Marca Maxmeio

Notícias

Fotos: José Aldenir Joinha, Wellington Lima e Humberto Sales

Escritos da Alma – Flávio Rezende
– um cabra chamado Canindé –

Reza a lenda que há muitos e muitos anos atrás, nos caminhos da comunicação potiguar, cruzei destino com uma alma que atende na matéria pela alcunha de Canindé.
Bastou duzentas gramas de prosa e a bissaca estava cheia de simpatia mútua, admiração recíproca e amizade eterna.
E assim fomos indo, estreitando laços, ele clicando, eu reportando, até que ele se meteu a fazer o bem, coisa que eu fazia com gosto e, eu, para me vingar, atrevi também clicar e meter bedelho em seu curral.
Hoje estamos juntos e misturados, unidos viajamos, trocamos ideias, informações, ele me alumia nesse espaço que reina, eu ajudo divulgando seus feitos.
E nesse entrelaçar de vivências positivas, num tour com Jailson pelo litoral norte, ouço verbo do memorial de Canindé, ficando sabedor que menino pobre do interior na capital, ao render o pai na vigilância de um posto de combustíveis, viu gente levando retratos para riba, se interessando pelo ofício, e estando já nele, inconformado avançou para ter máquina, apontar mira, apertar botão, e eis, tanto tempo depois, ele assentado numa cadeira no interior da Capitania das Artes, autografando belíssimo livro para autoridades máximas e amigos muitos, do mesmo jeito que vigilava o posto e admirava os entregadores de fotos.
O tempo largo passou, Canindé venceu, convenceu, mas de sua humilde origem não se desvaneceu.
Wellington Lima ainda o chama de cabeça dura, Adrovando de cabrito difícil, Paulo Vitorino arregala os olhos, Debinha releva, Leandro Mendes aposta, Bolonha apoia e o mago das fotografias se revela, sempre focado, invocado, dando seu recado.
Se pelo conjunto da obra já era fã, hoje virei chacrete.
Que situação, rapá…

Flávio Rezende aos cinco dias, décimo segundo mês, ano dois mil e dezenove, 21h14.

 


 

Do autor:

Agradecimento a todos que estiveram envolvidos diretamente com produção do livro:

Marcelo Veni, Leandro Mendes, José Maria e Flávio Rezende.

A Professora Doutora Sylvana Kelly que aceitou fazer o prefácio. Dra. Sylvana em sua tese de doutorado teve nossa fotografia como objeto de estudo.

Agradecer também a todos os o patrocinadores e apoiadores culturais:

A amigo Decca Bolonha através da Potiguar Turismo, receptivo CVC que foi o patrocinador oficial pela lei municipal de incentivo a cultura Djalma Maranhão e a Prefeitura do Natal.

Aos apoiadores culturais:
Prefeitura Municipal do Natal através da Secretaria do Turismo e Fernando Fernandes, Secretário de Turismo, Supermercado Nordestão através de Walkuíria, Gerente de Marketing, Prefeitura Municipal de Macau através de Bosco Afonço, Secretário de Comunicação, Hemolab do Dr. José Medeiros – Diretor, Prefeitura Municipal de Parnamirim, através do Prefeito Rosano Taveira e Giovani Rodrigues, Secretário de Planejamento, Finanças, Turismo e Desenvolvimento Econômico, JMT Service de Jonas Alves da Siva – Diretor, Governo do Estado do RN através da Governadora Fátima Bezerra e da Jornalista Guia Dantas, Secretária de Comunicação, LGN Estruturas e Eventos de Luìz Gonzaga Nunes – Diretor.

Agradecer também pela cobertura fotográfica e video
Wellington Lima, José Aldenir Joinha e Humberto Sales

Todos veículos e amigos da imprensa que divulgaram o lançamento

E finalmente a todos que confiaram e compraram o livro antecipado e aos que foram ao lançamento.

Com o objetivo de oferecer mais comodidade aos cidadãos que procuram as unidades da Central do Cidao para emissão de RG e, consequentemente, melhorar os serviços prestados e aumentar o número de documentos de identidade emitidos, levando mais cidadania aos usuários, a Secretaria de Estado da Administração (Sead), por meio da Coordenadoria de Atendimento ao Cidadão (Codaci), e o Instituto de Identificação do Rio Grande do Norte (ITEP-RN) ampliaram o horário de atendimento em três unidades localizadas em Natal: Via Direta, Alecrim e Zona Norte.

O horário de funcionamento dos postos do ITEP nas unidades do Via Direta e da Zona Norte agora é das 9h à 20h; já na unidade do Alecrim é das 7h às 18h.

