Marca Maxmeio

Notícias

Fonte – Viver – Tribuna do Norte

Como era o cenário das artes plásticas em Natal nos primeiros anos do século XX, antes do modernismo surgir na cena  local?  Entre os adeptos das belas artes, artistas, salões e escolas da época, um deles se destacava: o pintor Moura Rabello (1895-1979), nome que retratou inúmeras personalidades da cidade com a maestria dos grandes retratistas. Nascido em Natal no final do século XIX, o artista ganha um olhar sobre sua obra e história graças a uma pesquisa da professora Isaura Amélia transformada em livro. “Moura Rabello: precursor da arte potiguar”, que teve lançamento nesta sexta-feira, 29 de julho.

Editado pela jornalista e fotógrafa  Angela Almeida, o livro de Isaura Amélia é uma contribuição singular à compreensão do movimento artístico e cultural nos primeiros anos do século passado. “O livro percorre a Natal artística nos primeiros 50 anos do século XX, antes da exposição coletiva de Navarro, Dorian e Ivon Rodrigues,  marco bem definido  nas nossas artes plásticas como arte moderna”, comenta.
Isaura Amélia parte de depoimentos da filha mais nova de Moura, Marlene Rabello, hoje com 90 anos e dona de uma lucidez surpreendente e de memória invejável. Também fez uma vasta pesquisa na imprensa local que já registra Moura Rabello pintando em 1913. Segundo Isaura, a Escola Elementar de Belas Artes e o Primeiro Salão de Artes Plásticas instituídos por decreto são iniciativas que atestam o vigor do movimento cultural do período.

Leia matéria completa na Tribuna do Norte
http://www.tribunadonorte.com.br/noticia/moura-rabello-ganha-livro-sobre-sua-hista-ria/540312

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

1 comentário em “Moura Rabello ganha livro sobre sua história com pesquisa da professora Isaura Amélia

  1. Uma excelente palestra sobre o grande ícone da cultura potiguar; Moura Rabelo navegava sua produção artística/poética entre a pintura e a literatura do século 19, parabéns professora Isaura Rosado Maia.

Btn Posts Anteriores