Marca Maxmeio

Notícias

Atividade do projeto UrbanoCine abordará conceitos básicos de produção cinematográfica e acessibilidade no audiovisual

Em tempos de distanciamento social, o uso dos recursos tecnológicos para fins de inclusão são uma pauta cada vez mais recorrente. Com mote na busca por uma democratização do fazer audiovisual, tanto para produtores quanto para o público consumidor, o projeto Urbanocine, iniciativa que visa transformar a realidade de jovens e adultos através do cinema, está com inscrições abertas para a Oficina de Cinema. 

A ação tem como objetivo proporcionar a jovens, com e sem deficiência visual, conceitos básicos sobre produção cinematográfica, estimulando a criatividade e a livre expressão através da linguagem audiovisual, através de exercícios práticos semanais. As atividades serão realizadas de 1 a 29 de outubro, de forma totalmente online, com aulas às segundas e quintas, das 19h às 20h30. O conteúdo contará com acompanhamento pedagógico, além dos recursos de acessibilidade comunicacional e tecnologia assistiva (audiodescrição), e abordará os seguintes eixos temáticos: Narrativas Sensoriais, Sobrevivência Cinematográfica, Construção Sonora e Acessibilidade.

As inscrições são gratuitas e estão disponíveis para jovens e adolescentes, de 16 a 21 anos, residentes de todo o Brasil. Para participar do processo de seleção, o candidato deverá informar seus dados e uma breve carta de motivação na ficha disponível neste link: http://abre.ai/oficinaurbanocine2020. O prazo vai de 02 a 23 de setembro de 2020, até às 23h59. 

Além da rica experiência de aprendizado, ao final do curso, os participantes receberão um certificado de participação e os curtas desenvolvidos irão compor a programação da Mostra Urbanocine 2020, prevista para o mês de novembro.

No total, serão selecionados 40 (quarenta) participantes. O resultado final será publicado no site urbanocine.com.br e divulgado nas mídias sociais do projeto no dia 25 de setembro.

Para mais informações, confira o regulamento completo neste link abre.ai/RegulamentoOficinaUrbanocine2020, acesse o site https://urbanocine.com.br/oficinas/ ou entre em contato através do e-mail: contatourbanocine@gmail.com.

Sobre o Urbanocine

O UrbanoCine é um projeto que visa democratizar o acesso ao cinema através de exibições de filmes em espaços públicos e realização de oficinas de audiovisual, desde 2013, desenvolvendo um trabalho especialmente voltado às regiões periféricas, contando com parceiros, além de atuar com a oferta de oficinas de audiovisual em parceria com diversas instituições, já tendo realizado em muitos bairros de Natal como Passo da Pátria, Rocas, Santos Reis, Conjunto Pirangi, Ribeira, além das oficinas de cinema acessíveis realizadas na Escola Estadual Newton Braga, no bairro do Alecrim.

Em 2020, devido ao contexto atual de isolamento social, para além dos ambientes físicos, a iniciativa continuará a ocupar os espaços públicos através do meio virtual, para dialogar sobre cinema, educação e acessibilidade comunicacional. Nesta edição, o projeto vai oferecer oficinas de cinema acessíveis a jovens e adolescentes da rede pública, com foco em estudantes com ou sem deficiência visual.

Através da utilização de recursos de acessibilidade comunicacional como a audiodescrição, o projeto acredita que é possível promover o acesso a jovens cegos e com baixa visão na fruição e realização artística – o que afeta positivamente a noção de representatividade, ampliando a dimensão da acessibilidade comunicacional e cultural.

Idealizado pela Ilha Deserta, o Projeto Urbanocine conta com o patrocínio do Governo do Estado, através da Fundação José Augusto via Lei Câmara Cascudo e da Cosern e iniciativa do Instituto.

