Marca Maxmeio

Notícias

A população poderá visitar o navio na tarde desta sexta-feira (19), das 13 às 17 horas.

O Navio-Veleiro “Cisne Branco” estará aberto para visitação pública, no dia 19 e agosto, de 13 às 17h, no Porto de Natal, no bairro da Ribeira. A atividade faz parte das comemorações pelos 200 anos da Independência do Brasil.

O Navio-Veleiro realiza, desde fevereiro de 2022, viagem em “Comemoração do Bicentenário da Independência do Brasil”, pela qual, em visita a portos internacionais e nacionais, tem fortalecido os laços históricos de amizade com os países irmãos, assim como tem despertado os sentimentos de cidadania e de patriotismo em todos os brasileiros que o contemplam.

Viagem de Comemoração ao Bicentenário da Independência do Brasil
(13 de fevereiro a 9 de outubro de 2022)

O Navio Veleiro Cisne Branco encontra-se realizando, desde fevereiro de 2022, viagem em “Comemoração do Bicentenário da Independência do Brasil”, pela qual, em visita a portos internacionais e nacionais, tem estreitado os laços históricos de amizade com os países irmãos, assim como tem despertado os sentimentos de cidadania e de patriotismo em todos os brasileiros que contemplam o Navio.

Com 76 metros de comprimento e 46 metros de altura em seu mastro principal – o “Mastro do Grande”, – o Navio é um “Veleiro de Grande Porte”, um “Tall Ship” em inglês, dedicado à EDUCAÇÃO PELO MAR, COM O MAR E PARA O MAR. Sua tripulação é composta por 52 militares e possui capacidade de 36 tripulantes em instrução. Foi incorporado à Marinha do Brasil em março de 2000, quando fez a sua primeira viagem, percorrendo a “Rota do Descobrimento”, de Portugal ao Brasil, em comemoração aos 500 anos do Descobrimento do Brasil.

Na viagem que está realizando, o NVe Cisne Branco percorreu os países da
América Latina junto com outros veleiros, Navios-Escola de diversos países, passando pelo Uruguai, Argentina, Chile, Peru, Equador, cruzando o Canal do Panamá, e seguindo para Colômbia, República Dominicana, Curaçao e México. Foi a realização do evento náutico internacional chamado VELAS LATINOAMÉRICA, que ocorre a cada 4 anos, organizado por diferentes países. Neste ano de 2022, foi organizado pela Marinha do Brasil, como um dos eventos oficiais em comemoração da nossa Independência.

Em seguida, o Navio continuou as comemorações do “BRASIL 200 ANOS”,
visitando os EUA e Porto Rico, iniciando a sua fase de portos nacionais, passando pelas cidades de Belém-PA, Natal-RN, Salvador-BA, Rio de Janeiro-RJ, onde ocorrerão um Desfile Naval e uma Parada Naval no mês de setembro, com navios nacionais e estrangeiros; e seguirá para as cidades mais ao sul, Itajaí-SC, Rio Grande-RS, Porto Alegre-RS, Paranaguá-PR e Santos-SP.

Pureza com vista para olheiro em primeiro plano e igreja matriz em segundo

O município de Pureza fica localizado à 65km de Natal e é conhecido por sua abundância de águas em suas diversas nascentes. Seu nome surge a partir da pureza das águas cristalinas. Faz parte do mapa turístico do RN integrando o polo costa das dunas.

Seus primeiros habitantes se localizavam as margens do Rio Maxaranguape (como era inicialmente chamado), que nasce na povoação de Pau Ferro (Primeira denominação), naquele tempo pertencente a Touros. Em 1832, esse local possuía 44 casas e 223 habitantes; esses poucos moradores tiravam seu único sustento da terra, sendo assim, as águas sempre foi alívio para amenizar a sede e a fome. A emancipação da Cidade de Pureza veio no dia 5 de Abril de 1963.

O, intitulado hoje, Olheiro de Pureza, tem a vazão 1.000.000,00 (Um milhão) de litros, onde brota o extraordinário manancial de água cristalina irrigando o leito do Rio Maxaranguape. Podendo assim ser capaz de abastecer 3 (Três) cidades: Taipu, Poço Branco e João câmara) além da própria Pureza.

