Marca Maxmeio

Notícias

A Justiça Eleitoral está realizando a campanha #Até4deMaio, que chama a atenção da população sobre o prazo final para tirar, transferir e regularizar o título de eleitor a tempo de votar nas Eleições 2022. O objetivo principal da campanha é estimular e lembrar a juventude sobre a importância de emitir o título de eleitor até o dia 4 de maio. As peças também explicam às pessoas que já possuem o documento como acessar o Autoatendimento do Eleitor, que auxilia na regularização do título, garantindo às cidadãs e aos cidadãos a participação nas Eleições 2022.

A data é estipulada pela Lei das Eleições (Lei nº 9.504/97 – artigo 91), que prevê o fechamento do Cadastro Eleitoral 150 dias antes de cada pleito. Durante esse período, o cidadão poderá resolver pendências como transferência de domicílio eleitoral ou outras decorrentes de ausência ou justificativa nas três últimas eleições.

Portanto, para evitar contratempos, é importante não deixar para o fim do prazo (pois nos últimos dias, é alta a procura pelo serviço) para quitar eventuais débitos e poder exercer o direito de participar da escolha dos próximos deputados estaduais, deputados federais, governadores, senadores e presidente da República. A votação em primeiro turno ocorrerá no dia 2 de outubro, e o segundo turno, se houver, em 30 de outubro.

Como regularizar?

No site do TRE-RN há um destaque principal que leva até a página do Autoatendimento do Eleitor. Lá o internauta acessa o sistema Título Net, preenche o formulário com suas informações e anexa os documentos solicitados. Após o preenchimento, é gerado protocolo para acompanhamento. Na sequência, os dados são enviados imediatamente para a Zona Eleitoral correspondente e, caso estejam todos corretos, após verificação pela equipe do cartório, as informações são encaminhadas para o Tribunal Superior Eleitoral para validação. Vale lembrar que quem possui débito com a Justiça Eleitoral deve quitar a dívida antes de iniciar o requerimento.

Havendo necessidade de ajustes nos dados, o cartório eleitoral entrará em contato por e-mail ou WhatsApp para a complementação. Por isso, o TRE-RN reforça a importância do preenchimento correto das informações solicitadas no requerimento para agilizar o atendimento.

Na página do Autoatendimento do Eleitor também é possível acompanhar o andamento da solicitação, imprimir o título de eleitor, consultar a existência de multa eleitoral, emitir certidões e muito mais. Se precisar de mais orientações, o eleitor pode entrar em contato com a sua Zona Eleitoral. Neste link é possível acessar contatos e endereços dos Cartórios Eleitorais do RN: https://www.tre-rn.jus.br/o-tre/zonas-eleitorais/enderecos-eletronicos.

Penalidades

As pessoas com mais de 18 anos que ainda não têm o título eleitoral estão sujeitas a uma série de restrições legais. Isso acontece porque manter o documento regularizado é pré-requisito para outras ações, tais como obter passaporte ou carteira de identidade e receber vencimentos, remuneração, salário ou proventos de função ou emprego público, autárquico ou paraestatal.

Vale lembrar ainda que os jovens que passam no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e não possuem título de eleitor podem ficar impedidos de finalizar a matrícula por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). O título é um dos documentos indispensáveis para se matricular na universidade escolhida.

Biometria

É importante lembrar que a coleta da biometria está suspensa, conforme estabelecido na Resolução nº 23.615/2020 e confirmado pela Resolução TSE nº 23.667/2021. Portanto, quem está com o título em dia e quer apenas cadastrar a biometria não precisa buscar atendimento por enquanto. Essas pessoas poderão votar normalmente nas Eleições 2022.

Assessoria de Comunicação Social e Cerimonial Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte

Construída em 1863 e elevada recentemente à condição de primeira basílica do Rio Grande do Norte igreja de Nossa Senhora da Guia é símbolo da devoção de fé dos seridoenses

A governadora Fátima Bezerra sancionou nesta segunda-feira (11) a lei 11.079/2022, que reconhece como Patrimônio Cultural, Histórico e Religioso do Estado do Rio Grande do Norte, a Basílica Menor de Nossa Senhora da Guia, em Acari. Trata-se do reconhecimento da igreja, construída em 1863 como um dos principais templos do RN, dada sua importância histórica, artística e arquitetônica.

