Marca Maxmeio

Resultado da busca por: Interior do rn

Datas: 03, 10, 17, 24 e 31 de Março
 Investimento:  R$ 100,00 À vista ou 2 x R$ 50,00 ou 5 x R$ 25,00 nos Cartões
 Reserva de vagas apenas com o pagamento da 1a. parcela do curso.
 Instrutores: Ivanes Lopes (fotografo e terapeuta) e Adrovando Claro
 (reporter fotografico)
 Carga Horária: 12 Horas –  Sabados (14h00 às 16h00)  Workshop com
 Apostila e Certificado.
 Público – Pessoas com câmeras digitais que desejam fotografar bem
 utilizando os recursos da fotografia como arte contemplativa através
 de exercícios de relaxamento e meditaçao. Pessoas com alguns sintomas
 de stress, transtorno do panico ou ansiedade que desejam pela pratica
 da fotografia obter momentos de tranquilidade e paz interior.
 Sobre o workshop:  Fotografia Contemplativa – Miksang – O significado
 da palavra Miksang em tibetano é “bom olho”. Na fotografia
 contemplativa (como também é chamada) são critérios diferentes dos
 convencionais que levam o autor a disparar o clique. A proposta da
 fotografia miksang (baseada na meditação e concentração) é nos deixar
 mais atentos para o que nos desperta interesse. Ou seja, o clique só
 ocorre quando o coração é tocado.  Uma boa opção para exercitar o
 miksang é uma viagem. Em um ambiente diferente, o olhar não está
 viciado, serão muito detalhes para contemplar e obter um álbum de
 fotografias no mínimo diferente.
 Informaçoes sobre o workshop de fotografia miksang com Ivanes Lopes
 nos fones 9141 8331 e 9957 2518.
 Pré-requisitos: Câmera digital amadora, semi-profissional ou profissional
 Inscriçoes pelo fone:  3201 3598, 9602 9864, 8873 2976 e 8705 0505
 Email – bressonstudio@gmail.com
 Studio Bresson
 Rua Acu, 575 – loja 1
 Térreo  – Tirol
 Natal –  RN
 Leia mais: http://studiobresson.webnode.com
20 de fevereiro de 2012 às 11:59

Grafith grava DVD nesta segunda em Macau

Grafith grava 8º DVD e encerra o Carnaval de Macau

A Banda Grafith faz os 4 quatro dias de Carnaval em Macau, onde puxa um dos
quatro trios elétricos que faz o arrastão do Mela-Mela, ponto alto da programação de
momo da Terra das Salinas. A novidade fica por conta da gravação do oitavo DVD do
grupo que acontecerá em plena segunda-feira de Carnaval, onde são esperados cerca
de 250 mil foliões no percurso de 6,5 quilômetros, que circula a cidade pelo novo
Anel Viário. A banda potiguar será também responsável pelo encerramento da folia
macauense, no Largo de Eventos Mestre Avelino, onde se apresentará a partir das 02
horas da madrugada da quarta-feira de Cinzas.

Sobre a Banda Grafith

A Banda Grafith possui uma carreira de grande longevidade, comprometimento,
experiência e convivência familiar. A Grafith, composta pelos quatro irmãos João
Batista – conhecidos como Joãozinho, Luís Cláudio (Kaká), Júnior e Carlinhos -, possui
marca registrada tanto no Rio Grande do Norte como em outros estados do Nordeste e
vem conquistando fãs em grandes cidades e interiores com sucesso estável, bem como
vem mantendo fielmente seus seguidores.

