Marca Maxmeio

Notícias


Os empresários José e Sérgio Lucena estão inaugurando a nova loja da Comjol material de construção e home center, na av. Roberto Freire (antigo Armazém Pará), nesta terça-feira (28), às 9h30. A nova unidade, com 9.000 m² de área total, 3.000m² de área de vendas, além de 10 lojas comerciais e de serviço, será a maior da empresa com os mais diversos materiais de construção, acabamento e produtos para o lar. Vai construir ou reformar? Vai pra Comjol, uma empresa potiguar que há 90 anos gera empregos e contribui para o desenvolvimento do Rio Grande do Norte.

A Comjol agora tem cinco lojas estrategicamente localizadas em Natal e Parnamirim. A essência da Comjol é a simplicidade. Prima por atender muito bem, ter o que o cliente procura e vender sempre pelo menor preço possível, um jeito próximo, flexível e confiável de fazer negócios que já a levou à liderança de mercado potiguar. A nova loja conta com 80 colaboradores diretos e terá o seguinte horário de funcionamento: De segunda a sexta-feira das 07h30 às 19h; aos sábados das 08h às 18h e aos domingos das 08h às 14h.

Tendo o maior estoque da cidade quando se fala de material de construção; a Comjol tem o seu centro de distribuição na BR-101, numa área de 40 mil m²  que abastece as cinco lojas do grupo. Destaque principalmente para pisos, revestimentos e tintas. No ponto de venda, significa baixíssimo índice de ruptura de estoque, ou seja, o cliente encontra o que está procurando.

Um sonho iniciado em 1930 no armazém do senhor José Lucena, em Nova Cruz (RN) que  na década de 40 foi transformado em Natal através da Comercial José Lucena, nos anos 80 consolidado na Comjol nas mãos do filho Wellington e, agora, os netos José e Sérgio Lucena dão novos contornos para novas conquistas, mas sempre mantendo a missão de oferecer, de forma amigável e próxima, o maior estoque em materiais para construção e acabamento do mercado, praticando sempre o menor preço possível.


____Mix Midia Comunicação

Período de intercâmbio cultural deixou marcas sociais até os dias atuais; atividade é organizada por projeto da Estácio que incentiva ações de educação patrimonial

A década de 1940 foi agitada na região metropolitana de Natal: do bairro da Ribeira ao município de Parnamirim, a presença de militares norteamericanos em terras potiguares ditou costumes e hábitos que estão presentes até os dias atuais na nossa sociedade. 

“Pelo fato de o nosso estado ser um ponto estratégico durante a 2ª Guerra Mundial, dada a proximidade com a Europa, sediamos uma base militar dos EUA e isso trouxe alguns pontos positivos para modernização da cidade”, lembra a arquiteta e docente Ilanna Revorêdo, responsável pelo projeto de extensão da Estácio “Natal, uma cidade de memória”, que realiza uma live nesta quarta-feira (29), às 19h, com historiadores e pesquisadores para discutir o impacto desse intercâmbio cultural.

A arquiteta destaca que, apesar de a base militar estar em Parnamirim, a cidade de Natal foi o polo com estrutura para atender os estrangeiros. “Sabemos que não deve ter sido favorável para todos, mas uma parte da população tirou proveito dessa presença, o comércio principalmente. Os militares de alta patente ficaram hospedados no Grande Hotel, na Ribeira, e aqui era onde acontecia a movimentação cultural e social que trouxe novos hábitos para a cidade”, conta ao lembrar que o RN foi o primeiro estado do país a conhecer o chiclete, o barbeador descartável, o milkshake e tantos outros costumes.

Para compor a mesa de debate, o projeto recebe os convidados Fred Nicolau, historiador e Curador do Centro Cultural Trampolim da Vitória; o músico Danilo Guanais, autor do musical “Bye bye, Natal”, que retrata toda a movimentação que a presença estrangeira causou na cidade, e o arquiteto Guilherme Filho, que tem na família um histórico dessa união entre potiguares e americanos. 

Sobre o projeto

O projeto “Natal, uma cidade de memória” surgiu em 2021, para dar continuidade ao que antes era feito sobre o projeto “Ribeira, minha Ribeira”. A iniciativa conta com ações de educação patrimonial como lives, atividades escolares e visitas técnicas aos prédios históricos que estão abertas à participação da população. Mais informações no Instagram: @natalcidadedememoria. 

