Marca Maxmeio

Notícias

Vereador Nivaldo Bacurau participa do movimento comunitário sobre a lagoa de captação do Panatis

O vereador Nivaldo Bacurau esteve participando do movimento comunitário na Av. Paulistana nesta segunda-feira, 21, juntamente com outros colegas vereadores, líderes comunitários e com os moradores que residem próximo a Lagoa de Captação do Conj. Panatis.

👨‍👨‍👦‍👦 O movimento pacífico deu voz aos moradores que demostraram o sentimento de revolta e indignação com o descaso do poder público, que não prestaram assistência às famílias que perderam seus móveis e que tiveram suas casas invadidas pela água nas decorrentes chuvas, onde a lagoa de captação transbordou.

📢 Na oportunidade, o vereador Nivaldo Bacurau falou sobre sua preocupação com esse problema da lagoa, que há mais de 30 anos não teve uma solução definitiva. Afirmando que apresentou recentemente o projeto de reforma da lagoa no valor de R$ 3 milhões e setecentos mil reais, assinado pela Prefeitura, mas que infelizmente a mesma diz que não possuem recursos para sua execução. Sendo assim, Nivaldo encaminhou o projeto ao Ministro de Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, aguardando que a obra seja viabilizada através de verbas de ordem federal, como também apoio dos nossos senadores e deputados federais.

🚸 Ao final do ato, foi acordado entre os presentes um novo movimento comunitário em frente a Prefeitura de Natal, nesta quinta-feira às 10h da manhã. Onde será formada uma comissão para dialogar com o Prefeito Alvaro Dias, em busca de uma solução definitiva para o problema e a assistência social as famílias prejudicadas.

Premiação OURO foi concedida pela primeira vez a uma empresa pela Fundação Nacional da Qualidade (FNQ) em evento on line nesta quinta-feira (17)

A Neoenergia Cosern foi reconhecida na tarde desta quinta-feira (17) como a empresa com melhor modelo de gestão do Brasil – categoria OURO – no Prêmio Melhores em Gestão®, organizado pela Fundação Nacional da Qualidade (FNQ).

A distribuidora potiguar tem, em seu histórico na FNQ, dez participações, entre o Prêmio Nacional da Qualidade® e o Melhores em Gestão®, e esta foi a primeira vez que uma empresa é contemplada na maior categoria da premiação: OURO.

A cerimônia on line contou com a presença do Presidente do Conselho Curador da FNQ, Theo van der Loo, do Presidente Executivo da Fundação, Ronald Dauscha, e dos principais executivos das organizações que concorreram ao prêmio, entre eles o Diretor Presidente da Neoenergia Cosern, Márcio Caires Vasconcelos, acompanhado de vários colaboradores da empresa.

No seu discurso de agradecimento, Márcio Caires enfatizou que, representando os mais de mil colaboradores da Neoenergia Cosern, estava muito feliz em receber esse reconhecimento tão importante, que destaca as melhores empresas em gestão do Brasil.

“Esse reconhecimento é mais uma evidência de que estamos no caminho certo e vamos continuar nele”, comemorou Márcio Caires. _

“Reafirmamos o nosso compromisso com a melhoria contínua da gestão, com a busca constante da excelência, com foco nos nossos clientes, através de uma gestão da operação cada vez mais segura, eficiente e sustentável”_, complementou o Presidente.

Saiba mais sobre a premiação:
Realizado anualmente, o processo de avaliação Melhores em Gestão® premia empresas nível classe mundial e ocupa uma posição central na missão da FNQ, de estimular e apoiar as organizações para o desenvolvimento e a evolução de sua gestão, por meio da disseminação dos Fundamentos da Gestão para Excelência, para que se tornem sustentáveis, cooperativas e gerem valor para a sociedade.
O processo de avaliação premia as organizações que são referência em gestão para excelência no Brasil. Ele visa estimular o desenvolvimento do País, promover a melhoria da qualidade da gestão e o aumento da competitividade das organizações.