A carreira musical da família iniciou-se ainda na infância, quando Joãozinho
resolveu “escapar” da severidade imposta pela educação militar do pai para expressar
seu talento e paixão pela música. Passou a tocar guitarra e logo estava em contato
com sua primeira experiência em apresentações musicais. Teve uma passagem rápida
na banda Infernais, formado no bairro das Quintas, e logo se firmou na The Shinys
como guitarrista e cantor, em 1974. Com o despertar musical de Joãozinho, os outros
irmãos, que também possuíam interesse pela música, decidiram seguir seus passos,
sempre sendo questionados pelo pai, que tinha dúvidas se a música traria algum futuro
e retorno financeiro para eles. Segundo os irmãos, o maior medo do pai era que os
filhos acabassem possuindo algum vício, muito comum ao ambiente musical, o que não
aconteceu.

Após a saída de Joãozinho do The Shinys, Luís Claúdio de Lima, o Kaká, foi chamado
para substituir o irmão. Joãozinho passou a integrar o Suigeneris, com shows no
Estado de São Paulo. Enquanto o precursor Joãozinho se apresentava em programas
de televisão, como o do Chacrinha, do Raul Gil, Clube do Bolinha e outros em São
Paulo com o Suigeneres, seus irmãos Júnior, Kaká e Carlinhos integravam a banda os
Impossíveis, começando, assim, a junção que formaria a futura banda que é sucesso até
os dias de hoje. Quando Joãozinho voltou a Natal em 1981, recusou o convite do Skema
Livre e se juntou aos irmãos e o contrabaixista Jaílson na banda os Impossíveis. Essa
nova formação durou até 1987 e, com sua ruptura, surgiu a Banda Grafith.

A banda recém-surgida mantinha o estilo de banda baile e, assim, conquistou fãs que
se denominam “nação grafitheira”. Novos ritmos foram aderidos, e a banda logo ficou
reconhecida por sua diversidade, capacidade de adequação aos mais diversos ambientes
– tocando em eventos como formaturas, casamentos, festas, carnaval e shows – e
variedade de repertório. Por onde passa, Grafith arrasta multidões, sendo considerada
banda “da massa”, de todos os gostos e todas as classes sociais. Com 22 anos de
carreira, o grupo tem grande consideração e contato com seus fãs, além de manter
sempre a humildade e o contato e apoio dos amigos e familiares, proporcionando,
assim, o reconhecimento e o sucesso.

16 de janeiro de 2012 às 09:59

As obras da Arena das Dunas estão adiantadas

Fotos feitas em 09/12/2011.

Obras da Arena das Dunas é tema do RN Agora desta segunda-feira
As obras da Arena das Dunas estão adiantadas em 60 dias do cronograma inicial. O anúncio foi feito pela governadora Rosalba Ciarlini no programa de rádio RN Agora desta segunda-feira (16). “Estamos agora na fase das fundações, fincando as estacas que vão sustentar o estádio”, disse a governadora.
Segundo ela, em algumas semanas já será possível ver a estrutura do estádio. “As perspectivas são de que tudo fique pronto antes do prazo inicial, que seria dezembro de 2013”, revelou Rosalba Ciarlini.
A governadora também falou sobre as obras de mobilidade urbana de responsabilidade do Governo do Estado, como o prolongamento da Av. Prudente de Morais (Omar O’Grady). “No momento nós estamos fazendo os túneis, são dois túneis, que deverão ficar prontos até o mês de julho e aí poderemos liberar a via”, afirmou.
O programa RN Agora vai ao ar de segunda a sexta, às 7h, em rádios de Natal e do interior do Rio Grande do Norte. Ele também pode ser ouvido no site oficial do Governo do Estado: www.rn.gov.br, onde também é disponibilizado para download.
Assessoria de Comunicação do Governo do RN.

 

11 de dezembro de 2011 às 00:20

Aécio Neves em Natal


Em Natal, Aécio Neves propõe mutirão para erradicar analfabetismo do país

O senador Aécio Neves, pré-candidato do PSDB à Presidência da República em 2014, propôs na manhã deste sábado (10) a criação de um mutirão para erradicar o analfabetismo no Brasil. A posição do senador foi externada durante sua palestra no seminário “Pensar Natal”, desenvolvido pelo deputado federal Rogério Marinho (PSDB) com o objetivo de apresentar uma proposta administrativa para a cidade.