O atendimento para emissão de RG nas referidas unidades da Central do Cidadão deve ser agendado previamente pelo site http://centraldocidadao.rn.gov.br/ . Para emitir o documento é necessário comparecer ao posto de atendimento do ITEP-RN no dia marcado, com a seguinte documentação: 2 fotos 3×4, RG antigo, CPF, certidão de nascimento ou casamento e comprovante de residência. A primeira via é gratuita, já para a 2ª via é cobrada uma taxa de R$ 25,00 e para a 3ª via o valor é de R$ 35,00.

No dia 2 de fevereiro, quando se celebra Iemanjá (também conhecida como Rainha do Mar), Natal vai ganhar a nova estátua deste orixá. A definição aconteceu nesta terça-feira (3), na sede da Secretaria de Cultura de Natal (Secult/Funcarte), após reunião entre representantes do segmento religioso e os setores de Engenharia e Patrimônio Histórico da Prefeitura do Natal. A nova estátua, do escultor Emanuel Câmara, tem três metros e meio de altura e pesa 4 toneladas, sendo a maior estátua de Iemanjá confeccionada na história do RN.

Inicialmente com entrega prevista para próximo dia 8 de dezembro, a escultura deverá passar por processos complexos de finalização e um forte trabalho de logística para ser retirada com segurança do ateliê do artesão até a Praia do Meio, onde será fixada numa base de um metro que ainda conta com detalhes que simulam as ondas do mar.

Os setores de Engenharia e Patrimônio da Prefeitura do Natal endossaram a necessidade de uma nova data diante da complexidade da finalização da obra, transporte e manuseio com segurança.

Segundo Pai Magno de Xangô, da Comissão Permanente dos Povos de Terreiros do RN (COPPT), 27 cidades estão envolvidas na mobilização para a entrega da nova estátua de Iemanjá. Para dia 2 de fevereiro estão previstos também apresentações musicais, banho de pétalas na chegada de Iemanjá e outras atividades. “Há uma grande mobilização em 19 cidades além de toda Grande Natal totalizando algo em torno de 27 cidades confirmadas para esta data histórica”.

O escultor Emanuel Câmara esteve na sede da Secretaria de Cultura mostrando as complexidades que cercam a finalização do projeto, transporte e remoção do local de confecção até a Praia do Meio. Diante da magnitude da obra e as milhares de pessoas mobilizadas, se optou por uma data representativa para a nova obra. O Dia de Iemanjá é a maior festa em honra a este orixá. Atualmente, a data conta com devotos do candomblé e da umbanda, em sua maioria.  O nome Iemanjá é derivado da expressão Iorubá.

 

O repórter fotográfico Canindé Soares lança nesta quinta-feira, das 17 às 21h, na Capitania das Artes, seu livro: “Litoral do RN”, destacando nessa edição em capa dura e bilíngue, 149 fotos, distribuídas por 139 páginas, revelando a seu público os melhores ângulos de Natal, Extremoz, Ceará-Mirim, Rio do Fogo, Touros, São Miguel do Gostoso, São Bento do Norte, Caiçara do Norte, Parnamirim, Nísia Floresta, Tibau do Sul, Canguaretama, Baía Formosa, Galinhos, Guamaré, Macau, Porto do Mangue, Areia Branca, Grossos e Tibau.

O livro é prefaciado pela professora doutora Sylvana Kelly Marques da Silva, cientista social, que em sua tese de doutorado focou na fotografia de Canindé Soares.

Serviço:

– Lançamento do livro “Litoral do RN”

– Dia 5 de dezembro – das 17 às 21h

– Capitania das Artes

– Valor R$ 80,00 no dia e R$ 120,00 após.

– As compras no lançamento poderão ser feitas no débito ou crédito

O Gari Noel será realizado pelo quarto ano consecutivo em Natal. A iniciativa partiu do gari Aldair da Silva, que recolhe brinquedos doados e distribui em comunidades carentes da capital potiguar e amplia divulgação para recebimento de doações.

 

O principal ponto de coleta de brinquedos é na Urbana, em horário comercial, para as pessoas ou empresas que queiram doar, sendo novos ou em bom estado de conservação. Outra forma é entrar em contato através do whatsapp: (84) 98859 57 04 para que a doação, que pode ser feita até o dia 23/12, seja recolhida na casa do doador. A entrega dos presentes será no dia 24/12, véspera de Natal, durante a coleta domiciliar.

