Marca Maxmeio

Resultado da busca por: Interior do rn

O Governo do RN segue acompanhando a situação da capital do Estado na pandemia do coronavírus. Nesta terça-feira (12), há 100% de ocupação no Hospital Giselda Trigueiro, 90% no Hospital da Polícia e 100% no Hospital Municipal. Ou seja: todos os leitos da rede pública disponíveis para pacientes de Covid-19, em Natal, estão lotados. 

As informações foram confirmadas pelo secretário adjunto de Saúde do Governo do Estado, Petrônio Spinelli na entrevista coletiva realizada no final da manhã, na Escola de Governo, no Centro Administrativo. 

A alta taxa de ocupação de leitos também é preocupante no interior, embora tenha ocorrido uma leve diminuição nesta taxa nas últimas 24 horas. Em Mossoró, há apenas duas vagas em leitos críticos (UTI e semi-uti) no Hospital São Luiz No Hospital Regional Tarcísio Maia há cinco vagas – dos 17 leitos disponíveis, 12 estão ocupados. Em Caicó, onde há 20 leitos críticos disponíveis, 12 estão ocupados. Em Pau dos Ferros, no Hospital Regional, há 8 leitos vagos.

Nesta terça-feira, a regulação para leitos Covid-19 registra uma demanda de um paciente com prioridade 1 (leito de UTI), um paciente com prioridade 2 (semi-uti) e 24 pacientes com prioridade 3 (leito clínico).

NOVOS LEITOS
“Em Natal, a situação é dramática, volto a repetir. Esperamos que a abertura de leitos, prevista para esta semana, faça com que voltemos a ter um patamar de ocupação que nos afaste da angústia do colapso”, afirmou Petrônio Spinelli.
Para esta semana, a Sesap tem programado para deixar funcionando no Hospital da PM de Natal 15 leitos com respiradores e mais 12 leitos no Giselda Trigueiro (hoje são 25). Para Mossoró, está prevista a abertura de 10 UTIs no Hospital Regional Tarcísio Maia e 5 no Hospital Rafael Fernandes, e entre 15 a 20 leitos no Hospital São Luiz. Também está prevista a abertura de 10 novos leitos em Caicó e mais 8 em Pau dos Ferros.

Nesta segunda-feira (11) foram abertos 7 leitos pediátricos para atendimento Covid-19 no Hospital Maria Alice Fernandes, na zona norte de Natal. A unidade já possui 3 leitos para estabilização. A Secretaria da Saúde planeja ainda abrir 3 leitos no Hospital Wilson Rosado em Mossoró e leitos em Caicó e Currais Novos.

O secretário insiste para que as pessoas compreendam a relação causa-efeito do isolamento social. “Está comprovado pela ciência: sem isolamento a contaminação cresce. É preciso ficar em casa. Todos os esforços, sejam da administração pública, em todos os níveis, dos profissionais de saúde, que estão se expondo todos os dias, e das pessoas que estão cumprindo o isolamento, serão em vão se pelo menos 60% da população não ficar em casa. Ficar em casa é respeitar o semelhante, familiares, amigos e também os profissionais de saúde. É preciso aumentar o isolamento social”. A taxa de isolamento no RN, atualmente, está entre 41% e 42%. 

Spinelli destacou ainda que usar máscara sempre que precisar sair de casa é decisivo para reduzir o risco de contaminação, além de ser uma atitude de respeito ao esforço dos profissionais de saúde que atuam no combate à doença, lembrando que nesta terça-feira se comemora o Dia Internacional do Enfermeiro.

Os dados epidemiológicos mostram que hoje há 282 internados, 7.383 suspeitos, 2.033 casos confirmados, 5.677 descartados, 734 recuperados (que tiveram alta nos hospitais), 93 óbitos (2 em Mossoró – homens com 35 e 73 anos de idade – e um em Natal, 73 anos, mulher).  Os óbitos em investigação são 49.

O secretário adjunto também reforça a orientação às pessoas que sentirem algum sintoma de gripe ou sintoma de Covid-19. O primeiro atendimento é nos prontos-socorros ou nas UPAs, na cidade onde a pessoa reside. Nestas unidades o paciente, se for o caso, é regulado para os hospitais voltados para atendimento a Covid-19 pela equipe médica. 

“Os prontos-socorros e UPAs regulam o paciente para as unidades especializadas de acordo com as prioridades 1, 2 e 3. As prioridades 1 e 2 exigem atendimento em leitos críticos (UTI ou semi-uti). A prioridade 3 é considerada de média complexidade, que é responsabilidade dos municípios – que devem prestar assistência nos hospitais municipais, geralmente em enfermarias”, explicou Petrônio.

PORTAL
Na entrevista coletiva de hoje, o professor Ricardo Valentim, coordenador do Laboratório em Inovação Tecnológica em Saúde – LAIS, da UFRN, apresentou o www.portalcovid19.saude.rn.gov.br criado por várias instituições e centros de pesquisa. O portal reúne dados sobre a gestão, a comunicação, o monitoramento, as medidas e cuidado no enfrentamento da pandemia e disponibiliza serviços à população em geral e aos profissionais de saúde.

DADOS ATUALIZADOS – COVID-19: 
7.383 suspeitos
2.033 confirmados
5.677 descartados
734 recuperados
93 óbitos (Natal e Mossoró)
49 óbitos em investigação

“Os casos de contaminação pelo novo coronavírus crescem e estão espalhados por todo o Estado. Isto é um reflexo das aglomerações nas ruas nos últimos dias. Hoje talvez seja o pior dia até agora, pelos números e pelo cenário que se avizinha. A situação é de muito risco. Me desculpem por estas afirmações, mas todos precisam saber disso”. A declaração é do médico Petrônio Spinelli, secretário adjunto da Saúde Pública do Governo do Estado ao anunciar os números da pandemia no RN, em entrevista coletiva, nesta quarta-feira, 06.

