Marca Maxmeio

Notícias

21 de outubro às 10:43

Baleia encalha na praia em Areia Branca

Ambientalista ainda tentam salvar Baleia Jubarte
Por Washington Rodrigues
                Ambientalistas do Rio Grande do Norte ainda tentam de todas as formas salvar a baleia Jubarte de cerca de 10 metros que encalhou nesta quinta-feira, 20 de outubro, na praia de Upanema, em Areia Branca, a 40 km de Mossoró. O gigante marinho encalhou perto do farol e com a maré da quinta para a sexta-feira foi removido pelas marolas até em frente às casas de veraneio.
                Os ambientalista que tentam salvar a baleia isolaram a área para evitar assédio da multidão que corre para o local e tenta manter a baleia viva até a próxima maré alta. Estão prevista duas marés altas ainda hoje, uma por volta do meio dia e outra no final da noite.
                Constantemente a equipe encarregada do salvamento joga água do mar sobre o gigante marinho que, está encoberto por um tecido branco, para evitar o castigo do forte sol do litoral norte potiguar. Estivemos no comecinho desta manhã em Upanema e notamos que a baleia está parcialmente enterrada na areia e com espasmos de respiração forte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 comentários em “Baleia encalha na praia em Areia Branca

  1. nina Bezerra disse:

    Como isto me emociona !

  2. sarita disse:

    porque não usam um cabo que vai até as nadadeira, acochoado é claro!! para puxar a baleio por rebocadores… pode ser uma solução, já estão todos mobilzados no salvamento!

    vi isso na revista superinteressante.

    que diz:
    “Resgate de peso
    Mais de 50 homens trabalham na operação de desencalhe
    Mantenha molhada

    Baleias e golfinhos podem sofrer queimaduras de sol, e por isso é importante mantê-los sempre molhados. As ondas ajudam, mas se o sol estiver forte demais é bom cobrir o animal com panos claros encharcados

    Cabo-de-guerra

    Uma rede acolchoada de tecido, presa a cabos, é passada por baixo do corpo do animal, até as nadadeiras. Os rebocadores puxam os cabos até que a baleia chegue a uma profundidade onde possa flutuar. Puxar pelo rabo pode quebrar a coluna

    Rebocador a postos

    Como não podem ficar perto demais, sob risco de encalhar também, os rebocadores contam com ajuda das lanchas para levar cabos e redes até os bombeiros

    Cordão de isolamento

    Curiosos podem ser um problemão. Alguns chegam exaltados, outros com idéias mirabolantes. E ainda existe gente querendo colocar os filhos em cima do animal para tirar fotos!

    Abrindo caminho

    Jateadores de água, bombas ou dragas podem ser usados para escavar a areia, abrindo um caminho pelo qual a baleia pode ser levada para o mar “

Btn Posts Anteriores