Marca Maxmeio

Resultado da busca por: Interior do rn

06 de setembro de 2010 às 10:22

Diário de um fotógrafo

No último dia 3, sai de Natal por volta das 7 horas da manhã, com destino a Pau dos Ferros, para fazer a cobertura fotográfica do Festival de Gastronomia para Revista Deguste. Uma parada em Mossoró para alguns contatos com clientes da revista e no início da noite partimos para o destino final. Foram 427 km rodados e algumas horas dentro do carro. Fui de carona com Washington Rodrigues, jornalista e diretor da revista, e dessa forma com a câmara não tinha como não ir fotografando o que fui vendo estrada a fora, desde a saída de Natal com acidente e engarrafamento quilométrico, até a última foto do pôr-do-sol na volta para casa.  Alguns dos registro foram postados em dois posts: do festival de gastronomia e dos caminhões que transportam madeira pela BR 304.
Na volta no domingo dia 06, pegamos um percurso mais curto, por volta de 400 km, ai fui fazendo mais registros da paisagem e situações que só é possível presenciar no interior Estado. As fotos nem precisam de legenda, falam por si só. Foram 319 cliques nesses mais de 800 quilômetros rodados nos três dias. O resultado está ai em 32 fotografias que escolhi para não somente mostrar as pessoas a diversidade de situações pelo interior afora,  como também matar a saudade de quem nasceu no interior e tem apenas na mente a imagem da paisagem da infância.
13 de agosto de 2010 às 09:35

Debate da Band Natal

Band Natal faz primeiro debate entre candidatos ao governo no RN

Por Rosinaldo Vieira / www.fuzuern.com.br

Os candidatos a governador do Rio Grande do Norte, Sandro Pimentel (Psol), Rosalba Ciarlini (DEM), Iberê Ferreira de Souza (PSB) e Carlos Eduardo Alves (PDT), participaram na noite desta quinta-feira (12), do primeiro debate desta campanha eleitoral 2010, através da Rede Bandeirantes de Televisão, numa parceria com o Diário de Natal.

Os candidatos responderam a perguntas entre si e também feitas pelos jornalistas Robson Carvalho, e Flávia Urbano, do Diário de Natal.  O debate contribuiu para que o eleitor tome conhecimento das propostas dos principais candidatos a governador do RN e foi dividido em cinco blocos. No primeiro, todos os candidatos responderam a uma pergunta, elaborada pelo Departamento de Jornalismo da Band Natal e Diário de Natal sobre a Copa do Mundo de Futebol em 2014.

Os candidatos abordaram ainda questões referentes a segurança pública, saúde, educação, micro empresas, investimentos para os municípios. Acompanhe a seguir, um resumo o que os candidatos falaram durante o debate:

Rosalba Ciarlini:

Copa 2014: Lutei muito para que a Copa do Mundo de Futebol Viesse para Natal. Como governadora, vou fazer de tudo para que a copa do mundo de futebol aconteça com toda infraestrutura necessária, de forma que traga emprego e renda para os natalenses.

Cidadão Nota 10 e Cidadão sem fome: No meu governo tanto vou continuar com estes programas, como também vou ampliá-los.

Educação: Vou criar núcleos de profissionalização e escolas técnicas estaduais. No meu governo, a educação será prioridade.

Emprego e renda: Temos que criar oportunidades de emprego e renda, através de pólos de desenvolvimento no interior do Estado, com a implantação do projeto Mãos Unidas, criando oportunidades de desenvolvimento para os municípios.

Iberê Ferreira de Souza:

Copa 2014: É uma grande ousadia Natal ser uma das sedes da Copa do Mundo de Futebol. Vamos trabalhar para qualificar a juventude, para gerar muitos empregos, construir definitivamente o aeroporto de São Gonçalo do Amarante e fazer um grande programa de qualificação profissional.

Saúde: Vamos transformar a saúde do Rio Grande do Norte, através de um grande pacto com as prefeituras municipais, colocando para funcionar os postos de saúde e dessa forma desafogando e melhorando o atendimento nos hospitais do Estado.