Diante da gravidade da situação, Spinelli lembrou declaração do coordenador do Comitê Cientifico do Nordeste, cientista Miguel Nicolelis, que alertou para as consequências do crescimento da pandemia. “Devido às aglomerações nas ruas estamos entrando numa fase extremamente perigosa. Fortaleza já entrou em lockdown, Maceió, Recife e Manaus estão próximo disso. Criou-se a ilusão de que seria possível flexibilizar. Ainda não. E o uso da máscara não é garantia para ir às ruas com segurança. Estamos mais perto do lockdown do que da flexibilização”, afirmou.

Os casos suspeitos são 5.503; foram confirmados 1.644 e descartados 4.943. Outros 662 se recuperam e tiveram alta hospitalar, 72 foram a óbito e há 25 mortes em investigação. A estatística mostra que hoje estão internados 52 pacientes em leitos críticos nos Hospitais do Estado. A taxa de ocupação destes leitos é maior que 40%. O índice do isolamento social chegou a percentual muito baixo, em torno de 40%. É preciso pelo menos 60%.

Os óbitos confirmados em consequência da Covid-19 registrados na terça-feira, 05, ocorreram em municípios de pequenos e médios portes. Cidades maiores, como Natal e Mossoró, não tiveram óbitos por Covid pelo segundo dia consecutivo, o que constata a difusão da doença pelo interior. Os óbitos desta terça-feira ocorreram em Tabuleiro Grande (que não havia ainda registrado nenhum caso suspeito), Ipanguassu, Serra Negra e Areia Branca. Entre os 25 óbitos em investigação, dois aconteceram em Mossoró e quatro em Natal. A maioria ocorreu nas cidades médias e pequenas.

Analisando este quadro, Petrônio Spinelli alertou para três pontos de vista que considera ilusórios: “O primeiro é que não há cidade protegida por que não há casos. Veja Tabuleiro Grande que não tinha nenhum caso e já apareceu com um óbito. O segundo é que o vírus circula e quando analisamos os óbitos no interior e nas áreas periferias, volta a ser mais letal junto às pessoas idosas e com comorbidades, retornando ao seu perfil inicial. A terceira ilusão é acreditar que o vírus poderá ser vencido de forma isolada. Ilusões podem ser fatais. Os municípios precisam, através dos planos de contingências locais, informar as regionais de Saúde para que a Secretaria Estadual de Saúde execute da melhor forma possível o plano de assistência nas regiões”.

RESPIRADORES

As autoridades de saúde continuam enfrentando dificuldade para a instalação dos novos leitos de UTI. “Esta semana o RN deveria receber os 30 respiradores comprados através do Consórcio Nordeste. Mas estes respiradores só vão chegar na próxima semana. As UTIs que estão sendo montadas não contam com o respirador, neste momento”, informou Spinelli, acrescentando que outros 14 respiradores adquiridos pelo Estado tiveram a entrega bloqueada pelo Governo Federal e, embora o Estado tenha ganho junto à Justiça que o fabricante entregasse os equipamentos, isto não aconteceu até agora.

O secretário adjunto de Saúde solicitou que, caso algum órgão ou entidade tenha respirador sem funcionar, que procure a Secretaria de Saúde para que seja providenciado o funcionamento.

GERAR E ESPALHAR FAKE NEWS É CRIME

Delegada Geral da Polícia Civil, Ana Cláudia Saraiva, alertou para as implicações penais da propagação de fake news. A divulgação de notícia falsa é desinformação, causa prejuízos e ofende a honra. “Está no artigo 41 da Lei das Contravenções Penais que causar tumulto, alarme e pânico é crime e a polícia poderá instaurar procedimento para investigar autores e pessoas que propagam notícia falsa. Todos devem ter responsabilidade antes de divulgar, disseminar notícia através redes sociais ou mensagem de WhatsApp. Quem gera e quem espalha fake news respondem legalmente por diversos crimes, inclusive crimes contra a honra como calúnia, difamação e injúria”, explicou Ana Cláudia.

Hoje a Polícia Civil do RN investiga 81 denúncias. O cidadão pode denunciar pelo telefone 181. “Temos a delegacia de plantão, o núcleo de inteligência policial de combate a crimes cibernéticos e uma delegacia específica para casos de ofensa às medidas do decreto para contenção da Covid-19. A Polícia Civil pode autuar em flagrante os infratores, abrir inquérito policial ou termo circunstanciado de ocorrência para responsabilização civil e indenização pelo dano da conduta criminosa. As autoridades da segurança pública estaduais, federais e municipais estão unidas no combate às notícias falsas. O objetivo é proteger a saúde coletiva. O direito individual não se sobrepõe à saúde pública”.

DOAÇÕES E ENTREGAS

O Controlador Geral do Estado, Pedro Lopes, apresentou na entrevista coletiva aos veículos de comunicação as doações recebidas pelo Estado no período de 27 de abril a 5 de maio. Diversas empresas representadas pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) doaram 25 circuitos ventilatórios para UTIs; a Associação dos Defensores Públicos do Estado doou 450 cestas básicas (100 destinadas à Associação dos Pescadores da Vila de Ponta Negra); o Sindicato dos Auditores Fiscais doou 300 cestas básicas e materiais hospitalares em vários municípios; a Associação dos Supermercados recolheu e entregou 1,5 tonelada de alimentos, material de limpeza e higiene pessoal.

