Marca Maxmeio

Notícias

Orla de Ponta Negra por volta da 23h00

O Rio Grande do Norte, a partir deste sábado (27), passa a ter toque de recolher das 22h às 5h do dia seguinte. Esse é um dos principais itens do Decreto Nº 30.383 que será publicado amanhã no Diário Oficial do Estado. No mais recente documento, ainda há a determinação para que haja a suspensão, a partir o dia 1° de março, das aulas presenciais nas redes privada e pública de ensino, das atividades coletivas nos templos e Igrejas e do funcionamento de parques ou qualquer outro tipo de evento e festas de qualquer natureza.

Para a governadora Fátima Bezerra essas medidas são urgentes e necessárias porque o Estado – como em todo o Brasil – vive um verdadeiro “cenário de guerra” e, portanto, não deixa alternativas. Em entrevista, a governadora adiantou que essas medidas deverão vigorar por até duas semanas.

O Brasil teve 1.541 mortes pela covid-19 nas últimas 24 horas; a média móvel de morte está acima de mil pessoas; no Rio Grande do Norte, o boletim mais recente mostra que já são 165.050 casos confirmados, dos quais 3.562 pessoas não resistiram à transmissão do vírus e ainda existem 718 óbitos em investigação. Sem contar que os profissionais da saúde estão esgotados e sem trégua há praticamente um ano.

Para agravar o cenário, apesar de todos os esforços do Governo do Estado em seu Plano de Expansão de Leitos exclusivos para o tratamento da Covid-19, que já abriu mais de 700 leitos desde o início da pandemia. Só em dezembro foram abertos 104 leitos; nesta semana, mais 37 e estão previstos para os próximos dias, mais 39 leitos e, mesmo assim, a transmissibilidade continua alta e não permitindo que se fixe no percentual minimamente aceitável de até 80% dos leitos ocupados nos hospitais estaduais. A taxa de ocupação de leitos da Região Metropolitana está acima de 90% e no geral, em 85%.

“Nós estamos vivendo um colapso. Não adianta só abrirmos leitos. Nosso foco agora é de tomar essas medidas restritivas para garantir o distanciamento social, conter as aglomerações e com isso conter a transmissibilidade do vírus”, disse a governadora que, ao longo do dia (26) realizou diversas reuniões com chefes de poderes, representantes de Igrejas e instituições de ensino na esfera privada para alertar da gravidade da pandemia no Estado.

Segundo afirmou, as Força de Segurança irão fazer valer o cumprimento do decreto em todo o território potiguar. Mas também há uma responsabilidade compartilhada com as prefeituras. E Mais importante: essa guerra só será ganha com o apoio da população. “Nós contamos com o espírito de coletividade e de solidariedade. O povo do Rio Grande do Norte vai dar uma lição de solidariedade e amor. Vamos cuidar das pessoas que amamos. Estamos vendo todos os dias pessoas e entes queridos indo embora. Se ao menos o processo da vacina estivesse mais acelerado, imunizando as pessoas, certamente não estaríamos vivendo um dos momentos mais dramáticos dessa pandemia”, lamentou a chefe do Executivo estadual.

Responsabilidade dos Municípios

O Governo do Estado vem trabalhando no sentido de manter a corresponsabilidade com prefeitos e prefeitas no combate à transmissão do vírus. Portanto, existem recomendações também para os municípios como por exemplo: suspensão nos finais de semana e feriados, de acessos às praias, lagoas, cachoeiras, balneários, rios e similares, bem como piscinas, inclusive aquelas em locais de uso coletivo; reorganização das feiras livres e similares, de modo a assegurar o distanciamento social; restaurantes, lanchonetes, barracas de praia, praças de alimentação, praças de food truck, bares e similares devem fechar após as 22h até as 06 da manhã do dia seguinte; e recomenda, também, às Prefeituras que regulem e suspendam a venda e consumo de bebidas alcoólicas em locais públicos, dentre outros incisos.

Veja live:

https://www.instagram.com/tv/CL0YslOHrb5/?igshid=1b7kh2itc0538

 
Vilma Torres – Agecom
 

Telescópio do ESO, com o qual foi efetuada a primeira missão observacional remota da UFRN (à esquerda), e o monitor meteorológico a partir de onde os astrônomos controlam as condições do céu
 
Após nove noites de trabalho contínuo, a primeira missão observacional remota da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) junto a um observatório astronômico foi concluída com sucesso na manhã desta quarta-feira, 24 de fevereiro. Conduzidas pelos professores Izan de Castro Leão e Bruno Leonardo Canto Martins, do Departamento de Física (DFTE) do Centro de Ciências Exatas e da Terra (CCET), as atividades observacionais foram realizadas com um telescópio de 3,60m do European Southern Observatory (ESO), localizado em La Silla, no Deserto do Atacama, Chile.