Atualmente com a população estimada em 9.825 (Estimativa IBGE,2021), o município de pureza vem crescendo cada vez mais. Cidade de um povo acolhedor, Pureza une turismo, artesanato, cultura e hospitalidade, gerando assim um espaço agradável para nossa população, como também para quem nos visita.

Fonte:
Portal da Prefeitura Municipal de Pureza

O sertão é o campo das possibilidades, a diversidade cultural e os saberes do aparente simples que mesmo quando extraídos por uma metodologia acadêmica, podem afirmar o compromisso de respeito a natureza das formas, verbos e fazeres dos povos do campo, assim apontando a valorização de uma estrutura social que fortalece a raiz formadora de valores enaltecidos pela obra de Oswaldo Lamartine. Busquei mergulhar neste universo a fim de encontrar os sentidos que o sertanejo me desperta, cruzando temporalidades, vivências e construções, narrativas ancoradas em fotografias que passeiam por anos de minha carreira em um diálogo imagético no o sentido que me impulsiona a leitura de um sertão que impressiona, encanta e transforma minha trajetória. O resultado poderá ser visto até o próximo dia 17, na pinacoteca (Palácio da Cultura) na Cidade Alta. Acompanhem também as mídias de Instagram @exporastejar e @vlademir_alexandre

Aberta ao público das 8 às 17 horas até o próximo dia 17 deste mês.

A Multifeira Brasil Mostra Brasil volta a Natal com a 27ª edição do evento, entre os dias 01 e 09 de outubro. Atraindo milhares de potiguares, a mostra sempre foi sinônimo de sucesso na cidade, e neste ano, retorna ao Centro de Convenções.

“Após seis anos na Arena das Dunas, em nossa 27a edição retornamos às nossas origens e realizaremos a Multifeira no Centro de Convenções. Este ano teremos um espaço de mais de 6.000m² de área de exposição, com muita novidade e diversidade para o público potiguar”, afirma o diretor da Brasil Mostra Brasil, Wilson Martinez.

Além da área física, a Multifeira terá também um expressivo número de expositores, superando a marca de 250 empresas participando nos nove dias de evento. “A cada edição conseguimos envolver uma parcela maior de parceiros, sempre com nosso foco voltado para o mercado local. Nossa intenção é cada vez mais trazer o empresário potiguar para o evento”, garante Wilson Martinez.

A Multifeira é consagrada pelas diversas opções de produtos expostos. Com expositores nacionais e internacionais, são inúmeros segmentos representados, entre eles móveis, roupas, eletrônicos, artigos de decoração, moda, utilidades domésticas, calçados, eletrodomésticos, artesanato, automóveis, saúde, educação, dentre outros.

Assim como em anos anteriores, a Brasil Mostra Brasil cresce cada vez mais em público: neste ano, a expectativa dos organizadores é receber mais de 80 mil pessoas. Os visitantes poderão contar ainda com estacionamento rotativo e praça de alimentação. A Brasil Mostra Brasil deve gerar cerca de 500 empregos diretos e indiretos.

Histórico
O evento acontece em Natal desde o ano de 1995 e insere a capital potiguar no contexto das feiras de âmbito nacional. Tem no seu público consumidor o maior destaque, pela fidelidade à MULTIFEIRA. Diversas instituições apoiam sua realização que bate ano a ano recordes de visitação. É o maior evento do segmento na capital potiguar.

A Multifeira já possui mais de 80 edições quando somadas as edições dos Estados do Rio Grande do Norte, Bahia, Piauí, Espírito Santo, Alagoas, Sergipe, Pernambuco, Ceará, Pará, Maranhão e Mato Grosso. Na linha do tempo desse evento, uma infinidade de negócios, curiosidades, atrações e momentos marcantes, além do incontestável fomento à economia, turismo e geração de emprego e renda.