Pedro Lopes informou também a doação de uma pessoa física, o servidor público estadual Walter Bastos que, junto com sua família, fez a doação de 300 luvas, 50 protetores faciais, 150 máscaras comuns e 200 máscaras N95, de uso hospitalar, tudo no valor de R$ 3,2 mil reais.

Esta semana o Governo do RN fez a entrega de 770 cestas básicas a 770 famílias, 4 mil máscaras e 200 litros de álcool 70%. Hospitais receberam toalhas e lençóis já doados pela Coteminas, como o Hospital da Polícia Militar de Natal (300 toalhas) e o Hospital Regional de Assu, (400 toalhas e 200 lençóis). A Polícia Militar recebeu 700 protetores faciais com viseiras e 730 litros de álcool 70% foram entregues para a proteção das pessoas que trabalham na distribuição do Programa do Leite.

Ainda nesta quarta-feira, o Governo vai receber 900 mil máscaras entregues pelo grupo Guararapes que coordena a produção de 7 milhões de unidades junto a 78 oficinas de costura no interior. Amanhã será anunciado o plano de distribuição a todos os municípios.

TRANSPARÊNCIA

Pedro Lopes também confirmou a atualização no Portal da Transparência dos dados sobre as compras por dispensa de licitação para atender as demandas geradas pela pandemia. O Portal da Transparência também passa a disponibilizar a consolidação de todas as informações financeiras sobre o combate à Covid-19. “Agora em um só link está disponível todos os dados de receita e despesa da Covid. Está tudo no link www.transparenciarn.gov.br“, explicou.

— 
Assecom-RN

Foto feita no ano de 2018.

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), monitora os 47 reservatórios, com capacidade superior a 5 milhões de metros cúbicos, responsáveis pelo abastecimento das cidades potiguares. Segundo o Relatório do Volume dos Principais Reservatórios Estaduais, atualizado nesta segunda-feira (04), a barragem Armando Ribeiro Gonçalves, maior reservatório estadual, com capacidade para 2,37 bilhões de metros cúbicos, acumula 1.328.111.310 m³, o que percentualmente representa 55,97% do seu volume total. Em termos comparativos, no início de maio do ano passado o manancial estava com 802.568.000 m³, que correspondiam a 33,44% da sua capacidade.

As reservas hídricas superficiais totais do Estado atualmente somam 2.190.427.645 m³, percentualmente, 50,05% da capacidade total do RN, que é de 4.376.444.842 m³. No dia 4 de maio de 2019, o volume de água acumulado nos reservatórios monitorados pelo Igarn era de 1.437.009.034 m³, correspondentes a 32,83%da capacidade de reservação dos principais mananciais potiguares.

O Açude Santana, também conhecido como Gangorra, localizado em Rafael Fernandes, foi o 11º dos 47 mananciais monitorados pelo Igarn, a sangrar nessa quadra chuvosa do interior do RN. Com capacidade para 7 milhões de metros cúbicos, reservatório começou a verter suas águas na manhã da última sexta-feira, 1º de maio.

Outras barragens que continuam com 100% da capacidade total são: Passagem, localizado em Rodolfo Fernandes; Riacho da Cruz II, localizado em Riacho da Cruz; Apanha Peixe, em Caraúbas; Santo Antônio de Caraúbas, também em Caraúbas; Morcego, em Campo Grande; Encanto, localizado em Encanto; Pataxó, em Ipanguaçu; Dourado, em Currais Novos; Beldroega, em Paraú e Medubim, em Assu.

O açude Rodeador, localizado em Umarizal, recebeu bom aporte hídrico e já acumula 17.165.220 m³, correspondentes a 80,2% da sua capacidade total que é de 21.403.850 m³. Já o reservatório de Marcelino Vieira está acumulando 8.194.575 m³, percentualmente 73,17% do seu volume máximo que é de 11.200.125 m³.

Segundo maior reservatório do RN, Santa Cruz do Apodi, com capacidade para 599.712.000 m³, está represando 217.172.550 m³, correspondentes a 36,21% do seu volume máximo. No mesmo período do ano passado a barragem estava com 152.384.761 m³, percentualmente, 25,41% da sua capacidade máxima.

Já Umari, localizada em Upanema, com capacidade para 292.813.650 m³ continua recebendo bom aporte hídrico e já acumula 239.416.742 m³, correspondentes a 81,76% do seu volume total. No início de maio de 2019, a barragem represava 123.380.502 m³, percentualmente, 42,14% da sua capacidade.

A barragem Pau dos Ferros, com capacidade para 54.846.000 m³, acumula atualmente 18.306.344 m³, percentualmente, 33,38% do seu volume máximo. No mesmo período do ano passado o reservatório estava com 904.724 m³, correspondentes a 1,65% da sua capacidade.

O reservatório Marechal Dutra, também conhecido como Gargalheiras, localizado em Acari, acumula atualmente 13.580.746 m³, correspondentes a 30,57% da sua capacidade total que é de 44.421.480 m³. No início de maio de 2019, o manancial estava com 260.521 m³, percentualmente 0,59% do seu volume máximo.

Dos 47 reservatórios monitorados pelo Igarn, apenas 2 estão com níveis inferiores a 10% da sua capacidade, sendo, portanto, considerados em nível de alerta. São eles: Passagem das Traíras, que está em reforma e não pode acumular grande volume hídrico, com 1,69% do seu volume máximo e Esguicho, em Ouro Branco, com 1,86% da sua capacidade. Percentualmente o número representa 4,25% dos reservatórios monitorados.