Distribuição de renda entre os municípios: Sou um ferrenho defensor do municipalismo. No entanto, a crise que hoje existe entre os municípios brasileiros com a redução do repasse de recursos, só se resolverá com a implantação de uma verdadeira reforma tributária.

Carlos Eduardo Alves

Copa 2014 – Fomos o prefeito que candidatou Natal para Copa do Mundo de Futebol em 2014. E para que esta competição aconteça de forma bem organizada, vamos investir em saneamento básico, na continuação e conclusão das obras do aeroporto de São Gonçalo do Amarante e dar continuidade de forma definitiva às obras do Pró-Transporte, além de investir muito na área de segurança.

Cidadão Nota 10 e Cidadão sem fome: Devemos ter políticas públicas para que os cidadãos vivam por conta própria e não através da doação de cestas básicas. Vamos promover o desenvolvimento econômico e investir forte na infraestrutura do Estado, até para proporcionar a população viver do seu trabalho com cidadania. Estou na política para fazer acontecer.

Segurança pública: Segurança deve ser política de governo. Vamos promover a satisfação salarial da Polícia Militar, junto com tecnologia e investimento em inteligência.

Sandro Pimentel

Copa 2014: Uma das nossas prioridades será concluir o aeroporto internacional de São Gonçalo do Amarante antes do início da Copa de 2014. Além disso, vamos fortalecer a educação, através da qualificação profissional para receber bem os turistas.

Micro e pequenas empresas: Precisamos estimular as micro e pequenas empresas, através do financiamento a seus empreendedores, criando emprego e renda nos municípios.

Problema de saúde do governador Iberê: Inclusive, o governador deveria ter a coragem de ser atendido em relação ao seu problema de saúde na rede pública de saúde de Natal. Se tivesse feito isso, já teria morrido. Ao invés disso, foi para o hospital Sírio Libanês em São Paulo.

Educação: A educação é fundamental para qualquer Estado. Inclusive, a educação no RN tem um dos piores Índices de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) do Brasil. Enquanto isso a senadora Rosalba Ciarlini faz turismo com o marido com dinheiro público.

Analfabetismo: Vamos erradicar o analfabetismo no RN, através de uma parceria com a sociedade, junto com sindicatos, igrejas, dando mais oportunidades aos jovens com o primeiro emprego.

Roberto Ronconi

Copa 2014: Natal vai receber milhares de pessoas durante a copa de 2014. Por conta disso, uma das nossas prioridades será a segurança pública, que está doente há 30 anos. Isso acontece por falta de uma administração humanista, que pretendemos colocar em prática.

Política nacional: O que falta na política brasileira é colocar Deus como centro. A política deve ser meio e não um objetivo de perpetuação de poder. Se eu fosse senador, o centro do meu mandato seria o ser humano. Temos que ter uma política humanista, através da força do amor.

Educação: O RN é o último estado colocado em qualidade na educação no Brasil. É por isso que precisamos mudar todo o foco de nossa política educacional, pensando sempre no desenvolvimento das pessoas como seres humanos.

Segurança pública: Os governos têm combatido as causas e não os efeitos da falta de segurança. Para resolver esta questão, temos que fazer um grande programa social, com qualificação profissional e polícia inteligente.

26 de julho de 2010 às 23:17

Kelps Lima não fará carreatas em Natal

Kelps Lima é contra as carreatas políticas porque atrapalham o trânsito em Natal

Diante dos problemas que a cidade enfrenta nesta área, fazer carreata só traz prejuízo à população.

O advogado Kelps Lima decidiu não fazer carreatas em Natal durante sua campanha a deputado estadual pelo Partido da República (PR). Kelps não quer produzir transtornos ao trânsito da cidade.

Ex-secretário de Mobilidade Urbana de Natal entre janeiro de 2009 e março de 2010, quando criou o Projeto Via Livre, que se baseia em desimpedir as ruas da cidade para facilitar o trânsito de carros, Kelps acha contraditório utilizar as carreatas, que tanto atrapalham o tráfego, como instrumento de divulgação política.

