Marca Maxmeio

Notícias

Chão Sagrado e Lugar do Sono Eterno

“Natal não sabia o que era um cemitério” – Câmara Cascudo

A história do primeiro local público para sepultamentos na capital potiguar está contada em um livro-álbum – Cemitério do Alecrim, Chão Sagrado – com lançamento na Fundação Capitania das Artes. A edição é uma produção do Sebo Vermelho, organizada pelo livreiro Abimael Silva e a produtora cultural Danielle Brito, com patrocínio da Empresa Vila através dos incentivos da Lei Djalma Maranhão.  São 162 páginas com fotos e textos que montam um rico painel sobre um dos mais antigos e – infelizmente – esquecido patrimônio histórico-cultural de Natal.

Enriquecido com textos de vários autores potiguares (Câmara Cascudo, Lenine Pinto, Lauro Pinto e outros) que abordaram a importância da construção do Cemitério do Alecrim, em 1855, Chão Sagrado trazseções reunindo lendas, casos e até poemas (Iracema Macedo, Zila Mamede) inspirados em personagens sepultados no local. Em ensaio técnico inédito, a urbanista e arquiteta Márcia Rossana de Oliveira, aborda os valores arquitetônicos representados pela arte tumular, atualmente ameaçados pela ação de vândalos e a falta de conservação dos vários jazigos centenários existentes no local, e o que fazer para impedir a degradação e revalorizar o Cemitério do Alecrim como patrimônio público. Verbetes e uma sugestão de roteiro para visitação (incluindo um mapa com a localização dos túmulos de personagens famosos) completam o volume.

As fotos de Canindé Soares e João Maria Alves revelam aspectos de uma beleza, simples e reflexiva, que visitas e olhares apressados não detectam por trás dos muros. A edição do livro serviu de base para a produção de um videodocumentário – Koimhthpion/Lugar do Sono Eterno – realizado pela Amarela Entretenimentos, com a direção de Augusto Lula, teve exibição durante o lançamento. A edição do livro é do jornalista Carlos Peixoto. A impressão foi da Offset Gráfica.

No próximo sábado o escritor Flávio Rezende, conhecido por sua variada atuação literária, com vinte e sete livros de poesias, crônicas, ficções, literatura infantil, contos e outros gêneros, chega ao vigésimo oitavo com mais uma inovação, um livro de fotografias.
Rezende que hoje é aposentado, ficou conhecido no RN por suas reportagens criativas em TVs, pela coluna Giro Geral que fez história no Diário de Natal, atuação em assessoria de imprensa, tendo ainda participado de revistas e fanzines, sendo um atuante agente cultural e fundado os blocos Burro Elétrico, Giro Geral e Cores de Krishna, além dos festivais Radhastami Bem Oriental e Piom.
Na área social fundou e presidiu a ong Casa do Bem, realizou festas históricas em Mãe Luiza como o Luau dos Amigos, sendo ainda presença sempre ativa em festivais de arte e movimentos em geral.
Sábado, ao comemorar seus 62 anos, Rezende avisa que a edição deste livro é limitada, sem venda, sendo por isso um evento só para convidados.
A entrega dos livros será das 19 às 22h no Sempre Rock Bar – Ponta Negra, que na oportunidade ofertará show com a banda Old Plan.
O livro que sai pela lei municipal de incentivo à cultura Programa Djalma Maranhão da Prefeitura do Natal, com apoio da Fiat Autobraz, CP2 Consultoria e Grupo L.Cirne, é impresso na Offset Editora.
Fotografando o Planet tem curadoria da produtora cultural Danielle Brito e produção visual de Alexandre Magno da Argumento Design.
Flávio Rezende revela que o livro reúne fotos coloridas, p&b e sépia de suas andanças pelo Brasil e outros países. “Não me aprisionei a um tema, nem numerei as páginas e tampouco juntei as fotos por afinidades. Sou assim, irrequieto e o livro mostra esse meu lado plural, sem normas, astral”.
Lembrem, não é um lançamento aberto, o livro tem tiragem limitada, sendo portanto, para convidados.