Já os mananciais completamente secos também são 2, Inharé, localizado em Santa Cruz e Trairi, localizado em Tangará. Em termos percentuais o número representa 4,25% dos reservatórios monitorados.

Situação das lagoas

A Lagoa de Extremoz, responsável pelo abastecimento de parte da zona norte da capital está atualmente com 100% da sua capacidade que é de 11.019.525 m³.

A Lagoa do Bonfim, localizada em Nísia Floresta, está com 42.589.301 m³, correspondentes a 50,54% da sua capacidade total de acumulação que é de 84.268.200 m³.

A Lagoa do Boqueirão, localizada em Touros, também está com o seu volume máximo que é de 11.074.800 m³.

Durante a sessão ordinária por videoconferência desta quinta-feira (30), predominou, no pronunciamento dos deputados, a preocupação com a saúde da população potiguar em relação à pandemia da Covid-19. A necessidade do uso de máscaras, as medidas de higiene, como lavar as mãos com água e sabão, além das recomendações para ficar em casa e só sair em casos extremamente necessários, foram a tônica dos discursos.

O deputado Francisco do PT lembrou que o contrato do governo com as pequenas fábricas de roupa do interior para a produção de 7 milhões de máscaras foi uma importante iniciativa em duas frentes: além do estímulo financeiro às  fábricas, haverá a distribuição das máscaras com a população.

O parlamentar também ressaltou a necessidade de que o Governo Federal seja mais célere nas ações, como a habilitação dos leitos de UTI no RN, onde foram solicitados 115, mas apenas 10 habilitados até o momento. “As medidas têm que ser mais céleres para pouparem vidas e o sofrimento de muitas famílias”, alertou o deputado, que também chamou a atenção para a necessidade de agilidade no envio de ventiladores.

O deputado Hermano Morais (PSB), em recuperação da COVID-19, externou sua preocupação com o possível crescimento da curva de infectados no RN. “Existe muita subnotificação, por isso o uso da máscara não é brincadeira. Além das barreiras sanitárias, precisamos tomar todos os cuidados de higiene”, afirmou o deputado, que também destacou o trabalho dos profissionais de saúde, que diariamente colocam a vida em risco e correspondem a 26% dos diagnosticados com a doença.

Hermano Morais fez um apelo para que o governo estadual disponibilize as máscaras com foco na população de baixa renda, que está exposta como mostram as imagens das pessoas nas filas do banco em busca do auxílio emergencial. “Até nas unidades de saúde tem gente sem usar máscara”, afirmou o deputado.

Médico, o deputado Vivaldo Costa (PSD) foi mais um parlamentar a orientar a população para as medidas de precaução e fez um apelo ao governo estadual para que determine o uso obrigatório das máscaras em todo o RN. “É fundamental o isolamento e o uso de máscara, que já teve sua eficácia comprovada cientificamente”, disse o deputado, que deu instruções sobre o uso correto.

Hospital de Campanha

Juntos, os deputados Eudiane Macedo (Republicanos) e Ubaldo Fernandes (PL) visitaram o Hospital de Campanha de Natal e na sessão ordinária relataram sobre a boa estrutura, mas externaram a preocupação com os equipamentos, que ainda não chegaram. “No início os respiradores custavam R$ 52 mil, depois ficaram em R$ 160 mil no mercado internacional e mesmo assim a prefeitura não consegue comprar, porque os prazos longos de chegada inviabilizam o funcionamento imediato com as UTIs”, alertou Ubaldo, que também fez um apelo aos deputados federais para que pressionem o governo a fim de dar celeridade aos equipamentos.

Eudiane Macedo agradeceu o convite da direção do hospital e ressaltou que é preciso que seja feita uma parceria entre município, Estado e Governo Federal para estruturar o hospital, visto que deverá receber pacientes de outros municípios. “Faço um apelo ao deputado Benes Leocádio e à bancada federal que remanejem emendas de bancada ou impositivas para atender o hospital”, encerrou.

Já a deputada Cristiane Dantas (SDD) se posicionou contrária à medida da Secretaria de Saúde (Sesap) de destinar leitos do hospital da Liga Contra o Câncer para pacientes da Covid-19. A parlamentar criticou a medida, que na sua avaliação, vai expor pessoas com baixa imunidade e problemas graves de saúde à doença que ainda não tem cura ou vacina. “Temos outros hospitais que podem abrir leitos de UTI e gostaria de deixar esse questionamento, são pacientes lutando contra uma doença já muito complicada”, questionou Cristiane.

Magistério

A cobrança ao governo para que seja pago o piso do Magistério voltou às discussões com os deputados Coronel Azevedo (PSC) e Kelps Lima (SDD). “Sugiro à governadora Fátima Bezerra que coloque a máscara de defensora dos trabalhadores da Educação e pague o piso aos professores”, disse Azevedo. Para Kelps Lima, a governadora “está colhendo o que plantou”, pois anteriormente, na luta sindical, afirmava que a crise não era desculpa para a gestão se furtar ao pagamento do piso do Magistério. “Ela demonizou a reforma da previdência, o teto de gastos, por isso agora tem dificuldades”, criticou Kelps.

Nova presidente da Adepol/RN é a delegada Taís Aires

A nova diretoria da Associação dos Delegados de Polícia Civil do RN (Adepol/RN) foi eleita nesta segunda-feira (16), por aclamação. A chapa “Consolidar e Avançar”, única inscrita, teve voto positivo de todos os 87 delegados e delegadas que compareceram às três urnas instaladas em Natal, Caicó é Mossoró. A nova presidente da Adepol/RN é a delegada Taís Aires, que há oito anos faz parte da instituição e atualmente compõe o quadro da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).
“Foi exatamente participando da diretoria da Adepol que eu vi a importância de uma luta de classe. Aprendi muito principalmente sobre ser uma entidade que não só defende os interesses de seus associados, mas que tem uma consciência de seu papel na sociedade”, disse a delegada Taís, que já faz parte da diretoria da associação há dois mandatos.