“Hoje o país continua com a mesma agenda implantada pelo PSDB alguns anos atrás. Nós precisamos de uma nova agenda, que inclua, por exemplo, um mutirão para erradicar do Brasil o analfabetismo, que recupere a autonomia econômica de municípios e Estados”, disse o senador mineiro, que abordou o tema “Choque de Gestão”.

Minutos antes de iniciar sua palestra, Aécio foi elogiado pelo deputado Rogério Marinho. “Você é a esperança do nosso país, para termos um presidente democrático e que seja a favor de todos os brasileiros”, disse.

A palestra contou ainda com a presença da governadora Rosalba Ciarlini (DEM), do senador José Agripino Maia (DEM), dos deputados federais Felipe Maia (DEM), Bruno Araújo (PSDB-PE) e Rodrigo de Castro (PSDB-MG), além do próprio Rogério Marinho.

Ainda estiveram presentes os deputados estaduais Antonio Jácome, presidente estadual do PMN, Dibson Nasser (PSDB), Fábio Dantas (PHS) e Ricardo Motta, presidente da Assembleia Legislativa.

O presidente municipal do PR, advogado Fábio Hollanda, presidente estadual do PSL, advogado Araken Farias, e o presidente estadual do PP, vereador de Parnamirim Sérgio Andrade, também marcaram presença, entre dezenas de vereadores, prefeitos, vice-prefeitos e lideranças políticas de Natal e do interior potiguar.

 

Danilo Sá
Assessoria de comunicação do deputado federal Rogério Marinho

 

09 de dezembro de 2011 às 23:19

Novas fotos aéreas de novos ângulos de Natal

IMG_9989

IMG_9973

Natal vista de uma forma que você não está acostumado a ver

Compartilhando com os visitantes do blog novas imagens aéreas de Natal. São ângulos novos, de antigas mas também novas paisagens, a exemplo do local onde será construído a Arena das Dunas, até o prolongamento da Avenida Prudente de Morais. Imagens feitas na tarde desta sexta-feira, 09 de dezembro onde você poderá tentar descobrir lugares que já conhece de outros ângulos mais comuns. Pena que a luz não estava boa para as imagens brilharem muito mais do que a beleza que é as paisagens da nossa bela Natal. Um voo de uma hora num aviãozinho de dois lugares, com o experiente piloto Roberto Duarte que já tive o prazer de voar outras vezes com ele, inclusive de helicóptero.

___________________________________________________________________

VEJA MAIS FOTOS NO NOSSO BANCO DE IMAGENS E FOTOS AÉREAS DO RN

Acesse www.csfotojornalismo.net para ver as fotos, conhecer os lugares e comprar as fotos que tiver interesse. São fotos de Natal, de praias, das cidades do interior, de todo Rio Grande do Norte.

Quarquer dúvida ligue para 084 9994.2841 ou escreva para fotografia@canindesoares.com

 

 

Coletivo Solares

Um Sertão de Forças e Sonhos

A exposição “Véu em Solo – Sertão Central” mostra imagens de um interior sertanejo sob um novo olhar. A mostra criada e produzida pelo coletivo Solares abriu a mostra primeiramente em Lajes/RN, no último sábado (dia 03), dentro da programação de aniversário da cidade. Em Natal, a capital potiguar, o evento teve abertura nesta terça-feira, dia 06 de dezembro, na Pinacoteca do Estado, Cidade Alta e segue até o próximo dia 12 de dezembro.
Trata-se de um ensaio fotográfico mostrando o universo masculino e feminino da mulher sertaneja, dentro de um contexto surreal, cheio de sonho e psicodelia. Um relato visual sobre a força, a delicadeza e o drama desta mulher vestida de sonhos.
24 de novembro de 2011 às 07:42

II Encontro de Escritores da Língua Portuguesa

Abertura do II Encontro de Escritores da Língua Portuguesa conta com palestra de Gabriel O Pensador