Serviço

Live Papo de Memória: influência da 2ª Guerra Mundial em Natal 

Quando: 29 de setembro, às 19h

Canal do Youtube: Natal: uma cidade de memória

Edição será realizada em Natal, de 29 de outubro a 05 de dezembro, no bairro Petrópolis

Com o tema “A Casa Original”, a sexta edição da CASACOR Rio Grande do Norte, marcada para o período de 29 de outubro a 05 de dezembro, apresenta os nomes que compõem o elenco da edição e que darão forma aos 22 ambientes. São mais de 30 nomes importantes no segmento. A CASACOR é a maior e a mais completa mostra de arquitetura, design de interiores e paisagismo das Américas.

Para os profissionais que já participaram de outras edições no RN, esta é mais uma oportunidade de imprimir em seus projetos toda a capacidade e personalidade reconhecidas pelo público. Para os estreantes, a Mostra conduz às portas das possibilidades, parcerias e intercâmbios de conhecimentos relevantes às carreiras. Com exceção do arquiteto Leo Romano, que traz toda a sua experiência com várias participações em CASACOR pelo país, e que marca presença no Estado pela primeira vez.

É unindo veteranos e estreantes, que a CASACOR Rio Grande do Norte propõe a esses profissionais, da arquitetura, do paisagismo e da decoração, o desafio de entregar uma Mostra que imprima e transmita em todos os ambientes, experiências únicas, resgates sensoriais e, que estejam em sintonia com as tendências do morar.

Entre os nomes já conhecidos da Mostra no Rio Grande do Norte, estão:

Luciano Almeida, Cecília Sales, Flávia Furtado, Lana Débora, Renato Teles, Samara Gosson, Bárbara Negreiros, Denise Varela, Claudiny Cavalcanti, Viviane Teles, Gladys Fernandes, Renata Santa Rosa, Lorena Azevedo, Leopoldo Rosado Maia, Patrícia Macêdo, Bernardo Morais e Roberto Rocha.

E como estreantes no elenco do RN, temos:  

Leo Romano, Duda Machado, Michelle Marie, Rodolpho Baracho, Suly Barreto, Beatriz Campelo, Mariana Gurgel, Vanessa Mendonça, Cypriana Pinheiro, Anchella Lopes, Priscilla Mendes, Nathalia Torquato, Carol Aires, Raíssa Oliveira, Daniele Karenine, Gabriel Moura e Vitória Conrado.

CASACOR Rio Grande do Norte 2021

Protagonista no Estado quando o assunto é arquitetura, design de interiores e paisagismo, a 6ª edição da CASACOR Rio Grande do Norte,acontece de 29 de outubro a 05 de dezembro, sob os cuidados dos franqueados Cesar Revoredo e Luciano Almeida, em uma casa com quase 4 mil metros quadrados situada na área nobre da Zona Leste de Natal, no bairro Petrópolis (Rua Mipibu, 754 – Petrópolis).

Serviço

Período: 29 de outubro até 05 de dezembro de 2021

Local: Rua Mipibu, 754 – Petrópolis, Natal/RN.

0.90.142

O fórum internacional Connect RN, realizado pela Rede Potiguar de Fomento à Internacionalização, começa nesta terça-feira, 28, pela manhã, com o seu primeiro painel discutindo o tema Ecossistema de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação do Rio Grande do Norte. O fórum será realizado online (com transmissão via Zoom) e com opções de tradução simultânea.

No primeiro debate, os convidados serão o professor do Instituto Metrópole Digital (IMD/UFRN) Anderson Cruz e os pesquisadores Per Petersson (Lund University), Edgard Morya (Instituto Santos Dumont), Sidarta Ribeiro (Instituto do Cérebro/UFRN), Michael Sand (Boehringer Ingelheim) e Gregory Riggins (Johns Hopkins University).

Com inscrições gratuitas, que podem ser feitas no site do evento, o Connect RN contará com representantes de entidades internacionais como a Agência de Inovação da Áustria, a consultoria global de tecnologia Thoughtworks e o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente.

