Marca Maxmeio

Notícias

IMG_1374

FotoMarceloBuanaimJ14

Marcelo Buainain, fotógrafo contemplado com o XIII Prêmio Funarte Marc Ferrez de Fotografia, expõe e lança o livro “ERA UMA VEZ…” na Pinacoteca do RN – Palácio Potengi, no dia 11 de dezembro de 2014, em Natal/RN. A exposição permanecerá até o dia 01 de fevereiro de 2015.

E, ainda no âmbito do Prêmio Marc Ferrez, acontecerá no Teatro de Cultura Popular (TCP) – Fundação José Augusto, o “Iº Seminário Era Uma Vez Jumento”, no dia 16 de dezembro de 2014, também em Natal/RN.

 

Exposição Fotográfica e Lançamento do Livro

Quinta, 11 de dezembro às 19:00

Pinacoteca Potiguar em Natal (Rio Grande do Norte)

 

Marcelo Buainain, nasceu em 1962 na cidade de Campo Grande, Estado do Mato Grosso do sul – Brasil. Enquanto acadêmico de medicina abandonou o quinto ano do curso para se dedicar exclusivamente ao mundo imagético. Hoje é pai, fotógrafo e documentarista.

Na década de noventa em busca de novas experiências fixou residência na Europa onde trabalhou como free lancer para publicações brasileiras e europeias. Neste período abraçou a fotografia documental publicando três livros, com destaques para as obras  “Bahia – Saga e Misticismo” e “Índia Quantos Olhos tem uma Alma que recebeu em 1998 o Prêmio Máximo conferido pela II Bienal Internacional de Fotografia da Cidade de Curitiba.

Realizou diversas exposições individuais e coletivas e nos anos 80 com o apoio da Funarte coordenou a I e II Semana Campograndense de Fotografia. Dotado de um olhar que revela equilíbrio entre o apuro estético e o aspecto documental, em 2009, foi um dos sete fotógrafos convidados para compor a mostra coletiva Bressonianas, realizada em São Paulo, em paralelo a uma granderetrospectiva em homenagem ao consagrado fotógrafo francês Henri Cartier-Bresson.

No ano de 2002 Marcelo Buainain regressou ao Brasil fixando residência no nordeste do país e recebe a Bolsa Vitae de Arte para desenvolver o projeto “Brasil: a Religião e o III Milénio”.

A procura de novas linguagens renuncia a fotografia e se lança no universo do áudio visual dirigindo o premiado documentários “Do Lodo ao Lotus” e Hermógenes – Deus me Livre de Ser Normal, este produzido para a TV Cultura no âmbito do II DOCTV.

Em 2011, a revista brasileira PhotoMagazine incluiu Buainain entre os dez fotógrafos brasileiros da década e é neste ano que ele retoma a fotografia publicando o seu quarto livro, Mi Amas Vin, obra contemplada em 2013 no concurso internacional POY (Picture of the Year) Latam com a Menção Honrosa do Juri na categoria de Melhor Livro do Ano.

Com a série Retratos de Família recebe, em 2012, na cidade de Paris o Prêmio Martín Chambi de Fotografia com uma exposição na Galerie VU. Neste mesmo ano, na Argentina, a obra do fotógrafo é também  contemplada com I Prêmio Latinoamericano de Fotografia conferido pelo Centro Latino Americano.

Em 2013 a série sobre A Cultura dos Mutilados é premiada na Colômbia no âmbito do XIX Concurso Latinoamericano de Fotografia Documental – Los Trabajos y los Días. 