O ato foi realizado no Centro Pastoral com a presença do prefeito Fernando Antônio Bezerra, dos nove vereadores da cidade, lideranças políticas da região e da senadora Zenaide Maia, que é seridoense.

“Iniciativas como essas têm, acima de tudo, caráter simbólico, mas muito representativo, de estimular a autoestima, motivar e fortalecer a religiosidade do nosso povo, ao mesmo tempo em que fomenta o turismo religioso, que se traduz em renda para o município e melhor qualidade de vida da população”, destacou a governadora Fátima Bezerra. Ela disse que a Festa de Nossa Senhora de Guia sempre teve um significado especial em sua vida “porque Nossa Senhora da Guia também é a padroeira de minha cidade natal”, Nova Palmeira/PB. “O mundo está precisando de compaixão, de zelo, de respeito ao próximo”, refletiu a governadora.

Na solenidade, Fátima anunciou que o governo irá fazer a reforma do prédio da Escola Estadual Tomaz de Araújo, onde futuramente será instalada a Casa da Cultura de Acari, e antecipou uma informação há muito esperada pelos potiguares:  o reconhecimento do Geoparque Seridó como território de relevância geológica internacional, passando a fazer parte oficialmente do Programa Internacional de Geociências e Geoparques da UNESCO.

Em nome da Paróquia, o padre Emanuel Medeiros elogiou a iniciativa de reconhecer a basílica como patrimônio do Estado. “Nos orgulhamos de ver esse reconhecimento do governo do Estado, de perceber que aquilo que o Papa Francisco defende – a humanidade como algo que deve ser buscado como um ponto de convergência nosso para com o nosso Deus – também está sendo reconhecido pelas autoridades. Nossa alegria em poder acolher, receber em nossa casa, a governadora, as autoridades de nosso estado, da região e do município, para esse momento tão significativo.”

Representando a Assembleia Legislativa, o deputado Francisco Medeiros, autor do projeto de lei aprovado por unanimidade no final de março, disse que esse é um motivo de orgulho de todos os acarienses. “É um templo belíssimo, que agora passa a ser patrimônio do RN.  O fato de a Igreja Matriz ter sido transformada em Basílica Menor é também um reconhecimento da importância da tradição da Festa de Nossa Senhora da Guia de Acari.” Tradicionalmente, a festa da padroeira é realizada de 5 a 15 de agosto e atrai milhares de devotos locais e visitantes.

O prefeito Fernando Bezerra destacou o momento especial que vive Acari, saudou a governadora e destacou a importância da Basílica para o Seridó. O município comemora nesta segunda-feira, 189 anos de emancipação política.

Para o presidente da Fundação José Augusto, Crispino Neto, o reconhecimento se reveste de grande importância histórica e cultural, com repercussão na área do turismo cultural. “Daqui pra frente é cuidar, cada vez mais, para manter as características originais desse patrimônio importante do Rio Grande do Norte.”

Basílica

Em março do ano passado, a então Igreja Matriz de Nossa da Guia foi elevada à condição de Basílica Menor, primeira do Rio Grande do Norte, conforme decreto emitido pelo Papa Francisco, em razão da história e da arquitetura da igreja. Foi nela que o cardeal Eugênio de Araújo Sales (1920-2012) recebeu o Sacramento do Batismo, 100 anos atrás. As basílicas são igrejas dotadas de especial importância para a vida litúrgica e pastoral de uma Diocese e, por isso, tem particular vínculo com o Vaticano.

Acariense, há mais de 20 anos residente em Roma, onde atua no cerimonial da Basílica de São Pedro, Monsenhor Flávio José de Medeiros Filho, cônego da Papal Basílica de São Pedro do Vaticano, enviou mensagem à governadora, ao deputado autor do projeto de lei, ao prefeito, ao presidente da Câmara Municipal e ao pároco da cidade, manifestando “imensa alegria por tamanha e benemérita homenagem.” Ao reconhecer a Basílica como

Patrimônio Cultural, Histórico e Religioso do Estado – ressalta ele – o RN não presta homenagem apenas aos acarienses, seridoenses e norte-rio-grandenses, “mas à pessoa do Sumo Pontífice, o Papa Francisco, e da Sé de Pedro que preside a catolicidade da Igreja de Cristo.”