Graças às condições atmosféricas favoráveis, com céu límpido e estável, em cerca de 95% do tempo útil, foram observadas 198 estrelas, com uma média de 22 estrelas por noite, como parte de quatro programas de pesquisa dedicados à busca por planetas extrassolares, também chamados de exoplanetas. Desses programas, um é conduzido pelo professor José Renan de Medeiros e tem como foco principal a busca por planetas em torno de estrelas parecidas com o Sol, hospedeiras de cinturões de asteroides. Os outros três programas, também dedicados à busca por planetas extrassolares, são conduzidos por cientistas da Universidade de Torino, na Itália, Pontifícia Universidad Católica de Chile e University of Warwick, Inglaterra.

Nas observações realizadas a partir do campus da UFRN, foi aplicada a técnica da Espectroscopia Doppler, também conhecida como o método da velocidade radial, que envolve a busca de manifestações do efeito Doppler no espectro da estrela observada, provocadas por companheiros planetários. Os dados coletados são imediatamente liberados para o cientista-chefe de cada projeto, ficando embargados, no entanto, por um ano, por respeito à propriedade intelectual. Professor Izan de Castro Leão no controle de uma observação 

A expectativa dos professores Renan, Bruno e Izan é de que os dados coletados mostrem um número relevante de novos planetas extrassolares, inclusive dentro do programa científico conduzido pela UFRN, uma vez que muitas das estrelas observadas já estão em estudos há cerca de dois anos. Tal fato pode ser confirmado em até seis meses, uma vez que vários artigos estão em processo de submissão para diferentes periódicos internacionais.

Durante a missão observacional, houve também uma preocupação com a formação de estudantes, sendo que dois doutorandos do Programa de Pós-Graduação em Física (PPGF/UFRN), Márcio Assunção Teixeira e Yuri da Silveira Messias, passaram por treinamento e aprenderam a preparar dados estelares para as observações e a manusear instrumentos. Todo o processo observacional foi realizado por meio do laboratório de observações remotas do Núcleo de Astronomia Observacional e Instrumental da UFRN, e, como um teste decisivo para a qualidade das observações, contou com extrema estabilidade elétrica e de comunicação via rede durante toda a missão. Reitor José Daniel Diniz acompanhando o procedimento de observações durante a missão remota

O reitor da UFRN, professor José Daniel Diniz, a diretora do CCET, professora Jeanete Alves Moreira, e o vice-diretor, professor Claudionor Gomes Bezerra, visitaram o laboratório durante as operações observacionais, testemunhando que, além do marco científico e tecnológico, tal missão observacional representa um passo sólido para a consolidação do processo de internacionalização da Instituição. Professores Jeanete Moreira Alves e Claudionor Gomes Bezerra, diretora e vice-diretor do CCET, conhecendo os procedimentos da missão observacional remota, juntos com o Professor Bruno Leonardo Canto Martins e o doutorando Yuri Messias

A vida lá fora
Os professores José Renan, Bruno e Izan participaram da descoberta de 17 planetas extrassolares nos últimos 15 anos. Os exoplanetas, ou seja, planetas situados fora do Sistema Solar e que não orbitam o nosso Sol, foram descobertos com a participação direta desses pesquisadores na realização de observações e pelo uso de tempo-telescópio aprovado para seus projetos.

Encontrar planetas que possuam condições físicas e químicas de habitabilidades similares à Terra é o principal objetivo de inúmeros satélites e instrumentos instalados em telescópios por todo o globo. Um desses satélites, o TESS (Transiting Exoplanet Survey Satellite), lançado em 2018 pela NASA, foi idealizado especificamente para a busca por planetas do tamanho da Terra orbitando estrelas próximas.

A missão do TESS irá se estender até 2022 e conta com o apoio dos astrônomos da UFRN. O grupo já identificou cerca de duas mil estrelas hospedando objetos com características de planetas e, através do monitoramento, poderá apontar quais estrelas oferecem uma melhor perspectiva de estudos sobre as características físico-químicas de seus sistemas planetários, incluindo suas potenciais condições de habitabilidade.

Em artigo publicado em 2020 no periódico americano Astrophysical Journal Supplement Series, os astrônomos da UFRN anunciaram um diagnóstico pioneiro sobre as características físicas de metade dessas estrelas observadas pelo TESS, incluindo medidas de períodos de rotação, identificação de erupções e pulsação e possíveis níveis de atividade magnética. O artigo foi assinado junto a um grupo de cientistas brasileiros e pode ser acessado nos sites Filtergraph e Iopscience.

