Marca Maxmeio

Notícias

Após 70 dias de votação, quase 35 mil internautas votaram nos seus cinco preferidos em cada uma das 14 categorias

 

Os internautas fizeram sua parte. Foram quase 35 mil votos responsáveis pela seleção de 70 artistas em 14 categorias da 15ª edição do Troféu Cultura 2018. Os vencedores serão anunciados durante cerimônia realizada no Teatro Riachuelo no próximo dia 2 de abril, com várias atrações e acesso gratuito ao público.

 

“Acredito que a decisão de dividirmos a responsabilidade na escolha entre o público e os jurados foi acertada. De forma democrática, internautas votaram nos seus preferidos. E se os jurados teriam outra seleção, terão que escolher o vencedor a partir do voto do público”, reforçou o idealizador do Troféu, Toinho Silveira.

 

Foram contabilizados 34.524 votos no sistema instalado no blog Papo Cultura durante 70 dias, entre 19 de dezembro e 26 de fevereiro. A cantora Khrystal, com 905 votos, foi a mais votada, seguida do espetáculo Meu Seridó, com 840, a banda Plutão Já Foi Planeta, com 800, a atriz Titina Medeiros, com 751 e a artista visual Renata Lisieux, com 586.

 

Mas esses números se encerraram junto com a votação. Agora serão os jurados convidados pela coordenação do evento os responsáveis pela decisão final na escolha dos vencedores, independentemente de quantos votos receberam. Os critérios de avaliação serão, tão somente, a qualidade e o reconhecimento do trabalho realizado durante o ano de 2018.

 

A cerimônia do Troféu Cultura terá como temática a mescla da cultura popular e a contracultura. Para isso, serão convidados artistas para compor a festa de anúncio dos vencedores, que renderá homenagens ainda à cantora Glorinha Oliveira e ao transformista Zezo, assassinado em outubro do ano passado.

 

Patrocínio

 

O Troféu Cultura 2018 tem patrocínio da Cosern e da Comjol, ambos por meio da Lei Câmara Cascudo, do Governo do Estado; e da Unimed, pelo Programa Djalma Maranhão, da Prefeitura de Natal, além do apoio da Faculdade Uninassau e do Caxangá Restaurante.

 

Resultado – Os 5 mais votados pelo público (em negrito)

 

PRODUTOR CULTURAL

 

– Ana Morena (Festival Dosol /Sonora Festival / Circuito Cultural Ribeira)

– Juçara Figueiredo (Fest Bossa & Jazz – Pipa e Mossoró)

– Tatiane Fernandes (Quartas Clássicas)

– Nathalia Santana (Burburinho Festival de Artes / Cine Verão)

– Marcos Sá de Paula (Som da Mata e Bosque Encena)

 

– Anderson Foca (Festival Dosol / Circuito Cultural Ribeira)

– Jarbas Vasconcelos (Caminhada Histórica de Natal)

– Jomardo Jomas (MADA)

– Nelson Rebouças (Feira da Diversidade)

– Raildon Lucena (Festival de Cinema Curta Caicó)

 

LITERATURA

 

– “Espelho” – Camila Paula

– “Café e poesia”, organizado por David Leite e Clauder Arcanjo

– “Antonio Francisco: tradição e modernidade – uma poética da memória”, de Symara Tamara

– “Retratos Fora da Parede”, de Osair Vasconcelos

– “Anatomia do Ócio”, de Raimundo Leontino Filho

 

– “Argueirinha”, de Humberto Hermenegildo

– “Doce azedo amaro”, de Theo G. Alves

– “E por acaso deliro”, de Napoleão de Paiva Sousa

– “Mar interior” – Muirakytan K. de Macêdo

– “Os Últimos Passos do Enforcado”, de Edson Soares

 

 

FOTOGRAFIA

 

– Luana Tayze

– Brunno Martins

– Fernando Chiriboga

– Alex Régis

– Tiago Lima

 

– Delson Cursino

– Flávio Aquino

– Ian Rassari

– Max Pereira

– Pablo Pinheiro

 

ARTES VISUAIS

 

– Renata Lisieux

– Miguel Carcará

– Daniel Torres

– Civone Medeiros

– Carlos Sergio Borges

 

– Arbus

– Kefren Pok

– Leander Moura

– Lennon Lie

– Lucas MDS

 

AUDIOVISUAL

 