Íntegra da mensagem de Monsenhor Flávio José de Medeiros Filho

Reverendíssimo Pe. Emanuel Araújo de Medeiros, Pároco de Acari e Reitor da Basílica Menor de N.S. da Guia

Excelentíssima Sra. Governadora Fatima Bezerra

Exmo. Sr.  Deputado Francisco de Assis Medeiros,

Exmo. Sr. Prefeito Fernando Antônio Bezerra, Prefeito Municipal

Exmo. Presidente da Câmara de Vereadores José Rivaldo,

Na circunstância histórica de outorgação da Lei estadual por meio da qual nossa amada Basílica de Nossa Senhora da Guia de Acari torna-se patrimônio cultural, histórico e religioso do RN, venho manifestar a minha imensa alegria por tamanha e benemérita homenagem não somente destinada aos acarienses, seridoenses e norte-rio-grandenses, mas à pessoa do Sumo Pontífice, o Papa Francisco e da Sé de Pedro que preside a catolicidade da Igreja de Cristo.

De fato, a razão de ser de uma Basílica Menor se traduz em dois significados: primeiro, a primazia da beleza da sagrada Liturgia da qual emana o encontro de Deus celebrado solenemente pelo seu povo peregrino neste mundo; segundo, a união muito profunda significada pelo Templo entre o Papa e a comunidade orante que se reúne em seu interior. Assim, homenagear uma Basílica Menor significa necessariamente homenagear a pessoa do Papa, a quem Ela representa.

A Basílica de Nossa Senhora da Guia significa para a vida dos acarienses um chamamento ao eterno, às realidades que não passam e à memória das gerações e gerações dos nossos venerados antepassados que nos transmitiram a fé e a devoção a Nossa Senhora da Guia.

Entre eles desejaria destacar a intrepidez e a perseverança do Pe. Tomaz de Araújo, de quem descendo por duas vezes, que junto à sua comunidade construiu esta que é uma fortaleza sagrada da comunhão do nosso povo peregrino rumo à Jerusalém celeste.

Enaltecemos também a memória inolvidável do Eminentíssimo Senhor Dom Eugênio de Araújo Cardeal Sales, filho de Acari, razão do júbilo que sentimos quando, no ano passado, em força da comemoração do centenário do seu nascimento, o Santo Padre Francisco dignou-se elevar a Matriz de Acari de todos nós na dignidade pontifícia de Basílica.

A Lei sancionada torna-se, portanto, ulterior fonte de alegria e de festa, pois o Templo físico é festejado, mas este templo é somente imagem daquilo que somos nós, edifício de Deus e morada do Espírito Santo.

Do fundo de nossos corações mais uma vez derrama-se o fervor da felicidade por mais uma condecoração em prol da nossa amadíssima Matriz.

Cordiais saudações a todas as autoridades constituídas ou representadas, aos meus amados familiares e conterrâneos.

Concluo com a seguinte frase, repetida à minha pessoa por mais de uma vez, frase saída do coração sacerdotal e seridoense de Dom Eugênio de Araújo Sales: “Experimento sempre uma grande emoção ao entrar em Acari e ver o despontar das torres da Matriz de Nossa Senhora da Guia”.

Cidade do Vaticano 11 de abril de 2022

Mons Flavio Jose de Medeiros Filho

Cônego da Papal Basílica de São Pedro do Vaticano

Também participaram da solenidade os prefeitos de Jardim do Seridó, Amazan; de Cruzeta, Joaquim de Medeirinho; de São Vicente, Jane Soares de Medeiros; vice-prefeito de Acari, José Ari; presidente da Adese, Assis; ex-prefeito Isaias Cabral; secretários municipais; paroquianos de Nossa Senhora da Guia.

E mais: secretário do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, João Maria Cavalcanti; diretor geral da FJA, Crispiniano Neto; diretor geral da Emater, César Oliveira; secretário adjunto da Agricultura, Marcelo Júnior; secretário Estadual de Comunicação, Daniel Cabral; Diretor Geral do Idiarn, Mário Manso; assessora do GAC, Guia Dantas; representante da 9ª Direc – Agnaldo Brito.



