Marca Maxmeio

Notícias

1 de maio às 21:35

62 anos da Biblioteca Zila Mamede

Neste domingo, 2, a Biblioteca Central Zila Mamede (BCZM) completa 62 anos de existência, sendo a primeira biblioteca erguida no estado do Rio Grande do Norte. Maior e principal biblioteca do RN, a BCZM possui um acervo multidisciplinar que dá apoio à comunidade acadêmica, mais especificamente no ensino e na pesquisa, uma vez que possui um rico e grandioso acervo informacional em diversos suportes.

Em 2 de maio de 1959, surgiu o Serviço Central de Bibliotecas, como era chamada a BCZM naquele período. O local coordenava as atividades técnicas e administrativas das bibliotecas das faculdades isoladas. Inicialmente, o prédio era localizado na Avenida Hermes da Fonseca. O setor foi um dos primeiros a ser implantados na UFRN e tem como missão fornecer suporte informacional às atividades de ensino, pesquisa e extensão, contribuindo com a geração de produtos e serviços em ciência, tecnologia e inovação na UFRN.

Em 1974, após a Reforma Universitária, o nome Serviço Central de Bibliotecas foi mudado para Biblioteca Central da UFRN. Nessa época, o prédio funcionava próximo à Diretoria de Materiais e Patrimônio (DMP). Ainda na década de 70, a biblioteca passou a funcionar no prédio atual. O Gabinete do Reitor ficou locado de forma temporária lá e, após sua desocupação, a biblioteca passou a contar com uma área total de mais de 3.7 mil metros quadrados.

Uma personalidade que marca a história desse setor é a bibliotecária e poeta Zila da Costa Mamede, que foi e é homenageada com o nome da biblioteca até os dias atuais. Ela foi a profissional responsável pelas bibliotecas das primeiras faculdades isoladas da UFRN. Além de ter sido a primeira bibliotecária da BCZM, foi também a primeira do Rio Grande do Norte. 

Zila planejou, organizou e instalou o acervo básico necessário ao funcionamento dos cursos da Universidade. Ela ficou no cargo de diretora até 20 de março de 1980, quando se aposentou. Para homenageá-la depois de sua morte, em 1985, o nome da Biblioteca Central foi mudado para Biblioteca Central Zila Mamede.

Com diversas ampliações ao longo dos anos, a área do local atual é de 8.5 mil metros quadrados. Contêm três pavimentos, amplas áreas de acervo e duas salas de estudo individuais climatizadas, sendo uma no prédio-base com 42 cabines e outra nas novas instalações com 88 cabines. Tem sete salas de estudo em grupo, além das cabines para estudo individual. A BCZM também disponibiliza 133 mesas e 451 assentos para estudo em grupo.

O acervo físico geral da BCZM, até dezembro de 2020, compreende um total de aproximadamente 445.599 volumes, distribuídos em exemplares e fascículos, ou seja, livros, folhetos, periódicos, teses, dissertações e multimeios das diversas áreas do conhecimento. Além disso, disponibiliza à comunidade universitária acesso a 4.879 livros digitais, sendo 42 títulos da Atheneu (Área de Saúde) e 3.493 da Springer, distribuídos nas seguintes áreas: Arquitetura, Artes e Design, Ciências do Comportamento, Ciências Biomédicas e Biologia, Economia e Negócios, Química e Ciência dos Materiais, Ciências da Computação, Ciências Ambientais e da Terra, Engenharia, Humanidades, Ciências Sociais e Direito, Matemática e Estatística, Medicina, Física e Astronomia, Computação Profissional e Web Design. Possui também 996 títulos de livros em língua portuguesa da base da EBSCO, em diversas áreas do conhecimento, bem como livros de livre acesso, 320 publicados pela Editora da UFRN (EDUFRN) e 28 publicados pela Secretaria de Educação a Distância (Sedis).

Tecnologia e internet

Com o advento da internet, as bibliotecas do mundo tiveram de se reinventar, transformando o físico para o digital. “No caso da BCZM, ofertamos treinamentos de uso de bases de dados e disponibilizamos a procuração técnico-científica da UFRN em nossos repositórios digitais”, diz Magnólia de Carvalho Andrade, diretora da biblioteca.

Os repositórios são: Biblioteca Digital de Teses e Dissertações, Portal de Periódicos Eletrônicos da UFRN, Repositório Institucional da UFRN, Biblioteca Digital de Monografias e Repositório de Informação Acessível da UFRN, fontes de informações digitais disponíveis para o mundo.

Para saber mais, acesse o site da BCZM.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Btn Posts Anteriores