Segundo a nova presidente, o nome da chapa é símbolo de como ela deve atuar nos próximos três anos. “A atual gestão adotou práticas incríveis, como a eleição da lista tríplice para a escolha da nova delgada-geral, a questão das pesquisas públicas, a excelente relação com outras entidades e instituições. E quando eu falo em avançar, é continuar com o bom trabalho, bem como iniciar a adequação do nosso estatuto, a regulamentação do nosso serviço extraordinário e utilizar ainda mais a Adepol para bem da sociedade”, disse.

A delegada Taís sucede a atual presidente, Paoulla Maués, que deve retornar à atividade policial, após três anos de mandato. “Desejo toda a sorte à nova mesa diretora. Temos uma nova presidente competente, atuante e querida pela classe. Tenho certeza de que irá representar muito bem os delegados e delegadas do nosso estado”, disse a delegada Paoulla.
A posse da nova diretoria estava marcada e organizada para o dia 03 de abril, mas por enquanto está suspensa, em virtude da pandemia do novo corona vírus, assim como as homenagens que iriam acontecer na ocasião. Durante a cerimônia, a Adepol iria entregar comendas a pessoas que colaboraram com o trabalho da instituição nos últimos três anos.

NOVA DIRETORIA DA ADEPOL

1. DIRETORIA EXECUTIVA

PRESIDENTE: Taís Aires Telino Marques da Costa
VICE PRESIDENTE: Gustavo Leite Santanna
1º SECRETÁRIO: Karla Viviane de Souza Rêgo
2º SECRETÁRIO:  Renê Silva de Souza Lopes
1º DIRETOR DE DEFESA DE PRERROGATIVAS INSTITUCIONAIS: Cláudio Henrique Freitas de Oliveira
2º DIRETOR DE DEFESA DE PRERROGATIVAS INSTITUCIONAIS: Leonardo de Andrade Germano
3º DIRETOR DE DEFESA DE PRERROGATIVAS INSTITUCIONAIS: Rafael de Sá Leitão Câmara de Araújo
1º DIRETOR DO INTERIOR: Sandro Reges Souza Soares
2º DIRETOR DO INTERIOR: José Célio Oliveira Fonseca
3º DIRETOR DO INTERIOR: José Vieira de Castro
TESOUREIRO: Chrystian Cirino de Medeiros ok
DIRETOR JURÍDICO: Carlos Alberto Gonçalves Brandão Júnior
DIRETOR DE RELAÇÕES PÚBLICAS: Paoulla Benevides Maués de Castro
DIRETOR SOCIAL E DE ESPORTES: Matheus Barbosa Trindade

2. CONSELHO FISCAL

Anderson Dutra Tebaldi
Thyago Batista de Lima
Lenivaldo Pimentel

3. CONSELHO DE ÉTICA

Suêrda Valéria Maria de Araújo Cruz
Maria Iracema Gondim Lambert Moreira
Liana Carneiro Aragão
Dulcineia Maria Costa
Nivaldo Floripes Batista
Rafaela Ludimila Dantas

SUPLENTES

Virgínia Karla Gomes
João Paulo Pinho Cabral


JACSON DAMASCENO 
Assessoria de Imprensa 

 

 

 

Dando continuidade aos investimentos na Segurança Pública, o Governo do Estado realizou mais uma entrega de viaturas, coletes e armas para a Polícia Militar do Rio Grande do Norte, nesta sexta-feira (28), somando R$ 13 milhões em aquisições de equipamentos. O evento ocorreu na Escola de Governo, no Centro Administrativo.

Durante a cerimônia foi assinado o termo de entrega dos 70 veículos, modelo Mitsubishi L200 Triton, 150 fuzis calibre 556, 100 submetralhadoras do tipo 40, 200 coletes balísticos, 16 miras holográficas e 16 magnificadores (equipamento utilizado para melhorar precisão de tiro) destinados à Polícia Militar.

Os veículos serão divididos de forma a beneficiar todo estado e as principais unidades de policiamento do RN. Receberam carros os cinco Comandos de Policiamento, 14 batalhões, sete companhias independentes, cinco distritos de policiamento rodoviário e mais duas unidades operacionais (ROCAM e Polícia Montada). De acordo com o secretário estadual de Segurança Pública e Defesa Social, coronel Francisco Araújo, “As viaturas foram distribuídas entre os municípios seguindo critérios técnicos e estratégicos como índices de criminalidade da região, total da população, área limítrofes. Devemos destacar que nossos agentes estão recebendo equipamentos de primeira geração garantindo também a segurança dos nossos homens e mulheres resultando uma melhor prestação de serviço à sociedade”.

O investimento é fruto do pacote de R$ 80 milhões em recursos para aplicação na segurança pública. Os valores são oriundos de convênios com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) do Ministério da Justiça e da Segurança Pública (MJSP). No ato de entrega, a governadora destacou a importância da parceria com a Senasp em prol da segurança pública do Rio Grande do Norte: “Estamos colhendo os frutos dos investimentos na segurança pública do estado: já reduzimos os índices de criminalidade e violência. Estamos com um processo em andamento para a compra de um novo helicóptero e em breve entregaremos o equipamento”.

