no litoral, em Grossos (15,3mm). Choveu ainda em Francisco Dantas (15mm); São Francisco do Oeste (13mm); Umarizal (12mm); Janduís (9,4mm) e Olho D’agua dos Borges; Paraná; Tabuleiro Grande e Tenente Ananias, 9 milímetros cada um. Chuvas menores em Severiano Melo; Riacho Da Cruz; Encanto; Pau dos Ferros; Caraubas; Porto do Mangue; Martins; Patu; Campo Grande e Serrinha Dos Pintos.

Na Mesorregião Central Potiguar choveu em São José do Seridó, 10,8 milímetros; Santana do Seridó (4mm); Cruzeta (Base Física da Emparn), 3,8mm; São João Do Sabugi (2mm). No Agreste choveu apenas no município de Campo Redondo, e, no Leste Potiguar, em Natal, com apenas 0,2 mm. A previsão da Gerência de Meteorologia da EMPARN é de manutenção das condições do fim de semana, com predominância de céu parcialmente nublado e ocorrência de chuvas isoladas em todas as regiões do Estado devido às instabilidades provocadas pelo Sistema Meteorológico Vórtice Ciclônico de Ar Superior.

 
EMPARN – Gerência de Transferência de Tecnologias e Comunicação
– Assessoria de Comunicação 
23 de junho de 2014 às 13:15

EMPARN registra boas chuvas no Leste e Agreste

O Boletim Pluviométrico da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), registra boas chuvas entre às 7 de sexta-feira (20) e às 7hs de hoje (23), no Leste e Agreste do Estado. Foram 29 postos de monitoramento com chuvas, dos 197 postos existentes. Na Messoregião Agreste Potiguar as chuvas foram registradas em Parazinho, com 18,5 milímetros (mm); João Câmara (16,7mm); Ielmo Marinho (14,9mm); Monte Alegre (13mm); em Bom Jesus e

Vera Cruz (11mm), cada um e ainda, em Nova Cruz, Santo Antônio, Boa Saúde Serrinha, Bento Fernandes, Lagoa de Pedras, Bento Fernandes, Passa e Fica, entre outros.

Na Messoregião Leste foram registradas chuvas de 53 milímetros em Natal; Parnamirim (Base Física da Emparn), 31,4 milímetros (mm); Canguaretama (23,8mm); São Gonçalo do Amarante (23mm); Baia Formosa (Destilaria Vale Verde), com 22mm e ainda em Ceará- Mirim, Pureza, Maxaranguape, Taipu, Montanhas e Pedra Grande.

A meteorologia prevê para amanhã (terça-feira) “céu nublado a parcialmente nublado com chuvas sobre as regiões Leste e Agreste do Estado, devido as instabilidades de origem oceânica. Essas chuvas poderão variar de intensidade moderada. No interior, predominará a condição de céu parcialmente nublado com ocorrência de pancadas de chuvas e diminuição das temperaturas nas regiões serranas”.

 

EMPARN – Gerência de Transferência de Tecnologias e Comunicação
– Assessoria de Comunicação 

            Em solidariedade às vítimas das fortes chuvas que deixaram 130 famílias desabrigadas em Natal, os hipermercados Extra Ponta Negra e Midway Mall arrecadam alimentos não perecíveis e água para doação até o dia 30 de junho. A entrada de cada loja dispõe de um carrinho com identificação da campanha para que os cidadãos potiguares deixem seus donativos e façam a diferença nas vidas de quem mais precisa neste momento. Todo o material recolhido será destinado ao ponto de arrecadação da prefeitura, localizado no Aeroclube.

O bairro de Mãe Luiza foi o mais atingido, com 100 famílias desabrigadas. As 30 restantes são moradoras de outros pontos da capital: Lagoa do Preá, Novo Horizonte, Comunidade do Jacó e São Conrado. A Prefeitura do Natal decretou estado de calamidade pública no último dia 16 em virtude da situação que se agrava com as novas chuvas que caem na cidade nesta segunda-feira (23).

 

Serviço:

Arrecadação de donativos para desabrigados das chuvas

Data: até 30 de junho

Local:

Extra Midway Mall – Avenida Bernardo Vieira, 3775, Tirol – Natal/RN

Extra Ponta Negra – Avenida Eng. Roberto Freire, s/n, Ponta Negra – Natal/RN

 

Assessoria de Imprensa
Letra A Comunicação