Marca Maxmeio

Notícias

Nem todo mundo sabe mas nem só médicos são capacitados e autorizados a trabalhar com a aplicação da toxina botulínica. A substância que ficou conhecida popularmente como Botox (marca comercial pioneira e mais conhecida), tem como uma das funções atenuar rugas e marcas de expressão na face. O uso preciso e eficaz exige um conhecimento detalhado da anatomia da face, região de profundo conhecimento dos dentistas, além do correto emprego da técnica, conquistado através da realização de cursos que capacitam os profissionais.
A autorização do poder público para os dentistas veio em setembro deste ano. Isso para fins estéticos, porque antes eles já usavam a toxina botulínica para solucionar problemas como o bruxismo (distúrbio caracterizado pelo forte ranger de dentes durante o sono) e o sorriso gengival. Aqui em Natal, a dentista Viviane Alves já atua com a substância, com extrema capacidade. Ela é formada pela Universidade Federal do Espírito Santo e radicada no RN há dez anos. Tem mestrado e faz doutorado em Patologia Oral pela UFRN. “Todo o nosso curso é voltado para a anatomia facial, vemos isso com profundidade na faculdade. Por isso nos foi dado a autorização para trabalharmos com as técnicas de harmonização orofacial, desde que devidamente capacitados”, explicou Viviane.
A aplicação do botox tem um tempo determinado de eficácia, variando entre três e seis meses. E como a substância é totalmente  metabolizada pelo organismo, a aplicação pode ser feita várias vezes, com intervalo mínimo de 6 meses e respeitando as doses necessárias. O efeito leva entre 48h e 72h para começar a aparecer e chega a seu ponto máximo em duas semanas. “Isso varia muito de pessoa para pessoa e do ponto onde a aplicação é feita”, disse a Dra. Viviane. Ela explica que a toxina botulínica é composta por agentes biológicos que atuam no músculo, impedindo sua forte contração, bloqueando, portanto, a formação da ruga ou do sinal de expressão.
Uma outra vantagem da técnica é a previsibilidade do resultado. O procedimento é simples, e pode ser realizado em sala de odontologia, desde que preparada adequadamente. E se anteriormente era algo considerado inacessível financeiramente, hoje cada vez mais as pessoas podem ter acesso à aplicação. “Com o aparecimento de outras marcas e a difusão da técnica segura entre os profissionais, esta questão também melhorou bastante”, avalia Viviane.
A indicação do uso do Botox para fins estéticos é para pessoas de ambos os sexos, a partir de pelo menos 30 anos. As contraindicações são para pessoas que tem sensibilidade ou alergia a algum componente da fórmula, que estão usando antibiótico, gestantes, pessoa que usam medicação para pressão alta e mulheres em período de amamentação. É sempre importante lembrar também que fazer o procedimento com profissionais não capacitados pode levar a problemas de ordem estética e até mesmo funcional. Assim, não é exagero afirmar que a Toxina Botulínica é considerada um dos maiores avanços nos últimos 25 anos na área de rejuvenescimento facial, em especial no tratamento das rugas dinâmicas, aquelas provocadas pela musculatura da mímica (as expressões).

JACSON DAMASCENO 
Assessoria de Imprensa 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Btn Posts Anteriores