Estado recebeu mais 19.400 doses da vacina CoronaVac nesta quinta-feira

O Rio Grande do Norte recebeu, na tarde desta quinta-feira (25), mais 19.400 doses da vacina CoronaVac. Os imunizantes chegaram às 15h10 ao Aeroporto de São Gonçalo do Amarante, no voo 3368 da Latam.

O lote vai garantir a imunização de 100% dos idosos maiores de 85 anos. As novas doses se somam às 35 mil da Astrazeneca/ Oxford – Fiocruz que aterrissaram em solo potiguar na quarta-feira (24), totalizando 54.400 doses nesta semana.

A campanha de vacinação no estado entra na quinta etapa e avança para dar cobertura principalmente aos idosos e população indígena. Todas as doses que chegarem serão aplicadas para ampliar o número de vacinados e à medida que for chegando mais, o esquema vacinal será complementado, conforme estratégia do Ministério da Saúde.

A Nota Informativa da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) Nº 13/2021 orienta os municípios para que a vacinação de idosos acamados com 75 anos ou mais e daqueles que têm mais de 90 anos seja concluída até o dia 2 de março. Enquanto isso, a campanha para os que estão entre 85 e 89 anos de idade deve ser realizada entre os dias 1º e 5 de março, e pessoas entre 80 e 84 anos devem ser vacinadas até o dia 16 do mesmo mês.

25/02/2021 – Em razão da pandemia de Covid-19, Instituto orienta estudantes a fazerem a pré-matrícula preferencialmente de forma on-line

O resultado final do exame de seleção para os cursos técnicos integrados ao ensino médio do IFRN foi divulgado nesta quinta-feira (25). Os candidatos podem acessar  o resultado individual no portal do candidato e as listas de aprovados ao final desta notícia.

Regido pelo Edital Nº 29/2020-PROEN/IFRN, o processo seletivo aprovou cerca de 3 mil estudantes para os cursos ofertados nos 21 campi do IFRN. Em razão da pandemia de Covid-19, o critério de seleção precisou ser modificado e foi adotada a análise de notas do histórico escolar. 

Pré-Matrículas- On-line

Com o agravamento da pandemia no Rio Grande do Norte, a Coordenação de Acesso Discente (Cadis/IFRN), setor responsável pelo processo seletivo, publicou retificação no edital que altera as datas de matrículas. A orientação do setor, vinculado à Pró-Reitoria de Ensino, é que os estudantes realizem a matrícula preferencialmente de forma on-line, no período de 1 a 17 de março de 2021 (no último dia, as matrículas devem ser feitas até as 17h.

Para se matricular, o candidato classificado deverá acessar o endereço eletrônico https://sso.acesso.gov.br/login  e efetuar o cadastro. A realização da matrícula online será realizada através do endereço eletrônico https://www.gov.br/pt-br/servicos/matricularse-em-curso-de-educacao-profissional-tecnica-educacao-de-jovens-e-adultos-integrado-e-subsequente-ifrn. Após o cadastro, no qual deve ser realizado o preenchimento dos dados solicitados, o candidato deverá fazer o upload da documentação descrita no edital. O candidato menor de idade, além da documentação listada no item 34 deverá, obrigatoriamente, anexar o Termo de Responsabilidade de Matrícula disponível em anexo no Edital.

A documentação deverá estar em formato .docx, doc, pdf, jpg, jpeg ou png, com o máximo de 5Mb por arquivo. As matrículas feitas de modo online passarão por uma avaliação.  No caso de a documentação estar completa e perfeitamente legível, a homologação da matrícula será dada e o candidato receberá uma notificação pelo e-mail cadastrado. Em caso de haver algum erro ou ilegibilidade da documentação apresentada, poderá ser solicitado ao candidato os devidos ajustes. Todas as notificações necessárias serão realizadas através do e-mail cadastrado.

Pré-Matrícula Presencial

O IFRN orienta os estudantes a buscarem o formato presencial apenas se não for possível de forma alguma a pré-matrícula on-line. No momento da pré-matrícula, devem se dirigir ao campus apenas o estudante e o responsável pela assinatura da documentação, a fim de restringir a circulação de pessoas no prédio do Campus. Os dois devem obrigatoriamente usar máscara de proteção. As matrículas presenciais devem ser agendadas, nos dias 10, 11, 12 e 15 de março, através do e-mail das secretarias acadêmicas do Campus para o qual o estudante foi aprovado (lista ao final do edital). O agendamento poderá ser realizado para o período entre 15 e 17 de março.