A partir deste domingo (06), o Cajueiro de Pirangi reabrirá para o público, após suspensão das atividades devido às medidas de enfrentamento da pandemia (Covid-19). Restrições de visitantes e obrigatoriedade de máscaras estão entre os critérios estabelecidos para a retomada das atividades no local. A Portaria Conjunta Nº 020/2020, regulamentando a reabertura foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE). O Cajueiro de Pirangi, localizado a 27 km da capital potiguar, passa a contar com a chancela da Secretaria de Turismo do RN (Setur) que concede a aqueles serviços turísticos que obedecem as normas o selo Turismo + Protegido.

Um dos principais cartões-postais do Rio Grande do Norte, que possui administração do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente – Idema, passa a funcionar a partir deste domingo (06) no horário das 07h30 às 17h30, todos os dias da semana.

O protocolo foi definido dentro do Plano de Retomada do Turismo, construído por diversas entidades do trade turístico em parceria com o Sistema Fecomercio, Setur/Emprotur e Idema. Dessa forma o Rio Grande do Norte foi o primeiro estado no Brasil a receber o selo global de segurança para viagens, o Travel Safe Stamp, promovido pelo Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC) e com respaldo da Organização Mundial do Turismo.

Além da limitação da quantidade diária de pessoas que circulam no local, a administração estabeleceu outras regras para a reabertura do Cajueiro. São elas:

– Serão permitidas 200 pessoas por dia, com entrada de 25 pessoas por vez, em intervalos de 30 minutos;

– Distanciamento social de pelo menos 1,5m durante a circulação no espaço;

– Banheiros devem ser limpos com maior frequência;

– Sinalização para orientar os visitantes;

– Uso obrigatório de máscaras;

– Álcool em gel disponível em totens;

– Bebedouro interditado; entre outros.

SELO TURISMO+PROTEGIDO

O Selo do RN é uma ação voluntária que ressalta a credibilidade do Rio Grande do Norte como um destino preparado e se diferencia ao adotar uma estratégia em duas etapas. Para garantir a estampa, a empresa interessada deverá ter o Selo Turismo Responsável, do Ministério do Turismo, como precisará que um número mínimo dos seus colaboradores passem pelas capacitações oferecidas pelo SENAC ou SEBRAE, sendo o RN o único estado do país a oferecer a capacitação de forma gratuita para os profissionais do turismo.

Para mais informações sobre o selo Turismo+Protegido acesse: turismoprotegido.rn.gov.br

O presidente da Frente Parlamentar das Águas, da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, Francisco do PT visitou nesta sexta-feira (04) o reservatório de Jati, ramal do Projeto de Integração do Rio São Francisco (PISF), localizado no Estado do Ceará. Francisco, acompanhado do deputado e presidente da Frente Parlamentar das Águas do Estado da Paraíba, deputado Jeová Vieira Campos (PSB), visitou o trecho onde houve o rompimento de um dos dutos da obra.

“Hoje a Frente Parlamentar das Águas veio conferir o andamento dessa obra e buscar respostas sobre quando essa água chegará ao Rio Grande do Norte, porque a nossa maior missão é  lutar para garantir segurança hídrica para o Estado”, disse Francisco.

Os representantes das Assembleias Legislativas do RN e Paraíba foram recebidos pelo engenheiro do consórcio Magna/Themag e representante do Ministério do Desenvolvimento Regional, Alcenor de Paiva, que fez uma explanação sobre o andamento das obras nos dois estados.

“É preciso que fique claro que as investigações sobre o incidente com o duto estão em andamento e que este fato não interfere no cronograma da obra que está seguindo seu curso”, informou.

Indagado por Francisco sobre quando as águas do São Francisco chegarão ao Rio Grande do Norte, o engenheiro disse que, segundo o cronograma, isso deve ocorrer em junho de 2021. “De acordo com o cronograma, o Rio Grande do Norte passará a ser beneficiado no segundo semestre de 2021, com as águas chegando através do ramal Assu/Piranhas. Isso se tudo ocorrer como está programado”, informou.

“Essa é uma notícia que anima o povo do meu Estado visto que esse é um sonho antigo, iniciado ainda no Governo Lula e que está próximo de se concretizar”, celebrou Francisco.

