Marca Maxmeio

Notícias

SemanaJornalismo

Em 2017, a graduação em Jornalismo da UFRN sai da condição de habilitação do campo da Comunicação Social para adquirir a forma autônoma de curso, como prevê a Resolução Consepe n. 211, de 29 de novembro de 2016.

Neste contexto, o departamento de Comunicação Social da UFRN realiza a I Semana do curso de Jornalismo. O evento, cuja temática abrange os novos formatos e novas linguagens no jornalismo, incluirá conferência de abertura com o jornalista investigativo Leandro Fortes, e mesas redondas, que versarão sobre a temática central, bem como sobre os desafios do meio impresso frente às mídias digitais, rumos da comunicação contra-hegemônica e as relações entre jornalismo e literatura.

A programação inclui, ainda, mostra de documentários, exposição de fotojornalismo, oficinas de edição em vídeo, fotografia e escrita criativa; oportunidades para os estudantes, e lançamento de livros – entre eles o e-book “Jornalistas e escritores do RN: entrevistas”, que reúne produções dos estudantes de Jornalismo da UFRN.

O encontro ocorre no período de 8 a 12 de maio, a partir das 14h, no auditório do Decom da UFRN.

Com o apoio fundamental da direção do CCHLA e chefia do Decom, a organização da semana pretende mobilizar todos os docentes da área, o conjunto dos estudantes, os servidores técnico-administrativos do Decom, o Centro Acadêmico Berilo Wanderley, as bases de pesquisa e o PPGEM – Programa de Pós-Graduação em Estudos da Mídia.

 

Programação:

* Dia 8 de maio segunda-feira

  • Minicurso: Um outro jornalismo é possível? O pensamento e a teoria de Adelmo Genro Filho (14h às 18h, no Decom). Ministrante: William Robson Cordeiro (UFSC). Coordenação: Kenia Maia (UFRN)
  • Mostra de videorreportagens e documentários. Responsável: Valquíria Kneipp (UFRN)
  • Mostra de fotojornalismo. Responsáveis: Daniel Meirinho e Itamar Nobre (UFRN)

*Dia 9 de maio, terça-feira

  • Minicurso: Um outro jornalismo é possível? O pensamento e a teoria de Adelmo Genro Filho (14h às 18h, no Decom). Ministrante: William Robson Cordeiro (UFSC). Coordenação: Kenia Maia (UFRN)
  • Mostra de fotojornalismo, videorreportagens e documentários
  • Oficina 1: Videorreportagem: observar, sentir, realizar (14h às 16h, no Decom). Ministrante: Bernardo Luís (TV Tribuna)
  • Oficina 2: Fotojornalismo de conflito (16h às 18h, no Decom). Ministrantes: Daniel Meirinho e Itamar Nobre (UFRN)
  • Oficina 3: Jornalismo de dados (15 às 18h, no Decom). Ministrante: Aparecida Ramos (UFRN)
  • Abertura oficial da 1ª Semana de Jornalismo (18h30, no auditório do Departamento de Ed. Física). Convidados: Maria das Graças Soares (diretora do CCHLA); Sebastião Faustino (vice-diretor do CCHLA); Ronaldo Neves (chefe do Decom); Kenia Maia (coordenadora do curso de Jornalismo)
  • Conferência de abertura: As práticas jornalísticas no cenário da comunicação em rede (19h às 22h, no auditório do Departamento de Ed. Física). Conferencista: jornalista Leandro Fortes (Agência Cobra Criada, Brasília). Coordenação: Daniel Dantas (UFRN)

*Dia 10 de maio, quarta-feira

  • Visita técnica à Comunica – Superintendência de Comunicação da UFRN (9h às 10h30). Responsáveis: José Zilmar da Costa / Cézar Barros
  • Mostra de fotojornalismo, videorreportagens e documentários
  • Oficina 4: Violação dos direitos humanos nos programas policiais: como e porque denunciar (14h às 16h, no Decom). Ministrante: Aline Lucena (UFRN)
  • Oficina 5: Ser youtuber – 1ª edição (16h às 18h30, no Decom). Ministrantes: Carla Menezes (Livro e Pipoca), Mickaelly Raiane (Amarelo Queimado), Vinícius Castro (Cristão Diferentão)
  • Oficina 6: A charge nos jornais (14 às 16h, no Decom). Ministrante: Ivan Cabral
  • Mesa redonda: Novos formatos e novas linguagens no jornalismo (19h às 22h, no auditório do Departamento de Ed. Física). Convidados: Fernando Firmino (UFPB), Esdras Marchezan (UERN), William Robson Cordeiro (UFSC). Coordenação: Socorro Veloso (UFRN)