Documentação

No ato da pré-matrícula, todos os candidatos aprovados deverão apresentar ou anexar a seguinte documentação:

a) 2 fotos 3×4 (recentes e iguais); 

b) Carteira de identidade (cópia acompanhada do original);

c) Cadastro de Pessoa Física (CPF) (cópia acompanhada do original); 

d) Cópia da Certidão de Casamento ou Nascimento; 

e) Título de Eleitor, no caso dos maiores de 18 anos (cópia acompanhada do original);

f) Certificado de Alistamento Militar, de Dispensa de Incorporação ou de Reservista, no caso dos maiores de 18 anos do sexo masculino (cópia acompanhada do original);

g) Certificado de conclusão do Ensino Fundamental e histórico escolar (cópia acompanhada do original); h) Parecer de equivalência de estudos da Secretaria Estadual de Educação, para os aprovados que realizaram estudos equivalentes ao Ensino Fundamental, no todo ou em parte, no exterior;

i) O documento original utilizado no ato da inscrição onde constam as notas do candidato submetidas no certame. Como documento complementar, todos os candidatos aprovados deverão apresentar Carteira de Vacinação atualizada (cópia acompanhada do original).

Em decorrência da atual situação de pandemia da Covid-19, excepcionalmente para este processo seletivo, caso o candidato aprovado não obtenha em tempo para matrícula o Certificado de conclusão do Ensino Fundamental e histórico escolar, poderá apresentar o Termo de Compromisso disponibilizado no Anexo XII do Edital.

Os candidatos aprovados nas listas com reserva de vagas devem observar as informações constantes nos itens 48 a 53 do Edital e às datas dos resultados dos pareceres de renda e sobre pessoas com deficiência. Os candidatos aprovados para uma das vagas da Lista de Ampla concorrência Geral que estiverem em acordo com todos os critérios deste edital e da Organização Didática do IFRN, terão suas matrículas homologadas no momento da pré-matrícula.

CRONOGRAMA

ATIVIDADE DATA/PERÍODO
PRÉ-MATRÍCULAS (online) Das 08h do dia 01/03/2021 as 17h do dia 17/03/2021
AGENDAMENTO DAS PRÉ-MATRÍCULAS PRESENCIAIS 10, 11, 12 e 15/03/2021
PRÉ-MATRÍCULAS (presenciais) 15 a 17/03/2021
Convocação para preenchimento de vagas remanescentes 29/03/2021
Resultado Preliminar dos pareceres de renda 25/03/202
Resultado Final dos pareceres de pessoa com deficiência
Recurso do Resultado Preliminar dos pareceres de renda 26/03/2021
Resultado do recurso dos pareceres de renda 29/03/2021
HOMOLOGAÇÃO DAS MATRÍCULAS (LISTAS DE RESERVA DE VAGAS)

Acesse

Lista de aprovados

Portal do candidato

Edital nº 29/2020-PROEN — Cursos Técnicos Integrados 2021 – Retificado 

Cadastro – Pré-matrículas online 

Pré-matrículas Online

A Prefeitura de Natal começa a expandir o público-alvo a ser imunizado contra o coronavírus. Com a chegada do novo lote de 7.500 doses da vacina de Oxford, a partir de segunda-feira (01.03) os idosos de 85 anos e mais poderão tomar a primeira dose do imunizante. Esta é uma nova etapa dentro do calendário de vacinação que começou no dia 20 de janeiro para a população do município. 

Para receber a vacina, os idosos residentes em Natal nesta faixa etária  devem se dirigir a uma das estruturas de vacinação e apresentar cartão de vacina, comprovante de residência e documento original com foto. “Pedimos também o apoio da população para conferir se o cartão de vacinação está sendo preenchido de forma correta, e caso tenham alguma dúvida devem se dirigir a um dos responsáveis nos postos de vacinação”, reforça George Antunes, Secretário Municipal de Saúde de Natal (SMS-Natal).

Para o prefeito de Natal, Álvaro Dias, anunciar uma nova etapa de imunização é “renovar a esperança de em breve vacinar os natalenses em sua totalidade contra o coronavírus, almejando a normalidade nas nossas relações pessoais e comerciais”. 

Ao todo são três drives-thrus de vacinação disponíveis para atender a população e evitar aglomerações e riscos de contaminação. Os drives estão montados no Palácio dos Esportes, no Shopping Via Direta e no Ginásio Nélio Dias, os dois últimos contam ainda com sala de vacinação para pedestre funcionando das 8h às 16h, de segunda a quinta-feira, e na sexta-feira até às 13h.