Sobre a construção do ramal Apodi-Mossoró, o engenheiro informou que há um edital do processo licitatório para ser lançado nos próximos dias. “As notícias são animadoras e o engenheiro nos informou que em breve o edital para licitação de contratação da empresa que fará a obra do Canal Apodi-Mossoró será lançado, o que já é uma notícia maravilhosa”, comemorou.

Em seguida Francisco do PT seguiu para o município de São José de Piranhas, na Paraíba, onde visitou outros trechos do Projeto de Integração do Rio São Francisco (PISF).  “Uma coisa é a gente ver e ouvir falar, outra coisa é a gente conferir, ouvir do engenheiro responsável todos os detalhes da obra e as possibilidades dela. Essa é uma obra grandiosa que mudará o cenário de sofrimento que a seca desenhava em nosso Nordeste”, emocionou-se.

A Frente Parlamentar das Águas da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte é formada pelos deputados Francisco do PT, Isolda Dantas (PT), Eudiane Macedo (Republicanos), Galeno Torquato (PSD) e Souza (PSB).

Kelps e Brenno Queiroga fizeram uma Live ao meio-dia desta sexta-feira, 4 de setembro, para anunciar a conclusão da chapa do Partido Solidariedade que vai disputar a Prefeitura de Natal no dia 15 de novembro.

Kelps (advogado) será candidato a prefeito. Brenno Queiroga (engenheiro civil) será candidato a vice.

A partir do dia 27 de setembro eles vão para a rua pedir votos e apresentar um projeto totalmente novo para a cidade.

“A diferença da gente para os outros candidatos é que nós não somos indicados de nenhuma liderança política antiga ou maior que a gente. Não estamos subordinados a ninguém que não seja o interesse do natalense médio, aquele que, como nós, acorda todos os dias para produzir seu sustento”, comemora Kelps.

Assista o vídeo que foi transmitido ao vivo pelo Youtube – https://www.youtube.com/watch?v=58e8hbmWgjQ

Quem é Brenno? https://blogdowashington.com.br/quem-e-brenno-queiroga/

O Shopping Cidade Jardim, em parceria com a Federação Norte-Rio-Grandense de Futebol (FNF), estará expondo em seu hall de eventos, a Taça do campeonato potiguar, também chamado de Copa RN, que será disputada pelos dois maiores times do estado, ABC e América RN, na próxima segunda-feira. Ela ficará no mall, próximo a loja da CVC, a partir dessa sexta-feira (4) até as 20h do domingo (6). É uma oportunidade única para o torcedor que ama o futebol e quer ver de perto o troféu. Também será permitido tirar fotos.

A taça pesa aproximadamente 10kgs e é sustentada por um octógono em sua base, que carrega o nome campeão em uma espécie de espelho. O modelo tem os traços das outras edições, mas dessa vez possui a bandeira do Rio Grande do Norte. “Amamos dar aos clientes oportunidades que só encontrarão aqui no Cidade Jardim. Ver a Taça da Copa RN, ao vivo e a cores, é uma chance imperdível para os amantes do futebol potiguar”, conta Ronaldo Fernandes, consultor de negócios do shopping.

SERVIÇO
O quê: Exposição da Taça da Copa RN
Onde: Hall de eventos do Shopping Cidade Jardim
Quando: 4 a 6 de setembro

A Comissão de Acompanhamento e Fiscalização das Ações Governamentais para enfrentamento e combate à COVID-19, da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, recebeu, na reunião desta segunda-feira (31), por Sistema de Deliberação Remota (SDR), o empresário Habib Chalita, que falou do impacto da pandemia nas relações empresariais, especialmente no setor turístico do estado.

De acordo com o empresário, logo no início, quando a pandemia se alastrou pelo RN, os estabelecimentos do setor de alimentação e hospedagem foram imediatamente fechados e passaram por momentos totalmente parados, por consequência da situação do isolamento, “que foi, sem dúvida, fundamental no princípio da pandemia”, disse.

