Marca Maxmeio

Notícias

_MG_4540

_MG_4562

Por Rosinaldo Vieira / Portal O Momento

O governador Robinson Faria lançou na manhã desta quarta-feira (22.7), o projeto Ronda Cidadã, em frente ao Centro Social Padre João Perestrello, na rua João XXIII em Mãe Luiza. Este bairro da zona Leste de Natal foi escolhido para ser o local do lançamento do projeto por ser o primeiro em que o Ronda Cidadã terá início, juntamente também com Areia Preta e Petrópolis.

As ações do projeto vão compreender inicialmente a Área Integrada de Segurança Pública 4 (AISP 4), formada pelos bairros de Areia Preta, Mãe Luiza e Petrópolis, que têm uma população estimada em 30 mil habitantes e aproximadamente dois quilômetros quadrados.

O chefe do executivo estadual disse durante o lançamento do projeto em Mãe Luiza, já era uma ideia dele desde o tempo em que ele era deputado estadual. “Conheci no Ceará o projeto Ronda do Quarteirão quando ainda era deputado e através de um requerimento, busquei que fosse implantado no RN, o que nunca aconteceu. Agora como governador, foi uma promessa de campanha que agora coloco em prática”, disse o governador Robinson Faria.

O governador disse ainda que tem colocado a segurança pública do Estado como uma das prioridades principais de sua gestão. “E já fizemos várias medidas como valorizar a Polícia Militar (PM) com a promoção de 1.358 PM´s. Estamos pagando diárias operacionais durante todo o ano e não só em eventos especiais como o Carnatal e o carnaval. Quero deixar claro a quem pensa que a Ronda Cidadã vem apenas com o policiamento ostensivo, que também estaremos trazendo ações preventivas com ações de diversas secretarias através do esporte, cultura, lazer, sempre em parceria com a Polícia Militar”, disse durante seu discurso o governador Robinson Faria.

Já a secretária estadual de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed), Kalina Leite, reafirmou a parceria do projeto com a população. “A Polícia sozinha não tem todas as condições para enfrentar a violência. Também precisa do apoio da população e de outras áreas do Governo e com certeza é o que teremos. E mesmo antes do lançamento deste projeto, em seis meses da nossa gestão, já conseguimos reduzir até 150 assassinatos e queremos bem mais, que agora terá o apoio do Ronda Cidadã”, disse a secretária Kalina Leite.

A secretária estadual do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas), Julianne Faria, informou que a Ronda Cidadã não virá apenas com as ações ostensivas da Polícia Militar. “Vamos trabalhar em sintonia com outras áreas como esporte, assistência social, saúde, através do Programa Transformando Destinos, em parceira com o Ministério Público do RN, identificando as necessidades das comunidades, beneficiando cerca de 30 mil habitantes”, disse a secretária Julianne Faria.

O presidente do Conselho Comunitário de Mãe Luiza, Nilson Venâncio, cobrou do Governo do Estado não só ações d segurança pública. “Além do Ronda Cidadã, queremos reformas de escolas, mais atividades do ginásio de esportes do bairro. A Ronda veio, mas onde estão os projetos sociais?”, cobrou o presidente Nilson Venâncio.

Programa Ronda Cidadã

O Programa Ronda Cidadã se destina às ações de polícia comunitária, promovendo abordagens com foco no acolhimento, na inclusão social e na cidadania, sem, contudo, se descuidar do policiamento reativo, com o policiamento repressivo, de forma qualificada. Com este projeto, os moradores terão acesso a um telefone que fica exposto nas viaturas, onde as pessoas podem ligar diretamente para os policiais, informando sobre as ocorrências policiais, de forma direta e sem atravessadores.

Detalhes do Programa Ronda Cidadã

-Primeira zona de implantação do Programa Ronda Cidadã: Zona Leste;

-Bairros atendidos: Areia Preta, Mãe Luiza e Petrópolis;

-População atendida estimada: 30 mil habitantes;

-Domicílios atendidos (estimativa): 8.700;

– Disque Ronda: cada viatura terá um número de telefone visível no carro para que a população possa ligar diretamente e comunicar a ocorrência;

-Área de atendimento: 2 km²;

-Redução no tempo de resposta da ocorrência;

-Polícia Militar passa a atuar não apenas na consequência do problema, mas também na causa;

-Integração com o Ronda Cidadã Escolar, Ronda Cidadão de Visitas Comunitárias, Ronda Cidadã de Apoio às Vítimas de Violência (semelhante ao funcionamento da Lei Maria da Penha), Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd) e Base Móvel Ronda Cidadã (veículos adaptados que darão suporte no atendimento especializado e qualificado);

– Base Móvel estará interligada com o sistema de videomonitoramento do Ciosp;

Estrutura do Ronda Cidadã:

– Patrulhamento Motorizado Ronda Cidadã (8 viaturas);

– 1 base móvel;

– Patrulhamento Motorizado Ronda Cidadã com motocicletas (3 motocicletas);

– Patrulhamento Ronda Cidadã a pé e Patrulhamento Ronda Cidadã com Bicicletas (6 duplas para patrulhas);

– 112 policiais militares;

– Dois pelotões de policiamento: reativo e proativo;

Deixe um comentário

Btn Posts Anteriores