Marca Maxmeio

Notícias

Diante das recomendações do Ministério da Saúde, referente à pandemia do COVID-19, foi necessária a suspensão de aulas presenciais nas instituições educacionais em todo o País. Essas medidas, pautadas com o objetivo de evitar aglomerações, despertam a necessidade entre os pais, de procurar alternativas para entreter os filhos durante essa fase de isolamento social. O que não é fácil, visto que a recomendação é a total reclusão, já que os espaços recreativos dos condomínios e da maioria das cidades (como parques e shoppings centers) também estão com as atividades suspensas.

Segundo a pedagoga Ádila Ferreira, a primeira orientação valiosa é que os pais procurem entender e organizar a rotina das crianças em casa. “Dentro da programação desta rotina é necessário estabelecer um tempo de qualidade para a realização de atividades com elas, utilizando principalmente o brincar e recursos lúdicos variados, para que esse período não seja desperdiçado pelos pequenos apenas em frente às telas do celular, tablet, videogame ou televisão” alerta a professora do curso de Pedagogia da Estácio Natal – unidade Zona Norte.

Ela ressalta que é importante proporcionar momentos afetivos e divertidos com as crianças.  “É possível traçar um roteiro com brincadeiras tradicionais e atividades que exigem o uso de objetos simples e materiais reutilizáveis, como caixa de papelão, garrafas pets, entre outros, que muitas vezes já se tem em casa”, orienta.

Algumas das opções são brincadeiras populares que fizeram parte da infância de muitos pais e que podem ser compartilhadas com os pequenos, principalmente porque aguça a criatividade e movimenta o corpo. Algumas delas são: as cantigas de roda, elástico, pular corda, cama de gato, estátua, batata quente, pés de lata, cabra cega, telefone sem fio, vai e vem, bolinhas de sabão, cabo de guerra, etc.

A professora acrescenta ainda que além das brincadeiras, é essencial aproveitar este período para ajudar as crianças no desenvolvimento da leitura. “Isso pode ser feito proporcionando momentos em família para ler, de preferência, livros de Literatura Infantil, contar histórias e até encenar com o uso de fantasias de personagens”.

Segundo Ádila, também podem ser realizadas variadas atividades lúdicas e artísticas, como confeccionar massinha de modelar caseira, jogo de boliche e de argola com garrafa pet, pintura com uso de tinta guache e esponja de cozinha e/ou algodão, roleta numérica com uso de prendedores de roupa, tela para pintura com papelão, jogo da memória, quebra-cabeça, caça palavras, trilhas, entre outros. “Durante esse ciclo de prevenção à transmissão do COVID-19, é fundamental a união e proteção entre as famílias, fortalecendo os laços afetivos entre pais e filhos por meio da interação, do diálogo e da diversão compartilhada”, conclui.

 


Assessoria de Imprensa
Ângela Bezerra
Letra A Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Btn Posts Anteriores