– Babi Baracho (Sem retrato e sem bilhete)

– Márcia Lohss (Enquanto o sol se põe)

– Sihan Felix (Maria e o espelho da quase memória)

– Rebeca Pelágio e Lucas Fernandes (O mistério das noites brancas)

– Paulo Dumaresq (Catarro)

 

– Helio Ronyvon (Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da noite)

– Júlio Castro e Seo Cruz ((IN)Sustentável)

– Lula Augusto (Arredia e tão só)

– Marcelo Buainain (Famintos)

– Wallace Santos (Tingo Lingo)

 

ESPETÁCULO DE DANÇA OU PERFORMANCE

 

– Sonhos Lúcidos (Cia Shaman Tribal)

– Sobre nossos pés (Grudun – Grupo de Dança Universitário)

– Anticorpos (Domínio Cia de Dança)

– Chamada (Entre Nós Coletivo de Criação)

– Pelo Pescoço (Ana Cláudia e Mariana Hardi)

 

– Apático (Moisés Ferreira)

– Estado Transitório (Coletivo Cida)

– Exit (Ana Vieira, Yasmim Cabral, Alexandre Américo e Iego José)

– Maré – versão compartilhada (Coletivo Cida)

– V. Exa. O candidato (Willy Helm)

 

ATOR

 

– Igor Fortunato (Meu Seridó)

– Cesar Ferrario (Onde Nascem os Fortes)

– Pedro Fasanaro (Onde Nascem os Fortes)

– Rodrigo Bico (A jornada de um imbecil até o entendimento)

– Romero Oliveira (O Torto Andar do Outro)

 

– Damásio (Grupo Máscara de Teatro)

– Jeyson Leonardo (A Farsa)

– Nonato Santos (Nos Confins do Horizonte)

– Paulo Lima (O Torto Andar do Outro)

– Rogério Ferraz (Guerra, Formigas e Palhaços / Quintal de Luís)

 

ATRIZ

 

– Titina Medeiros (Meu Seridó / Onde Nascem os Fortes)

– Nara Kelly (Meu Seridó)

– Priscilla Villela (Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte / Onde Nascem os Fortes)

– Bárbara Cristina (Fogo de Palha)

– Luciana Duarte (A Farsa)

 

– Giovana Araújo (Sal, o menino mar)

– Joriana Pontes (Cia Bagana de Teatro)

– Lenilda Sousa (Nos Confins do Horizonte)

– Monica Danuta (O Torto Andar do Outro)

– Mikaelly Moreira (Nos Confins do Horizonte)

 

ESPETÁCULO DE TEATRO

 

– Meu Seridó (coletivo de artistas)

– A Jornada de um Imbecil até o Entendimento (Grupo Facetas, Mutretas e Outras Histórias)

– O Torto Andar do Outro (Cia Pão Doce)

– A Farsa (A Máscara de Teatro)

– Romeu e Julieta (Grupo Arruaça de Teatro)

 

– A Coisa do Humano (Cia Bagana de Teatro)

– Casa do Louvor (Cia Bagana de Teatro)

– Lembranças de um Circo (Cia Rascunho de Teatro)

– Nada (GRutum)

– Nos Confins do Horizonte (Cia Escarcéu de Teatro)

 

BANDAS

 

– Plutão Já Foi Planeta

– Ribeira Boemia

– Luísa e os Alquimistas

– Potyguara Bardo

– Talma&Gadelha

 

– Bex

– Camarones Orquestra Guitarrística

– Joseph Little Drops

– Skarimbó

– SouRebel

 

CANTORES

 

– Sueldo Soaress

– Igor Fortunato

– Caio Padilha

– Allan (Rastafeeling)

– Zé Maria Pescador

 

– Carlos Lucena (Alfândega)

– Marcos Souto

– Rafael Barros

– Wescley Gama

– Yrahn Barreto

 

 

CANTORAS

 

– Khrystal

– Valéria Oliveira

– Clara Menezes

– Simona Talma

– Clara Pinheiro

 

– Ângela Castro

– Antoanete Madureira

– Fernanda Azevedo

– Maíra Soares

– Silvia Sol

 

SHOWS

 

– Cartola – Simplesmente Divino (vários músicos, no Teatro Riachuelo)

– Rumo a Roma (Orquestra Sinfônica da UFRN, no Teatro Riachuelo)

