Marca Maxmeio

Notícias

_MG_5269

 

[nggallery id=2179]

Por Elias Medeiros – www.eliasjornalista.com

Um povo sem história é um povo sem memória baseado nesse princípio a resolução que criou oficialmente o memorial do legislativo Potiguar, 055/2009, foi o passo decisivo para ampliar um trabalho iniciado pela coordenadora, a jornalista Bernadete Oliveira. Valorizar a história política do Rio Grande do Norte e cumprir a meta principal, agregar valores e ampliar informações para os mais jovens além de perpetuar a atuação dos que fizeram e continuam fazendo a história política do Estado. É bem verdade que existem iniciativas semelhantes nos estados da Paraíba e no Ceará que conjuntamente como o RN colhe os frutos da valorização de um rico patrimônio que se encontra na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte.

Além de bem conservado e preparado para receber visitas diárias, no Memorial existem documentos relativos ao ano de 1835, ano de instalação da Assembleia Legislativa: com registros desde primeiro presidente, o Padre Francisco de Brito Guerra, passando por todas as fases da política potiguar até os dias atuais. É a reconstituição dos fatos mais relevante contada através de documentos, objetos e fotografias realizadas por um grupo de abnegados historiadores, arquitetos, jornalistas, fotógrafos, entre outros profissionais que se dedicaram de forma a garimpar e resgatar o valor histórico encontrado no Espaço.

O Espaço Cultural que guarda a memória do poder legislativo do Estado é uma fonte de pesquisa para os interessados em conhecer o passado históricos daqueles que fizeram a política do Rio Grande do Norte. Visitá-lo é sem dúvida: Reconhecer e perpetuar na memória de cada um o valor histórico de todo conjunto documental exposto em suas instalações.

 

Deixe um comentário

Btn Posts Anteriores