Serviço:
Lançamento livro Fotografando o Planet
Autor: Flávio Rezende
Local – Sempre Rock Bar – Av. Praia de Ponta Negra 9045.
Hora: 19 às 22h
Atração: banda Old Plan
Evento para convidados.
Apoio – Prefeitura do Natal – Programa Djalma Maranhão, Fiat Autobraz, Grupo L.Cirne e CP2 Consultoria.

Chão Sagrado e Lugar do Sono Eterno

“Natal não sabia o que era um cemitério” – Câmara Cascudo

A história do primeiro local público para sepultamentos na capital potiguar está contada em um livro-álbum – Cemitério do Alecrim, Chão Sagrado – com lançamento marcado para o próximo dia 13, a partir das 18h00 na Fundação Capitania das Artes. A edição é uma produção do Sebo Vermelho, organizada pelo livreiro Abimael Silva e a produtora cultural Danielle Brito, com patrocínio da Empresa Vila através dos incentivos da Lei Djalma Maranhão.  São 162 páginas com fotos e textos que montam um rico painel sobre um dos mais antigos e – infelizmente – esquecido patrimônio histórico-cultural de Natal.

Enriquecido com textos de vários autores potiguares (Câmara Cascudo, Lenine Pinto, Lauro Pinto e outros) que abordaram a importância da construção do Cemitério do Alecrim, em 1855, Chão Sagrado trazseções reunindo lendas, casos e até poemas (Iracema Macedo, Zila Mamede) inspirados em personagens sepultados no local. Em ensaio técnico inédito, a urbanista e arquiteta Márcia Rossana de Oliveira, aborda os valores arquitetônicos representados pela arte tumular, atualmente ameaçados pela ação de vândalos e a falta de conservação dos vários jazigos centenários existentes no local, e o que fazer para impedir a degradação e revalorizar o Cemitério do Alecrim como patrimônio público. Verbetes e uma sugestão de roteiro para visitação (incluindo um mapa com a localização dos túmulos de personagens famosos) completam o volume.

As fotos de Canindé Soares e João Maria Alves revelam aspectos de uma beleza, simples e reflexiva, que visitas e olhares apressados não detectam por trás dos muros. A edição do livro serviu de base para a produção de um videodocumentário – Koimhthpion/Lugar do Sono Eterno – realizado pela Amarela Entretenimentos, com a direção de Augusto Lula, a ser apresentado durante o lançamento, em duas sessões; às 18h30 e 19h:30. A edição do livro é do jornalista Carlos Peixoto. A impressão foi da Offset Gráfica.

Serviços

Evento: Lançamento do livro-álbum Cemitério do Alecrim – Chão Sagrado

162 páginas

Local: Fundação Capitania das Artes

(Av. Câmara Cascudo, 434 – Cidade Alta – 84 98898 4082)

Horário: A partir das 18h

Unindo conhecimento e excelência em Natal, a deslumbrante cidade do sol, aproveite para se inspirar nas belezas naturais desse paraíso e participe desse importante evento, que reúne profissionais do setor para debater desafios e compartilhar experiências em busca de aprimoramento e eficiência nos serviços cartorários.

🗓️14 de julho
⏰8h às 18h30
📍ESMARN

Aberto a magistrados, notários, registradores, servidores e estudantes interessados em conhecer mais sobre o setor.!

Corra, pois, as vagas são limitadas. 🏃🏻‍♀️
Inscrições abertas em: Acesse: https://bit.ly/EncontroRN

A super festa de 50 anos da jornalista e colunista Simone Silva!!

Uma noite de muito capricho, música, diversão e surpresas, no Hotel Imirá.