* Dia 11 de maio, quinta-feira

  • Mostra de fotojornalismo, videorreportagens e documentários
  • Oficina 7: Jornalismo esportivo (14h às 16h, no Decom). Ministrante: Ruy Rocha (UFRN)
  • Oficina 8: Ser youtuber – 2ª edição (16h às 18h, no Decom). Ministrante: Michelle Rincon (Mãe de Cinco)
  • Oficina 9: Agitação e propaganda (16 às 18h, no Decom). Ministrante: representante do Levante Popular da Juventude.
  • Minicurso: A reportagem no telejornalismo (19h às 22h, no Decom). Ministrantes: Victor Ferreira, Margot Ferreira e Arimar Martins (TV Ponta Negra)
  • Mesa redonda: Condições de trabalho do jornalista potiguar (19h às 22h, no auditório do Decom). Convidados: Kênia Maia (UFRN); representante do Sindicato dos Jornalistas; Natália Sena (advogada) e Ana Paula Costa (jornalista). Coordenação: Aparecida Ramos (UFRN)

* Dia 12 de maio, sexta-feira

  • Mostra de fotojornalismo, videorreportagens e documentários
  • Oficina 10: Escrita criativa (14h às 16h, no Decom). Ministrante: Michelle Ferret (UFRN).
  • Oficina 11: Produção de TCC (17h às 19h, no Decom). Ministrantes: Alice Andrade, Jadeanny Arruda, Laryssa Aguiar, Paulo Nascimento, Rayane Mainara, Rafael Barbosa
  • Oficina 12: Como fazer análise semiótica de editoriais (16h às 18h, no Decom). Ministrante: Lilian Muneiro (UFRN)
  • Mesa redonda: A agenda dos coletivos de comunicação contra-hegemônica (17h às 19h, no auditório do Decom). Convidados: Representantes da Mídia Ninja, Brasil de Fato, Levante Popular da Juventude e Marcha das Mulheres (RN) Coordenação: a definir
  • Mesa redonda: Jornalismo e literatura: (des)encontros (19h às 22h, no auditório do Decom). Convidados: Emanoel Barreto, Josimey Costa, Adriano Gomes, Gustavo Sobral. Lançamento do e-book Jornalistas escritores do RN: entrevistas, produção conjunta de estudantes de Jornalismo da UFRN, com organização de Socorro Veloso e John Willian Lopes. Coordenação: Antonino Condorelli (UFRN)

*A semana contará, ainda, com realização de feira de troca de livros, roupas e acessórios, e apresentação de bandas convidadas na área externa do Decom.

 

 


Assessoria de Comunicação do CCHLA/UFRN

16042008-IMG_0835
 
 
Os vereadores de Natal aprovaram em segunda votação, na sessão ordinária desta quinta-feira (04), projeto de lei nº 200/2015 encaminhado pelo Executivo que institui a “Política Municipal de Retirada dos Veículos de Tração Animal”. A matéria tem por objetivo a promoção de ações de inclusão sócio-profissional dos carroceiros, bem como a adoção de medidas voltadas a eliminar a ocorrência de maus tratos aos animais utilizados nos veículos. Ao todo foram apresentadas 18 emendas. Ubaldo Fernandes (PMDB), Sandro Pimentel (PSOL) e Fernando Lucena (PT) foram os parlamentares autores das 12 que receberam parecer favorável, sendo encartadas à redação final.
 