Além destes 80 milhões, o Governo do Estado assegurou no ano passado mais R$ 41 milhões de emendas impositivas que serão destinadas a segurança. “Com isso estamos somando R$ 121 milhões de investimentos destinados a equipamentos e valorização profissional de todo sistema de segurança pública, o maior da história do Rio Grande do Norte nos últimos anos. Também estamos investindo nos serviços de inteligência e integração das nossas polícias e a capacitação dos nossos agentes. Estamos trabalhando com gestão e foco para garantir a paz e segurança pública para o povo do Rio Grande do Norte e para os nossos agentes”, enfatizou Fátima Bezerra.

O evento teve a presença do secretário Nacional de Segurança Pública, representando o Governo Federal, general Guilherme Teófilo, que destacou o empenho e dedicação do Governo do Estado para reduzir os índices de violência. “Os bons resultados da Operação Carnaval são uma prova do empenho do Governo do Estado. O evento de hoje é uma pequena parcela do que ainda podemos fazer juntos em parceria com a Senasp para beneficiar e aparelhar o Rio Grande do Norte”.

Parte da verba já foi aplicada em viaturas, equipamentos, armas e cursos para as forças de segurança desde 2019. O pacote ainda inclui mais viaturas e equipamentos, como drones. Em breve o Governo realizará uma nova entrega de viaturas para a Polícia Civil.

Participaram do evento o vice-governador, Antenor Roberto, o senador Jean Paul Prates, Comandante da Polícia Militar, coronel Alarico Azevedo, do diretor-geral do Itep, Marcos Brandão, delegada geral da Polícia Civil, Ana Cláudia Saraiva, controlador Geral do Estado, Pedro Lopes, Comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Luiz Monteiro Junior, secretário da Administração Penitenciária, Pedro Florêncio, o superintendente da Policia Rodoviária Federal, Djairlon Moura, e os deputados Isolda Dantas, Francisco Medeiros, Rafael Mota, General Girão, Kleber Rodrigues, Souza Neto, Eudiane Macedo, coronel Azevedo, Benes Leocádio, Ubaldo Fernandes, prefeitos e agentes de segurança.

Distribuição das viaturas

Comando de Policiamento Metropolitano – 1 viatura; Comando de Policiamento do Interior – 1 viatura; Comando de Policiamento Regional 1 (Mossoró) – 1 viatura; Comando de Policiamento Regional 2 (Caicó) – 1 viatura; Comando de Policiamento Regional 3 (Santa Cruz) – 1 viatura; 1º Batalhão de Polícia Militar – BPM (Zona Leste de Natal) – 2 viaturas ; 2º BPM (Mossoró) – 3 viaturas; 3º BPM (Parnamirim) – 5 viaturas; 4º BPM (Zona Norte de Natal)– 2 viaturas; 5º BPM (Zona Sul de Natal) – 2 viaturas; 6º BPM (Caicó) – 3 viaturas; 7º BPM (Pau dos Ferros) – 3 viaturas 8º BPM (Nova Cruz) – 3 viaturas; 9º BPM (Zona Oeste de Natal)– 1 viatura; 10º BPM (Assu) – 3 viaturas; 11º BPM (Macaíba) – 4 viaturas; 12º BPM (Mossoró) – 3 viaturas; 1ª Companhia Independente de Polícia Militar – CIPM (Macau) – 2 viaturas; 2ª CIPM (João Câmara) – 2 viaturas; 3ª CIPM (Currais Novos) – 2 viaturas; 4ª CIPM (Santa Cruz) – 2 viaturas; 5ª CIPM (Jardim de Piranhas) – 2 viaturas; Companhia Independente de Policiamento Turístico (CIPTUR) – 3 viaturas; Companhia Independente de Policiamento de Guarda (CIPGD) – 1 viatura; 1º Distrito de Polícia Rodoviária Estadual – DPRE (Natal) – 2 viaturas; 2º DPRE (Mossoró) – 1 viatura; 3º DPRE (Caicó) – 1 viatura; 4º DPRE (Pau dos Ferros) – 2 viaturas; 5º DPRE (Nova Cruz) – 2 viaturas; Batalhão de Polícia de (BPChoque) – 5 viaturas; Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicleta (ROCAM) – 1 viatura; Regimento de Polícia Montada (RPMON) – 1 viatura; Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) – 2 viaturas.

 

 


Assecom-RN

 

A iniciativa do Governo do RN em realizar a Operação Carnaval trouxe resultados positivos para a redução da violência e das ocorrências policiais em todo o Estado. Este ano o Rio Grande do Norte teve a maior redução nos números das Condutas Violentas Letais Intencionais (CVLIs) durante o período do Carnaval dos últimos oito anos. Considerando o período de 21 a 25 de fevereiro, foram registrados 16 CVLIs, contra 26 ocorrências no ano passado – uma diminuição de 38,5%. Na série histórica, é a menor quantidade de CVLIs durante o Carnaval desde 2012, quando foram registrados 12 casos.

“Esse resultado só foi possível porque o Governo do Estado investiu nas diárias operacionais pagas a mais a 10 mil agentes de segurança pública, o que representa um investimento de mais de R$ 3 milhões”, afirmou a governadora Fátima Bezerra em entrevista coletiva nesta quinta-feira, 27, para apresentar os resultados alcançados. “Saúdo todos os integrantes do nosso sistema de segurança pelo trabalho feito com planejamento, foco, seriedade e responsabilidade. Mostramos que é possível reduzir a violência. Os dados de hoje falam por si. Tivemos um carnaval de paz, o mais tranquilo dos últimos oito anos”, destacou.