Sua posição não quer dizer, porém, que ele defenda o fim integral desse artifício político. “Em algumas cidades, onde o trânsito não seja tão congestionado, até dá para fazer uma carreata sem prejuízos ao tráfego. Aí, tudo bem. Eu mesmo quero participar de grandes carreatas que estão sendo preparadas no interior. Mas em Natal – sei disso porque fui secretário de Trânsito da cidade – fazer carreata é inviável. E não posso dar mau exemplo. E não as farei em minha campanha, apesar da insistência de alguns correligionários e do apelo popular que as carreatas tem”, explica o candidato do PR.

Kelps não pretende condenar ou criticar as carreatas dos outros candidatos. “Cada um tem o direito de apresentar suas propostas da maneira que lhe convier. Como a Justiça não proibiu, todos os candidatos estão livres para exercer os instrumentos políticos que cabem à sua consciência. Não os critico. Nem os condeno.”

24 de abril de 2010 às 21:21

Tai Chi Chuan no Machadão

O Dia Mundial do Tai Chi Chuan e Chi Kung no Brasil foi comemorado em Natal e Parnamirim neste sábado, 24 de abril.
Neste dia varias cidades e países se reuniram com o objetivo de produzir uma “onda mundial” de pratica, que teve início nas primeiras horas do dia, incentivando a boa saúde das populações, a paz entre os povos e as corretas relações humanas. Com a movimentação suave do tai chi e a respiração profunda, a proposta foi de produzir um dia de calma e tranqüilidade. O RN participou deste dia reunindo vários grupos de praticantes de Tai chi chuan da cidade e do interior como Ceará Mirim, Mossoró, Currais Novos, Nova Cruz e Caico. Em Parnamirim aconteceu na praça da COHABINAL  e em Natal no Machadão.
Organização do evento ficou a cargo do Sifu Marcelo Sena e do Prof. Jorge Dalrivam com coordenação de  Flávio Ferreira e apoio da
Sejel- Secretaria de Esportes Juventude e Lazer que tem como titular o publicitário Tertuliano Pinheiro.

Historia do evento
O Dia Mundial do Tai Chi Chuan e do Chi Kung (World Tai Chi & Qigong Day) é um evento realizado anualmente no último sábado do mês de Abril
para promover as práticas de Tai Chi Chuan e de Chi Kung em 60 países desde 1999.
07 de abril de 2010 às 00:35

Viagem numa bike elétrica

Fotos: Fábio Faria

Meus ilustres amigos,

Eu sempre sonhei em viajar numa bicicleta, numa viagem de vários sentidos. Viajar no sentido da palavra, já realizei algumas.

Até o momento, as mais bonitas e agradáveis foram: Recife a Natal de Bicicleta, pelo litoral [essa inclusive fizemos até um vídeo, no qual exibimos na livraria Cultura em Recife e na livraria Siciliano em Natal, com o sugestivo título Ecociclo]; Natal a Pipa, esse roteiro já perdi as contas; Pipa a Baia Formosa, umas três vezes; Pipa a Vila Flor, duas vezes; Natal a Guaramiranga/CE via Canoa Quebrada, essa viagem foi espetacular, o litoral do RN é infinitamente lindo, anos atrás já realizei algumas caminhadas pelo litoral, o que me assusta é a brusca transformação desses recantos, ora pelo avanço do mar, ora pelos impactos causados por construções.

Estou sendo barrista, pra falar a verdade todo esse litoral que pedalei é singular, com as mais variadas particularidades. É o caso da Coroa do Avião em Pernambuco, Tambaba na Paraíba, Pipa no RN, as salinas de Macau e Areia Branca, o litoral de falésias do Ceará, são tantas impressões de paraísos.

Sonhos Elétricos

A outra viagem era o sentido dos sonhos elétricos, a bicicleta elétrica. Trafegar na cidade fazendo uso de um transporte individual altamente silencioso com emissão zero de poluição, já que a energia na qual consumimos é proveniente de hidrelétricas, era um sonho!