Entre as entidades nacionais que participarão do evento, estão a Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec) e a Anbiotec Brasil, associação que representa nacionalmente as empresas de Biotecnologia e Ciências da Vida.

A programação do fórum ainda contará, na quarta-feira, 29, com painéis que abordarão os temas Abrindo o Caminho para Cidades Resilientes e Sustentáveis e Investindo em Energia Renovável no Rio Grande do Norte: Experiências de Empreendedores Globais e Novas Oportunidades.

Os assuntos abordados estão relacionados ao contexto do ecossistema de inovação potiguar, tendo por objetivo debater a importância de parcerias para solucionar desafios globais e passíveis de serem desenvolvidas pelo setor produtivo do estado. A descrição completa dos painéis e a lista dos convidados participantes podem ser conferidas no site do evento.

Rede de Fomento

Promotora do Connect RN, a Rede Potiguar de Fomento à Internacionalização (Internacionaliza RN) é uma iniciativa da Câmara de Comércio, Indústria e Turismo Brasil-Portugal, do Parque Tecnológico Metrópole Digital, UFRN, Sebrae, Fiern, Governo do RN, Prefeitura do Natal e Rede Potiguar de Incubadoras e Parques Tecnológicos (Repin).

O Governo do Rio Grande do Norte se instala em Mossoró desta terça (28) à quinta-feira (30). A transferência do Poder Executivo Estadual, autorizada por lei, se dará em virtude das comemorações dos 138 anos de libertação dos escravos, que ocorreu no município em 30 de setembro de 1883, cinco anos antes da Lei Áurea.

O evento para instalação será realizado às 10h desta terça no Pátio da Reitoria da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte – Uern.

A última vez que a sede do Governo do RN se deslocou para Mossoró foi em 2019. Devido a pandemia, em 2020 não ocorreu a transferência.

Às 19h, a governadora Fátima Bezerra participa da posse da reitora Cicília Raquel Maia Leite e do vice-reitor Francisco Dantas de Medeiros Neto da Uern. A cerimônia, no Teatro Municipal Dix-Huit Rosado, marca também os 53 anos da instituição.

Na agenda a ser cumprida pela governadora Fátima Bezerra e pelos secretários, estão previstas ações nas áreas de desenvolvimento rural e agricultura familiar, saúde, educação, ação social, cultura, direitos humanos, segurança e administração.

SERVIÇO

O QUE: Instalação do Governo do RN em Mossoró

ONDE: Pátio da Reitoria da UERN

QUANDO: terça-feira (28), 10h.

Assecom-RN

A Expofruit – Feira Internacional da Fruticultura Tropical Irrigada está confirmada para acontecer no período de 24 a 26 de novembro, na Estação das Artes, em Mossoró, com o tema “Valorizando as Oportunidades na Fruticultura”.

O evento será destinado a fornecedores e produtores do Brasil e de vários países ao redor do mundo. A programação contará com palestras, rodadas de negócios nacionais e internacionais, cursos e minicursos tratando sobre as mais diversas áreas da fruticultura. O evento vai seguir todos os protocolos de segurança da Organização Mundial de Saúde (OMS) e as orientações dos decretos estadual e municipal vigentes.

“A expectativa está muito grande, pois após três anos da realização da última feira e em virtude da não realização presencial em 2020, temos muitas novidades a apresentar no setor de fruticultura como os novos mercados, a exemplo da China que continua em expansão, o que levou ao aumento da produção e consequentemente da geração de empregos. Tivemos um incremento na procura de estandes em cerca de 30% e, por isso, ampliamos a área da feira e teremos a presença de diversas empresas nacionais e internacionais”, afirma João Manoel, diretor comercial da Expofruit.

O evento já conta com uma ótima adesão de expositores e 90% dos estandes vendidos. Serão mais de 360 estandes com o tamanho de 12 m2, distribuídos numa área total de 15 mil m2. Os interessados devem entrar em contato com João Manoel pelos telefones (84) 3312.6939/99950-7931.