O objetivo da premiação Melhores em Gestão® é fornecer, ao final da avaliação, para cada organização participante, um Diagnóstico de Maturidade da Gestão (DMG), contendo os pontos fortes e as oportunidades para melhoria em relação ao Modelo de Excelência da Gestão® (MEG), reconhecido internacionalmente.
O processo de premiação tem, também, como objetivos:

Estimular o desenvolvimento cultural, político, científico, tecnológico, econômico e social do Brasil, por meio da melhoria da gestão das organizações do País;

Conceder e divulgar reconhecimento público e notório às organizações contempladas na lista do Melhores em Gestão®.

ASSESSORIA DE IMPRENSA DA NEOENERGIA COSERN

A submissão conjunta entre Interjato e IFRN para pesquisa e inovação foca em soluções e tecnologia IoT

O poder público atuar como fomentador da inovação, ciência e tecnologia é tendência no mundo inteiro. Um ambiente aberto para inovação traz reflexos positivos para sociedade com o aumento da qualidade de vida das pessoas, redução do custo da tecnologia e criação de empregos através do desenvolvimento econômico e maior competitividade.

Nesse contexto nacional que ainda tem um desenvolvimento tímido no setor, a Interjato Soluções reforça o compromisso com a inovação através do desenvolvimento de um projeto com o Centro de Competências em Soluções Livres (CCSL) do IFRN. O projeto ‘MDA 4.0 – Marketplace de dados para o Agro 4.0’ foi aprovado no edital do FINEP, empresa vinculada ao Ministério da Ciência e Tecnologia, com verba de 3 milhões de reais para a inovação. A iniciativa tem contrapartida com aporte financeiro da Interjato e desenvolvimento durante três anos.

O projeto foi tema de reunião nesta terça-feira (15). O CEO da Interjato Soluções, Erich Rodrigues, foi recebido pelo Reitor do IFRN, José Arnóbio de Araújo Filho, pelo Pró-Reitor de Pesquisa e Inovação (PROPI), Avelino Aldo de Lima Neto e pelo professor Moisés Souto, coordenador do CCSL-IFRN e assessor de Projetos da PROPI-IFRN.

Projeto MDA 4.0
O MDA 4.0 vai trabalhar uma plataforma web para troca de dados agroambientais, utilizando tecnologias como Internet das Coisas (IoT) e computação na nuvem (cloud computing) combinadas ao serviço de software definido por rádio (SDR), que permitem a criação e comercialização dessas informações, gerando conhecimento que podem ser usados para otimizar sistemas transversais à agricultura e pecuária de precisão 4.0.

“Vamos trabalhar a partir de uma plataforma madura já desenvolvida e expandir essa capacidade. Isso tem uma importância especial em um estado que tem na fruticultura irrigada, agricultura, pecuária e carcinicultura como atividades econômicas relevantes. Na prática, esses dados amplos podem ser utilizados em tempo real por um especialista para dar orientações técnicas e melhorar a produtividade, por exemplo. Além de trazer um melhor desempenho e mais eficiência em todo processo”, explica Erich Rodrigues, CEO da Interjato Soluções.

Os elementos iniciais da geração de dados para a plataforma serão do projeto Samanaú, do CCSL-IFRN. A coleta das informações meteorológicas será adaptada para fazer acompanhamento de outras referências além de pressão atmosférica, umidade, radiação ultravioleta, intensidade luminosa, índice pluviométrico, possibilitando que múltiplos fabricantes de diferentes naturezas possam negociar seus dados. Para isso, o modelo de marketplace será aplicado, uma estratégia que interliga oferta e demanda de produtos ou serviços, de forma a conectar essas negociações.

O reitor do IFRN, José Arnóbio de Araújo Filho, comentou a parceria entre pesquisa acadêmica e mercado de trabalho: “A academia precisa quebrar um pouco desse paradigma de não discutir com o setor produtivo, porque é no setor produtivo, na ponta, que o nosso aluno vai se inserir. É um paradigma que foi construído historicamente que precisa e pode ser quebrado”, destacou.

Para o pró-Reitor de Pesquisa e Inovação (PROPI), Avelino Aldo de Lima Neto, o impacto institucional do MDA 4.0 é considerado positivo: “Essas parcerias precisam impactar socialmente. O projeto abrange vários campi do IFRN e esse é o nosso interesse, de atingir toda territorialidade do Rio Grande do Norte em diálogo com o setor produtivo e por isso nos colocamos à disposição para essa e para futuras parcerias”, disse.

