Marca Maxmeio

Resultado da busca por: fiart

PROGRAMAÇÃO

 

Sexta-feira (19/01)

 

17h30 – Música eletrônica

18h00 – Concerto na Fiart: Grupo Som e Melodias – São Miguel do Gostoso/RN

19h00 – Apresentações culturais:

– Grupo Cultural Kings Dance – Nova Cruz/RN

– Academia Evidance

– Grupo Cultural Instituto Dom Bosco

– Associação Dom Nivaldo Monte

– Grupo GDEC – Escola E. Castro Alves

20h00 – Shows:

– Jobson Maia

– Cacetada do Forró

 

Sábado (20/01)

 

17h30 – Música eletrônica, cortejo e Trio de Forró Santa Maria

18h00 – Concerto na Fiart: Banda de Música Fanfarra 1º Setembro/Jardim    de Seridó; Banda de Música de Nísia Floresta

19h00 – Apresentações culturais: Cia de Danças Remix

– Grupo de Danças Xaxado – SESC/PB

– Cia de Dança TAM

– Studio de Dança Soraya Lima

– Grupo Cultural da FJA

– Grupo Cultural Amar e Viver – Vila Flor/RN

– Grupo Trup Zumba

20h00 – Show: Raquel Lucena e Banda

 

Domingo (21/01)

 

17h30 – Música eletrônica

18h00 – Concerto na Fiart: Orquestra Filarmônica de São Tome/RN

– Canto Coral da Assembleia Legislativa/RN

19h00 – Apresentações culturais: Grupo TTT STTU

– Grupo de Dança Vidart

– Grupo Cultural de Extremoz/RN

– Grupo de Dança do EDTAM

– Grupo Cultural de Ceará-Mirim/RN

– Mistery Academia de Dança

20h00 – Shows: Viviane Banda Primes e Alan Miranda

Começou nesta sexta-feira (19), a 23ª Feira Internacional de Artesanato (Fiart) no Centro de Convenções de Natal, reunindo artesãos brasileiros e de países como Senegal, Tunísia, Egito, Turquia, Índia, Japão, Peru, Equador, República Tcheca e também da Região da Patagônia. Com o tema “Arte Sacra: tradição de fé que esculpe oportunidades”, essa edição do evento está valorizando a cultura religiosa, promovendo o talento de artesãos também desse segmento e fomentando um mercado em ascensão.

 

A Fiart faz parte do calendário oficial de eventos do Estado e se consolidou como uma excelente opção de lazer e entretenimento no período da alta estação natalense, com variada programação cultural, gastronomia regional e o melhor do artesanato local, nacional e internacional no maior polo hoteleiro da capital potiguar: a Via Costeira.

 

A expectativa para esse ano é receber um público de 70 mil pessoas durante os dez dias de feira. A Fiart é também um evento que gera ocupação, renda e oportunidade de negócios para os participantes. Em 2017, a Feira movimentou R$ 9,7 milhões com a venda de produtos e a promoção do artesanato.

 

Essa vigésima terceira edição conta com 300 estandes  segmentada por categorias, em salões especiais: arte sacra, têxtil, cerâmica, fibra e madeira.

 

O Governo do Estado, por meio da Secretaria do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas), está com um espaço de mais de mil metros quadrados com 84 estandes apresentando ao público o trabalho de 205 artesãos potiguares inscritos no Programa Estadual de Artesanato (Proarte), escolhidos por meio de edital público, e no Economia Solidária. Renda, bordado, labirinto, artigos em madeira, junco, sisal, palha e cerâmica de renomados artesãos de várias regiões do Rio Grande do Norte estarão em exposição no espaço da Sethas.

 

O Sebrae do Rio Grande do Norte, em uma área de 80 metros quadrados, está expondo o trabalho de quatro grupos de diferentes regiões do estado e 20 microempreendedores individuais (MEI), em um total de 80 artesãos. Eles apresentam artigos manufaturados, vestuário, utilitários e peças decorativas em diferentes tipologias como crochê, pintura de madeira reciclada, pintura em tecido, bordado, azulejo, entre outros.