– Igor Canta Caetano (Igor Fortunato, no Teatro Dix Huit Rosado)

– Cores do Nosso Samba (Valéria Oliveira, no Teatro Riachuelo)

– Uma Noite na Espanha (Orquestra Sinfônica do RN, no Teatro Riachuelo)

 

– 100 anos de Aldo Parisot (100 violoncelistas regidos por Fábio Presgrave, no Holiday Inn)

– Giros in Solo (Tiquinha Rodrigues, no Ribeira 360)

– Linus Lerner 35 anos de música (OSRN e Linus Lerner, no Teatro Riachuelo)

– Potyguara Bardo (Festival Dosol e Mada)

– Tudo Nosso (gravação do DVD de Marcos Souto, no Auditório do Sesc)

 

ARTISTA DO ANO

 

– Orquestra Sinfônica do RN (música)

– Khrystal (música)

– Titina Medeiros (artes cênicas)

– Orquestra Sinfônica da UFRN (música)

– Igor Fortunato (música/teatro)

 

– César Ferrario (artes cênicas)

– Cia. Trapiá (artes cênicas)

– Coletivo Caboré (audiovisual)

– Grupo Carmin (artes cênicas)

– Mudernage (audiovisual)

 


Papo Cultura Assessoria de Imprensa
Sergio Vilar

Nesta terça-feira de Carnaval de Natal, encerro minhas coberturas fotográficas com uma constatação, se continuar no ritmo que está ano após anos “Os Cão” da Redinha podem se acabar. E não é por falta de lama não. É mais que notório que o carnaval em Natal vem ganhando espaço com polos lotados de foliões, grandes show com artistas locais e nacionais. No entanto uma atração que já foi por várias vezes notícia em rede nacional,  levantando o nome da Cidade do Sol no carnaval para todo país, não tem tido nenhum apoio ou atenção do poder público. Não é feito uma limpeza adequada, não tem sinalização e nenhum um órgão da saúde para constatar contaminação da lama já que participam do mela de crianças a idosos. E talvez uma das piores constatação são os animais que os foliões levam para melar de lama. Com a ausência do poder publico, a desorganização predomina e cada ano que passa menos pessoas participam do tradicional bloco.

 

 

 

Foto do carnaval de 2015

 

Agentes do Corpo de Bombeiros estiveram ontem em Macau para novas vistorias e liberaram os polos da Praça da Conceição e da Praia de Camapum para a realização dos eventos carnavalescos e liberou o Trio Eletrico, com ressalva.
Ontem, os mais de 20 blocos carnavalescos fizeram a festa pelas ruas da cidade, enquanto que o frenetico ISAQUE GALVÃO & BANDA contagiou o público na Praca da Conceição e mais a frente o Trio Elétrico animava foliões na Praca Monsenhor Honorio.
Embora com o Trio Eletrico liberado pelo Corpo de Bombeiros para receber as Bandas Musicais, o prefeito Tulio Lemos permanece em sua luta incessante para liberar a principal atração do Carnaval de Macau a fazer o percurso e agora pela manhã, após receber Laudo Tecnico de engenheiro eletricista, está autorizando a Procuradoria do Municipio a entrar com petição em juízo para liberar o Trio Eletrico a fazer o percurso., quando afirma que “um equivoco da COSERN causou todo esse impedimento, mas acreditamos que com esse novo laudo tecnico o juiz de plantão se sensibilize e libere o nosso Trio Eletrico a fazer a alegria do Carnaval de Macau, ainda hoje”

Terceiro Concurso Dosinho de Marchinas Carnavalescas abriu a sexa-feria do Carnaval no Polo Petrópolis

 

Nessa rceira edição do Concurso Dosinho que foram 15 músicas selecionadas. Concurso oferece aos vencedores troféus e prêmio no valor total de R$ 10 mil

 

A revitalização do Carnaval de Natal deu um novo gás aos compositores e intérpretes locais na criação de uma trilha sonora toda própria, enriquecendo o repertório musical de bandas, blocos e do folião natalense. Grande parte dessa trilha vem sendo incentivada pelo Concurso Dosinho de Marchinhas Carnavalescas. A competição musical chega a 3ª edição em 2019 e integra o projeto Palco das Marchinhas, com aporte da Prefeitura de Natal, através da Lei Djalma Maranhão e patrocínio da Unimed Natal.