 

“O Projeto Gari Noel Surgiu em 2016 de forma espontânea. Acredito que foi algo divino que me fez ter essa ideia. É algo muito inusitado, pois as crianças geralmente esperam nessa época de Natal o Papai Noel que, geralmente é representado por um Velhinho branco, gordinho e de barba branca e se surpreendem quando aparece um Gari, Negro e magro do nada e no meio da rua. A intenção é mostrar para a sociedade que qualquer um pode trazer o sentimento de esperança para as crianças”, contra Aldair.

 

O Gari Noel tem como objetivo surpreender as crianças de local escolhido aleatoriamente. “Os locais de entrega, não divulgamos, para não gerar grande expectativa das pessoas e para que se mantenha o fator surpresa, que é um dos alicerces do Projeto, no qual surpreendemos as crianças que geralmente não esperam receber um presente de um Gari”, explica Aldair. “Nos anos anteriores, fizemos as entregas de presentes na zona Norte, onde os trabalhadores da Urbana executam a coleta domiciliar”.

 

Para a execução das ações deste ano, a equipe do Gari Noel será composta por três garis e duas margaridas (como são chamadas as mulheres que trabalham na limpeza pública). “Estamos vendo ainda com a Urbana uma equipe de apoio logístico com uma Saveiro e um carro pequeno para que possamos levar os brinquedos até as comunidades”, conclui Aldair Silva.

 


Secretaria Municipal de Comunicação

O Portal Potiguar Notícias. reuniu nesta segunda-feira feira, os colunistas e os apresentadores e apresentadoras da TV digital do PN para ouvir música, dialogar, comer, beber fazer um brinde ao ano de 2020. “Um momento de muita alegria poder abraçar os amigos e amigas , comemoramos aqui a travessia de 2019 cheios de esperanças de fazermos um 2020 melhor. Como é confortável poder contar com o abraço de vocês “, disse o jornalista Pinto Júnior.

 

 

 

Completando 22 anos, o projeto “Um Presente de Natal”, acontece na próxima semana nos dias 6 e 7 de dezembro às 20h, e no dia 8 às 19h na Árvore de Mirassol, como parte integrante do Natal em Natal. A apresentação é gratuita e também celebra o aniversário da nossa cidade Natal, no dia 25 no Arena das Dunas às 20h.

Nesses anos todos, desde a sua criação, o espetáculo valorizou a inquietude do momento. Dessa forma, já passeou por temas como as cruzadas/Guerra Santa, o Êxodos dos Nordestinos, a matança dos inocentes na Rússia, as mães da Praça de Maio na Argentina, etc. Trazendo sempre como tema, o legado que esse líder maior da humanidade nos deixou: generosidade, harmonia e amor ao próximo. Nesta edição, comemorativa aos 22 anos, “Um Presente de Natal” traz a diversidade e a inclusão como propósito. Atuando lado a lado, fomentando e valorizando a capacidade do ser humano de abraçar ideais, pessoas e atitudes, nem sempre compatíveis com a sua. Aceitar e apreciar diferenças, sejam de raciais, físicas ou até da natureza do pensamento.Reconhecer as limitações da nossa própria cultura, respeitando outros viés, entendendo que, a diversidade, soma, agrega, liberta.

 

O elenco desse “Presente” reúne artistas de vários segmentos e instituições: intérpretes dos musicais da Escola de Música da UFRN, do projeto ENCENA/ONG Atitude Cooperação, atores/bailarinos com experiências de liderança, seja na direção ou na difusão do fazer cultural, além da Giradança, reconhecida Cia. do estado, referência nacional, com carreira internacional no tocante a inclusão e diversidade.

 

Assim é o projeto “Um Presente de Natal”, celebrando 22 anos, a produção cultural e os artistas da cidade, provocando a reflexão, de forma lúdica e generosa, da importância  e representatividade que o projeto possui, cantando em verso e prosa “Abençoado seja o Natal…Abençoada seja a nossa Natal!

 

O espetáculo tem o patrocínio do Natal em Natal, Prefeitura Municipal do Natal, Programa Djalma Maranhão e CEI. Apoio Cultural: Complexo de Ensino Noilde Ramalho e Rio Center. Realização: Diana Fontes Direção e Produção Cultural.

 


Jornalista e Analista de Mídias Sociais

A décima edição do flipAut! – festival literário alternativo de Pipa – está marcada para acontecer de quinta 5 a domingo 8 de dezembro, na Praia da Pipa, paraíso tropical e importante destino turístico do Litoral Sul do Rio Grande do Norte.