“Os números do impacto desse fechamento começaram a aparecer. Hoje devemos ter cerca de 40 mil desempregados, que envolvem o setor de alimentação e hospedagem. A grande dificuldade que temos é, ainda, a situação referente a linhas de créditos para que o pequeno e micro empreendedor possam reabrir os seus negócios. Por isso, é importante que o estado colabore”, explicou o convidado. Ele enfatizou a necessidade de que os empreendimentos trabalhem com segurança, com sanitização e cumprindo os protocolos.

O deputado Francisco do PT (PT) destacou que não é uma situação fácil para ninguém, nem para governo, muito menos para a iniciativa privada. “Ao ouvir sua fala, percebo que você aborda toda a preocupação dos impactos que teve o setor, mas ao mesmo tempo você tem uma visão de preocupação com a vida das pessoas, porque sem vida não há economia”, falou a parlamentar, que, em seguida, indagou o convidado a respeito de se está havendo diálogo do setor com os governos estadual e federal, nesse momento, e que contemple soluções para o durante e o pós-pandemia.

Habib Chalita respondeu ao deputado Francisco do PT (PT) que foi aberto um grupo de trabalho entre o governo estadual e o setor produtivo de imediato, quando começou a situação pandemia. “Participamos e passamos diretamente para o governo estadual quais eram os gargalos e as dificuldades que estávamos enfrentando. Com relação ao governo federal, houve decretos e medidas financeiras, mas também existiram gargalos para se ter acesso a essas linhas de crédito. Com o passar do tempo, essas questões foram sendo facilitadas”, justificou.

“Hoje, o setor de turismo terá a recuperação mais lenta de todas, sobretudo porque precisamos fazer com que a malha aérea do RN possa funcionar. O importante é que possamos dar as mãos, para que possamos superar esses obstáculos”, complementou o empresário.

O deputado estadual Getulio Rêgo (DEM) questionou o empresário Habib Chalita se haveria alguma pauta específica, a nível local, do ponto de vista de tributos, agência do fomento, para formular ao governo do estado nesse momento.

O convidado informou que está havendo o acesso de créditos aos pequenos e micros empreendedores, mas alguns não conseguem ainda porque precisam se regularizar para concluir cadastro, já que são, geralmente, trabalhadores informais. “Eu ainda estou aguardando um retorno com relação à situação desses cadastros”, falou.

O deputado Tomba Farias (PSDB) lembrou que o turismo e a cultura foram os setores mais atingidos com essa pandemia. E opinou que acredita que o governo federal, desse ponto de vista, está fazendo a parte dele de ajudar a esses setores. E, então, perguntou ao empresário se ele poderia mensurar um montante de recursos que seriam necessários para recuperação do setor turístico no Rio Grande do Norte. Habib Chalita respondeu que a previsão é que em outubro se possa ter um número exato do impacto da pandemia no setor.

O parlamentar que preside a Comissão do coronavírus, Kelps Lima (SDD), por sua vez, chamou atenção para a falta de inovação dos empreendedores para se adaptarem aos novos tempos. “Acredito que as relações sociais, de consumo e empresariais já sofreram transformações profundas e que muitas não voltarão ao estado anterior. Uma das minhas preocupações é que vejo muita gente olhando para o passado e não olhando para o futuro, sem fazer, portanto, leituras modernas dos processos. Eu sinto falta de criatividade. Uma das medidas nesse instante, por exemplo, seria o governo do estado investir a verba da comunicação na reativação da economia do RN, na ativação do turismo regional. Se o turista de São Paulo não vem ao Rio Grande do Norte, o turista de Santana do Matos pode vir a Natal. O turismo interno é o mais seguro”, falou.

Com relação à verba da comunicação do governo do estado, Habib Chalita informou que foi feito um levantamento de que o turista que vai vir para o RN, no período imediato pós-pandemia, não virá de avião, mas de carro. “Solicitamos ao governo estadual que fizesse uma mídia voltada para os entornos, para os Estados vizinhos, para que possam vir para cá. Nós sabemos que essas cidades estão à procura de fazer turismo. O RN conseguiu tirar o selo de turismo seguro, então até o final de 2020 é fazer uma divulgação nesse sentido. O setor privado está se responsabilizando por toda a sanitização nesse momento”, concluiu.