Assecom-RN

 
A criançada vai poder se divertir e abusar da criatividade na programação para celebrar a Páscoa, que está sendo preparada pelo Shopping Cidade Verde, em Nova Parnamirim. Neste domingo, dia 10 de abril, vai ter oficina de pintura de máscaras de coelho, recreação e caça aos ovos. 
 
O evento começa a partir das 16h30, no mall do shopping, com entrada gratuita. As crianças vão poder participar de quatro oficinas de customização de máscaras de coelho, com pinturas e colagens. Para participar, os pais devem fazer a inscrição no link disponível na bio do Instagram do Shopping Cidade Verde (@shoppingcidadeverde). As inscrições para as oficinas são limitadas. 
 
Os pequenos que forem ao shopping no dia, ainda vão poder interagir com o coelho mascote e assistir à apresentação da turma do circo dos palhaços Bisteca e Bochechinha. No fim, a criançada vai poder participar da caça aos ovos. Vários ovos de Páscoa serão escondidos em diferentes locais do shopping e quem conseguir achar o maior número será presenteado com um kit da Cacau Show. A programação conta ainda com a parceria da Lets Play e Pirilampo. 
 
Shopping Cidade Verde
 
O Shopping Cidade Verde reúne diversos tipos de serviços e produtos em um único local e para toda a família. O espaço conta com uma ampla área coberta com ventilação natural, segurança, estacionamento gratuito e está bem próximo de Ponta Negra e Nova Parnamirim, na Avenida Ayrton Senna, o que garante uma excelente alternativa de lazer e convivência para o público da zona sul.
 
O shopping oferece lojas e serviços variados, como restaurantes, cafés, bistrô, sorveteria, móveis, decoração, revestimentos, ótica, bem-estar, farmácia, perfumaria, padaria, além de serviços de saúde, bancários, espaço kids e de entretenimento para pets. O horário de funcionamento é de segunda a sábado, das 09h às 20h e domingos e feriados, das 15h às 20h.

As inscrições para o preenchimento de vagas remanescentes em cursos Cursos Técnicos de Nível Médio na Forma Subsequente; Técnico de Nível Médio na forma integrada – Educação de Jovens e Adultos; e Curso Superior de Pós-Graduação Lato Sensu, em nível de Especialização ofertados pelo Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) vão até a próxima segunda-feira (11).

Segundo os editais da Pró-Reitoria de Ensino (Proen) do Instituto, o número de vagas chega a 727. As oportunidades são ofertadas pelos campi Apodi; Canguaretama; Ipanguaçu; João Câmara; Lajes; Macau; Mossoró; Natal-Central; Natal-Cidade Alta; Natal-Zona Norte; Nova Cruz; Parnamirim; Santa Cruz; e São Paulo do Potengi.

São 535 vagas para Cursos Técnicos Subsequentes; 146 para Cursos Técnicos Integrados ProEJA; e 46 para cursos de Especialização.

Seleção

Os três editais terão seleção por sorteio e seguirão o mesmo cronograma de execução, com as inscrições, online, até as 23h59min do dia 11 de abril de 2022. Para se cadastrar no Portal do Candidato é necessário possuir conta de e-mail ativa. A conta de e-mail é imprescindível para ativação do cadastro e para o resgate de senha de acesso.

O Sistema Gestor de Concursos (SGC) do IFRN realiza integralmente o procedimento de sorteio eletrônico, sendo considerados aprovados os primeiros nomes sorteados para as vagas ofertadas por Campus/curso/turno. Demais candidatas e candidatos poderão vir a ocupar possíveis vagas remanescentes à chamada inicial, com validade apenas para o semestre em referência.

Acesse:

Edital nº 11 — Processo seletivo para os Cursos Técnicos Subsequentes com entrada em 2022.1

Edital nº 12 — Processo seletivo para Cursos Técnicos de Nível Médio na forma integrada – Educação de Jovens e Adultos (ProEJA)

Edital nº 13 — Processo seletivo para Cursos de Especialização

Inscrições

A Marinha do Brasil informa que estão abertas, até 27 de abril, as inscrições para as 25 vagas do Concurso Público de Admissão ao Curso de Formação de Sargentos Músicos do Corpo de Fuzileiros Navais, em 2023.