Fátima acrescentou que “os resultados não vieram à toa, mas como frutos de uma gestão comprometida, que investiu em diárias operacionais e na dedicação e comprometimento dos nossos agentes de segurança que aceitaram abrir mão de sua folga, atendendo esforço do governo”. Esta colaboração dos agentes, inclusive, foi essencial ao sucesso da operação, pois o efetivo policial atual tem grande defasagem, sendo equivalente ao do ano 2000. “Colhemos estes resultados por que temos planejamento e responsabilidade. Trabalhamos com ações integradas entre as instituições policiais e com as demais áreas do Governo.  Estamos aqui para servir ao povo e fazer a paz triunfar”.

A governadora externou “gratidão aos agentes de segurança pública do Estado. Acompanhei o trabalho em todo o Estado, trabalho abnegado e dedicado. Esse é o caminho. Os R$ 3 milhões investidos nas diárias operacionais não foram em vão. Trouxeram resultados expressivos e paz ao nosso povo. Nosso foco é, e será sempre, reduzir a violência e trazer paz e prosperidade ao Rio Grande do Norte e a quem nos visita”.

O secretário estadual de Segurança Pública e Defesa Social, coronel Francisco Araújo, destacou o empenho da administração e o comprometimento dos profissionais do sistema de segurança pública que compreende as polícias Militar e Civil, o ITEP, o Corpo de Bombeiros Militar e a Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (SEAP). “Cumprimos as orientações dadas pela governadora. Fizemos o planejamento e a execução das ações que resultaram em um carnaval mais seguro e tranquilo para a população”, registrou coronel Araújo.

Diretor do Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP), Marcos Brandão explicou que o órgão atuou em escala de plantão, tanto em Natal e Região Metropolitana, como nas regionais do interior (Mossoró, Caicó e Pau dos Ferros).  “Atuamos em conjunto com os demais órgãos da segurança, prestando nossos serviços e atendo a população”, informou.

Ana Cláudia Saraiva, delegada geral da Polícia Civil disse que os resultados positivos são reflexo do apoio do governo e de empenho e dedicação dos agentes que aceitaram trabalhar no período do descanso e da folga. A Polícia Civil trabalhou na Operação Carnaval com 50% do seu efetivo.

Comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Luiz Monteiro da Silva Júnior explicou que a corporação atuou na fiscalização dos locais de realização dos eventos em todo o Estado, na prevenção de acidentes e salvamento. “Nossa atuação acontece também na orientação às pessoas para evitarem áreas de risco. Fizemos mais de duas mil orientações e sete salvamentos aquáticos. Sete famílias deixaram de chorar a morte de entes queridos”, destacou.

Secretário da Administração Penitenciária, Pedro Florêncio foi enfático: “Trabalhamos na Operação Carnaval com 49% de todo o efetivo remunerado com diárias operacionais e plantões. Com o apoio da administração estadual mantivemos o controle e a segurança para a sociedade”.

NÚMEROS DA OPERAÇÃO CARNAVAL 2020:

POLÍCIA MILITAR (Comandos de Policiamento Metropolitano e do Interior)

Armas apreendidas – 31

Pessoas conduzidas – 77

Carros recuperados – 33

Drogas apreendidas – 5 quilos

POLÍCIA DE TRÂNSITO – CPRE

Abordados mais de 6 mil veículos

Prisões – 5

Mortes em rodovias – 2020: 02. 2019: 03

 

OPERAÇÃO LEI SECA

Veículos abordados: 927

 

SEAP

OPERAÇÃO TOLERÂNCIA ZERO:  violação tornozeleiras eletrônicas – 07 ocorrências. Recaptura de foragido – uma ocorrência.

OPERAÇÃO SATURAÇÃO: 686 policiais penais realizaram revistas diárias nas unidades prisionais. 6.992 presos foram revistados em todas as 17 unidades prisionais do RN.

 

POLÍCIA CIVIL

Na Grande Natal, a Polícia Civil registrou 16 Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCOs), cinco Boletins Circunstanciados de Ocorrências (BCOs), 59 Autos de Prisão em Flagrante Delito (APFD) e 269 Boletins de Ocorrências (BOs).

No interior do Estado, foram 84 TCOs, 12 BCOs, 72 APFD e 489 BOs.

PLANTÃO DELEGACIA DE ATENDIMENTO À MULHER – Natal e Grande Natal: 13 prisões em flagrante. Medidas protetivas – 27

CORPO DE BOMBEIROS

O 1º, 2º e 3º Grupamento Bombeiro Militar, que atuam na Grande Natal, Mossoró e Caicó, respectivamente, prestaram 229 atendimentos ao público nos principais polos carnavalescos do Estado.

O Serviço de Atividades Técnicas (SAT) do Corpo de Bombeiros Militar do RN fiscalizou estruturas de eventos e trios elétricos em mais de 40 municípios.

No total, foram prestados 181 atendimentos na capital potiguar, sendo 61 em Ponta Negra, 37 no Largo do Buiú (Redinha), 27 em Petrópolis, 14 na Ribeira, 14 no Nazaré, 10 nas Rocas, 10 no largo do Cruzeiro, 06 no Praia Shopping e 02 no Centro Histórico. Os casos envolveram ingestão de bebidas alcoólicas, quedas de pressão, pequenos cortes e fraturas.

ITEP

Acidentes de tráfego: 2020 – 07 ocorrências. 2019 – 08 ocorrências.

Exames de lesões corporais: 2020 – 149. 2019 – 146.