A Expofruit 2021 é uma promoção da Promoexpo e é realizada por meio de uma parceria entre o Comitê Executivo de Fruticultura do Rio Grande do Norte (COEX), o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Rio Grande do Norte (Sebrae/RN) e a Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA). A feira também conta com o patrocínio do Governo do Estado do Rio Grande do Norte, do Governo Cidadão e da Prefeitura de Mossoró/RN e também conta com o apoio do Governo Federal, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Banco do Nordeste, Secretaria da Agricultura da Pecuária e da Pesca do Rio Grande do Norte, Associação Brasileira dos Produtores Exportadores de Frutas e Derivados (Abrafru tas), Embrapa, FAERN/SENAR, Sistema Fiern, Codern, Idiarn, Emparn e TCM Telecom.

SERVIÇO:
Evento: Feira Internacional de Fruticultura Tropical Irrigada – Expofruit 2021
Data: 24 a 26 de novembro
Local: Estação das Artes – Mossoró/RN.
Site: www.expofruit.com.br
Twitter: @expofruit
Facebook: www.facebook.com.br/Expofruit
Instagram: @Expofruit_2021
Contexto Comunicação Assessoria de Imprensa Danielle Leite

Maior evento da agropecuária do Nordeste será realizado de 13 a 20 de novembro próximo

Em reunião com a diretoria da Associação Norte-riograndense de Criadores (Anorc), a governadora professora Fátima Bezerra confirmou apoio da gestão estadual à retomada de forma presencial da Festa do Boi. “Este é o maior evento da agropecuária do Nordeste. Vamos voltar a fazer a festa no Parque Aristófanes Fernandes, mas respeitando todos os protocolos de segurança à pandemia da Covid-19, inclusive exigindo o passaporte da vacina”, afirmou a chefe do Executivo. Em 2020 o evento aconteceu de forma virtual.

A Festa do Boi deste ano, no período de 13 a 20 de novembro, será a 59ª edição. A organização do evento é da Anorc que se responsabilizará pelo cumprimento de todos os protocolos sanitários estabelecidos. Expositores e colaboradores também deverão apresentar comprovante da vacinação já na contratação dos espaços.

Para o presidente da Anorc, Marcelo Passos o apoio do Governo do Estado é fundamental para a realização do evento. “O momento que vivemos é nervoso, enfrentamos dificuldades com a estiagem e o aumento de preços nos insumos, mas vamos fazer a retomada da festa – abrir as porteiras do parque literalmente – com muita habilidade e responsabilidade para estimular nossa atividade e a economia do RN”, afirmou, para em seguida agradecer a Governadora e a equipe de secretários “que sempre são muito receptivos. A senhora pode confiar, vamos fazer a festa com todos os protocolos e toda segurança”.

O secretário de Estado da Agricultura, Pecuária e Pesca (Sape), Guilherme Saldanha, disse que o setor contribuiu muito na pandemia evitando o desabastecimento. “Vamos voltar a realizar a festa de forma presencial e, tenho certeza, vai proporcionar bons negócios”, declarou lembrando que o Governo do Estado também vem apoiando a pecuária inclusive com a entrega de feno e mais de 600 mil raquetes de palma para oferta de alimento aos rebanhos.

O Sebrae também soma no apoio à Festa do Boi e vai investir R$ 1,5 milhão, confirmou o diretor-técnico, João Hélio Cavalcanti. “E estaremos com toda a nossa equipe despachando no evento para fazer uma grandiosa edição”, anunciou. 

A reunião que decidiu pela realização da Festa do Boi de forma presencial contou com a participação também do diretor-geral da Emater, César Oliveira, diretor-geral da Emparn, Rodrigo Maranhão, diretor-geral do Idiarn, Mário Manso, vice-presidente da Anorc, Marcos Teixeira e Acácio Brito e Alexandre Chaves, tesoureiro e relações públicas, respectivamente, da Anorc.