 

PRÊMIOS e RECONHECIMENTOS

2014 – Ebola – Salão de Arte do Mato Grosso do Sul 

2013 – Black & White Single Image Contest 2014 – Spotlight Award, USA – Black & White Magazine

2013 – XIII Prêmio Marc Ferrez de Fotografia

2013 – I Prêmio – III Black & White Award by WPGA – Categoria Retrato

2013 – Menção Honrosa – POY LATAM – Categoria Melhor Livro para obra MI AMAS VIN  – Brasil

2013 –  I Prêmio – Los Trabajos y los Días / 19º Concurso Latinoamericano de Fotografia Documental – Colômbia

2012 – I Prêmio Latino Americano de Fotografia – Centro Latino Americano – Argentina

2012 – Prêmio Martín Chambi de Fotografia 2012 – União Latina – França

2011 – Fotógrafos da Década – Photo Magazine, edição # 38 – Brasil

2011 – Livro da Década para a obra Bahia Saga e Misticismo, Photo Magazine,  edição # 37. Brasil

2011 – Prêmio Especial do Juri – Galeria Portfólio. Brasil

2006 – Prêmio do Juri para o documentário Do Lodo ao Lótus – V FestiNatal. Brasil

2005 – DOC TV II – Filme Hermógenes – Deus me Livre de Ser Normal. Brasil

2002 – Bolsa Vitae de Arte – Fundação Vitae, com o trabalho Brasil a Religião no III  Milênio. Brasil

2001 – Menção Honrosa para Melhor Reportagem do ano 2000 – Prêmio Visão Fotojornalismo – Portugal

2001 – Melhor Retrato do ano 2000 – Prêmio Visão Fotojornalismo – Portugal

1998 – Menção Honrosa  Jornalismo contra a Indiferença – AMI – Portugal

1998 – Prêmio Fotojornalismo – Gold Medal – Society for News Design – EUA

1998 – Prêmio Máximo de Fotografia – II Bienal Internacional de Fotografia de Curitiba – Brasil

 

EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS

2014  – Natal – Brasil – Era Uma Vez…. –  Pinacoteca do Estado do RN (abertura dia 11 dezembro)

2014  – Montevideo – Uruguai – Mi Amas Vin – CDF (Centro de Fotografia de Montevideo)

2014  – Lisboa – Portugal – Mokhsa  – Pequena Galeria

2013  – Natal – Brasil – Ribeira do Cais – Zoon Galeria Móvel

2013 – Salvador – Brasil  Essência – Galeria Alma

2013 – Bièvres – França – Omame – 50º Feira International de la Photo

2012 – Paris – França – Retratos de Família – Galerie VU – Prêmio Martín Chambi

2012 – Campo Grande – MS – Mi Amas Vin – MARCO – Museu de Arte Contemporânea

2012 – Curitiba – PR – Sob a Luz de Henri-Cartier Bresson – Galeria Portfólio

2011 – João Pessoa – PB – Mi Amas Vin – Museu Estação Ciência

2011 – Braga – Índia Quantos Olhos tem uma Alma – Museu da Imagem

2008 – Campo Grande – Índia Quantos Olhos tem uma Alma – Marco/ Museu de Arte Contemporânea

2007 – Curitiba – PR – Índia Quantos Olhos tem uma Alma – Museu Oscar Niemeyer

2007 – Braga – Portugal – Índia Quantos Olhos tem uma Alma – Parque Braga

2003 – João Pessoa – Índia Quantos Olhos tem uma Alma – Fenart

2003 – Brasília DF – Índia Quantos Olhos tem uma Alma – Centro Cultural Brasil Espanha

2003 – Porto PORTUGAL – Bahia Saga e Misticismo – Silo Espaço Cultural

2003 – Porto PORTUGAL – Bahia Saga e Misticismo – CPF/ Centro Português de Fotografia

2003 – Natal RN – Índia Quantos Olhos tem uma Alma – Natal Shopping

2002 – Curitiba – Índia Quantos Olhos tem uma Alma – Solar do Barão

2001 – Braga PORTUGAL – Índia Quantos Olhos tem uma Alma – Encontro da   Imagem

2001 – Lisboa PORTUGAL – Índia Quantos Olhos tem uma Alma – Centro Cultural de Belém

2000 – Curitiba PR – Índia Quantos Olhos tem uma Alma – Museu Metropolitano

1992 – Lisboa PORTUGAL – Pantanal – Fórum Picoas

1989 – São Paulo SP – Fragmentos da Fé – Centro Cultural Vergueiro

1986 – Campo Grande MS – Fragmentos da Fé – Galeria de Art-Con

1986 – Campo Grande MS – Do Social ao Grafismo – Centro Cultural de Campo             Grande