As vagas estão abertas a brasileiros, de ambos os sexos, com 18 anos completos e menos de 25 anos de idade, no dia 30 de junho de 2023. Os candidatos devem possuir ensino médio ou curso equivalente completo, entre outros requisitos.

As inscrições podem ser realizadas pelo site www.marinha.mil.br/cgcfn, no menu “Concursos para o CFN”, ou presencialmente, nos endereços listados no Edital.

A primeira etapa do processo seletivo consiste em um Exame de Escolaridade, constituído de Prova Específica de Música e uma Prova de Expressão Escrita, a ser realizada em data a ser definida. Posteriormente, os candidatos aprovados e classificados no Exame de Escolaridade serão convocados para a realização da Prova Prática de Música e demais etapas do processo seletivo.

O Curso de Formação terá a duração de, aproximadamente, 18 semanas e será realizado no Centro de Instrução Almirante Sylvio de Camargo, no Rio de Janeiro. Durante o período, além de serem proporcionados alimentação, uniforme e assistência médico-odontológica, psicológica, social e religiosa, a Praça Especial perceberá remuneração atinente à sua graduação, conforme previsto em Legislação.

Fonte: Tribuna do Norte

O Plano Diretor de Natal ganhou um livro nesta segunda-feira (04). A obra intitulada “O novo Plano diretor de Natal – O renascimento da cidade” tem o objetivo de contribuir para mudanças de paradigmas e apontar o rumo da aplicação dos instrumentos do Plano Diretor da capital e o próprio destino da Cidade. O autor é o advogado e especialista em Direito Imobiliário, Mário Pegado. O e-book teve lançamento no Restaurante Nau Frutos do Mar.

Mário Pegado foi o relator do Projeto de Lei do Novo Plano Diretor e no livro ele apresenta de forma clara e objetiva dos termos importantes da lei.  A leitura de “O Novo Plano Diretor de Natal: O Renascimento da Cidade!” é direcionada para várias categorias de profissionais, desde arquitetos, urbanistas, engenheiros, corretores, entre outros segmentos.
O advogado Mário Pegado é integrante do Conselho Municipal de Meio Ambiente e Planejamento do Município de Natal e representou de forma técnica, imparcial e extremamente producente a OAB na revisão do Plano Diretor. Estudioso e pesquisador do Direito Imobiliário, Urbanístico e Ambiental, o autor disponibiliza em sua obra informações que vão além da simples interpretação de regras e princípios, aplicando no urbanismo e seus segmentos a valiosa e objetiva contribuição do direito.
O LivroEm seu livro, o autor deixa claro que a definição de espaços verdes como as Zonas de Proteção Ambiental e o cuidado com os aspectos sociais como as Áreas de Especiais de Interesse Social, no Plano Diretor de Natal é equilibrado com o parcelamento do solo, o uso e ocupação para as atividades econômicas indispensáveis como a turística, comercial e construção civil.
Por quase 5 anos o Plano Diretor de Natal esteve mergulhado em inúmeras discussões. Depois da intervenção do Ministério Público e da suspensão pela Justiça, o documento voltou a Conferência Final e depois a tramitar na Câmara Municipal de Natal e foi recentemente sancionado. Um processo complexo que se deu, em boa parte, no contexto de Pandemia global da Covid-19.
A publicação desta obra oportuna, “O Novo Plano Diretor de Natal: O Renascimento da Cidade!”, aborda os 15 anos do início da vigência do último Plano Diretor, ressaltando que o Plano Diretor é um importante instrumento jurídico que trata das regras de ocupação dos espaços urbanos, permitindo, a depender das áreas, um maior ou menor volume de construção, o limite da altura dos prédios, a proteção ambiental e paisagística, as definições das áreas sociais, dentre diversas outras prescrições.

0.90.142

Chuvas com bons volumes foram registrados durante toda semana.

Mês de março já supera em 60% o volume médio esperado

A previsão para o final de semana é chuvas em todas as regiões do Rio Grande do Norte. As previsões do Sistema de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn) apontam para sábado (26), com céu nublado com trovoadas nas regiões do Litoral e do Vale do Açu. Demais regiões, com céu parcialmente nublados. Para o domingo (27), céu nublado com chuvas em todas as regiões.