Cerca de 250 milhões de pessoas no mundo falam a Língua Portuguesa e é para discuti-la que está sendo realizado, na Academia Norte-rio-grandense de Letras, o II Encontro dos Escritores da Língua Portuguesa (EELP) em Natal. O evento, que prossegue até a próxima sexta-feira (25), foi aberto na tarde desta quarta-feira (23) com a presença do cantor e compositor Gabriel O Pensador e reúne escritores de nove países que têm a língua portuguesa como a oficial. A iniciativa do encontro é da União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa (UCCLA), com o apoio da Prefeitura de Natal, por intermédio da Fundação Cultural Capitania das Artes.

A cerimônia de abertura realizada nesta tarde contou com a presença do presidente da Fundação Capitania das Artes (Funcarte), Roberto Lima; do presidente da Academia norte-rio-grandense de Letras (ANRL), Diógenes da Cunha Lima; do secretário geral da União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa (UCCLA), Miguel Anacoreta, além do presidente da LisNatal, Carlos Marques e do secretário municipal de Educação, Walter Fonseca. Os participantes, incluindo estudantes, que lotaram o auditório da ANRL, foram recebidos ao som da Banda Regional de Chorinho.

“A minha pátria é a Língua Portuguesa”, disse o presidente da ANRL, Diógenes da Cunha Lima, citando o poeta Fernando Pessoa ao abrir sua fala durante a abertura do evento. Para ele, a realização do evento é uma forma de unificar e fortalecer os países lusófonos. “A nossa língua está presente em todos os continentes, então, não podemos nos sentir estrangeiros. Eventos como este tornam Natal a capital da Língua Portuguesa e valorizam não só a própria língua, como também, a literatura lusófona”, afirmou o escritor.

Mediador da palestra realizada nesta tarde com o tema ‘Poesia Escrita para a Música’, o presidente da Funcarte, Roberto Lima, enfatiza que o encontro será um mergulho nas palavras e na canção. “A canção é uma maneira diferente de falar e este será um tema importante a ser discutido. Para isso, trouxemos além de escritores de outros países, o cantor, compositor e escritor Gabriel O Pensador que representa o pensamento da juventude”, disse Roberto Lima.

Durante a sua palestra, o cantor Gabriel O Pensador parabenizou a Prefeitura do Natal e a ANRL pela realização do evento e, saudado pelos presentes, contou um pouco da sua trajetória envolvendo a relação entre a escrita e a música. “A música tem uma magia que quando se junta com as palavras é muito poderosa. A minha timidez me fez gostar de escrever, principalmente, letras de músicas, então, posso dizer que entrei na música por conta da palavra”, contou o rapper.

Após a palestra do cantor foram feitas intervenções orais dos escritores Abreu Paxe, Da poesia e da música em Angola: Imagens e Contextos (escritor angolano, Benguela); António Carlos Cortez, Poesia e Música: Quando a Palavra Brilha no Canto (escritor Português, Lisboa); Ilza Matias de Sousa, Sobre as Representações do Amor em Cazuza (escritora brasileira); Maria Emília Monteiro Porto, O Trovadorismo Português (escritora brasileira); Roberto Lima, Os Poetas do Romantismo Brasileiro e a Modinha (escritor brasileiro) e Tiago Torres da Silva, Canções Atlânticas – Escrever com Um Pé em Alfama e o Outro em Ipanema (escritor português).

O tema em destaque desta quinta-feira será ‘O Estado e a Evolução da Língua Portuguesa’ abordando as diferentes perspectivas de utilização da língua no Mundo Lusófono. A discussão será iniciada às 15 horas com uma reflexão sobre as estratégias de afirmação da nossa língua comum, como forma de valorização do nosso patrimônio literário, cultural e da Lusofonia. O conferencista será o professor catedrático Carlos Reis, Diretor do Instituto de Língua e Literatura Portuguesas da Faculdade de Letras de Coimbra, com a palestra Para uma Política de Língua: Estratégias de Afirmação. A mediação ficará a cargo do jornalista e professor da Universidade Potiguar (UnP), Laurence Bittencourt Leite.