O professor Moisés Souto, coordenador do CCSL-IFRN e assessor de Projetos da Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação (Propi – IFRN), enfatizou que além da resultados práticos da pesquisa desenvolvida, o MDA 4.0 “também contribui para alimentação da cadeia produtiva de inovação e inclui a formação dos nossos estudantes através de uma experiência prática, é a qualificação de profissionais especializados”, explica.

“Ficamos muito satisfeitos com a aprovação no edital do FINEP. A iniciativa do nosso projeto além de contribuir com o ecossistema de inovação local e reforçar o compromisso da Interjato nesse quesito, mostra uma aplicação prática da premissa da tríplice hélice, conceito que acreditamos e que traz a articulação entre academia, iniciativa privada e o poder público com reflexos positivos para sociedade”, concluiu Erich Rodrigues, CEO da Interjato Soluções.

Sobre a Interjato Soluções https://interjato.com.br/
Com a missão de prover as melhores tecnologias para integração digital, a Interjato Soluções é referência para soluções em conectividade, videomonitoramento inteligente, cloud computing e telefonia, além de projetos personalizados para clientes públicos e corporativos, com soluções aplicadas em toda região Nordeste.

Sobre a plataforma Samanaú
A plataforma Samanaú é uma solução desenvolvida pelo CCSL-IFRN que é composta por três produtos, projetados para atender as demandas por coleta de dados com baixo custo e alta capilaridade. O Samanaú.PCD, o Samanaú.TX e o Samanaú.WEB formam a estrutura que coleta dados meteorológicos de forma flexível, sustentável, com baixo custo e alta resolução, com possibilidade de aplicação em diversas áreas do setor produtivo, como agricultura, monitoramento de ambientes corporativos, aplicações industriais, geologia ou combate a endemias, por exemplo. A principal característica desse projeto é o baixo custo final de aquisição, que permite sua utilização em larga escala para redes de coleta de dados de “malha fina“, ou seja, com a possibilidade de adquirir dados em alta resolução.

Ranking levou em consideração o tempo que os consumidores tiveram energia disponível ao longo de todo o ano de 2021

A Neoenergia Cosern foi reconhecida na noite desta terça-feira (15) pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) como a distribuidora com melhor desempenho de fornecimento em relação a todas as outras de grande porte, ou seja, com mais de 400 mil clientes no Brasil.

A classificação foi feita com base no Desempenho Global de Continuidade (DGC), um índice que mede a performance das distribuidoras em relação ao limites definidos pela própria ANEEL, que vai de 0 a 1 e, quanto menor ele for, melhor é o desempenho da distribuidora. O DGC da Neoenergia Cosern foi de 0,48.

A empresa potiguar foi avaliada e comparada com as outras pela Aneel na apuração de janeiro a dezembro de 2021 nos indicadores que medem a duração (DEC) e pela frequência (FEC) com que os consumidores tiveram o fornecimento interrompido – tendo apresentado a melhor performance geral dentre as empresas de grande porte.

“Esse feito histórico, anunciado no Dia Mundial do Consumidor, é resultado dos investimentos contínuos da empresa no sistema elétrico potiguar e de uma gestão eficiente da nossa operação, que resultaram em superação dos índice de qualidade no fornecimento estabelecidos pela Aneel”, comemorou Márcio Caires Vasconcelos, Diretor Presidente da Neoenergia Cosern.

“No ano em que a empresa comemora 60 anos, não poderia haver presente melhor do que esse reconhecimento tão importante, fruto de um trabalho coletivo com foco em prestar um serviço cada vez melhor aos potiguares”, complementa Márcio Caires.

De forma geral, segundo a Aneel, ao longo de 2021 o serviço fornecimento de eletricidade permaneceu disponível por 99,86% do tempo, na média do Brasil. No Rio Grande do Norte, esse percentual foi ainda melhor e atingiu 99,98% das 8.760 horas totais do ano.

Confira os dados na tabela abaixo.