O sistema registrou a ocorrência de chuvas em 117 postos de monitoramento nesta sexta-feira (25), com acumulados que superaram 20 milímetros (mm). Os maiores volumes publicados no primeiro boletim pluviométrico da Emparn, referente ao período das 07h15 de ontem (24) até o mesmo horário de hoje, registrou pro região os seguintes acumulados: Central- Fernando Pedrosa, 51.8mm; Agreste- Jundiá, 37.2mm; Agreste- Maxaranguape, 35.2mm e Oeste- Luis Gomes, 21.8mm.

Prognóstico

O prognóstico anunciado na Reunião de Análise Climática para o Semiárido do Nordeste Brasileiro- etapa Rio Grande do Norte, ocorrida em fevereiro, segue se confirmando com bons volumes e distribuição territorial da chuva no estado. O mês de março, até a data de hoje (25), já supera em 60% o volume médio esperado para o período.

A previsão, por regiões, o volume médio de chuvas para os meses de março a maio é de 479,2 milímetros no Oeste, 376,9 na região Central, 343,2 no Agreste e 533,8 na Leste.

“As condições meteorológicas seguem favoráveis para a ocorrência de chuvas no RN. A atuação da Zona de Convergência Intertropical e a elevação da temperatura dos oceanos, são duas das condições de chuvas que atuam desde o começo do mês e devem seguir nos seguintes”, avaliou o chefe da unidade de meteorologia da Emparn, Gilmar Bristot.

Acesse o novo sistema de monitoramento meteorológico http://meteorologia.emparn.rn.gov.br/inicio

A Câmara de Natal voltou a debater alternativas para a substituição dos veículos de tração animal na capital. Uma audiência pública proposta pelo vereador Robson Carvalho (PDT), teve como objeto a avaliação do que mudou com a Lei Municipal nº 6.677/2017, que institui a Política Municipal de Retirada dos Veículos de Tração Animal – PMRVTA.

“Já temos a lei, mas estamos inertes, sem soluções efetivas para a questão do uso de animais e também do amparo aos trabalhadores que utilizam a coleta de lixo por este meio como fonte de renda. Se o Executivo não der prioridade, não adianta. Estamos instigando para que sejam tomadas soluções, buscando alternativas tanto para a causa animal quanto social”, destacou o propositor.

Atualmente, Natal tem cerca de 2.500 carroceiros e, segundo o presidente da associação que os representa, Adriano Brito, não foram apresentadas alternativas viáveis a estes trabalhadores. “Quase todos os cursos oferecidos foram descartados porque 90% é analfabeto. O que se ganha é pouco, um dia parado representa falta do que comer e a burocracia é grande pra receber ajuda. Precisamos de parcerias”, disse.

Já de acordo com a secretária adjunta da Secretaria Municipal de Assistência Socia, Maria José de Medeiros, existe um cadastro dos carroceiros do ano de 2015 com a descrição do perfil socioeconômico de cada um. “Disponibilizamos cursos de qualificação, não houve interesse e continuamos com essas vagas em aberto. Temos feito nossa parte e entendemos que a resolução tem que ser intersetorial”, ponderou.

A Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur), representada por Carlos Falcão, chefe do setor de apreensão de animais, explicou que quando são recebidas denúncias sobre maus-tratos, o órgão vai ao local com auxílio da Guarda Municipal e recolhe o animal para o devido tratamento. “Mas para resolver esse problema é preciso criar um programa socioassistencial com alternativas para que estes trabalhadores possam se manter”. A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb), através da participação do supervisor geral de fiscalização ambiental, Leonardo Almeida, também esteve presente ao debate.

Durante a audiência, carroceiros e familiares, veterinários, representantes de Ongs e populares apontaram suas reivindicações e sugestões, como parcerias com entidades que trabalham com animais, programas de financiamento com bancos de fomento, formação de grupo de trabalho para a criação de um plano de ação. Os vereadores Eribaldo Medeiros (PSB), Milklei Leite (PV), Chagas Catarino (PSDB) e as vereadoras Divaneide Basílio (PT) e Margarete Régia (PROS) também participaram contribuindo com o debate.

Texto: Cláudio Oliveira

Neste Dia Mundial da Água, 22 de março, fomos até o município de Campo Redondo para fotografar a sangria do do açude Mãe D´’Água, tão esperada desde 2011, quando sangrou pela última vez.