Serviço:
Evento: 27ª Multifeira Brasil Mostra Brasil
Data: 01 à 09 de outubro de 2022
Horário: das 16h às 22h
Local: Centro de Convenções
Contato: através do e-mail: comercial@brasilmostrabrasil.com.br; ou Instagram: @feirabrasilmostrabrasiloficial
Site: www.brasilmostrabrasil.com.br

Uma das mais importantes figuras do universo da medicina e da própria cultura potiguar, Dr. Paulo Xavier Trindade – diretor superintendente do Hospital Infantil Varela Santiago – lançou nesta quinta-feira, 04,um livro com a biografia da sua vida, memórias da sua infância e adolescência, e detalhes da sua trajetória acadêmica e profissional. Na manhã desta quarta-feira, o médico lançou o livro para colaboradores do hospital, no auditório da instituição.

O livro “Menino na Guarita” foi escrito pelo professor aposentado da UFRN, pesquisador da cultura potiguar e memorialista Tarcísio Gurgel tendo como apoio um trabalho de pesquisa acadêmica realizado pela jornalista Suelen Gurgel. Fartamente ilustrada com fotografias, a obra demonstra, em duzentas páginas, como se constrói uma reputação e como se passa do consultório, à atividade desafiadora de administrar um hospital filantrópico.

Tendo como ponto de partida o seu nascimento, infância e adolescência na comunidade da Guarita, em Natal, a biografia acompanha passo a passo os riscos por ele enfrentado na exposição à pobreza e a marginalidade, e todo o demorado processo de emancipação possibilitado pela Educação. Uma vida feita de desafios, a começar pela orfandade na altura dos quatro anos de idade, quando perde, sucessivamente o pai e a mãe, vítimas da tuberculose. E que vai culminar com a aceitação para evitar que o Hospital Infantil Varela Santiago viesse a desaparecer em meio a grandes crises.

Ao atingir 84 anos e em pleno exercício das atividades cotidianas no hospital, Paulo Xavier não apenas recolocou o Varela Santiago no leito da filantropia, como expandiu o seu atendimento e as suas instalações físicas numa escala jamais vista. Hoje referência nacional no campo da assistência hospitalar às crianças, a instituição dirigida por Paulo Xavier Trindade continua a apresentar desafios para manter o nível de excelência nas diversas modalidades de atendimento. Sempre pronto a enfrentá-los, o médico não para de lutar para superá-los.

Assessoria de Imprensa
Ulysses Freire
Mosaique Comunicação

Uma das mais importantes figuras do universo da medicina e da própria cultura potiguar, Dr. Paulo Xavier Trindade – diretor superintendente do Hospital Infantil Varela Santiago – lança amanhã (04) um livro com a biografia da sua vida, memórias da sua infância e adolescência, e detalhes da sua trajetória acadêmica e profissional. Na manhã desta quarta-feira, o médico lançou o livro para colaboradores do hospital, no auditório da instituição.

O livro “Menino na Guarita” foi escrito pelo professor aposentado da UFRN, pesquisador da cultura potiguar e memorialista Tarcísio Gurgel tendo como apoio um trabalho de pesquisa acadêmica realizado pela jornalista Suelen Gurgel. Fartamente ilustrada com fotografias, a obra demonstra, em duzentas páginas, como se constrói uma reputação e como se passa do consultório, à atividade desafiadora de administrar um hospital filantrópico.

Tendo como ponto de partida o seu nascimento, infância e adolescência na comunidade da Guarita, em Natal, a biografia acompanha passo a passo os riscos por ele enfrentado na exposição à pobreza e a marginalidade, e todo o demorado processo de emancipação possibilitado pela Educação. Uma vida feita de desafios, a começar pela orfandade na altura dos quatro anos de idade, quando perde, sucessivamente o pai e a mãe, vítimas da tuberculose. E que vai culminar com a aceitação para evitar que o Hospital Infantil Varela Santiago viesse a desaparecer em meio a grandes crises.

Ao atingir 84 anos e em pleno exercício das atividades cotidianas no hospital, Paulo Xavier não apenas recolocou o Varela Santiago no leito da filantropia, como expandiu o seu atendimento e as suas instalações físicas numa escala jamais vista. Hoje referência nacional no campo da assistência hospitalar às crianças, a instituição dirigida por Paulo Xavier Trindade continua a apresentar desafios para manter o nível de excelência nas diversas modalidades de atendimento. Sempre pronto a enfrentá-los, o médico não para de lutar para superá-los.

O lançamento acontecerá das 16h às 19h no Iate Clube de Natal, na R. Cel. Flamínio, Santos Reis.