O line-up é formado pelo DJ Bruno PorpinoRafa Ferraz e Banda, Thiago Novaes e como não poderia ser uma das melhoras atrações que tocam nos grandes eventos, Band Grafith.

A produção foi do querido Rodrigo Loureiro junto com Markus Guedes, que também comandou o cerimonial.

O buffet ficou por conta de Nilson Buffet e a decoração foi do talentoso Clodualdo Bahia. Os banheiros levaram assinatura da Firulas.

Os convidados tiveram um leque de bebidas à disposição, a começar pelo espumante Santa Colina da Adega Farret, Old Parr, vodka Experience e drinks by Bar Service.

O serviço de manobrista foi da JF Vallet com direito ao serviço “direção em casa”, onde o convidado pagou uma pequena taxa e teve seu carro dirigido por motorista especializado.

E o festão teve duração de mais de sete horas de duração com direito a “café da manhã” ao amanhecer, com uma visão privilegiada do mar da Via Costeira.

Fonte: Território Livre – TN

As eleições para o Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Norte (Cremern) acontecerão no mês de agosto, de forma 100% online, quando serão escolhidos 20 conselheiros titulares e 20 suplentes para o mandato de cinco anos (2023-2028).

A chapa 1, intitulada “Defesa da Medicina com Ética e Dignidade”, reforça a continuidade do trabalho e conquistas que vêm sendo alcançadas, mantendo o compromisso de um Cremern em defesa da profissão com independência institucional.

“Acreditamos que a defesa da Medicina deve utilizar as prerrogativas do Conselho na busca pela boa prática profissional através de melhores condições de trabalho e da valorização da atuação do médico”, detalha Marcos Jácome, atual presidente do Cremern e que integra a chapa.

Entre os compromissos apresentados pelo grupo, está o diálogo com as instituições que compactuam com os mesmos princípios, exercendo o respeito, a ética e a dignidade em benefício dos pacientes.
Para o pleito deste ano, as regras foram definidas pela resolução 2.315/22, publicada pelo Conselho Federal de Medicina (CFM).
Os Conselheiros Titulares são:
Ana Lígia Nascimento da Silva CRM 2936
Ana Maria de Oliveira Ramos CRM 589
Edson Gutemberg de Sousa CRM 819
Elio José Silveira da Silva Barreto CRM 3690
Elvira Maria Mafaldo Soares CRM 1278
Francisco de Almeida Braga CRM 1398
Giana da Escossia Melo CRM 2398
Gilmar Amorim de Sousa CRM 1476
Jeancarlo Fernandes Cavalcante CRM 3351
Josmar de Castro Alves CRM 1154
Luís Eduardo Barbalho de Mello CRM 2696
Marcos Antônio Tavares Jácome da Costa Brito CRM 3097
Marcos Lima de Freitas CRM 2396
Marcus Augusto Freire Fernandes CRM 3873
Maria Cristina Monte Pereira de Macedo CRM 935
Maria do Carmo Costa do Nascimento CRM 2492
Neuman Figueiredo de Macedo CRM 885
Ricardo Wagner da Costa Moreira CRM 4284
Saulo André Stabile da Silva CRM 3009
Sebastião Paulino da Costa CRM 2495

Os Conselheiros Suplentes são:
Aissa de Franca e Santana CRM 3.101
Cristiane Torralba Antonangelo CRM 6.073
Eduardo Jorge de Melo Onofre CRM 2.388
Enio de Oliveira Pinheiro CRM 2.391
Guaraci da Costa Barbosa CRM 712
Gustavo Xavier de Azevedo Fernandes CRM 4.223
Hylas Paiva da Costa Ferreira CRM 4.541
Igor Marreiros Pereira Pinto CRM 4.768
João Ferreira de Melo Neto CRM 3.582
João Ladislau de Assuncao CRM 3.337
Kalyanne Cabral de Paula do Ó CRM 6.980
Leidimar Silva Pereira Murr CRM 2.418
Manoel de Freitas Nobre CRM 2.704
Manoel Reginaldo Rocha de Holanda CRM 3.500
Marco Antonio Rey de Faria CRM 1.079
Maria Auxiliadora Carvalho da Rocha CRM 911
Maria Do Carmo Lopes de Melo CRM 419
Rodrigo Cesar Barbosa de Vasconcelos Silva CRM 6.031
Ronaldo Fixina Barreto CRM 3.059
Selma Maria Bezerra Jeronimo CRM 2.479

