Marca Maxmeio

Notícias

IMG_4070
Em Natal, foram mobilizados mais de 1000 homens, 5 navios, 30 lanchas e 14 motos aquáticas  

Teve início, nesta segunda-feira (2), a Operação “Amazônia Azul”. Realizada pela Marinha do Brasil (MB), sob a coordenação do Comando de Operações Navais, a Operação tem como propósitos principais intensificar a fiscalização do cumprimento de leis e regulamentos e repressão a ilícitos nas Águas Jurisdicionais Brasileiras (AJB).
Para sua execução, estão sendo utilizados cerca de 15 mil militares, 50 navios, 10 aeronaves e 200 embarcações das Capitanias dos Portos, distribuídos por todo litoral nacional, além das águas interiores.
Na área de jurisdição do Comando do 3º Distrito Naval (Com3ºDN), composta pelos estados de Alagoas, Ceará, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte, foram mobilizados mais de 1000 militares, 5 Navios-Patrulha, 30 lanchas e 14 motos aquáticas. Além de uma aeronave da Força Aérea Brasileira, sediada em Salvador – BA.
Durante esse período, os navios da MB estão realizando atividades de Patrulha e de Inspeção Naval, simultaneamente, em diversos pontos da costa brasileira e das águas interiores (rios e lagos), além de diversos treinamentos operativos com o propósito de aprimorar a capacidade de comando e controle nas AJB. O legado de uma Operação desse porte é grandioso para a MB, pois estão sendo adquiridas capacidades e competências que serão úteis na atuação da Força Naval nos grandes eventos, como nas Olimpíadas de 2016 e em operações futuras.
A Operação conta, ainda, com a colaboração e participação de outras instituições, como a Força Aérea Brasileira, a Secretaria de Receita Federal, o Departamento de Polícia Federal, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), a PETROBRAS e a TRANSPETRO. O nome atribuído à Operação – “Amazônia Azul” – deve-se à importância que a MB confere à imensa região marítima, situada na fronteira leste do Brasil, cuja a área e potenciais estratégico e econômico assemelham-se ao da Amazônia verde, e pela qual todos os brasileiros têm a obrigação de zelar e proteger.
A “Amazônia Azul” é uma imensa região marítima com grandes potenciais estratégicos e econômicos. Por ela circulam 95% do comércio exterior e dela se extrai aproximadamente 90% da produção de petróleo. O mar brasileiro gera milhões de empregos, diretos e indiretos, nos setores de pesca, turismo, pesquisa e energia, irrigando recursos para a economia do país e promovendo o desenvolvimento sustentável. Trata-se, portanto, de um imenso patrimônio nacional, a nossa última fronteira, e que precisa ser conhecido e protegido por todos os brasileiros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Btn Posts Anteriores