O concurso homenageia o compositor Claudomiro Batista de Oliveira, o Dosinho, artista norte-rio-grandense que se notabilizou no cenário carnavalesco como importante e criativo autor de marchinhas gravadas por vários intérpretes brasileiros.

O concurso programou a Semifinal 2019 para esta sexta-feira que abriu o carnaval (1º de março), com apresentações das 15 marchinhas classificadas, ao vivo, no Palco das Marchinhas montado no Largo do Atheneu (Polo Petrópolis). A noite teve a participação de orquestra e intérpretes, e logo depois aconteceu o show da Orquestra Maestro Papão e o lendário grupo pernambucano Quinteto Violado, dentro da programação do Carnaval de Natal.

Segundo o idealizador do projeto, o produtor Marcelo Veni, a premiação está focada no estímulo à produção líteromusical das marchinhas carnavalescas. Para quem ainda não ouviu as novas músicas, vale lembrar que as marchinhas classificadas estão na grade musical da Universitária FM, 88,9 desde janeiro até o carnaval.

Premiação

Troféus e 10 mil reais aos primeiros colocados, entregues posteriormente numa festa de premiação. Também será lançado um CD com as músicas finalistas, gravado ao vivo na ocasião da Semifinal. A Marchinha do Ano, equivalente ao 1º lugar do concurso, receberá prêmio de R$ 4.000,00; 2º lugar do concurso R$ 2.000,00 e 3º lugar do concurso R$ 1.000,00. O Intérprete de Marchinhas do ano de 2019 receberá premiação única de R$ 3.000,00.

Etapas

A Final do concurso acontecerá no dia 15 de março de 2019, no Auditório da AABB/RN (Associação Atlética do Banco do Brasil), quando serão apresentadas ao vivo as cinco finalistas para definição e premiação da ‘’Marchinha do Ano – 1º Lugar’’ e do 2º e 3º Lugar;  além da premiação de ‘’Intérprete de Marchinhas 2019’’.

 

 

Patrocínio:

Prefeitura do Natal / Funcarte / Lei Djalma Maranhão / Unimed Natal

 

 

Confira as 15 classificadas que se apresentaram ao vivo, no Palco das Marchinhas

Título – Intérprete – Compositor (es)

 

1º – É hora de tirar a fantasia – Jôsy Ribeiro                               (Malu Barbalho/Carlos Ponta Negra)

2º – Vida de Brasileiro – Dodora Cardoso                                   (Luiz Antônio/Selma do Samba)

3º  – Viva a Vida – Charles Newton                                           (Charles Newton)

4º – Triste Ressaca – Laryssa Costa                                          (Edmundo de Souza/Evilásio Galdino/Luiz Antônio)

5º – Pink and Blue – Elias do RaioX                                          (Carlos Mafra/Ivo Neto)

6º – Liquidificador – Lysía Condé                                                   (Daniel Campos)

7º – De novo a Colombina – Jamilly Mendonça                            (Antônio Ronaldo /Yrahn Barreto)

8º – Caixa 03 – Artemilsom                                                         (Kiko Alves)

9º – Natal, estou careca de saber – Eudes Santos                             (Eudes Santos)

10º – Rasgando a Fantasia – Edja Alves                                    (Waldir Luzz)

11º – Não é Não! – Analuh Soares                                                   (Analuh Soares)

12º – Vítor ou Vitória – Camila Rodrigues                                  (Lupe Albano)

13º – Primeiros Pássaros – Antoanete Madureira                     (Antônio Ronaldo)

14º – Já é Quarta-Feira – Ivando Monte                        (Ivando Monte)

15º – Assis é Cis – Yrahn Barreto                                                (Yrahn Barreto)

 

Premiação

A Marchinha do Ano ( 1º lugar do concurso) prêmio de R$ 4.000,00;

2º lugar do concurso: R$ 2.000,00

3º lugar do concurso: R$ 1.000,00.

O Intérprete de Marchinhas do ano de 2019: R$ 3.000,00.

O Governo do Estado inicia nesta sexta-feira (1º) a Operação Carnaval 2019, que visa garantir festejos tranquilos para a população do Rio Grande do Norte. A ação vai até a próxima quarta-feira (6), com esquemas especiais montados por todos os órgãos que compõem a Secretaria do Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) e que contarão com efetivo extra e diárias operacionais no valor de mais de R$ 3 milhões. Além disso, as forças estaduais atuarão em parceria com Polícia Rodoviária Federal (PRF), Guarda Municipal e Secretaria de Mobilidade Urbana (STTU).