 

A Prefeitura de Natal, por meio da Secretaria do Trabalho e Assistência Social (Semtas), participa da Fiart com 45 artesãos, sendo 33 individuais e 12 de Economia Solidária, selecionados em chamada pública. Brinquedos, bordados, pintura e reciclagem estarão expostos no estande da Semtas.  Os produtos comercializados no espaço da Secretaria beneficiarão de forma direta e indireta 900 famílias e, aproximadamente, 5 mil pessoas.

 

Prefeituras de municípios da Grande-Natal, como São Gonçalo do Amarante, Parnamirim, Macaíba, Ceará-Mirim e Nísia Floresta, além de Macau, também estão com seus estandes exclusivos na Fiart.

 

A 23ª edição do evento conta ainda com praça de alimentação, apresentando a diversidade da gastronomia regional, e programação cultural com atrações potiguares e de estados vizinhos em apresentações diárias para o público. Para facilitar o acesso ao evento, a Feira tem traslado gratuito para os visitantes. O transfer tem saída do Praia Shopping, na avenida Engenheiro Roberto Freire, e segue até o Centro de Convenções.

 

A Fiart, organizada pela Espacial Eventos, é uma realização do Governo do Estado do Rio Grande do Norte, do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do RN – Sebrae – e da Prefeitura do Natal.

 

SERVIÇO

 

Feira Internacional de Artesanato – Fiart

Quando: 19 a 28 de janeiro de 2018

Local: Centro de Convenções de Natal

Hora: 16h às 22h

Entrada: R$ 10,00 e R$ 5,00 (estudantes e idosos)

 

Programação cultural na 23ª FIART

 A Fiart, além de ser uma oportunidade para potiguares e turistas conhecerem o artesanato produzido em todas as regiões do Brasil e em outros países, é também palco para incentivo à cultura e promoção de artistas locais e regionais com sua vasta programação cultural diária, que conta com cortejo de sanfoneiro, apresentações de grupos musicais e de dança (representantes de instituições, entidades e municípios) e de artistas circenses.

Esse ano também haverá o Concerto na Fiart – com apresentações de orquestras, corais e bandas regionais.  A programação será encerrada diariamente com a participação de músicos e cantores potiguares.

No período de 24 a 27 de janeiro acontece o 16º Festival Folclórico. O Festival reunirá 30 grupos (de dança folclórica e contemporânea) do Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco e vai premiar as quatro melhores apresentações, escolhidas por uma comissão julgadora formada por representantes da Fundação José Augusto, do Teatro Alberto Maranhão e da Associação Norte-Rio-Grandense de Folclore.

 

PROGRAMAÇÃO

 

Sexta-feira (19/01)

 

17h30 – Música eletrônica

18h00 – Concerto na Fiart: Grupo Som e Melodias – São Miguel do Gostoso/RN

19h00 – Apresentações culturais:

– Grupo Cultural Kings Dance – Nova Cruz/RN

– Academia Evidance

– Grupo Cultural Instituto Dom Bosco

– Associação Dom Nivaldo Monte

– Grupo GDEC – Escola E. Castro Alves

20h00 – Shows:

– Jobson Maia

– Cacetada do Forró

 

Sábado (20/01)

 

17h30 – Música eletrônica, cortejo e Trio de Forró Santa Maria

18h00 – Concerto na Fiart: Banda de Música Fanfarra 1º Setembro/Jardim    de Seridó; Banda de Música de Nísia Floresta

19h00 – Apresentações culturais: Cia de Danças Remix

– Grupo de Danças Xaxado – SESC/PB

– Cia de Dança TAM

– Studio de Dança Soraya Lima

– Grupo Cultural da FJA

– Grupo Cultural Amar e Viver – Vila Flor/RN

– Grupo Trup Zumba

20h00 – Show: Raquel Lucena e Banda

 

Domingo (21/01)

 