O deputado Kelps Lima (SDD) informou que fará um requerimento nesse sentido, para direcionar a verba de comunicação do estado para o setor turístico.  

A Convenção do Partido Solidariedade de Natal para as eleições 2020 aconteceu nesta segunda-feira, 31 de agosto, na sede do Partido, no Tirol Office, na Avenida Afonso Pena, 1206, no Tirol, com o uso de videoconferência através do aplicativo Zoom.

Os pré-candidatos participavam da convecção através do vídeo e cada um deles tinha um tempo para falar caso quisessem.

Kelps está formalmente indicado como o candidato do Solidariedade a Prefeito de Natal.

Junto com Kelps, 44 candidatos (14 mulheres e 30 homens) também foram confirmados como candidatos a vereador de Natal.

A Convenção começou às 9h e durou até às 12h, com videoconferência disponível aos filiados, o que evitou aglomeração.

Os pré-candidatos e os dirigentes da agremiação se alternaram na ida ao prédio para assinarem a ata.

Veja imagens do evento – https://www.youtube.com/watch?v=7wiR8gPyglc

O partido vai divulgar todos os nomes dos candidatos através das redes sociais.

Instagram – https://www.instagram.com/partidosolidariedadenatal/

A Comissão de Acompanhamento e Fiscalização das Ações Governamentais para enfrentamento e combate à COVID-19, da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, recebeu, na reunião desta segunda-feira (31), por Sistema de Deliberação Remota (SDR), o empresário Habib Chalita, que falou do impacto da pandemia nas relações empresariais, especialmente no setor turístico do estado.

De acordo com o empresário, logo no início, quando a pandemia se alastrou pelo RN, os estabelecimentos do setor de alimentação e hospedagem foram imediatamente fechados e passaram por momentos totalmente parados, por consequência da situação do isolamento, “que foi, sem dúvida, fundamental no princípio da pandemia”, disse.

“Os números do impacto desse fechamento começaram a aparecer. Hoje devemos ter cerca de 40 mil desempregados, que envolvem o setor de alimentação e hospedagem. A grande dificuldade que temos é, ainda, a situação referente a linhas de créditos para que o pequeno e micro empreendedor possam reabrir os seus negócios. Por isso, é importante que o estado colabore”, explicou o convidado. Ele enfatizou a necessidade de que os empreendimentos trabalhem com segurança, com sanitização e cumprindo os protocolos.

O deputado Francisco do PT (PT) destacou que não é uma situação fácil para ninguém, nem para governo, muito menos para a iniciativa privada. “Ao ouvir sua fala, percebo que você aborda toda a preocupação dos impactos que teve o setor, mas ao mesmo tempo você tem uma visão de preocupação com a vida das pessoas, porque sem vida não há economia”, falou a parlamentar, que, em seguida, indagou o convidado a respeito de se está havendo diálogo do setor com os governos estadual e federal, nesse momento, e que contemple soluções para o durante e o pós-pandemia.

Habib Chalita respondeu ao deputado Francisco do PT (PT) que foi aberto um grupo de trabalho entre o governo estadual e o setor produtivo de imediato, quando começou a situação pandemia. “Participamos e passamos diretamente para o governo estadual quais eram os gargalos e as dificuldades que estávamos enfrentando. Com relação ao governo federal, houve decretos e medidas financeiras, mas também existiram gargalos para se ter acesso a essas linhas de crédito. Com o passar do tempo, essas questões foram sendo facilitadas”, justificou.

“Hoje, o setor de turismo terá a recuperação mais lenta de todas, sobretudo porque precisamos fazer com que a malha aérea do RN possa funcionar. O importante é que possamos dar as mãos, para que possamos superar esses obstáculos”, complementou o empresário.