Fonte – Viver – Tribuna do Norte

Como era o cenário das artes plásticas em Natal nos primeiros anos do século XX, antes do modernismo surgir na cena  local?  Entre os adeptos das belas artes, artistas, salões e escolas da época, um deles se destacava: o pintor Moura Rabello (1895-1979), nome que retratou inúmeras personalidades da cidade com a maestria dos grandes retratistas. Nascido em Natal no final do século XIX, o artista ganha um olhar sobre sua obra e história graças a uma pesquisa da professora Isaura Amélia transformada em livro. “Moura Rabello: precursor da arte potiguar”, que teve lançamento nesta sexta-feira, 29 de julho.

Editado pela jornalista e fotógrafa  Angela Almeida, o livro de Isaura Amélia é uma contribuição singular à compreensão do movimento artístico e cultural nos primeiros anos do século passado. “O livro percorre a Natal artística nos primeiros 50 anos do século XX, antes da exposição coletiva de Navarro, Dorian e Ivon Rodrigues,  marco bem definido  nas nossas artes plásticas como arte moderna”, comenta.
Isaura Amélia parte de depoimentos da filha mais nova de Moura, Marlene Rabello, hoje com 90 anos e dona de uma lucidez surpreendente e de memória invejável. Também fez uma vasta pesquisa na imprensa local que já registra Moura Rabello pintando em 1913. Segundo Isaura, a Escola Elementar de Belas Artes e o Primeiro Salão de Artes Plásticas instituídos por decreto são iniciativas que atestam o vigor do movimento cultural do período.

Leia matéria completa na Tribuna do Norte
http://www.tribunadonorte.com.br/noticia/moura-rabello-ganha-livro-sobre-sua-hista-ria/540312

A MB Limpeza Urbana iniciou nesta quarta-feira (27), o serviço de coleta de lixo orgânico em contrato emergencial com a prefeitura de Bauru, São Paulo. A cidade é o terceiro município no Estado a contar com os trabalhos da empresa potiguar, que também são realizados em Guarulhos e Marília.

A expectativa é que sejam recolhidas 144 toneladas de resíduos orgânicos por dia, o que corresponde ao volume que não está sendo coletado devido à greve dos funcionários da empresa municipal responsável. O serviço será realizado de segunda a sábado, também podendo ocorrer aos domingos.

A prefeita do município, Suéllen Rosim, fez questão de divulgar nas redes sociais a saída dos caminhões da garagem da empresa.

O MEDO DE MORRER NA PANDEMIA

Novidade no mercado de livros e nas prateleiras da Livraria Nobel do Praia Shopping, “O PÔR DO SOL DA PANDEMIA…” do jornalista Casciano José Vidal, narra o seu drama pessoal e relata como ele sobreviveu ao pandemônio de informações e curou dores emocionais na quarentena da Covid-19.

O Pôr do Sol da Pandemia… é um convite para mergulhar no mais íntimo do ser humano em tempos de crise, quando o medo se estabelece, quase sempre, como sentimento principal. Um relato de temores, mas também de esperança, que nos convida a refletir sobre as oportunidades que a vida nos dá de enxergarmos tudo de um outro modo. Uma leitura que nos lembra da finitude do ser humano em SER humano, segundo a sinopse divulgada pela Editora Viseu.

Com capa assinada pela artista plástica Ariel Guerra, o livro tem 150 páginas, é classificado como Equilíbrio Pessoal e Autobiografia, mas também aborda questões de saúde, ciência, política, economia e como cuidar do espírito, da mente e do corpo.

Está à venda na Livraria Nobel, do Praia Shopping, no site www.editoraviseu.com.br e também em várias plataformas de venda de livros e e-book na internet, no Brasil, Estados Unidos e Europa, como a Amazon, Americanas, Apple, Barnes & Noble, Google, Livraria Cultura, Kogo, Magazine Luiza, Shoptime, Submarino e Wook.

O autor é jornalista profissional, acumula mais de 44 anos de experiência em várias áreas da comunicação – televisão, rádio, revista, jornal, agência de propaganda, produtora cinematográfica, instituto de pesquisa, redes sociais, mídias digitais e vendas.

Entrevistas:
Casciano José Vidal
Telefone / whatsapp 84 99990-1473