Caixa e Governo Federal anunciaram nos últimos dias novidades que ampliam valores e reduzem juros da casa própria. Condomínio fechado em Parnamirim é um dos que incorporam os benefícios   Os próximos meses prometem ser de aquecimento nas vendas de imóveis. Isso porque o mercado recebeu com otimismo mudanças importantes no programa da habitação Casa Verde e Amarela, do governo federal, e a redução da taxa de juros para financiamento pela Caixa Econômica, anunciados nos últimos dias. As medidas ampliam as possibilidades para quem quer realizar o sonho da casa própria – tornando possível, inclusive, adquirir casas duplex em condomínio fechado, em localização privilegiada na Grande Natal.    O programa Casa Verde e Amarela comtempla famílias que buscam comprar seu primeiro imóvel e possuem renda até R$ 7mil/mês. Cada faixa tem subsídio máximo e taxa de juros específico e muda de região para região. Aqui no Rio Grande do Norte, o subsídio máximo é R$ 21mil. Das mudanças, houve aumento da primeira faixa de renda era de até R$ 1.800 para até R$ 2.000. Com taxa de juros de 4,25% ao ano, para cotistas do FGTS, e 4,75% ao ano para quem não é cotista. Antes, eram enquadrados imóveis até R$ 180 mil. Agora, o imóvel pode ser de até R$ 198 mil.    A Caixa Econômica Federal também anunciou redução na taxa de juros do crédito imobiliário. Segundo o banco, a modalidade atualizada contará com taxas de 2,95% ao ano, mais a remuneração da poupança, o que representa uma queda de 0,4% em relação às taxas hoje vigentes. As contratações com as novas taxas começam em outubro.    “Frente ao aumento da inflação e da taxa básica de juros, a Selic, que hoje é de 5,25%, o anúncio da redução na taxa de juros e a expansão da faixa de renda do Casa Verde e Amarela, confirmam que é hora de aproveitar a oportunidade para assegurar a compra de casa própria, pronta para morar”, assegurou o co-fundador da Kactus Hub, Rafael Matheus. Ele destaca que há oportunidades no mercado para o consumidor que pretende adquirir, inclusive, casas já prontas, como é o caso do Condomínio Jardine.    O empreendimento oferece um novo conceito de moradia, sendo um condomínio fechado de casas duplex, com trilha ecológica privativa, e localizado a apenas 5 minutos do centro de Parnamirim, com o grande diferencial do imóvel, no Jardine, que pode ser 100% financiado.    O banco financia o máximo de 80% do valor em até 360 meses, e os outros 20%, a Kactus Hub financia em 36 meses. “Essa é uma opção ideal para quem não tem o dinheiro suficiente para dar entrada no imóvel. Além disso, é possível usar o saldo do FGTS também para quitar o valor que o banco não financiou”, explicou Rafael Matheus.    Condomínio acessível com estrutura diferenciada   O residencial é formado por casas duplex de 65m² de área construída e 75m² de área total. O térreo tem varanda, sala de estar e jantar, banheiro social, cozinha, área de serviço e vaga de garagem. No primeiro andar, são dois quartos, sendo 1 suíte, e hall. É o único no RN, enquadrado no Casa Verde e Amarela, que possui trilha ecológica privativa. São mais de 21 mil m² de reserva natural preservada.    O condomínio fica a apenas 5 min do centro de Parnamirim e a 10min da Av. Maria Lacerda e tem diversas opções de lazer e segurança, incluindo acesso por biometria. O Jardine possui guarita ativa 24h; monitoramento de segurança com ronda noturna; estacionamento para visitantes; piso intertravado em todas as vias; salão de jogos; salão de festas; brinquedoteca; praça; mini-campo gramado; playground; academia ao ar livre; churrasqueiras; redário; piscina adulta e infantil.   O sucesso do Condomínio Jardine se reflete em números expressivos. Já são 134 famílias morando no empreendimento. No primeiro semestre de 2021, foram vendidas todas as 20 unidades prontas. Neste semestre, outras 20 unidades também estão prontas para morar e 11 já foram vendidas. Para os próximos 14 meses, a expectativa é de que sejam entregues outros novos 106 imóveis, totalizando 240 unidades habitacionais em um único empreendimento.   Sobre a Kactus Hub   A Kactus Hub é uma incorporadora imersa no digital, focada em transformar moradias em lugares para se viver. Desde 2009 no mercado potiguar, atua em três frentes: a Kactus Imóveis, uma imobiliária moderna com sua própria equipe de vendas, marketing e publicidade que oferece imóveis e lotes para todos os perfis; a Kactus Construções, direcionada para empreendedores/empresários com um projeto a executar (B2B) ou para pessoa física querendo construir a casa própria; e Kactus Capital, que auxilia no desenvolvimento de um projeto de investimento no setor imobiliário com ganhos acima do mercado. A Kactus Hub já vendeu mais de R$ 250 milhões e tem mais de 500 casas e 4.600 lotes em construção e entregues.