17h30 – Música eletrônica

18h00 – Concerto na Fiart: Orquestra Filarmônica de São Tome/RN

– Canto Coral da Assembleia Legislativa/RN

19h00 – Apresentações culturais: Grupo TTT STTU

– Grupo de Dança Vidart

– Grupo Cultural de Extremoz/RN

– Grupo de Dança do EDTAM

– Grupo Cultural de Ceará-Mirim/RN

– Mistery Academia de Dança

20h00 – Shows: Viviane Banda Primes e Alan Miranda

 


Nice Medeiros – Assessoria de Imprensa

 

Começa nesta sexta-feira (19), a partir das 16h, a 23ª Feira Internacional de Artesanato (Fiart) no Centro de Convenções de Natal, reunindo artesãos brasileiros e de países como Senegal, Tunísia, Egito, Turquia, Índia, Japão, Peru, Equador, República Tcheca e também da Região da Patagônia. Com o tema “Arte Sacra: tradição de fé que esculpe oportunidades”, essa edição do evento vai valorizar a cultura religiosa, promovendo o talento de artesãos também desse segmento e fomentando um mercado em ascensão.

 

A Fiart faz parte do calendário oficial de eventos do Estado e se consolidou como uma excelente opção de lazer e entretenimento no período da alta estação natalense, com variada programação cultural, gastronomia regional e o melhor do artesanato local, nacional e internacional no maior polo hoteleiro da capital potiguar: a Via Costeira.

 

A expectativa para esse ano é receber um público de 70 mil pessoas durante os dez dias de feira. A Fiart é também um evento que gera ocupação, renda e oportunidade de negócios para os participantes. Em 2017, a Feira movimentou R$ 9,7 milhões com a venda de produtos e a promoção do artesanato.

 

Essa vigésima terceira edição conta com 300 estandes e será segmentada por categorias, em salões especiais: arte sacra, têxtil, cerâmica, fibra e madeira.

 

O Governo do Estado, por meio da Secretaria do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas), terá um espaço de mais de mil metros quadrados com 84 estandes para apresentar ao público o trabalho de 205 artesãos potiguares inscritos no Programa Estadual de Artesanato (Proarte), escolhidos por meio de edital público, e no Economia Solidária. Renda, bordado, labirinto, artigos em madeira, junco, sisal, palha e cerâmica de renomados artesãos de várias regiões do Rio Grande do Norte estarão em exposição no espaço da Sethas.

 

O Sebrae do Rio Grande do Norte, em uma área de 80 metros quadrados, vai expor o trabalho de quatro grupos de diferentes regiões do estado e 20 microempreendedores individuais (MEI), em um total de 80 artesãos. Eles vão apresentar e comercializar artigos manufaturados, vestuário, utilitários e peças decorativas em diferentes tipologias como crochê, pintura de madeira reciclada, pintura em tecido, bordado, azulejo, entre outros.

 

A Prefeitura de Natal, por meio da Secretaria do Trabalho e Assistência Social (Semtas), participa da Fiart com 45 artesãos, sendo 33 individuais e 12 de Economia Solidária, selecionados em chamada pública. Brinquedos, bordados, pintura e reciclagem estarão expostos no estande da Semtas.  Os produtos comercializados no espaço da Secretaria beneficiarão de forma direta e indireta 900 famílias e, aproximadamente, 5 mil pessoas.

 

Prefeituras de municípios da Grande-Natal, como São Gonçalo do Amarante, Parnamirim, Macaíba, Ceará-Mirim e Nísia Floresta, além de Macau, também terão estandes exclusivos na Fiart.

 

A 23ª edição do evento conta ainda com praça de alimentação, apresentando a diversidade da gastronomia regional, e programação cultural com atrações potiguares e de estados vizinhos em apresentações diárias para o público. Para facilitar o acesso ao evento, a Feira terá traslado gratuito para os visitantes. O transfer tem saída do Praia Shopping, na avenida Engenheiro Roberto Freire, e segue até o Centro de Convenções.

 

A Fiart, organizada pela Espacial Eventos, é uma realização do Governo do Estado do Rio Grande do Norte, do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do RN – Sebrae – e da Prefeitura do Natal. Outras informações e fotos estão disponíveis no site www.feirafiart.com.br

 

SERVIÇO

 

Feira Internacional de Artesanato – Fiart

Quando: 19 a 28 de janeiro de 2018

Local: Centro de Convenções de Natal

Hora: 16h às 22h

Entrada: R$ 10,00 e R$ 5,00 (estudantes e idosos)

 

Programação cultural na 23ª FIART

 

 

A Fiart, além de ser uma oportunidade para potiguares e turistas conhecerem o artesanato produzido em todas as regiões do Brasil e em outros países, é também palco para incentivo à cultura e promoção de artistas locais e regionais com sua vasta programação cultural diária, que conta com cortejo de sanfoneiro, apresentações de grupos musicais e de dança (representantes de instituições, entidades e municípios) e de artistas circenses.

Esse ano também haverá o Concerto na Fiart – com apresentações de orquestras, corais e bandas regionais.  A programação será encerrada diariamente com a participação de músicos e cantores potiguares.

No período de 24 a 27 de janeiro acontece o 16º Festival Folclórico. O Festival reunirá 30 grupos (de dança folclórica e contemporânea) do Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco e vai premiar as quatro melhores apresentações, escolhidas por uma comissão julgadora formada por representantes da Fundação José Augusto, do Teatro Alberto Maranhão e da Associação Norte-Rio-Grandense de Folclore.

 

PROGRAMAÇÃO

 

Sexta-feira (19/01)

 

17h30 – Música eletrônica

18h00 – Concerto na Fiart: Grupo Som e Melodias – São Miguel do Gostoso/RN

19h00 – Apresentações culturais:

– Grupo Cultural Kings Dance – Nova Cruz/RN

– Academia Evidance

– Grupo Cultural Instituto Dom Bosco

– Associação Dom Nivaldo Monte

– Grupo GDEC – Escola E. Castro Alves

20h00 – Shows:

– Jobson Maia

– Cacetada do Forró

 

Sábado (20/01)

 

17h30 – Música eletrônica, cortejo e Trio de Forró Santa Maria

18h00 – Concerto na Fiart: Banda de Música Fanfarra 1º Setembro/Jardim    de Seridó; Banda de Música de Nísia Floresta

19h00 – Apresentações culturais: Cia de Danças Remix

– Grupo de Danças Xaxado – SESC/PB

– Cia de Dança TAM

– Studio de Dança Soraya Lima

– Grupo Cultural da FJA

– Grupo Cultural Amar e Viver – Vila Flor/RN

– Grupo Trup Zumba

20h00 – Show: Raquel Lucena e Banda

 

Domingo (21/01)

 

17h30 – Música eletrônica

18h00 – Concerto na Fiart: Orquestra Filarmônica de São Tome/RN

– Canto Coral da Assembleia Legislativa/RN

19h00 – Apresentações culturais: Grupo TTT STTU

– Grupo de Dança Vidart

– Grupo Cultural de Extremoz/RN

– Grupo de Dança do EDTAM

– Grupo Cultural de Ceará-Mirim/RN

– Mistery Academia de Dança

20h00 – Shows: Viviane Banda Primes e Alan Miranda

 


Nice Medeiros – Assessoria de Imprensa

Governador destaca investimentos no artesanato durante lançamento da 23ª Fiart

A tradicional Feira Internacional de Artesanato (Fiart), realizada há 23 anos no Rio Grande do Norte, acontecerá entre os dias 19 e 28 de janeiro, no Centro de Convenções, em Natal. O evento que reúne produtos de todo o Brasil e outros países, contará mais uma vez com a participação dos artesãos potiguares. Ao todo, 205 artesãos foram selecionados através de um edital da secretaria do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas) para comercializar os produtos na feira.

Na manhã desta quinta-feira (11), o governador Robinson Faria participou do lançamento da 23ª edição do evento e destacou as ações do governo para impulsionar o artesanato potiguar. “No ano passado, sancionamos a Lei do Artesão para fortalecer e fomentar o desenvolvimento do setor, estabelecendo que 60% dos produtos comercializados no estado, sejam de profissionais do Rio Grande do Norte. É um avanço importante para melhorar as condições de trabalho dos cerca de 20 mil artesãos potiguares”, informou o governador.

O chefe do Executivo estadual ainda explicou que o governo investiu mais de R$ 2 milhões para realizar e viabilizar a participação dos artesãos em feiras locais e nacionais. “Em 2017, os dois mil artesãos potiguares cadastrados no Programa Estadual de Artesanato, faturaram R$ 1,8 milhões. Incrementamos a atividade e oferecemos mais oportunidades de emprego e renda através do que temos de melhor, a cultura e arte do Rio Grande do Norte”, detalhou Robinson. Ele ainda acrescentou que em breve será entregue o Shopping do Artesão, em Caicó, e revitalizado o Papa Jerimum, em Natal.

Dos 300 estandes desta edição, 84 serão destinados para os produtores manuais do RN, representando um espaço de 1.020 metros quadrados.

“Iniciativas como a Fiart precisam ser apoiadas e estimuladas porque divulgam e valorizam nossa cultura, abrindo novas oportunidades de negócios e criando novos atrativos para o turismo”, ressaltou o secretário da Sethas, Vagner Araújo.

O organizador da Feira, Neiwaldo Guedes, destacou que o evento contempla artesanato de diversos estados e países, mas que os produtos potiguares são a maioria. “Quem visitar a feira já será recepcionado pela arte do Rio Grande do Norte. O setor cresce cada vez mais estado e por isso, um espaço maior está sendo destinado para esses artesãos. É uma forma de valorizar nossa arte e colaborar com a economia do nosso estado”.

Sobre a 23ª Fiart

Esta edição terá como tema “Arte Sacra. Tradição de fé que esculpe oportunidades”. A área do evento será dividida em seis salões especiais, sendo Arte Sacra, Bordados, Arte Popular, Cerâmica, Cestaria e Salão Nacional. Haverá também Festival Folclórico, programação cultural diversificada e praça de alimentação. Durante os 10 dias da Fiart 2018, são esperadas mais de 70 mil visitantes. Em 2017, a Feira movimentou R$ 9,7 milhões com a venda de produtos e a promoção do artesanato.

 


Assecom-RN

A 23ª Feira Internacional de Artesanato (Fiart), além de ser uma oportunidade para potiguares e turistas conheceram o artesanato produzido em todas as regiões do Brasil, é também palco para promoção de artistas locais e regionais com sua vasta programação cultural – excelente opção de lazer e entretenimento nesse período da alta estação.

Esse ano, a feira realizará o Concerto na Fiart – que vai reunir orquestras, corais e bandas regionais em apresentações diárias. Além disso, a 23ª edição do evento vai contar com a tradicional participação de grupos folclóricos; de dança; artistas circenses; DJs; músicos e cantores do Rio Grande do Norte e de estados vizinhos como Paraíba e Pernambuco.  

No período de 24 a 27 de janeiro, dentro da programação cultural da feira, acontece o 16º Festival Folclórico. O Festival reunirá mais de 30 grupos (de dança folclórica e contemporânea) e vai premiar as quatro melhores apresentações, escolhidas por uma comissão julgadora formada por representantes da Fundação José Augusto, do Teatro Alberto Maranhão e da Associação Norte-Rio-Grandense de Folclore.

Toda a estrutura, a programação e a expectativa dos organizadores para a 23ª Feira Internacional de Artesanato (Fiart) serão apresentadas no próximo dia 11 de janeiro.

A Fiart, organizada pela Espacial Eventos, é uma realização do Governo do Estado do Rio Grande do Norte, em parceria com o Governo Federal, Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do RN – Sebrae – e Prefeitura do Natal. Outras informações e fotos estão disponíveis no site www.feirafiart.com.br

 

SERVIÇO

 

Feira Internacional de Artesanato – Fiart

Quando: 19 a 28 de janeiro de 2018

Local: Centro de Convenções de Natal

 

 

Sobre a Fiart

A 23ª Feira Internacional de Artesanato (Fiart) acontecerá no período de 19 a 28 de janeiro, no Centro de Convenções de Natal. Com o tema “Arte Sacra: tradição de fé que esculpe oportunidades”, a próxima edição do evento tem o objetivo de valorizar a cultura religiosa, promovendo o talento de artesãos desse segmento e fomentando um mercado em ascensão.

A Fiart faz parte do calendário oficial de eventos do Estado e se consolidou como uma excelente opção de negócios, lazer e entretenimento no período da alta estação natalense, com uma variada programação cultural, gastronomia regional e o melhor do artesanato local, nacional e internacional no maior polo hoteleiro da capital potiguar: a Via Costeira.

Reunindo artesãos de todas as regiões do país, em uma ação do Programa do Artesanato Brasileiro (PAB) – que destaca o artesanato brasileiro e oportuniza a inserção desses artesãos nos maiores eventos do artesanato no Brasil, e de vários países, a Fiart é um dos principais eventos do país para valorização do artesão, apresentando-se como um espaço para o desenvolvimento e a promoção dos profissionais do setor. A organização estima receber um público de mais de 70 mil pessoas durante os dez dias de feira.

A Fiart se firmou como evento de abrangência social significativa, com a participação expressiva de artesãos de todas as partes do Brasil, apoiados pelos governos federal, estadual e prefeituras, que contam com espaços exclusivos para o fomento da atividade.   A vigésima terceira edição contará com aproximadamente 300 estandes e será segmentada por categorias, em salões especiais, entre eles: arte sacra, bordados, arte popular, cerâmica, cestaria e nacional. 

O Executivo Estadual, por meio da Secretaria do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas), terá uma superestrutura para levar ao público os mais expressivos artesãos potiguares inscritos no Programa Estadual de Artesanato (Proarte).

 


Nice Medeiros – Assessoria de Imprensa 23ª Fiart

No período de 19 a 28 de janeiro de 2018 Natal vai se transformar na capital do artesanato brasileiro com a realização da 23ª Feira Internacional de Artesanato (Fiart), no Centro de Convenções.  Com o tema “Arte Sacra: tradição de fé que esculpe oportunidades”, a próxima edição do evento tem o objetivo de valorizar a cultura religiosa, promovendo o talento de artesãos desse segmento e fomentando um mercado em ascensão.

A feira faz parte do calendário oficial de eventos do Estado e se consolidou como uma excelente opção de negócios, lazer e entretenimento no período da alta estação natalense, com uma variada programação cultural, gastronomia regional e o melhor do artesanato local, nacional e internacional no maior polo hoteleiro da capital potiguar: a Via Costeira. Juntamente com a feira acontecerá o 16º Festival Folclórico.

Reunindo artesãos de todas as regiões do país, em uma ação do Programa do Artesanato Brasileiro (PAB) – que destaca o artesanato brasileiro e oportuniza a inserção desses artesãos nos maiores eventos do artesanato no Brasil, e de vários países, a Fiart é um dos principais eventos do país para valorização do artesão, apresentando-se como um espaço para o desenvolvimento e a promoção dos profissionais do setor. A organização estima receber um público de mais de 70 mil pessoas durante os dez dias de feira.

A Fiart se firmou como evento de abrangência social significativa, com a participação expressiva de artesãos de todas as partes do Brasil, apoiados pelos governos federal, estadual e prefeituras, que contam com espaços exclusivos para o fomento da atividade.   A vigésima terceira edição contará com aproximadamente 300 estandes e será segmentada por categorias, em salões especiais, entre eles: arte sacra, bordados, arte popular, cerâmica, cestaria e nacional.

O Executivo Estadual, por meio da Secretaria do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas), terá uma superestrutura para levar ao público os mais expressivos artesãos potiguares inscritos no Programa Estadual de Artesanato (Proarte).

A Fiart, organizada pela Espacial Eventos, é uma realização do Governo do Estado do Rio Grande do Norte, em parceria com o Governo Federal, Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do RN – Sebrae – e Prefeitura do Natal. Outras informações e fotos estão disponíveis no site www.feirafiart.com.br

SERVIÇO

Feira Internacional de Artesanato – Fiart

Quando: 19 a 28 de janeiro de 2018

Local: Centro de Convenções de Natal


Nice Medeiros – Assessoria de Imprensa 23ª Fiart

Os artesãos interessados em participarem do estande do Governo do RN, na 23º Feira Internacional de Artesanato (Fiart), já podem realizar as suas inscrições. A Secretaria do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas-RN) publicou, nesta terça-feira (19), o edital de seleção para ocupação do espaço coletivo para comercialização e exposição de produtos na 23º edição da Fiart, que será realizada de 19 a 28 de janeiro de 2018, no Centro de Convenções de Natal. As inscrições serão realizadas até o dia 22 de dezembro.

O Programa Estadual de Artesanato (Proarte-RN) vai disponibilizar vagas para os artesãos individuais, para associações, cooperativas, Microempreendedor Individual-MEI, clubes de mães, Economia Solidária, projeto Transforme e CEDUC.

Para realizar a inscrição será necessário preencher o formulário e anexar os seguintes documentos:

– Artesão individual: Carteira do Artesão, documentos pessoais, comprovante de residência e fotos das peças artesanais que serão comercializadas;

– Entidades representativas (associações, cooperativas etc): relação dos artesãos, comprovante de endereço da sede da entidade, fotos das peças que serão comercializadas;

– Artesão Empreendedor Individual (MEI): Carteira do Artesão, documentos pessoais, comprovante de residência, Certificado da Condição de Microempreendedor Individual (CCMEI).

Os documentos devem ser entregues pessoalmente no Proarte-RN, sediado na Sethas-RN, Centro Administrativo do Estado/ BR 101, Lagoa Nova, das 09h às 16h. As inscrições também podem ser feitas por e-mail, com envio da ficha de inscrição e dos documentos exigidos para o endereço inscricao.proartern@gmail.com.

O resultado final da seleção será divulgado no dia 30 de dezembro.

O edital com o formulário de inscrição está disponível no site www.sethas.rn.gov.br.


Assessoria de Comunicação – Sethas/RN
1Lugar_MG_7733

1º lugar – Pérola Negra do artesão Samer Zonta. Matéria prima, madeira.

 

_MG_7722

2º lugar – Santa Ceia do artesão Aldo. Matéria prima argila/cimento.

 

3Lugar_MG_7719

3º lugar – Sapo da artesã Maria do Carmo. Matéria prima, argila.

Por Flávio Rezende

A XXII Edição da Feira Internacional de Artesanato terminou neste domingo, dia 29, premiando as três melhores peças colocadas na votação popular por aplicativo e na escolha de uma comissão, do 8º Prêmio Vitrine de Artesanato. A primeira colocação ficou com o artesão Samer Zonta e sua obra “Pérola Negra”, tendo madeira como matéria prima. A segunda peça escolhida foi do artesão Aldo Rodrigues, que utilizou em sua “Santa Ceia” argila e cimento. A peça intitulada “Sapo” da artesã Maria do Carmo ficou na terceira posição, com ela utilizando argila em sua concepção.

Segundo Neiwaldo Guedes, coordenador da XXII Fiart, “o prêmio serve como estímulo para os artesãos e movimentou os visitantes em torno de uma disputa sadia. A Fiart este ano ocorreu dentro de um contexto de recuperação da economia e mesmo assim tivemos boa visitação e fomos bem avaliados pelos que pudemos conversar informalmente. Vamos seguir com este empreendimento e buscar sempre incorporar novidades”, finalizou otimista.

Durante os dez dias de realização do evento nenhum problema foi registrado, com toda a programação anunciada ocorrendo, muita comercialização de produtos regionais, nacionais e internacionais, tendo a Espacial Eventos contado com o apoio do Governo do Estado/Sethas, Prefeitura da Cidade do Natal, SEBRAE/RN e Programa do Artesanato Brasileiro do Governo Federal para sua execução.