A estrutura de vacinação em Natal também conta com 10 salas em Unidades Básicas de Saúde do município que funcionam de segunda a sexta-feira, de 8h a 12h30 e de 13h30 às 16h. São elas Distrito Sanitário Norte I: UBS Pajuçara; UBS Nova Natal; Distrito Sanitário Norte II; UBS Panatis; UBS Vale Dourado; Distrito Sanitário Leste; UBS São João; UBS Brasília Teimosa; Distrito Sanitário Oeste; UBS Felipe Camarão II; UBS Nazaré; Distrito Sanitário Sul; UBS Candelária; UBS Rosângela Lima.

A aquisição da StarWeb Internet faz parte do projeto de expansão do grupo, que prevê um 2021 de crescimento e desenvolvimento no mercado de telecomunicações

Investimentos em expansão das redes de fibra óptica e aquisição de novas empresas são a aposta do Grupo Conexão para 2021, representado aqui no estado pela Cabo Telecom e Cortez Online. Neste início de ano, mais uma empresa provedora do serviço de Internet Banda Larga Fixa no Brasil foi adquirida pelo grupo: a StarWeb Internet de São Lourenço/MG.

A empresa atua em mais de 32 localidades e chega para somar toda experiência e expertise de quem já foi eleita a empresa fornecedora do serviço de internet com a velocidade mais rápida do estado de Minas Gerais. A pesquisa foi conduzida pelo site Minha Conexão, responsável pelo ranking anual de velocidade de internet dos provedores do Brasil.

Além do serviço de Internet Banda Larga Fixa com tecnologia de fibra óptica, a StarWeb oferece também outras soluções em telecomunicações e tecnologia da informação nas cidades de Alfenas, Itajuba, Poços de Caldas, Pouso Alegre, São Gonçalo do Sapucaí, São Lourenço, Três Corações, Três Pontas e Varginha. 

A aquisição entra para a lista de investimentos do Grupo Conexão, seguindo o projeto de expansão previsto para este ano, como afirma Gilbert Minionis, CEO do grupo: “nosso plano de expansão continua agressivo, isso reflete-se nos números que apresentamos a cada ano. Investiremos no crescimento das áreas em que atuamos e em novas, com a ampliação de redes e produtos inovadores no mercado”, explica.

Com base em uma previsão positiva, o Grupo Conexão espera que, no segundo semestre, a ampliação da vacina contra a Covid-19 reative a economia global e fomente o mercado de telecomunicações, com investimentos no desenvolvimento das redes de fibra óptica etc. 

O plano é seguir aproximando os brasileiros, como defende Minionis. “Através da conexão unimos pessoas, esse é o nosso lema. Queremos encantar com a experiência vivenciada no atendimento, nos produtos e serviços que oferecemos”.

Em sua primeira reunião ordinária deste ano, realizada na manhã desta terça-feira (23), a Comissão de Constituição Justiça e Redação (CCJ) da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, analisou, votou e aprovou cinco matérias. Uma delas foi o PL12/2021, de autoria do deputado Hermano Morais (PSB), relatado pelo deputado Kleber Rodrigues (PL) que estabelece multa para quem fraudar a ordem de preferência de imunização contra a COVID-19. Com uma emenda apresentada no relatório a multa é estipulada com base na Unidade Fiscal de Referência do Estado.

“O presente PL12/2021 busca punir a fraude à ordem de preferência na imunização contra o Coronavírus. A intenção é coibir e punir todos aqueles que usam de suas condições sociais para furar fila, o que pode se afirmar ser um comportamento criminoso identificado em quase todos os estados. Já existe registro de políticos, empresários e até prefeitos e secretários burlando a ordem da vacinação para serem imunizados na frente das pessoas mais vulneráveis”, justifica o deputado Hermano.

Outra matéria aprovada e relacionada com a pandemia foi o Projeto de Lei 6/2021 de iniciativa do Governo do Estado que altera a Lei Estadual 10.727, de 9 de junho de 2020, que suspende todos os prazos relativos aos concursos públicos, no âmbito do Rio Grande do Norte, em razão da Pandemia do COVID-19.

Duas matérias foram retiradas de pauta pelos relatores, que solicitaram prazo para uma melhor análise das matérias, para apresentação do relatório na próxima reunião da CCJ. Participaram da reunião os deputados Raimundo Fernandes (PSDB) Hermano Morais (PSB), Kleber Rodrigues (PL), Subtenente Eliabe (SDD) e Albert Dickson (Pros).