A iniciativa surgiu através de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) celebrado entre a Prefeitura de Natal e o Ministério Público do Rio Grande do Norte, transformado neste projeto de lei que já tramitava nas comissões técnicas da Casa desde 2015. Desde então, foram promovidas audiências públicas para debater o tema em parceria com autoridades competentes e movimentos sociais. A questão é polêmica e divide opiniões.
De acordo com a vice-líder da bancada governista, vereadora Nina Souza (PEN), a proibição da tração animal tem um prazo de dois anos para entrar em vigor. “Até lá, a Prefeitura vai criar mecanismos educacionais de qualificação e capacitação, garantindo instrumentos para inclusão socioeconômica dos trabalhadores que utilizam veículos de tração animal e seus familiares”, disse ela, que foi a relatora do projeto. “Vamos viabilizar a retirada da situação de informalidade os trabalhadores que vivem da coleta de recicláveis na capital e eliminar a circulação no trânsito dos animais utilizados nestes veículos”, completou.
Em direção oposta, o vereador Fernando Lucena lutou pela regulamentação da atividade dos carroceiros. Segundo ele, é possível promover a saúde e bem-estar do animal, reconhecer o trabalho dos carroceiros, gerar renda para o setor, proporcionar um trânsito seguro, desenvolver parcerias para que o Poder Público cuide de todas essas obrigações e a geração de condições para que o carroceiro mude de profissão ou utilize a carroça de uma maneira diferente.
“Tudo isso é possível fazer porque em outras grandes cidades do país já foi feito. Só para citar três exemplos: Belo Horizonte, João Pessoa e Campo Grande. O problema é que aqui em Natal os representantes do povo baixam a cabeça para os interesses de um ou outro procurador, que desconhece a realidade do povo pobre desse país. São pessoas elitistas, falsas defensoras dos animais, que não se preocupam com o futuro das famílias de 600 carroceiros que acabam de perder seu ganha-pão. Estamos diante de uma luta de classe aqui. É rico contra pobre! Garanto que sempre estarei do lado dos trabalhadores mais humildes!”, defendeu Lucena.
Já o vereador Sandro Pimentel destacou que os animais protegidos pelo texto têm sido, historicamente, desde a sua domesticação, utilizados para o transporte de cargas. “Contudo, o atual estágio de evolução da sociedade, aliado à nova paisagem urbana, não podem conviver com a utilização de tais animais atrelados a veículos. Para tanto, o projeto garante contrapartidas para os carroceiros, que terão a oportunidade de mudar de profissão. Eu jamais apoiaria algo que pudesse prejudicar famílias carentes.Trata-se de respeitar a vida dos animais e promover a dignidade humana”.
Por sua vez, a vereadora Eleika Bezerra (PSL) ponderou que há carroceiros que não cuidam bem dos animais, muitas vezes levando-os à exaustão, e que existem adolescentes conduzindo carroças, quando deveriam estar na escola. “Todavia, me preocupo também com a situação trabalhista dessas pessoas. Tem que ter uma outra alternativa para tirar o sustento. Não podemos acabar com as carroças e deixá-los sem nada. Dito isso, temos que cobrar o cumprimento dessas promessas do Executivo, sobre oferecer contrapartidas aos carroceiros. É uma causa única, não pode haver divisão no plenário, ambas as partes devem ser contempladas”, concluiu.
 
Texto: Junior Martins

Assessoria de Comunicação da
Câmara Municipal do Natal – ASSECAM

_MG_2341

A empresária Hellizianne Raissa recebeu imprensa e convidados para o lançamento da nova fragrância  Amor de Mãe de seu Ateliê Raizes! A loja de Mimos e cheiros está repleta de novidades para o Dia das Mães!

Endereço
Avenida Afonso Pena,  1192 – Tirol

Cruzeiro_1827

 

 

O foco no investimento em divulgação e promoção para seduzir os turistas estrangeiros tanto na Europa quanto na América do Sul tem surtido efeitos comprovados. O Rio Grande do Norte foi o único Estado nordestino a registrar crescimento no mercado internacional, segundo dados recentes divulgados pelo Ministério do Turismo.

 

Números da Superintendência da Polícia Federal no Rio Grande do Norte comprovam o resultado. Segundo a PF/RN, o crescimento foi de 12% se comparado os anos de 2015 e 2016, ou acréscimo de 3.261 turistas estrangeiros no Estado potiguar, saltando de 27.164 em 2015, para 30.425 registrados no ano passado.