ASSESSORIA DE IMPRENSA DA NEOENERGIA COSERN

Novo decreto passa a vigorar a partir de 15 de março e terá vigência até o próximo dia 31 de março.

O Governo do Estado edita decreto com novas medidas de prevenção e enfrentamento ao novo coronavírus no âmbito do Rio Grande do Norte, que será publicado no Diário Oficial do Estado nesta terça-feira (15).

As novas regras do Decreto N° 31.310 são baseadas na recomendação nº 35 do Comitê de Especialistas da SESAP/RN para o enfrentamento da pandemia. Neste sentido, o novo Decreto torna facultativo o uso de máscaras de proteção facial em ambientes abertos, permanecendo em vigor a obrigatoriedade em espaços fechados ou de grande aglomeração de pessoas, a exemplo de veículos de transporte de passageiros.

Outra novidade do decreto é a previsão das ações governamentais a serem adotadas pelo Estado e recomendadas aos municípios, a exemplo da busca ativa da população não vacinada ou em desconformidade com o calendário de imunização; o início da campanha de vacinação da D4 para idosos; o estímulo, no âmbito da educação básica, para que pais e responsáveis vacinem as crianças e os adolescentes; o reforço às campanhas de divulgação da atual situação pandêmica.

Permanece em vigor a obrigatoriedade de comprovação do esquema vacinal em conformidade com o calendário de imunização, nos termos do Decreto Estadual nº 30.940, de 30 de setembro de 2021, bem como nos segmentos de alimentação, como em bares e restaurantes, bem como centros comerciais, galerias e shopping centers que utilizem sistema artificial de circulação de ar. Estão dispensados da exigência de comprovação do esquema vacinal tão somente os eventos e estabelecimentos em locais abertos, com ventilação natural e limitados a 100 pessoas.

O novo decreto passa a vigorar a partir de 15 de março de 2022 e terá vigência até o próximo dia 31 de março. A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), além dos atos complementares ao novo Decreto, editará Portaria com o novo protocolo geral a ser observado pelas atividades socioeconômicas.

Dados da Covid-19 em 14 de março de 2022 

Casos Notificados e Confirmados nas últimas 24 horas: 08

00 Óbitos confirmados ocorridos nas últimas 24 horas

Casos Confirmados: 484.840

Casos Suspeitos: 730

Casos Descartados: 916.358

Casos Recuperados: 472.510

Casos em acompanhamento: 4.230

ÓBITOS:

Óbitos Confirmados para Covid-19: 8.100

Óbitos Suspeitos: 1.573

Óbitos descartados para COVID-19: 1.119

DADOS DA VACINAÇÃO NO RN

Hoje, o estado do Rio Grande do Norte tem 227,017 pessoas com a segunda dose em atraso. Vacinadas com a primeira dose ou dose única são 2.914.230 pessoas, o que representa 91% da população. São 2.551.900 pessoas totalmente vacinadas, ou seja, com a segunda dose, 80% da população. Com a dose de reforço (D3), são 1.257.175 pessoas, o que representa 39% da população geral.


Assecom-RN

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte realizou nesta segunda-feira (14) uma audiência pública para discutir a definição do calendário para convocação dos classificados no último concurso público, edital nº 01 de 25 de novembro de 2020, para provimento de 301 vagas no quadro de pessoal da Polícia Civil. Atualmente 2.217 aprovados estão classificados nas etapas já realizadas. Conforme edital, o limite  para chamamento ao  final  de  todas  etapas é  de três  vezes  o  número de  vagas, mas que  pode  ser extrapolado a “critério da Administração Pública”. Propositor da audiência, o deputado Subtenente Eliabe (SDD) abriu os trabalhos destacando a imparcialidade do debate.

“Estamos aqui para cobrar providências do Governo do Estado mas sem revanchismo, sem cor partidária, de forma responsável, pois o que importa é o serviço prestado à população e a convocação dos policiais se reverte em uma segurança pública melhor e mais eficaz”, disse Eliabe ao abrir os trabalhos.