A dinâmica do tema será a mesma do dia anterior com comunicações a cargo dos escritores Armindo Jaime Gomes, Angolização Formal da Língua Portuguesa (escritor angolano, Luanda); Daniel Euricles Rodrigues Spínola, Questão Lusofonia (escritor caboverdiano, Praia); Daniel Pereira, A Unificação Ortográfica e a Consolidação da Democracia nos PALOP (escritor e embaixador de Cabo Verde em Brasília, Cidade Velha de Santiago); Domingos de Sousa, A Representação da Língua Portuguesa na Luta pela Independência e sua Perspectiva para o Futuro de Timor Leste (escritor e embaixador do Timor Leste, em Brasília); José Carlos Vasconcelos, Língua Portuguesa – Um Combate Necessário (escritor português e diretor do Jornal de Letras e da Revista Visão); Maria de Fátima Mendonça, Língua(s) e Campos Artísticos em Moçambique (escritora moçambicana); Maria Honasete Alves de Lima, A Especificidade Histórica das Três Reformas Ortográficas (escritora brasileira) e Tony Tcheka (António Lopes), Os caminhos e Contributos Guineenses (escritor guineense). O segundo dia de evento será encerrado com o show do grupo musical As Carolinas.

Enfocando uma reflexão sobre crônicas e descrições de viagens de ontem e de hoje, feitas por meio dos livros, o tema da palestra da sexta-feira será ‘Literatura de Viagens’, abordado pelo escritor angolano Manuel Rui, que já foi Reitor da Universidade de Luanda e Ministro do Governo de Angola. A palestra terá início às 15 horas e terá o professor do Departamento de Letras da UFRN, Márcio de Lima Dantas, como mediador.

Na ocasião, as intervenções serão feitas pelos escritores Ana Maria Cascudo Barreto, Viagens literárias de Câmara Cascudo (Academia Norte-rio-grandense de Letras); Carlos Francisco Moura (escritor de Macau); Diógenes da Cunha Lima, Natal: Biografia de Uma Cidade (presidente da Academia Norte-rio-grandense de Letras); Domingos Landim de Barros, O Contributo do Fenómeno Viagem para a Literatura de um Povo Ilhéu (escritor caboverdiano, Praia) e E. S. Tagino (António José da Costa Neves), Almada: Um Itinerário Literário, Pessoal e Transmissível (escritor português).

Afora estes intelectuais, também participarão Jin Guo Ping (historiador e tradutor chinês), Rui Lourido (historiador português) e Wu Zhiliang (historiador, Macau), A Viagem – Paradigma do Encontro: Percepções Portuguesas e Chinesas sobre Macau/China e o Brasil (Macau, China); Luíza Maria Nobrega, Os Lusíadas (escritora brasileira); Márcio de Lima Dantas, Nízia Floresta e a Literatura de Viagens (escritor potiguar), Mário Ivo Cavalcante, A viagem Literária no Rio Grande do Norte (jornalista potiguar); Mário Máximo, As Viagens Essenciais ou o Itinerário Interior de Toda a Viagem (escritor português, Odivelas) e Pedro Rosa Mendes, Viajar e Escrever pelas Lusofonias “malaias” (escritor português). O último dia do II EELP encerra com um Bailado Popular.