Mas essa realidade é presente, agora em Natal, a Evetech está produzindo e vendendo bicicletas elétricas [vejam as fotos]. Tenho me deslocado nestes últimos dias pela cidade numa bike elétrica, estou impressionado com o desempenho e agilidade deste veículo.

Para se ter uma idéia, testei a autonomia da bicicleta, domingo passado, indo em direção ao interior do estado. Sai de Natal é fui até Serra Caiada, pela rodovia federal 226, levei duas horas e meia, foram oitenta e dois quilômetros, você pode imaginar o que é isto!?

Não usei nada de combustível fóssil, não lancei gases para o efeito estufa e gastei apenas trinta centavos com o custo da eletricidade, para recarregar as baterias da bicicleta.

Localizada no Agreste Potiguar, Serra Caiada encontra-se no início do Planalto da Borborema, é a rocha mais antiga da América Latina, com 3,4 bilhões de anos. Essa pedra possui formação Cristalina com 285m de altura, 3.000km² e 10km de profundidade.

Na cidade, o deslocamento é rápido, a velocidade máxima é de quarenta e três quilômetros. Passo, ligeiro pelas filas de carros ao longo das avenidas com seus congestionamentos.

O legal, as surpresas das pessoas que ficam encantadas perguntando que transporte é esse?!!? Pois, seu design é moderno e futurista.

Precisamos urgentemente mudar nossos comportamentos, frente às alterações das mudanças climáticas. Mudar nossa atitude de consumo e cobrar políticas públicas para construções de ciclovias e de proteção do ar, que envolve essa majestosa bola azul mantendo-nos vivos. Necessitamos de uma economia verde!

Aguardem em breve mais novidades sobre bike elétrica!

Haroldo Mota

Fábio Faria
19 de janeiro de 2010 às 18:40

Uma prosa sobre André da Rabeca

Foto: Sandro Fortunato
andre_rabeca

Fotos: Canindé Soares
Rabeca_8505 rabeca_8515
Dona Nazaré,  esposa esposa de André e Jeane dona da lanchonete onde guarda até o momento a rabeca

Por Sandro Fortunato – www.sandrofortunato.com.br

Em 2000, comecei uma série sobre figuras populares de Natal (RN) para o site Natal na Íntegra. André da Rabeca estava nos primeiros nomes pautados e chegou a ser fotografado, mas a matéria não foi  concluída. No dia 6 de agosto de 2008, de volta à cidade, encontrei André no meio-fio em frente à Manchete Calçados, na esquina das ruas Coronel Cascudo e Princesa Isabel, na Cidade Alta. Saquei o “chaveirinho” do bolso e fiz algumas fotos. André não era de muita conversa, mas, encantado com a máquina, me perguntou quanto custava e comentou que poderia ganhar uns trocados a mais se tivesse uma, fotografando os casamentos nos quais, vez ou outra, era chamado para tocar.

Nascido no interior do Rio Grande do Norte em 27 de outubro de 1942. Segundo seu pai, André era mole e não dava para trabalhar na roça. No início dos anos 80, pegou a estrada para a capital e foi tocar rabeca nas ruas. As últimas notas de sua história como rabequeiro foram dadas em dezembro passado. A tuberculose se manifestou mais uma vez e seu estado de saúde piorou rápido. Como todo desvalido, fez sua peregrinação pelos postos e hospitais públicos: Posto de Saúde de Mãe Luíza (bairro onde morava), Hospital dos Pescadores (Rocas) e Walfredo Gurgel. Medicado e mandado para casa, sem o tratamento adequado, só parou no quarto, o Giselda Trigueiro, quando já era muito tarde. Deu entrada na segunda, 11 de janeiro, e faleceu na tarde do sábado seguinte, dia 16, às 16h05.