1985 – Campo Grande MS –Teatro de Bastidores, Universidade Federal do Mato Grosso do Sul

1985 – Campo Grande MS – Medicina vai à Greve, Universidade Federal do Mato Grosso do Sul

 

EXPOSIÇÕES COLETIVAS

2014  – Horizontes Transmutados – Buenos Aires – CCBA – Centro Cultural Brasil Argentina

2014  – São Paulo – Brasil – Poder Provisório – MAM – Museu de Arte Moderna de São Paulo

2013  – São Paulo SP – Experiências e Extremos – Galeria Leme

2013 – Una Nueva Imagem de América Latina – Premio Latinoamericano de Fotografía – La Casa Nacional del Bicentenario – Argentina

2013 – Los Trabajos y los Días – Medellín, Colômbia

2012 – São Paulo SP – Acervo SESC – Rio Preto

2011 – Krasnodar (Rússia) – Path of Faith – PHOTOVISA International Photography Festival 2011

ro2011 – Rio de Janeiro RJ – Coleção Joaquim Paiva/ Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro

2011 – São Paulo SP – Bressonianas – SESC Santos

2010 – São Paulo SP – Bressonianas – SESC Taubaté

2010 – São Paulo SP – Bressonianas – SESC São Carlos

2010 – São Paulo SP – Bressonianas – SESC Araraquara

2009 – São Paulo SP – Bressonianas – SESC Pompéia

2008 – Rio de Janeiro – Coleção Joaquim Paiva/ Museu de Arte Moderna do RJ

2006 – Rio de Janeiro – Coleção Joaquim Paiva/ Museu de Arte Moderna do RJ

2003 – João Pessoa PB – Índia Quantos Olhos tem uma Alma, Galeria Gamela

2003 – Campo Grande MS –  V Mostra de Artes Visuais do Mato Grosso do Sul

2002 – São Paulo SP –  Visões e Alumbramentos – Coleção Joaquim Paiva – OCA – Fundação Bienal

2001 – São Paulo SP – Dez Anos Coleção Pirelli – MASP/ Museu de Arte de São Paulo

1999 – São Paulo SP – Fotografia Contemporânea Brasileira – Espaço Porto Seguro

1999 – Vila Franca de Xira PORTUGAL – Tributo Índio do Brasil – Bienal de Vila Franca de Xira

1998 – Curitiba PR – Mostra Brasil – Solar do Barão

1996 – São Paulo SP – Verdes Lentes – Museu de Arte Moderna de São Paulo

1992 – Lisboa Portgal – Pantanal- Galeria D’arte CTT – Fórum Picoas

1990 – Tbilise Geórgia – Artistas Sul Matogrossenses

1988 – Campo Grande MS – Fotógrafos Campograndenses

1987 – Campo Grande MS – VI Salão de Artes Plásticas do Mato Grosso do Sul

1986 – Brasília DF-  I Levante do Centro-Oeste

 

ATIVIDADES EM ARTES VISUAIS

2014 –  Colômbia – Comissão Julgadora do XX Concurso Latino-Americano de Fotografia Documental

2013 –  Porto Alegre, RS – FESTFOTO POA – Encontro com Autor

2013 – Um dos cinco fotógrafos selecionados para o projeto FUJI X-Photographer – Brasil

2012 – Natal, RN – Palestra “A Fotografia documental como expressão autoral e ideologia”

2012 – Natal, RN – Coordenador da primeira edição do Movimento Alumiar

2012 – Natal, RN – Coordena a I edição do Encontro Na Trilha da Imagem

2011 – João Pessoa, PB – Palestra sobre o livro Mi Amas Vin – Setembro Fotográfico

2011 – Natal, RN – Com João Ripper divide a mesa sobre o tema Fotografia Documental – Casa da Ribeira