 

“Não só investimos em divulgação nas feiras nacionais, internacionais e campanhas promocionais, como soubemos investir. Apostamos nos mercados potenciais para nosso Estado”, ressaltou o titular da pasta estadual de Turismo, Ruy Gaspar.

 

O país onde mais se investiu, a Argentina, cresceu quase 150% em número de turistas no RN entre 2015 e 2016. Portugal, que aparece em segundo, junto à Argentina, são os países onde o Estado participou com estande próprio e promoveu campanhas de divulgação. Em seguida aparecem Itália e França, onde o Governo do RN esteve presente nos principais eventos de turismo.

 

A presidente da Emprotur, Aninha Costa, ressalta ações já realizadas e as que estão programadas para este ano: “Realizamos roadshows exclusivos em cidades argentinas estratégicas para nosso turismo e temos programado para este mês um meeting com agentes e operadores de turismo em três cidades argentinas. Temos campanhas junto à companhia aérea Gol e CVC em pleno andamento. Realizamos campanha com a TAP ano passado. São investimentos que atraem turistas e dão retorno financeiro ao Estado”.

 

INVESTIMENTOS E RESULTADOS

 

O Governo do RN, através da SeturRN e Emprotur, investiu aproximadamente R$ 300 mil em divulgação na capital e em diferentes cidades argentinas ano passado, com recursos do Governo Cidadão. “Esse investimento injetou algo em torno de R$ 10 milhões na economia do Estado com a vinda desses turistas. Por isso nunca se fala em gasto, mas em investimento no turismo, porque traz retorno”, frisou Ruy Gaspar.

 

No total, apenas o mercado turístico internacional no Estado potiguar movimentou mais de R$ 80 milhões no ano de 2016, sendo R$ 8 milhões superior ao valor deixado pelo turista estrangeiro no Rio Grande do Norte em 2015.

 


Assessoria de Comunicação SETUR/EMPROTUR

RobertoCarlos1128

 

Para quem ainda não garantiu o acesso para o show do Rei Roberto Carlos que será realizado no sábado, 13 de maio, véspera do Dia das Mães, no Arena das Dunas, a dica é assistir ao espetáculo do Rei no Lounge Emoções, considerado pela organização a área vip do espetáculo.

 

O Lounge Emoções fica na área de hospitalidade do Arena da Dunas e conta com espaço climatizado, além de Open Bar com cerveja, whisky, refrigerante e água; arquibancadas exclusivas; salão de beleza, barbearia, massagem e área de alimentação. Os ingressos podem ser garantidos nas lojas Miranda Computação do Midway, Natal Shopping e Norte Shopping.

 

A realização do evento é da DC Set Promoções, com apoio da Destaque 30 anos e Viva Promoções. Os portões serão abertos às 19h. Além do gramado, há opção de ingressos em quatro setores de arquibancadas, além de vendas de camarotes particulares para grupos de até 20 pessoas.

 

Serviço: Show de Roberto Carlos em Natal

Local: Arena das Dunas

Endereço: Av. Prudente de Morais, 5121 – Lagoa Nova, Natal RN

Estacionamento: SIM

Classificação: 12 anos para arquibancadas e 18 anos para gramado e Lounge Emoções.

Horário: Sábado (13/05): Abertura dos portões: 19h00 | Início do show: 21h30

 

Preços de Ingressos (valores de 1º lote):

LOUNGE EMOÇÕES  – R$ 220,00 (setor hospitalidade do estádio)

* Open Bar: Cerveja, Whisky, Refrigerante e Água, das 19h00 às 21:30

* Espaço climatizado

* Arquibancadas exclusivas

* Valor único

 

GRAMADO:  CADEIRAS SEM BRAÇO, NO CHÃO, SEM DIFERENÇA DE NÍVEL

 

CADEIRAS SETOR AZUL NUMERADO – R$400,00 – Cadeiras numeradas

*   Preço único

*   Cadeiras Numeradas

*   A primeira fila fica há 4 metros do palco

*   Open Bar: Cerveja, Whisky, Refrigerante e Água, das 19h00 às 21:30

 

 SETOR AMARELO NUMERADO  – R$260,00 – Cadeiras numeradas

* Valor único

* Open Bar: Cerveja, Whisky, Refrigerante e Água, das 19h00 às 21:30

 

CADEIRA BRANCA NUMERADA – R$160,00 – Cadeiras numeradas

* Valor único

* Open Bar: Cerveja, Whisky, Refrigerante e Água, das 19h00 às 21:30

 

ARQUIBANCADAS: CADEIRAS DO PRÓPRIO ESTÁDIO, COM DIFERENÇA DE NÍVEL.