A programação está, mais uma vez, repleta de lançamentos, homenagens, bate-papos literários, apresentações artísticas, além da já tradicional feira de livros novos e usados. Este ano, o festival homenageia o escritor, pesquisador, poeta e ensaísta natural de Serra Negra do Norte (RN), Oswaldo Lamartine (1919/2007), em seu centenário de nascimento; o jornalista, escritor e poeta areiabranquense Carlos de Souza, que faleceu recentemente aos 60 anos; e também o professor, pesquisador e poeta, natural da Pipa, Francisco Fernandes Marinho.

Nascido em 2010 como circuito paralelo ao Flipipa, em 2013 o flipAut! emancipou-se e começou a realizar suas atividades em outra data que a do festival oficial; quando as edições do Flipipa começaram a rarear, o flipAut! seguiu firme para frente e chega em 2019 à sua décima edição.

O flipAut! – festival literário alternativo de Pipa – é um evento sem fins lucrativos, uma produção cultural independente e colaborativa. Para sua realização, o festival literário conta com o patrocínio da Prefeitura de Tibau do Sul, do Movimento Preserve Pipa, dos Mecenas de Pipa, mais o fundamental apoio do setor hoteleiro.

A sede principal do festival literário é a Praça do Pescador, mas haverá como sempre um circuito cultural, com exposições de artes, saraus e outras atividades acontecendo em locais parceiros. Todas as atividades são gratuitas.

Também haverá, como sempre, uma série de oficinas, palestras e encontros literários nas escolas do município de Tibau do Sul, na quinta e sexta-feira.

Na Praça do Pescador, todas as noites, a partir das 19h, três encontros no palco e uma apresentação cultural que encerra as atividades na praça. Das 17h30 às 23h estará aberta ao público a Feira de Livros Novos & Usados do flipAut! 2019, com mais de dez feirantes e lançamentos de livros a cada dia.

Ao contrário do que aconteceu em outros eventos de cunho literário, o flipAut! sempre contou e conta este ano também com uma participação maciça da mulher e, toda noite, traz pro palco na Praça do Pescador, mulheres e temas importantes.

Na quinta, a escritora Andreia Souza e a psicóloga Stephanie Morais apresentam ao público as temáticas dos grupos de encontro com mulheres vítimas de violência doméstica.

Na sexta e no sábado, literatura feminina em campo: Rejane de Souza, Jeovânia Pinheiro, Carmen Vasconcelos e Jeanne Araújo.

A literatura feminina está em destaque também nos mini estandes de lançamento de livros: confira abaixo uma seleção dos títulos em lançamento.

No sábado. às 22h, a atriz Pacha Carbo apresenta ao público “O Julgamento de Antígona”, cena memorável da tragédia “Antígona” de Sófocles, um clássico do teatro grego.

Uma novidade nas atividades da décima edição do flipAut! é a instalação de cinco mini estandes, por baixo das tendas literárias, destinados ao lançamento de livros e outras publicações. Devido ao grande nímero de propostas feitas por parte de autores e editores, a produção do flipAut! decidiu oferecer um espaço maior para o lançamento de livros etc; assim, toda noite na Praça do Pescador, teremos até cinco lançamentos de livros diferentes. Um espaço importante para autores e editores independentes, que o flipAut! tem a honra de disponibilizar a partir deste ano.

 

Confira a programação completa: https://flipaut.blogspot.com/p/programacao-2019.html

por Decom

Reunindo histórias vividas por jornalistas do Rio Grande do Norte, será lançado nesta terça-feira, às 19h, o e-book Fotojornalismo potiguar, produzido por estudantes do curso de Jornalismo da UFRN. O evento acontece no auditório do Departamento de Comunicação Social (Decom).

A obra reúne perfis de 13 fotojornalistas que têm em comum a vivência cotidiana de  acontecimentos transformados em notícia. O e-book faz parte da Coleção Jornalismo Potiguar, lançada em 2017, e foi organizado pelos professores  Socorro Veloso e John Willian Lopes e pelo estudante Pedro Torres, em parceria com o selo Tribo/Máquina.

Com prefácio da jornalista e diretora de redação Cledivânia Pereira, do jornal Tribuna do Norte, e posfácio do professor e pesquisador Daniel Meirinho, da UFRN, o e-book reúne um importante acervo de histórias e memórias de mulheres e homens que apreenderam a prática da fotografia jornalística das mais variadas maneiras e testaram seus conhecimentos nas mais diferentes situações.

São relatos que permitem uma melhor compreensão dos desafios, limites e dilemas do ofício que se reconfiguram de modo profundo, especialmente a partir do advento das tecnologias digitais. Em paralelo, a obra também visa a constituir um espaço de debates do fotojornalismo como forma de conhecimento do mundo em suas diferentes dimensões, sejam elas narrativas, estéticas, éticas e/ou políticas.