O deputado estadual Getulio Rêgo (DEM) questionou o empresário Habib Chalita se haveria alguma pauta específica, a nível local, do ponto de vista de tributos, agência do fomento, para formular ao governo do estado nesse momento.

O convidado informou que está havendo o acesso de créditos aos pequenos e micros empreendedores, mas alguns não conseguem ainda porque precisam se regularizar para concluir cadastro, já que são, geralmente, trabalhadores informais. “Eu ainda estou aguardando um retorno com relação à situação desses cadastros”, falou.

O deputado Tomba Farias (PSDB) lembrou que o turismo e a cultura foram os setores mais atingidos com essa pandemia. E opinou que acredita que o governo federal, desse ponto de vista, está fazendo a parte dele de ajudar a esses setores. E, então, perguntou ao empresário se ele poderia mensurar um montante de recursos que seriam necessários para recuperação do setor turístico no Rio Grande do Norte. Habib Chalita respondeu que a previsão é que em outubro se possa ter um número exato do impacto da pandemia no setor.

O parlamentar que preside a Comissão do coronavírus, Kelps Lima (SDD), por sua vez, chamou atenção para a falta de inovação dos empreendedores para se adaptarem aos novos tempos. “Acredito que as relações sociais, de consumo e empresariais já sofreram transformações profundas e que muitas não voltarão ao estado anterior. Uma das minhas preocupações é que vejo muita gente olhando para o passado e não olhando para o futuro, sem fazer, portanto, leituras modernas dos processos. Eu sinto falta de criatividade. Uma das medidas nesse instante, por exemplo, seria o governo do estado investir a verba da comunicação na reativação da economia do RN, na ativação do turismo regional. Se o turista de São Paulo não vem ao Rio Grande do Norte, o turista de Santana do Matos pode vir a Natal. O turismo interno é o mais seguro”, falou.

Com relação à verba da comunicação do governo do estado, Habib Chalita informou que foi feito um levantamento de que o turista que vai vir para o RN, no período imediato pós-pandemia, não virá de avião, mas de carro. “Solicitamos ao governo estadual que fizesse uma mídia voltada para os entornos, para os Estados vizinhos, para que possam vir para cá. Nós sabemos que essas cidades estão à procura de fazer turismo. O RN conseguiu tirar o selo de turismo seguro, então até o final de 2020 é fazer uma divulgação nesse sentido. O setor privado está se responsabilizando por toda a sanitização nesse momento”, concluiu.

O deputado Kelps Lima (SDD) informou que fará um requerimento nesse sentido, para direcionar a verba de comunicação do estado para o setor turístico.  

Cafeterias do Natal Shopping se adaptaram para receber os clientes com protocolos rigorosos de higienização e distanciamento social

Se tem uma coisa que é motivo de saudades para milhões de brasileiros e brasileiras é aquele encontro no fim de tarde para apreciar um bom cafézinho. A pandemia modificou hábitos entre consumidores em todo país, mas essa bebida tão presente na nossa rotina continuou sendo companheira no isolamento social. Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Café (ABIC), houve um aumento de 35% no consumo na pandemia.

Com a recente retomada dos serviços de cafés em Natal, os empreendimentos estão tendo que se reinventar para atender aos clientes com segurança, conforto e qualidade. A ABIC revela que esse consumo de café fora de casa representava, antes da pandemia, 34% do total da produção nacional. O medo da exposição e contaminação tem feito com que as pessoas ainda estejam receosas com esse retorno, mas empresários do segmento no Natal Shopping explicam que toda a estrutura de seus cafés foi adaptada e a desinfecção vem sendo efetuada regularmente para garantir a segurança necessária na hora do cafézinho.

“O ambiente de shopping é muito seguro por todas as recomendações e cuidados que estão sendo tomados, tanto por nós, lojistas, quanto pela administração. É um ambiente controlado que atende a todos os protocolos exigidos. Além disso, há na nossa equipe uma nutricionista que cuida da qualidade e desinfecção dos alimentos. E seguimos com rigor na higienização com álcool dos materiais coletivos, que já era realizada mesmo antes da pandemia”, explica o diretor do Café São Braz Natal Shopping, Rodrigo Coutinho.