Com realização da Fundação José Augusto, evento tem entrada gratuita, estilo soft opening e segue normas de biossegurança

O mês de setembro inspira recomeços para os potiguares apreciadores da música de concerto. Após mais de um ano com apresentações virtuais, a Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte – OSRN, através do projeto Movimento Sinfônico, retorna aos palcos no dia 26 de setembro, às 17h, sob a regência do maestro Linus Lerner, no anfiteatro do Espaço Cultural João Paulo II- Papódromo, com realização da Fundação José AugustoFJA. Este será o primeiro evento após a reforma do local, que possui palco, camarim, salas de ensaio, camarote, arquibancadas, banheiros e estacionamento.

A retomada acontece no estilo Soft Opening, ou seja, de maneira controlada e restrita, para garantir a devida segurança requerida pela situação atual. O evento segue as normas de biossegurança, e tem entrada gratuita mediante cadastro pelo Sympla, a partir das 9h do dia 23 (quinta-feira). Os ingressos são limitados (300 unidades).  

“Após o mais crítico período da pandemia, a nossa querida Orquestra reencontra presencialmente o grande público através de um concerto especial, que entrega o histórico Papódromo para a sociedade potiguar, mais um espaço resgatado pelo Governo do Estado para abrigar as produções artístico-culturais do RN”, declara o diretor geral da FJA, Crispiniano Neto.

“A vida pulsa ao vivo. Retomar o encontro com o público é reintegrar a missão mais importante da OSRN: levar a música de concerto ao vivo e, presencialmente, para a população do RN”, expressa Tatiane Fernandes, diretora de produção da Orquestra. E, sem dúvida, um momento de expectativas também para o maestro: “Foi um ano e meio de grandes projetos online, pioneirismo de nossa parte no Brasil e, até mesmo, no mundo. Estou muito contente de poder estar de volta e em um novo espaço cultural, com novo palco”, comemora Linus.

No repertório, grandes obras orquestrais. “Escolhemos músicas que mostrem o poder da orquestra tocando de forma presencial novamente, algo que não fazíamos desde o início da pandemia, devido a impossibilidade de nos reunirmos. E também que nos trazem alguma mensagem, a exemplo da música de abertura “La Forza del Destino”, de Giuseppe Verdi. Se alinharmos ao momento atual, remete a reflexão do destino que nos leva às coisas que não controlamos, como a pandemia. E, além disso, pela comemoração dos 180 anos de nascimento de Antonín Dvorák, com a “Sinfonia do Novo Mundo”, representando, aqui, um ‘novo mundo’ que esperamos pós-pandemia”, revela Linus Lerner e acrescenta “podem aguardar música brasileira também”.

Além dessas, estão na programação George Bizet, com a ópera Carmem Suite 1 & 2 (1875); Jules Massenet, em Meditação de Thais (1894), a ser executada pelo solista da OSRN, André Kolodiuk; Batuque (1891), de Alberto Nepomuceno, considerado o pai do nacionalismo na música erudita brasileira e um dos primeiros a empregar elementos do nosso folclore em suas composições; West Side Story Selections (1957), de Leonard Bernstein, inspirada na obra de Romeu e Julieta; Dança Eslava (1878), de Antonín Dvorák e, uma das maiores músicas brasileiras, a bossa nova Garota de Ipanema (1962), composta por Antônio Carlos Jobim e letrada por Vinícius de Moraes.

A Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte tem o Governo do Estado do RN como seu principal mantenedor. A temporada 2021 é realizada através do projeto Movimento Sinfônico por meio do patrocínio via incentivo fiscal da Neoenergia Cosern e Instituto Neoenergia, mediante Lei Câmara Cascudo do Governo do Estado do RN, da Unimed Natal, Hospital do Coração e Prefeitura do Natal, por meio da Lei Djalma Maranhão; Apoio G7 Comunicação. O projeto Movimento Sinfônico é uma realização da OSRN / Fundação José Augusto e da MAPA Realizações Culturais.