Treze fotojornalistas concederam entrevistas aos estudantes Adriano Abreu, Adrovando Claro, Alex Régis, Ana Silva, Canindé Soares, Elisa Elsie, João Maria Alves, José Aldenir, Magnus Nascimento, Moraes Neto, Ney Douglas, Teotônio Roque e Vlademir Alexandre.  Cada perfil está ilustrado com imagens cedidas pelos entrevistados.

De acordo com a professora Socorro Veloso, no primeiro semestre de 2019, 40 alunas e alunos da disciplina História e Legislação do Jornalismo abraçaram com entusiasmo a ideia de produzir um e-book. Foram a campo, fizeram entrevistas, coletaram imagens e escreveram os 13 perfis que reúnem memórias de fotógrafas e fotógrafos com atuação marcante no jornalismo norte-rio-grandense.

“A intenção era contar um pouco da vida e das experiências de fotojornalistas atuantes no RN e apresentar uma pequena, ainda que significativa, parcela do riquíssimo acervo fotográfico mantido por cada profissional. E assim foi feito: ao final do período letivo, tínhamos em mãos 13 histórias inspiradoras e dezenas de fotos cedidas por nossas entrevistadas e entrevistados, para preparar o livro que agora chega a público”, explica a professora Socorro.

Além do livro Fotojornalismo potiguar, a Coleção Jornalismo Potiguar inclui dois outros títulos, o Depoimentos para uma história da imprensa potiguar, lançado em 2018, e o  Jornalistas escritores do RN: entrevistas, lançado em 2017.

Segundo a professora, a coleção se dispõe à tarefa de contribuir para a construção e circulação de memórias do jornalismo potiguar que sirvam não só ao tempo presente. “A ideias é reunir relatos que permitam compreender as formas de se pensar e produzir jornalismo no Rio Grande do Norte, especialmente a partir da segunda metade do século 20 e primeiras décadas do século 21”.

Fotojornalismo potiguar poderá ser acessado gratuitamente em link a ser informado ao público logo após o lançamento, na noite de amanhã.

SERVIÇO

O QUÊ: Lançamento do e-book Fotojornalismo potiguar

QUANDO: Terça-feira, 25, às 19h

ONDE: Auditório do Departamento de Comunicação da UFRN (Decom)

Neste sábado (30) e domingo (01) o Centro de Convenções de Natal será palco do Digital Experience Day (DED), maior evento de marketing digital do Norte/Nordeste. Em sua terceira edição, o evento acrescenta à sua programação o mundo do empreendedorismo e startups. Serão 20h de conteúdo no Centro de Convenções com 03 palcos simultâneos, 37 palestrantes e feira de negócios com mais de 20 expositores. A programação já foi divulgada. Para conferir a grade basta acessar o perfil do evento no instagram @dednordeste.

O DED terá uma grade rica de palestrantes e convidados, entre eles Ed Souza (founder da Mentory Academy), Guilherme Leitão (Jabuticaba Digital), Bruno de Lacerda (fundador da Fast Lean.Co), Daniele Rodrigues (Gerente de Conteúdo na agência F.Biz), Ramon Campos (criador do @esocialmidiamas), Raphael Falcão (criador do @dicasdigitais), Rodrigo Noll (13º mais bem avaliado o RD Summit de 2018), Ronny Sarah (co-founder InterUp Inteligência Digital), Erickson Monteiro (fundador e diretor do Plugcitários), Raphael Lassance (fundador do growth Team) Nayara Ruiz (gerente de redes sociais da Bradesco) e Vitinho Carvalheira (Case do Carvalheira na ladeira/Olinda).

De acordo com Manoel Filho, CEO da Três1, um dos organizadores do DED, um dos pilares do evento é referenciar a capital potiguar na área de conhecimento digital. “O nosso objetivo anual é de superação, é fazer um evento maior e melhor. A cada edição queremos proporcionar novas experiências, não só através do conteúdo, mas também na maneira de sentir e assimilar o evento”.

O DED 2019 tem a realização compartilhada com Luciana Fontes, especialista em eventos, que também incorporou duas novas parcerias: San Martin& Niklas e Incubatech. Segundo Luciana, o DED vem para apresentar ao mercado a importância da conexão do mundo dos negócios ao mundo digital. “Toda e qualquer empresa vai precisar existir no digital. Esse ano o evento ganha expansão para duas novas áreas: empreendedorismo e Startups, com os maiores nomes do país e com cases locais. Vai ser uma entrega incrível”. As inscrições estão sendo feitas no www.dednordeste.com.br.