O lançamento do Livro de Crônicas intitulado ‘Palavras Contadas’, de autoria do jornalista José Alves Pinto Júnior, carinhosamente conhecido como Pinto Júnior, aconteceu na noite desta quinta-feira (01/06), no plenário da Câmara Municipal de Parnamirim. Amigos e autoridades políticas e personalidades da cultura, da literatura, do esporte e da educação do Rio Grande do Norte estiveram presente.

Mais que uma homenagem póstuma, o lançamento do livro ‘Palavras Contadas’ representou a realização de um sonho, é o que garante a esposa e atual diretora do Potiguar Notícias, Irandi Pinto.

“Pinto sempre teve o sonho de publicar um livro. Era um apreciador da literatura. Um amante das palavras. Não podia ver um pedaço de papel, que rabiscava grandes pensamentos, reflexões do dia-a-dia de tudo o que ele observava ao seu redor”, disse.

Irandi faz questão de ressaltar que Pinto continua presente a todo momento. E que todos os desafios e sonhos que eram deles, passaram a ser dela, ainda mais.

A junção dos manuscritos feitos por Pinto Júnior durante a sua trajetória em vida foi um verdadeiro desafio. A atual diretora do PN relata que cada texto remete à lembranças que permanecem vivas. O renomado jornalista Pinto Júnior faleceu em junho de 2021, vítimas de complicações da Covid-19.

Irandi Pinto que é enfermeira há mais de 30 anos, assumiu para si a missão de comandar o legado deixado por Pinto Júnior.

“É uma responsabilidade sem tamanho dar continuidade nesse projeto que começamos juntos, ainda dentro do nosso apartamento. Foi lá que iniciamos os primeiros passos desta empresa chamada Potiguar Notícias, que graças à credibilidade de um jornalismo sério e responsável exercido por Pinto Júnior, ganhou espaço e reconhecimento não só em Parnamirim, mas em todo o Rio Grande do Norte”.

Irandi Pinto enfatiza que o lançamento do livro ‘Palavras Contadas’ celebra ainda os 25 anos de história do Potiguar Notícias.

Poesia em Construção

A diretora adianta que em 2024, em 04 de abril, data do aniversário de Pinto Júnior, pretende lançar o livro de poesias também escritas por ele ao longo de sua vida, que deverá ser intitulado ‘Poesia em Construção’.

Sobre Pinto Júnior

José Alves Pinto Júnior, formado em Comunicação Social pela Universidade Estadual da Paraíba. É o idealizador do Jornal Potiguar Notícias desde 1999. Além de poeta e cronista, criou e incentivou vários projetos culturais no Rio Grande do Norte, a exemplo do Concurso Literário Zila Mamede. Durante a sua trajetória profissional esteve à frente de vários programas na PNTV PLAY a TV digital do Potiguar Notícias, com foco a abordar temas relevantes como política, educação, saúde, economia, cultura, esporte, lazer e cidadania.

Pinto Júnior faleceu no dia 18 de junho de 2021, depois de passar 40 dias hospitalizado com complicações provocadas pela Covid-19.

O jornalista deixou esposa e dois filhos.

Fonte: Da Redação do PN, Marclene Oliveira

O estado potiguar possui mais de 240 parques eólicos em atividade e mantém a liderança nacional no segmento, com mais de 7,5 GW de potência instalada.

Faltam 7 dias para a realização da SEMA – Semana do Meio Ambiente, de 01 a 07 de junho, e o Governo do Estado do Rio Grande do Norte dá continuidade à série de publicações com base nos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que são um compromisso universal proposto pela Organização das Nações Unidas (ONU) para acabar com a pobreza, proteger o planeta e assegurar que todas as pessoas tenham paz e prosperidade. Nesta publicação, ressaltamos o protagonismo do Rio Grande do Norte quanto à capacidade de geração de energias limpas, atendendo ao ODS 7, que trata do acesso confiável, sustentável, moderno e a preço acessível à energia para todas e todos.

A matriz elétrica do RN é 94% composta por fontes renováveis. Em 4 anos, o estado diversificou sua matriz com a introdução de novas fontes como solar fotovoltaica e hídrica, e ampliou a participação das demais, como eólica e biomassa, além do gás natural, considerando combustível de transição. Atualmente, o estado possui mais de 240 parques eólicos em atividade e mantém a liderança nacional no segmento, com mais de 7,5 GW de potência instalada.

É o estado com maior número de turbinas eólicas, mais de 2.800 máquinas em operação, representando 30,20% de toda a produção eólica no Brasil (24,6 GW). “Até 2025, serão mais de 3 mil turbinas em atividade, gerando mais de 12 GW de potência instalada”, destacou o titular da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico (Sedec), pasta que executa as políticas que tem contribuído para potencializar a capacidade de geração de energias limpas e renováveis do Rio Grande do Norte.

O Governo trabalha para manter a vanguarda também na geração offshore, garantindo o aproveitamento do maior fator de capacidade do país (64%) e visando o potencial de até 140 GW de geração em alto mar, equivalente a dez vezes a produção de Itaipu. Um grupo de trabalho formado pela Sedec e pesquisadores da UFRN acompanha o andamento de nove projetos em processo de licenciamento junto ao IBAMA.

“O setor solar também deverá dar um salto nos próximos anos. O RN possui atualmente cerca de 370 MW de capacidade instalada, mas 7,5 GW estão previstos para os próximos anos com a construção de novos parques já contratados”, completou o secretário.

Consórcio Nordeste – “Um dia extremamente produtivo, com a discussão de temas estruturantes para o desenvolvimento do Nordeste e do Brasil”, afirmou a governadora Fátima Bezerra, na Assembleia Geral do Consórcio Nordeste, em abril de 2023 na capital paraibana. Na ocasião, os governadores  e as governadoras dos nove estados nordestinos se reuniram para discutir diversos temas de interesse comum à região. Entre os principais assuntos da pauta, a discussão da legislação que rege a questão das energias renováveis.

A região Nordeste tem um protagonismo na geração de energia limpa, sendo o Rio Grande do Norte o maior produtor de energia eólica da América Latina. “Um exemplo não só para o Brasil, mas para o mundo”, enfatizou a chefe do executivo estadual, na época. A expansão na Região, no entanto, esbarra na falta de linhas de transmissão.

O Governo Federal já sinalizou com um anúncio para que ainda esse ano os leilões sejam realizados e sejam publicados os editais para a construção dessas linhas de transmissão. Entretanto, existe ainda uma desconformidade entre o prazo de construção da linha de transmissão que a ANEEL vai liberar com a exigência de conclusão da geração.

Segundo a governadora, o Rio Grande do Norte tem projetos nessa área, de energias renováveis, na ordem de R$ 31 bilhões, que serão executados até 2026. Esse montante se refere aos investimentos captados em 2022. No ano anterior, o RN captou cerca de R$ 13 bilhões em investimentos. “E, sem a expansão das linhas de transmissão, isso não pode andar de maneira nenhuma”, informou.

Com o entendimento comum de que é preciso lutar para manter os investimentos na região do Nordeste, os governadores consideraram como central a prorrogação do prazo das outorgas e, para tanto, encaminharam pedido ao Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva para que se faça a prorrogação dos prazos de autorização dessas outorgas, para que os Estados não tenham os projetos que estão sendo encaminhados levados para outras regiões.