Ao fazer uso da palavra, a delegada e presidente da Associação dos Delegados de Polícia (Adepol), Taís Aires, destacou o déficit de pessoal na instituição. “O último concurso que tivemos foi há dez anos. Por isso a importância desse dia e de se debater essa temática. Os policiais civis que estão na ativa dão muito mais do que podem, mas estamos transferindo um problema que é do governo para a categoria, por isso a necessidade de se rever o quantitativo que hoje compõe os nossos quadros”, disse.

Representando a Comissão de Aprovados no Concurso da Polícia Civil, Beatriz Pompeo, ressaltou a necessidade urgente do reforço do efetivo da categoria. “O quantitativo correto, ou pelo menos, próximo do necessário é imprescindível para que a Polícia Civil do Rio Grande do Norte preste um serviço de qualidade. Hoje os policiais estão dando 110% a mais do que se pode. São dados que precisam ser avaliados e ajustados para que a segurança pública chegue na ponta com resolutividade”.

Priscila Vieira, presidente da Associação dos Escrivães de Polícia do RN (Assesp), foi enfática ao destacar a necessidade urgente da convocação dos concursados para o andamento dos trabalhos nas delegacias da Polícia Civil. “Somos peça fundamental na Polícia Civil e no processo de investigação. O nosso estatuto prevê 800 vagas para escrivãs e, infelizmente, hoje somos apenas 175. Desses, 46 estão afastados por licença médica. O que mostra que a demanda de trabalho gigantesca. A vinda desses novos concursados é esperada com muita ansiedade por quem está na ativa”, enfatizou.

Um dos aprovados no concurso, Adson Felipe Rocha, questionou a demora e a falta de interesse em dar continuidade ao processo. “Uma oportunidade ímpar. Somos dois mil concursados aprovados. Sendo que temos mais de quatro mil cargos vagos. Isso significa dizer que tem orçamento aprovado, tem necessidade, tem a cobrança. Falta apenas o curso de formação e a nomeação para que possamos dar o nosso melhor a favor da segurança pública do nosso Estado”, cobrou.

A luta da categoria foi reforçada pela presidente do sindicato dos policiais civis do RN (Sinpol), Edilza Faustino, que revelou que a necessidade é tanta que se o Governo fosse apenas repor as vagas em aberto, seria necessária a convocação de 600 policiais civis. “Essa é uma luta constante do Sinpol pelo número correto do efetivo. Hoje temos apenas 1290 policiais na ativa, desses muitos estão afastados por motivos de saúde, ou seja, se formos analisar, a situação é mais crítica do que imaginamos”, lamentou.

O deputado Kelps Lima (SDD) participou da audiência de forma remota e ressaltou a oportunidade que está sendo dada a atual administração para mudar a realidade da Policia Civil do RN. “Fátima tem uma oportunidade gigantesca de atenuar esse problema e transformar a realidade da Polícia Civil do nosso Estado e, consequentemente, a segurança pública do RN”, disse.

Finalizando o debate, o deputado Subtenente Eliabe destacou os números. E informou que o déficit geral do contingente da Polícia Civil chega a 77%. “Das 350 vagas para delegado, apenas 144 estão ocupadas, o que representa um déficit de 59%. Das 800 vagas destinadas a escrivães, apenas 165 estão ocupadas, o que representa 79% do quadro e para agentes, o déficit é ainda maior. Das quatro mil vagas, hoje estão ocupadas apenas 917. Um déficit de 77% do efetivo policial”, descorreu.

Eliabe encerrou a audiência pública deliberando algumas ações que serão realizadas pelo seu mandato em busca da solução para o problema. “Por tudo isso a pauta é relevante, pertinente, urgente, porém realizável. Falta apenas zelo e prioridade com a segurança pública do Rio Grande do Norte. Iremos encaminhar expediente com os números e os assuntos tratados nesta audiência. Além disso, vamos tentar marcar uma reunião com o Governo do Estado e intermediar a solução para essa questão tão importante para a segurança pública do Estado”, finalizou.

O Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Almir Garnier Santos, visitou a Base Naval de Natal, nesta sexta-feira (11), onde concedeu entrevista à imprensa e falou sobre as atividades desenvolvidas pela Marinha do Brasil (MB) na área de jurisdição do Comando do 3º Distrito Naval (Com3ºDN), que compreende os estados do Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco e Alagoas.