“Montamos um esquema de integração entre todas as Forças de Segurança do Estado para que a população possa aproveitar o período de carnaval sabendo que o Governo do Estado está trabalhando para garantir a segurança de todos”, destacou o coronel Francisco Araújo, secretário da Segurança do RN, na manhã desta quinta-feira, 28, durante entrevista coletiva à imprensa.

Polícia Militar

O trabalho ostensivo será realizado em todo estado, com destaque para os municípios que costumeiramente atraem um maior público nesse período. Ao todo, serão 4.900 PMs de efetivo extra, sendo 2.478 do Comando de Policiamento Metropolitano (COM), 1.752 do Comando de Policiamento do Interior (CPI) e 670 do Comando de Policiamento Rodoviário Estadual (CPRE).

Polícia Civil

A Polícia Civil disponibilizará 465 agentes de segurança realizando um policiamento ostensivo/repressivo e exercendo as funções de polícia judiciária, visando reprimir crimes como o porte ilegal de armas; o furto e roubo aos foliões, veranistas, turistas, moradores e comerciantes; o furto e o roubo de veículos; o tráfico de entorpecentes; a exploração sexual infanto-juvenil, como também outras modalidades de delito.

ITEP

Durante o período do Carnaval, os serviços essenciais do ITEP funcionarão 24h por dia, com os profissionais atuando em escala de plantão. Neste período, os médicos legistas, peritos criminais, atendentes do necrotério, digitadores da sala de laudo, necrotomistas, motoristas e papiloscopistas estarão à disposição do instituto.

Corpo de Bombeiros

Ao todo, serão mais de 150 militares atuando diariamente nos principais polos em solo potiguar. Militares do 1º e 2º Grupamento de Bombeiros Militar, além dos que atuam no Grupamento de Busca e Salvamento (GBS), e do Serviço de Atividades Técnicas (SAT), estarão à disposição da população em locais estratégicos. O Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte (CBMRN) divulgou em entrevista coletiva à imprensa, nesta quinta-feira (28), o plano de operação para o Carnaval 2019.

Mergulhadores e guarda-vidas atuarão em postos distribuídos nas praias da Redinha, Praia do Forte, Praia do Meio, Praia dos Artistas, Praia de Areia Preta, Ponta Negra, Búzios, Camurupim, Praia da Barra (Tibau do Sul), Praia do Amor (Tibau do Sul), Emanuelas e Ceará (Tibau). O objetivo é desenvolver ações de prevenção, fiscalização, orientação e resgate nas diversas praias do litoral potiguar.

O 1º Grupamento Bombeiro Militar, que atua na área de prevenção e combate a incêndio na Grande Natal e cidades vizinhas, atuará com postos avançados durante as festividades do Carnaval visando reduzir o tempo resposta às possíveis ocorrências que surgirem no período.

O Serviço de Atividades Técnicas (SAT) contará com militares que atuarão nas ações de vistorias de carnaval de eventos temporários em 38 municípios do Rio Grande do Norte.

“Estamos prontos e focados na missão de garantir um Carnaval com segurança aos potiguares e turistas”, disse o comandante-geral do CBMRN, coronel Monteiro Júnior.

A Associação dos Docentes da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (Adurn) divulga palestra do escritor e teólogo Leonardo Boff no projeto Na Trilha da Democracia. Abordando o tema Democracia e Direitos Humanos, o evento acontece no dia 13 de março, às 19h, no Auditório Otto Brito de Guerra, localizado na Reitoria da UFRN.

O evento é gratuito, aberto ao público e integra o ciclo de discussões que o Adurn-Sindicato, o Sindipetro-RN e a Frente Brasil Popular têm promovido desde o ano de 2016.

Leonardo Boff se doutorou em teologia pela Universidade de Munique. Foi professor de Teologia Sistemática e Ecumênica com os Franciscanos em Petrópolis e depois professor de Ética, Filosofia da Religião e de Ecologia Filosófica na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Conta-se entre um dos iniciadores da Teologia da Libertação. É assessor de movimentos populares e conhecido internacionalmente como professor e conferencista nas áreas de teologia, filosofia, ética, espiritualidade e ecologia.