André morreu aos 67 anos, deixando Dona Nazaré, sua esposa, e cinco filhos. Destes, só Ivanilson, o mais novo e único nascido em Natal, morava com ele. Os três filhos homens estiveram no sepultamento no cemitério do Bom Pastor, no domingo, 17. As duas filhas, que moram em cidades do interior, nem sabem que o pai faleceu. Nenhum deles aprendeu a tocar rabeca. Nem os muitos netos. O instrumento, que nos últimos tempos ficava na lanchonete Fri-Shop (em frente à Manchete Calçados), continua guardado por Jeane Araújo, dona do local. Segundo Ivanilson, a rabeca será doada ao Museu de Cultura Popular Djalma Maranhão.

PassagemTrairas2339

SantaCruz_0662 Pataxo0114
Estas são 3 das 34 fotografias da exposição “Espetáculo das Águas”, que estarão expostas na Aliança Francesa.

Acontece amanhã, dia 30, quarta-feira o sarau da Aliança Francesa dentro das comemorações do ano da França no Brasil.

Participam do sarau o poeta Alex Nascimento, a cantora Andrezza Costa e Ricardo  Menezes, além de palestra sobre fotografia com os fotógrafos diretores do Jornal da Fotografia, João Maria Alves e Marcus Ottoni. Acontece também durante o sarau a exposição fotográfica “Espetáculo das Águas”,  com fotos de minha autoria. São 34 fotografias em tamanho 30 x 40 cm, das viagens que fiz pelo interior do Estado, durante o período das chuvas onde registrei não somente as sangrias dos açudes, mas também a alegria do povo da região diante das mudanças de comportamento trazidas pela chuva.

Todos estão convidados!

Dia 30 de setembro
19 horas
Aliança Francesa de Natal, Praça Civica.

30 de agosto de 2009 às 22:53

Acharam Belchior

bechior

O jornal “El País” noticiou que localizou o cantor Belchior que está vivendo no Uruguai e não quis conceder entrevista. O músico está morando em San Gregorio de Polanco no interior daquele país.

29 de março de 2009 às 19:30

Num canteiro da prudente

noscanteiros_5520

Hoje as 10h46 no canteiro central da Av. Prudente de Morais próximo a esquina da Rua da Integração em Candelária.

Vale a pena ler o comentário de Sandro Fortunato:

Comentário:
Há uns 15 anos, ali por 1993 ou 1994, em um mês de dezembro, quando Aldo Tinoco era prefeito, fiz uma matéria registrando a rotina de um dia de trabalho do administrador da cidade. Naquela época – HÁ UMA DÉCADA E MEIA -, os moradores de Natal começavam a perceber uma “novidade”: famílias esmolando nos sinais. Havia uma dado interessante naquele tempo. Grande parte dessas famílias TINHAM CASAS nos bairros periféricos de Natal ou em pequenas cidades do interior do estado e costumavam se dedicar a essa atividade (pedir esmolas) somente na época das festas de fim de ano, quando normalmente as pessoas se tornam “mais generosas” e acabam “contribuindo para o Natal dos pobres”.

Hoje o quadro é completamente diferente. As pessoas MORAM perto dos sinais, nos canteiros e nas praças. Elas começam A CONSTRUIR pequenas moradias nesses lugares. (você já postou aqui várias fotos mostrando essas situações: Praça Cívica, Av. do Contorno, etc)

Desde essa história que contei sobre o tempo de Aldo, já estamos na QUARTA administração  (Aldo, Wilma, Carlos Eduardo e Micarla). Não vamos perder tempo apontando culpados. Vamos deixar isso para os joguetes entre políticos. Quero saber O QUE É QUE VAI SER FEITO AGORA para que daqui a quatros anos não tenhamos praças inteiras e outros trechos da cidade totalmente tomados por PESSOAS MARGINALIZADAS. Deixando bem claro o sentido literal da expressão: PESSOAS À MARGEM DA SOCIEDADE.

Teremos ações voltadas para a integração desses indivíduos ou basta nos escondermos atrás dos vidros fechados de nossos carros e nos andares altos dos prédios onde moramos?

Você pode ver todos os comentários sobre esse post aqui: