Marca Maxmeio

Notícias

Festival resgatará a memória histórico-cultural potiguar através da projeção mapeada, tendo como temática a cultura indígena

O Poty Mapping , primeiro Festival de vídeo mapping do RN, terá exibição nesta sexta-feira (15), colocando Natal no circuito dos grandes festivais de mapping do Brasil e do mundo e proporcionado aos artistas potiguares uma nova forma de expor a sua arte, usando como principal suporte a projeção mapeada de vídeo, provocando e estimulando novos VJs.

 O Festival mergulha nas memórias afetivas dos potiguares, levando o público a refletir sobre a preservação do nosso patrimônio material histórico-cultural, tendo com temática a cultura indígena. Assumindo uma poética de grande impacto visual (sem gerar interferências estruturais), a exibição irá aliar a arte urbana contemporânea à tecnologia, à memória da cidade e a cena artística local e nacional, através das artes visuais e  música.

Tendo como tema “Projetando a origem para preservar o futuro”, o Festival foi gravado na Gamboa do Jaguaribe – território de preservação indígena localizado na Zona Norte de Natal –  com projeções em uma oca, aliando a arte dos nossos artistas à oportunidade de dar voz  e visibilidade para esta identidade cultural tão importante. A programação conta com dois blocos de exibição, com a participação de 22 artistas,  selecionados pela chamada aberta( realizada no mês de setembro) e  contando também com artistas convidados pela produção do Festival.

O projeto Poty Festival de Mapping possui o patrocínio da Lei Aldir Blanc, através Governo do Estado Rio Grande do Norte, Fundação José Augusto, Secretaria Especial de Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal.

SERVIÇO

POTY MAPPING

Dia 15 de outubro, sexta-feira, às 19h

Exibição: Canal do Poty Mapping no YouTube

Mais informações: @potymapping

Programação de exibições

– Todos os Dias – Pedro Medeiros 

-Ouça a Onça – Daniel Minchoni 

-Oferenda – Janaina Quetzal 

-RN é Terra Indígena – Fábio Pereira de Oliveira 

-A Ciência dos Símbolos – Martim Onirismo

-Aonde nós não temos fim? – Luna Isaac 

-Na lembrança do Rio – Daniel Nec 

-Sem Título – Will Monteiro 

-A Terra – Rita Machado 

-Sou Potyguara – Gois 

-Sem Título – Biarritz 

-Baía da Traição – Riegulate

-A Chuva é o Céu com Saudades do Chão – Eveline Sin

-Exposição Casa Velha – Ilanna Thalma

-Em defesa das Terras Indígenas – PV Gurgel

-Angústia Gestacional – Christalina 

-Mboi – Gabi Barbalho 

-O Progresso – Guesc 

-Resistência Ancestral – VJ Lampa 

-Caminhada Potyguara e a Estrela do Sol – Nirla

-Regeneração – Maurício Panella 

-Ensayando o Canto dos Anjos – Juao Nyn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Btn Posts Anteriores