Assecom-RN

Central reforça fornecimento de energia para 36 mil consumidores nas cidades de Lagoa Nova, Cerro Corá, Bodo e zonas rurais de Currais Novos e Tenente Laurentino Cruz

Com investimento de R$ 18,3 milhões conforme publicado em balanço, a Neoenergia Cosern inaugurou nesta terça-feira (30), a Subestação Elétrica Lagoa Nova do Seridó – a primeira da distribuidora na Serra de Santana e a 78ª no Rio Grande do Norte. Em operação, a nova central de distribuição reforça o fornecimento de energia para 36 mil consumidores nas cidades de Lagoa Nova, Cerro Corá, Bodó e nas zonas rurais de Currais Novos e Tenente Laurentino Cruz.

“Estamos muito felizes em inaugurar esta Subestação construída com a mais alta tecnologia de automação que reforça o fornecimento de energia nessa região tão especial que é a Serra de Santana, o chamado “coração” do Rio Grande do Norte”. Aproximadamente 100 colaboradores trabalharam na construção dessa Subestação que fornece energia elétrica de qualidade que impulsionará o desenvolvimento social e econômico da Serra de Santana”, destaca Fabiana Lopes, diretora-presidente da Neoenergia Cosern.

A Serra de Santana é uma das regiões que mais cresce com o turismo rural, de aventura e com festivais de inverno. Trata-se de uma chapada com elevações que chegam a 750 metros de altitude e clima médio em torno dos 20°C à noite. A economia da região gira em torno da agricultura, criação de gado e produção de energia eólica. Recentemente, os municípios de Lagoa Nova e Cerro Corá foram declarados integrantes do Geoparque Seridó, da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

“Ao longo de 2022, ampliamos nossos investimentos no Rio Grande do Norte com o objetivo de aprimorar nossa prestação de serviço. Procuramos estar cada vez mais próximos da população, dos empresários e das indústrias instaladas em todas as regiões sempre com foco na qualidade e segurança. A população de Lagoa Nova e da Serra de Santana como um todo ganha um reforço de alto nível para o fornecimento de energia na região”, frisa Fabiana Lopes.

A Subestação Lagoa Nova do Seridó representa mais uma alternativa de suprimento à rede da Neoenergia Cosern, permitindo maior flexibilidade operacional.

Informações técnicas

A Subestação Lagoa Nova do Seridó é atendida por uma linha de distribuição em Alta Tensão (69 kV) com 7,26 quilômetros de extensão, capacidade instalada de 10/12,5 MVA e comporta até cinco alimentadores em Média Tensão (13,8 kV).

“Os investimentos da Neoenergia Cosern em obras estruturantes de Alta Tensão reforçam o compromisso da distribuidora em tornar o sistema elétrico potiguar ainda mais robusto. Essa obra é de relevante importância pois garante maior confiabilidade e qualidade do fornecimento de energia”, afirma Anapaula Nobre Ferreira, superintendente de Expansão da Alta Tensão da Neoenergia.

Todas as 78 subestações da Neoenergia Cosern espalhadas pelo Rio Grande do Norte são dotadas de equipamentos de alta tecnologia de automação que possibilitam a operação e o monitoramento online e a distância da qualidade e da continuidade do fornecimento de energia elétrica. Tudo é controlado pelo Centro de Operações Integradas (COI) no Edifício Sede, em Natal, que faz a gestão das Subestações e da Rede de Distribuição em todo o território potiguar.

Além dessas Subestações “fixas”, a Neoenergia Cosern conta com quatro Subestações Móveis posicionadas em regiões estratégicas do estado para realizar manutenções preventivas, obras de reforço e atendimentos emergenciais nas demais Subestações.

ASSESSORIA DE IMPRENSA DA NEOENERGIA COSERN