Na oportunidade, o Almirante de Esquadra Garnier abordou temas como operações de Busca e Salvamento (SAR) e interagências, fiscalização do tráfego de embarcações, bem como a participação dos navios da área de jurisdição em exercícios internacionais e no apoio a arquipélagos oceânicos, como o Arquipélago de São Pedro e São Paulo.

Durante sua visita a Natal, o Comandante da Marinha visitou as Organizações Militares e instalações da MB na capital potiguar, como a sede do Com3ºDN, o Grupamento de Fuzileiros Navais de Natal, o Paiol de Mergulho do Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Nordeste, e a Base Naval de Natal, onde ficam atracados os navios que atuam nos cinco estados nordestinos da área de jurisdição.

Evandro Teixeira, Orlando Brito e Canindé Soares na Fazendo Pitombeira. Foto Jailson Fernandes
Matéria na Pega de Boi no Mato pela TV Ponta Negra

Quem teve a oportunidade de conhecer Orlando Brito pessoalmente é testemunha da simplicidade de um Monstro Sagrado da fotografia, apaixonado como ninguém por sua profissão, além de respeito e consideração que tinha pelos amigos. É muito triste este momento, ainda mais de uma pessoa que estava em plena atividade. Tive a felicidade de fotografar para ele, fotografar com ele e viajar com ele. Muito aprendizado. Foram inúmeras viagens dele ao nosso Rio Grande do Norte, para cursos, palestras, trabalhos e lazer.  A penúltima vinda foi em 2010,na companhia do seu amigo/irmão Evandro Teixeira, companheiro de trabalho e viagens pelo mundo por muitos anos. Nessa vinda, além de registros para o seu livro sobre futebol, fotografou também a Pega de Boi no Mato na Fazendo Pitombeira em Acari. A última passada por aqui foi na campanha de 2014 quando era o fotógrafo oficial do então candidato Aécio Neves.

Essas vindas ou passagens por Natal, já é de muito tempo. Durante a ditadora, Brito flagrou o general Ernesto Geisel então presidente do Brasil, passeando na praia do Meio de calção de banho. Isso foi no ano de 1975 em plena ditadura, o qual Brito teve que usar de artimanhas por causa da censura para que a foto pudesse chegar até a redação do O Globo.

R.I.P. Orlando Brito

A Associação de Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares do RN (ASSPMBMRN), junto às outras entidades representativas, registrou oficialmente uma proposta de correção no subsídio da categoria. O ato ocorreu após uma Assembleia Geral e carreata da categoria realizada na manhã desta quinta-feira (10). O reajuste financeiro é reivindicado para que seja alcançada uma isonomia salarial entre todas as forças de segurança do RN.

“Os policiais e bombeiros militares são os agentes de segurança que têm o menor salário atualmente e, desde 2019, nós lutamos para que haja justiça e que seja feita essa correção de forma equilibrada para todos”, lembra a subtenente Márcia Carvalho, presidente da ASSPMBMRN. Naquele ano, foi acordado entre os representantes dos militares estaduais e o Governo um reajuste de 23%, parcelado em seis vezes até setembro de 2022.

Entretanto, outra parte do acordo prometia também para os PMs e bombeiros militares um reajuste concomitante aos que fossem conquistados por outras forças de segurança, de forma a acabar a desigualdade entre os subsídios das diversas categorias, o que não foi cumprido. “Portanto, é uma quebra da promessa feita pelo Governo do Estado e não vamos permitir que essa questão continue sendo ignorada”, enfatiza a subtenente.

Os representantes das entidades de policiais e bombeiros militares foram recebidos pelo secretário-chefe do Gabinete Civil, Raimundo Alves. O Governo do Estado pediu tempo para analisar a proposta feita pela categoria e outra reunião está marcada para a próxima semana, na sexta-feira (18).

“Nós vamos aguardar o retorno do Executivo sobre a proposição que fizemos, mas caso a questão continue a ser ignorada, não descartamos outras estratégias para seguirmos na luta por um salário mais igualitário para todos”, declara a presidente da ASSPMBRN.