Tárik Puggina, proprietário da franquia do Havanna Café destaca a preparação da estrutura e do atendimento para esse novo momento: “nossas mesas estão separadas com a distância segura entre elas, assim como recomendado. As atendentes usam máscaras de tecido e acrílico, além de aventais e luvas. Também instalamos proteção de acrílico no caixa e disponibilizamos álcool em gel para os clientes”, explica.

De acordo com ele, a limpeza que já era rigorosa, foi reforçada. “As mesas, cadeiras e cardápios são higienizados constantemente. Outra medida que tomamos foi a criação de um QR Code que possibilita o uso virtual do nosso cardápio. Também facilitamos as formas de pagamento, que pode ser realizado por aproximação ou pela maquininha, que passa por desinfecção sempre depois do uso de cada cliente”, completa Tárik.

Todo o ambiente do shopping é atendido com protocolos preventivos e tecnologias especializadas para reforçar a sanitização do equipamento. Equipamentos e produtos de higiene regularizados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) são utilizados a cada três horas em todo o empreendimento, principalmente nas áreas muito tocadas, como corrimãos, botões de elevadores, balcões e mesas, além dos banheiros, praças de alimentação e máquinas de autoatendimento. 

Funcionamento

De acordo com Decreto Municipal, o Natal Shopping opera em horário reduzido, todos os dias das 11h às 21h, com limitação de 50% da capacidade de ocupação. Ao acessar o shopping, lojistas, colaboradores, fornecedores e também clientes devem usar máscaras e têm suas temperaturas corporais aferidas por um termômetro digital infravermelho. Todos aqueles que registrarem mais de 37,8ºC seguirão os protocolos da Organização Mundial da Saúde (OMS) e não poderão acessar o complexo de lojas. 

Durante patrulhamento de rotina, a Polícia Militar flagrou os dois suspeitos queimando os cabos de cobre. 

Natal, 27 de agosto de 2020 

Equipes da Polícia Militar faziam ronda de rotina quando identificaram dois suspeitos realizando a queima dos cabos num horto em Dix Sept Rosado, zona Oeste de Natal, na manhã desta quinta-feira (27).  

Os suspeitos foram presos em flagrante pela Polícia Militar e conduzidos para a Central de Flagrantes da Zona Sul. A equipe técnica da Cosern foi acionada para fazer o reconhecimento do material e parte dele foi recolhido para análise pela Polícia, mediante boletins de ocorrência abertos pela Cosern no último mês. 

A população pode denunciar a prática criminosa de furto dos cabos e transformadores da rede elétrica da concessionária, de forma anônima e segura, no telefone 116 ou no site da Cosern. 

Fotos: Cosern/Divulgação 

Sobre a Cosern 

Detentora da melhor pontuação no ranking entre as empresas com mais de 400 mil clientes do Nordeste no Prêmio Aneel de Qualidade e premiada em 2018 e 2019 como a Melhor Ouvidoria do país, a Companhia Energética do Rio Grande do Norte (Cosern), empresa da Neoenergia, está presente nos 167 municípios potiguares, detém uma área de concessão de 53 mil quilômetros quadrados e atende 1,4 milhão de clientes (3,5 milhões de habitantes). 

Em caso de falta de energia, a Cosern orienta: 

  • Enviar um Whatsapp para o número (84) 3215-6001. 
  • Enviar um SMS para 28116, informando apenas o número da sua conta contrato. Para facilitar, salve-a no bloco de notas do seu smartphone; ou 
  • Telefonar para o 116. 

DICAS DE SEGURANÇA COSERN 

Não faça ligações clandestinas de energia elétrica. Além de crime, o “gato” coloca em risco a vida de quem faz e de quem está próximo. Denuncie a irregularidade de forma anônima no telefone 116 da Cosern.