 

ANEL NORTE – INFERIOR CENTRAL–  R$80,00 / meia R$40,00

*  Possui Meia Entrada para idoso, estudante e convênio

 

ANEL LESTE – INFERIOR – R$100,00 / meia R$50,00

* Possui Meia Entrada para idoso, estudante e convênio

 

ANEL LESTE – SUPERIOR  R$60,00 / meia R$30,00

*Possui Meia Entrada para idoso, estudante e convênio

 

ANEL OESTE – SUPERIOR  R$60,00 / meia R$30,00

*Possui Meia Entrada para idoso, estudante e convênio

 


Mix Midia Comunicação

Cartaz Natal Bike Games 2017

Nascido em 2005, por ausência de campeonatos de BMX FREESTYLE em Natal, o NATAL BIKE GAMES, com nove edições já realizadas, se consolida como o maior evento de Bike BMX do RN e um dos maiores do Norte-Nordeste.

Natal Bike Games 2017 inicia sua 10º edição na modalidade STREET PARK, a ser realizado no dia 21 de maio de 2017, na pista de Street Park localizada na praça Aluízio Alves,em Parnamirim “Grande Natal”. Será sediada pela primeira vez uma etapa do NBG.

O evento terá a presença de atletas vindos de vários estados do Brasil como: Maceió AL, João Pessoa (PB), Recife (PE), Fortaleza (CE), Salvador (BA), Natal e cidades vizinhas do Rio Grande do Norte.

A entrada é franca para o público e imprensa. O local possui lanchonetes, banheiros publico e amplo estacionamento.

Para saber mais, acesse: https://goo.gl/h3Z2bW

Natal, RN

 

 
Um importante passo para a transferência de gestão da Fortaleza dos Reis Magos será dado nesta semana entre o Governo do Estado e a União. Nesta quinta (4) e sexta (5), as direções da Fundação José Augusto (FJA), Instituto do Patrimônio Histórico e Arquitetônico Nacional (Iphan) e Superintendência do Patrimônio da União (SPU), estarão reunidas para tratar do tema e realizar uma vistoria in loco na fortificação histórica.
A principal pauta do encontro será o retorno do equipamento, que desde 2013 está sob a gestão do IPHAN, à administração estadual, que aguardava investimentos de R$ 8 milhões do PAC Cidades Histórias e que não foram aportados pelo Governo Federal Os investimentos foram assegurados pelo governador Robinson Faria, através do Programa Governo Cidadão.
Reunião
A agenda se inicia na quinta-feira às 16h na Governadoria com uma reunião no Gabinete Civil que terá a presença do diretor do PAC Cidades do IPHAN, Robson Almeida, da Chefe da Casa Civil, Tatiana Mendes Cunha, da diretora-geral da FJA, Isaura Rosado, do secretário Extraordinário de Gestão e Metas do RN, Vagner Araújo, do superintendente regional da SPU, Esdras Alves e do superintendente do Iphan/RN, Ivanildo Soares da Silva.
Na sexta-feira às 9h, a comitiva realizará uma visita à Fortaleza para averiguar a atual situação da fortificação. A vistoria será acompanhada pelo presidente do Conselho de Cultura do RN, Iaperi Araujo, técnicos de Obras da Fundação José Augusto e por representantes do Instituto Histórico e Geográfico do RN e Academia Norte-rio-grandense de letras, entidades que sempre foram favoráveis a administração do equipamento  pelo Governo do RN.
Na oportunidade, serão apresentados à imprensa detalhes sobre a transferência de gestão do equipamento, bem como as condições e físicas e estruturais em que se encontram as dependências internas e externas da Fortaleza, administrada pelo Iphan durante os últimos quatro anos.
O monumento é um dos mais visitados pontos turísticos de Natal. A edificação conta um pouco da história da capital e de todo o estado do Rio Grande do Norte. Construído para proteger Natal ainda na época de sua colonização, a fortificação fica na praia do Forte, Zona Leste da cidade A construção, que demorou 30 anos, foi concluída em 6 de janeiro de 1598, dia de Reis.
20 anos
Pelo termo de cessão do equipamento, celebrado entre a FJA e o Iphan por um período de 20 anos, caberá ao Governo do Estado conservar o imóvel, respondendo por todas as despesas de uso, guarda e preservação do imóvel, seguindo as orientações do órgão federal.
O retorno da gestão da fortaleza é um dos principais ações em pauta na atual administração da Fundação José Augusto.  Para a diretora geral da FJA, Isaura Rosado “trata-se de uma determinação expressa pelo governador Robinson Faria quando nos convidou a assumir a Fundação José  Augusto. Para isso contaremos com a parceria indispensável das secretarias de Turismo e Infraestrutura”, avaliou.
 