2007 – Belo Horizonte, BH – Palestra e projeção de imagens no Foto em Pauta

1999 – Lisboa, Portugal – Publicação do Calendário Índia

1998 – Lisboa, Portugal – Publicação do Calendário Hasselblad; Três capitais: New York, Paris, Lisboa

1995 – São Paulo, SP  – Participa da publicação Verde Lente- Fotógrafos brasileiros e a natureza – Brasil/1995

1993 – Figueira da Foz PORTUGAL – Membro da Comissão Julgadora do Concurso do SFJ

1992 – Europa – Publica as suas primeiras fotografias sobre o pantanal na imprensa Europeia

1992 – Paris, França – Trabalha como assistente para o fotografo Márcio Madeira

1989 – São Paulo, SP – Participa da publicação Cores do Brasil, editora Sverner Bocatto

1989 – Dourados, MS – Membro da Comissão Julgadora do III Salão de Artes Plásticas de Dourados

1989 – Rio de Janeiro, RJ – Participante da VII Semana Nacional de Fotografia

1988 – São Paulo, SP – Convidado participante “Pantanal Alerta Brasil” – MIS (museu da imagem e do som)

1987/1988 – Campo Grande, MS – Coordenador da I e II Semana Campograndense de Fotografia

1987 – Campo Grande, MS – Membro da Comissão Julgadora do III Concurso de Fotografia da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul

1987 – São Paulo, SP – Participante da III Semana Paulista de Fotografia

1987 – Ouro Preto, MG – Participante da VI Semana Nacional de Fotografia

1986 – São Paulo, SP – Participante da II Semana Paulista de Fotografia

1986 – Curitiba, PR – Participante da V Semana Nacional de Fotografia

1986 – Rio São Francisco MG/BA – Embargado viaja pelo Rio São Francisco documentado atividades dos ribeirinhos e dos romeiros em Bom Jesus da Lapa

1985 – Início da carreira como fotografo de palco e documental fotografando a greve dos estudantes de medicina da Universidade Federal do MS

1983 – Enquanto calouro de medicina realiza os primeiros experimentos fotografando os colegas de turma na sala de anatomia e microscopia.

 

FORMAÇÃO DA ÁREA VISUAL

2013 – Pedra da Boca – RN – Juan Esteves

2012 – Tiradentes MG – Fluxo de Pré-Impressão para Fotógrafos – Clício Barroso

2009 – Natal RN – Photoshop – Altair Hope

1999 – Lisboa PORTUGAL – Oficina com Steve MacCurry

1989 – Rio de Janeiro RJ  – Fotografia e Cor – Pedro Lobo

1989 – Rio de Janeiro RJ – Fotografia Independente

1988 – São Paulo SP – Sensitometria

1987 – São Paulo SP – Fotografia e Dança – Emídio Luísi

1987 – São Paulo SP – Fotografia e Viagem – Haroldo de Faria Castro

1987 – Ouro Preto MG – Fotografia de Rua

1986 – São Paulo SP – Linguagem Fotográfica

1986 – Curitiba PR – Foto acabamento em Preto e Branco – Leopoldo Plentz

 

ACERVOS

Musée de la Photographie – Charleroi (Bélgica)

CPF – Centro Português de Fotografia – Porto ( Portugal)

MAM – Museu de Arte Moderna de São Paulo (SP) Brasil

Coleção de Arte Brasileira do SESC

Fundação Cultural de Curitiba – (PR) Brasil

Coleção Joaquim Paiva – Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro

Instituto Cultural Itaú – São Paulo (SP) Brasil

Encontros da imagem de Braga (Portugal)

Coleção Pirelli / Masp de Fotografias – São Paulo (SP)

MARCO – Museu de Arte Contemporânea de Campo Grande (MS)

Acervo SESC de Arte Brasileira (SP)

 

LIVROS

Mi Amas Vin – Brasil, 2011

Bahia Saga e Misticismo – Portugal, 2003

Índia Quantos Olhos tem uma Alma – Portugal, 2000

Pantanal – Portugal, 1997

 

www.buainain.com

Deixe um comentário

Btn Posts Anteriores