 

O evento acontece na Academia Norte-Rio-Grandense de Letra
Programção:
Dia 24/11/2011

Tema: O Estado e a Evolução da língua Portuguesa
Mediador: Laurence Bittencourt Leite (Profº UnP, Natal, Rio Grande do Norte)
15h-15h30 – Conferencista apresentador do tema Carlos Reis, Para uma Política de Língua: Estratégias de Afirmação (Prof.U.Coimbra, Portugal)

Palestrantes: 

15h30

Armindo Jaime Gomes, Angolização Formal da Língua Portuguesa (escritor angolano, Luanda)
Daniel Euricles Rodrigues Spínola, Questão Lusofonia (escritor Caboverdiano, Praia)
Daniel Pereira, A Unificação Ortográfica e a Consolidação da Democracia nos PALOP (escritor embaixador de Cabo Verde em Brasília, Cidade Velha de Santiago)
Domingos de Sousa, A Representação da Língua Portuguesa na Luta pela Independência e sua Perspectiva para o Futuro do Timor0Leste (escritor e embaixador de Timor Leste em Brasília)

16h30 – 146h45

José Carlos Vasconcelos, Língua Portuguesa – Um Combate Necessário (escritor português e diretor do Jornal de Letras e Revista Visão)
Maria de Fátima Mendonça, Língua (s) e Campos Artísticos em Moçambique (escritora moçambicana)
Maria Honasete Alves de Lima, A especificidade Histórica das Três Reformas Ortográficas (escritora brasileiras)
Tony Tcheka (António Lopes), Os Caminhos e Contributos Guineenses (escritor guineense)

Atuação do grupo musical As Carolinas

25/11/2011

Tema: Literatura de Viagens

Mediador: Márcio de Lima Dantas (Prof. UFRN, Natal, Rio Grande do Norte)

15h-15h30 – Conferencista Manuel Rui, Língua de Viagens num Parágrafo (escritor angolano, Luanda)

Palestrantes:

  • Ana Maria Cascudo Barreto, Viagens literárias de Câmara Cascudo (Academia Norteriograndense de Letras)
  • Carlos Francisco Moura (escritor macaense)
  • Diogenes da Cunha Lima, Natal: Biografia de Uma Cidade (Presidente da Acedemia Norteriograndense de Letras)
  • Domingos Landim de Barros, O Contributo de Fenómeno Viagem para literatura de um Povo Ilhéu (escritor caboverdiano, Praia)
  • E. S. Tagino (António José da Costa Neves, (Almada: Um Itenerário Literário. Pessoal e Transmissível (escritor português)
  • Jin Guo Ping (historiador e tradutor chinês), Rui Lourido (historiador português), e Wu Zhiliang (historiador, Macau), A Viagem – Paradigma do Encontro: Percepções Portuguesas e Chinesas sobre Macau/China e o Brasil.
  • Luíza Maria Nobrega, Os Lusiadas (escritora brasileira)
  • Márcio de Lima Dantas, Nízia Floresta e a Literatura de Viagens (escritor, Natal, Rio Grande do Norte)
  • Mário Ivo Cavalcante, A Viagem literária no Rio Grande do Norte (jornalista brasileiro)
  • Mário Máximo, As Viagens Essenciais ou o Itiner´rio Interior de Toda a Viagem (escritor português, Odivelas)
  • Pedro Rosa Medes, Viajar e escrever pelas lusofonias ”malaias” (escritor português)
24 de outubro de 2011 às 00:32

Orações por Chagas Catarino

Amigos e familiares prestam homenagem ao vereador Chagas Catarino

Por Rosinaldo Vieira

Amigos e
familiares do vereador Chagas Catarino, que sofreu um grave acidente
automobilístico no início deste mês de outubro, reuniram-se na noite deste
sábado (22) pra prestar-lhe uma homenagem pelo restabelecimento de sua saúde,
num evento realizado na Associação dos Carroceiros de Natal, localizada o bairro
de Nazaré. Compareceram ao evento a esposa de Chagas Catarino, Sônia e um dos
seus principais assessores, Luciano, que era o motorista no dia do acidente. “Quero
agradecer o carinho que todos vocês têm pelo meu esposo e que graças a Deus
está se recuperando bem”, disse Sônia. A homenagem também foi estendida a
Fabiano Guedes da Silva, segurança de Chagas Catarino, que morreu no acidente.