 
 

Assessoria de Imprensa – FJA

O curso de Artes Visuais da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) realiza, de 8 a 12 de maio, a VII Semana de Artes Visuais da UFRN, que tem como tema Processo & Poética nas Artes Visuais.

A ideia do evento, segundo a organização, é abrir espaço para reflexão sobre arte contemporânea e as múltiplas formas de práticas artísticas em diversos territórios e dispositivos.

O evento reúne palestras, depoimentos de artistas e curadores, exposições e oficinas, tendo sua programação completa disponível na página do evento no Facebook.

A abertura da semana acontece no dia 8 de maio, às 14h, com uma exposição em homenagem ao professor e artista Vicente Vitoriano na galeria do Departamento de Artes (Deart), localizado no Campus Central da UFRN.

A Escola de Música da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (EMUFRN) realiza, nesta quinta-feira, 4, mais uma edição da série Orfeu, que promove mensalmente concertos temáticos com professores da Escola.

O próximo concerto tem como tema música francesa e conta no seu repertório com obras de compositores como: Eugène Bozza, Jacques Ibert, Ravel e Louis Cahuzac. O espetáculo tem Hugo Shin no Oboé; Radegundis Tavares na trompa; Gilvando Alves no trombone; Durval Cesetti e Franklin Muniz no piano; Ivo Dae-Seong Shin na flauta;  Eugênio lima no violão; Amandy Bandeira no clarinete e a soprano Elke Riedel.

O evento tem início às 19h30, no auditório Onofre Lopes da Escola de Música. A entrada é gratuita.

Podem concorrer ao prêmio de 2 mil dólares, jovens que lideram projetos sociais que promovam mudança nas comunidades que atuam.

Reconhecer e apoiar as iniciativas de jovens empreendedores sociais. Assim, o Prêmio Laureate Brasil busca projetos que estão gerando mudanças significativas em comunidades em várias regiões do país. As inscrições vão até o dia 31 de maio e devem ser realizadas por meio do aceite dos termos legais e o preenchimento de formulário on-line no site do Prêmio Laureate Brasil.

A participação é aberta a jovens de 18 a 29 anos, sem necessidade de vínculo com a UnP, que sejam autores ou coautores de projetos sociais em atividade há pelo menos um semestre, e que gerem impactos positivos na comunidade em que estão inseridos.

No âmbito nacional, são selecionados até 12 jovens que participarão de uma capacitação em Empreendedorismo Social, organizada em duas etapas: on-line e presencial. A iniciativa, além de preparar os jovens para melhorar a performance empreendedora, estimula os negócios sociais com o prêmio de US$ 2.000,00 (dois mil dólares).

O Prêmio comemora a 10ª edição em 2017 e terá a Cerimônia de Premiação sediada na Universidade Potiguar, integrante da rede Laureate, no dia 9 de novembro. A participação proporciona ainda visibilidade mundial aos projetos, através de um ambiente global de jovens lideranças de diversos países, por meio da rede colaborativa de programas interligados YouthActionNet® e com outros empreendedores sociais e potenciais investidores.

Todas as demais informações necessárias para realizar a inscrição e o regulamento podem ser verificados através do site www.premiolaureatebrasil.com.br.