Serviço:

Movimento Sinfônico 2021 – Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte

RETOMADA

Quando: 26 de setembro (domingo)

Onde: Papódromo (no dia do evento, o acesso ao local será pelo portão principal do Centro Administrativo, na BR-101)

Horário: 17h

Ingressos: O público pode reservar ingresso gratuito através do Sympla, a partir das 9h de quinta-feira (23). Será permitido um por CPF.

No dia do concerto, a entrada só será permitida mediante apresentação do voucher e comprovante de vacinação. É obrigatório o uso de máscara no local e aconselhável levar o seu próprio álcool em gel.

A OSRN é sua! Siga nossas redes sociais –

Facebook – @rnsinfonica

Instagram – @rnsinfonica

YouTube – Se inscreva no canal – https://www.youtube.com/channel/UCH0Ui-ioCNEDxZ18Hvs6gvA

Rede Mulher de Valor será composta por mulheres empreendedoras e terá como base quatro eixos de trabalho: capacitação, crédito, networking e inclusão

Como transformar a vida de mulheres que estão em vulnerabilidade ou são chefes de família e precisam incrementar a renda? A resposta pode estar no empreendedorismo. É com esse propósito que nasce o projeto Rede Mulher de Valor, encabeçado pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Natal (CDL). O lançamento será na próxima quinta-feira (23) a partir das 15h no Espaço Neuma Leão. Além da apresentação oficial do projeto, o evento vai contar com a participação de Maria Brasil, especialista em comunicação estratégica e gestão de marcas. Ela vai proferir a palestra “Branding com propósito”.

À frente do projeto Mulher de Valor está a vice-presidente da CDL, Malu Fontes, única mulher a ocupar o cargo de primeira vice-presidente da instituição. “Há 60 anos a CDL é liderada por homens, então, buscamos um jeito de fortalecer a presença feminina na instituição por meio de um projeto que mobilize as emprendedoras a mudar a vida de outras mulheres, para que, dessa forma, possamos crescer juntas”, aponta.

Entre os microempreenderes, 48% são mulheres. De acordo com o Pnad Contínua do IBGE, apesar de as mulheres representarem 53% da população economicamente ativa brasileira, elas seguem sendo sub-representadas entre os ocupados (43%), super-representadas entre os desocupados (51%) e fora da força de trabalho (64%).

O quadro se agrava ainda mais se analisado sob a perspectiva da pandemia: 8,5 milhões de mulheres deixaram a força de trabalho no terceiro trimestre de 2020; mais da metade da população feminina com mais de 14 anos ficou fora do mercado – uma queda de 45,8% em relação a 2019.

Para ajudar a transformar essa realidade, o projeto Rede Mulher de Valor se propõe a trabalhar com quatro eixos de sustentação: capacitação, crédito, networking e inclusão. Inicialmente serão colocados em prática três projetos focados nas mulheres vítimas de violência doméstica, apenadas e trabalhadoras informais.

“Nós já temos recursos garantidos para colocar em prática de forma imediada esses projetos, seja por meio de emendas parlamentares, por liberação de verbas do Tribunal de Justiça, da Agência de Fomento do RN, ou por apoio de instituições como o Sebrae e outros parceiros e parceiras que se agreguem para incremento financeiro. O importante é nos unirmos para mudarmos a vida dessas mulheres”, reforça Malu.

A Rede Mulher de Valor será composta por 15 embaixadoras que ficarão responsáveis pela coordenação desses projetos. No entanto, outras mulheres das mais variadas áreas de atuação podem se agregar como membros, desde que possam dar apoio de alguma forma.

O importante, como reforça Malu, “é que a Rede seja composta por lideranças femininas que se disponham a fomentar o empreenderismo feminino e que tenham o seu propósito como farol, que é incluir as mulheres de forma que se tornem protagonistas na transformação socioeconômica da capital potiguar por meio do empreendedorismo.”

Serviço:

O que: Lançamento do projeto Mulher de Valor

Onde: Espaço Neuma Leão

Quando: quinta-feira (23) às 15h

*Inscrições:* https://www.cdlnatal.com.br/eventos-e-inscricoes/93/lancamento-da-rede-mulher-de-valor