Também
participaram da homenagem representantes das igrejas católica e evangélica, que
pediram à Deus e a Jesus Cristo pela saúde do vereador Chagas Catarino.
Integrantes de entidades comunitárias, esportivas, clubes de mães e moradores
das regiões Leste, Oeste e Norte de Natal, também participaram da homenagem.
Destaque para pequena cantora Lan Costa, que com seu talento musical, pedia a
Deus através das letras das músicas, a recuperação de Chagas Catarino. Ao final
Luciano, emocionado, agradeceu a presença de todos, que representam a grande família
e que o ajudam a superar este momento de sua vida.

O
acidente

O vereador Chagas Catarino e outras quatro pessoas
do seu grupo sofreram um grave acidente na tarde do dia 9 de outubro quando
voltavam de uma viagem ao interior do estado. O motorista Luciano tentado desviar
de um buraco na estrada e perdeu o controle do carro, que rodou na pista e
capotou várias vezes até bater em uma árvore. No capotamento o vereador e
outros passageiros foram arremessados do veículo. Fabiano Guedes da Silva,
segurança do vereador, não resistiu aos ferimentos e morreu, o parlamentar e os
outros três passageiros foram hospitalizados em estado grave. Chagas Catarino
teve um afundamento de crânio, quebrou cinco costelas e a clavícula e teve que
ser submetido por cirurgias. Segundo sua esposa, Sônia, Chagas Catarino está
internado no Hospital São Lucas e se recuperando bem. “Toda a homenagem feita
para ele neste dia de hoje foi gravada e será levada para ele”, disse Sônia.


Fotos: Canindé Soares e Marcelo Barroso

A Câmara Municipal de Natal concedeu título de cidadão natalense aos irmãos Afrânio e Luciano Miranda, proprietários da empresa de informática Miranda Computação, na noite desta quarta-feira (28). A homenagem foi uma proposição do vereador Raniere Barbosa (PRB) e contou com a presença dos vereadores Aquino Neto (PV), Assis Oliveira (PR), Luiz Carlos (PMDB) e Júlia Arruda (PSB); do presidente da CDL Natal, Amaury Fonseca; do secretário municipal de Gestão Estratégica e Ouvidoria de Natal, Carlos Pereira Von Sohsten; dos deputados estaduais Hermano Morais (PMDB) e Márcia Maia (PSB); além de familiares e parceiros comerciais que lotaram a casa.
Raniere Barbosa justificou a honraria. “Os irmãos Afrânio e Luciano vieram muito novos de Taipu para Natal, estudaram, trabalharam e iniciaram um pequeno comércio que hoje é uma referência no ramo da informática. A Miranda Computação gera mais de 300 empregos e é um dos principais contribuintes de ICMS do Estado, além das ações sociais junto à instituições de caridade”, afirmou. “Muitas dificuldades foram encontradas, mas conseguimos superá-las, graças ao esforço da família e dos 370 funcionários colaboradores. Gostaria de agradecer à Câmara pela homenagem, mas principalmente aos meus pais Afrânio e Terezinha Miranda”, discursou Luciano Miranda emocionado.
Por fim, Afrânio Miranda relembrou a trajetória da empresa, que iniciou suas atividades em 1987, numa pequena sala na Rua Olinto Meira, no Alecrim, com o objetivo de comercializar livros para informática e, posteriormente, prestar serviços em processamento de dados. “De lá para cá, crescemos com muito trabalho e o bom relacionamento junto aos fornecedores, colaboradores, clientes e demais parceiros. Sinto orgulho de vir do interior potiguar para construir uma grande rede de lojas de informática em Natal”, destacou Afrânio. Os irmãos Miranda nasceram em Ceará-Mirim, mas moraram em Taipu durante toda infância e, em 1970, vieram a Natal, onde fundaram a Miranda Computação em 1987. O terceiro sócio e também irmão, Paulo Miranda, nasceu em Natal, por isso não recebeu o título.
Por Silvia Miranda
Assessora de Imprensa