 


Assecom-RN

O Governo do RN iniciou nesta sexta-feira, 03 a Operação Verão 2020. A operação executa ações coordenadas envolvendo várias secretarias e órgãos da administração estadual como polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros, Detran, Itep, secretarias de Educação, Saúde, de Mulheres, Administração Penitenciária, Detran e Idema, visando o combate à violência em todas as regiões do Estado.

“A Operação Verão é necessária porque temos um grande fluxo de pessoas neste período, tanto de norte-rio-grandenses como de turistas”, afirmou a governadora Fátima Bezerra esta manhã no lançamento das atividades, na Rota do Sol, em Pium, via que leva às praias de maior movimento no litoral sul.

A governadora explicou que está sendo realizado um trabalho integrado entre as forças de segurança do Estado, dos municípios, através das Guardas Municipais, e instituições do sistema de segurança federal. “Segurança também traz desenvolvimento, trabalho e emprego para nosso povo, por isso esta iniciativa que estamos tomando é de grande importância. Agradeço a todos os profissionais envolvidos e desejo que tenhamos êxito para trazer paz às famílias do RN e aos nossos visitantes”, declarou.

“A operação é um plano para preservar e manter a ordem pública na orla marítima e demais espaços públicos de lazer e entretenimento durante o período de veraneio, com reforço na segurança do litoral potiguar que possui 400 quilômetros de extensão”, registra o secretário de Segurança e Defesa Social, coronel Francisco Araújo.

A administração estadual está investindo R$ 6 milhões em diárias operacionais e mais de mil agentes de segurança diariamente. Da Polícia Civil serão 2.278 diárias operacionais pagas, além do efetivo diário normal. Da Polícia Militar serão 48.230 diárias operacionais, sendo 26.880 no Comando de Policiamento Metropolitano e 21.350 no Comando de Policiamento do interior, também além do efetivo diário normal.

O Corpo de Bombeiros atua com 50 guarda-vidas nas principais praias do litoral para garantir a segurança dos banhistas.

Ao participar do lançamento da Operação Verão, no final da manhã desta sexta-feira, Fátima Bezerra esteve acompanhada do vice-governador Antenor Roberto, dos secretários Francisco Araújo (Sesed), Pedro Florêncio (Seap),  Ana Cláudia Saraiva (Degepol), coronel Alarico Azevedo (Comandante da PM), Marcos Brandão (diretor do Itep), Manoel Marques (DER).

 

A Prefeitura de Parnamirim enfim apresentou e inaugurou a primeira etapa do Centro Cultural Trampolim da Vitória. Diversas instituições se fizeram presentes no ato que marcou a abertura do espaço, entre elas a Força Aérea Brasileira, Tribunal de Justiça, Câmara Municipal, Universidade Federal e Instituto Federal do Rio Grande do Norte, entre outras.

A solenidade foi iniciada com uma linda apresentação da Banda de Música Trampolim da Vitória, regida pelo maestro Geraldo França, seguida pelas bênçãos religiosas, momentos de emoção de todo o público. Durante o evento o brigadeiro do ar e comandante da Ala 10, Marcelo Rivero, recebeu das mãos do prefeito Rosano Taveira e do presidente da Câmara Municipal, Irani Guedes, uma homenagem, que representa o título de cidadão honorífico de Parnamirim. Taveira agradeceu o homenageado e disse que sem o seu empenho dificilmente Parnamirim conseguiria reabrir o local.

O cônsul de diplomacia pública dos Estados Unidos, Daniel Stewart, contou sobre sua experiência e tratativas para chegar à abertura do CCTV: “Durante minhas visitas descobri, não apenas as belezas de Parnamirim, como também novos fatos sobre a nossa maravilhosa história que representam respeito, parceria, democracia e igualdade entre as nações. Quero dar os parabéns para o prefeito, por esta grande obra e para Parnamirim, pelos seus 61 anos”, falou.

O Centro Cultural Trampolim da Vitória foi aberto com exposições de aeronaves, automóveis e equipamentos utilizados durante a 2º Guerra Mundial, itens que recontam a história e ressaltam a importância da cidade no período. Foi nítido nos olhos de quem acompanhou a solenidade a volta do orgulho de ter o espaço reaberto, contando a história de Parnamirim, de seu povo e da influência aérea na sua expansão.

“Estamos colocando de volta na história de Parnamirim um equipamento que a cidade perdeu, tanto de forma econômica como cultural. Quando perdemos o aeroporto, foi-se uma parte nossa, e todo parnamirinense sabe do que estou falando”, destacou o prefeito. O gestor enfatiza que o sentimento quando assumiu a prefeitura era de dar novos rumos ao local, e assim como diz o ditado – missão dada é missão cumprida – essa foi uma das metas alcançadas, um trabalho extremamente ousado.

“Firmamos esta bandeira em nosso território. Conseguimos 150 dias para trabalhar e aqui estamos com o resultado. A data de 61 anos de Parnamirim não podia passar em branco”, disse emocionado Taveira. O prefeito ainda acompanhou uma das apresentações no interior do espaço, que trouxe uma menção a seu pai, José Taveira, falecido recentemente. A história dele também serviu de inspiração para abrilhantar a abertura do Centro Cultural. A entrevista do patriarca, morador antigo de Parnamirim, fez o filho prefeito marejar os olhos, trazendo ainda mais emoção e orgulho para os cidadãos.

A abertura do Centro Cultural Trampolim da Vitória também é bastante simbólica, porque acontece no dia do aniversário de 61 anos de emancipação política de Parnamirim. A Prefeitura preparou uma programação toda especial para o mês, que conta ainda com diversos eventos culturais. A previsão é que em 28 de janeiro de 2020, aniversário do encontro dos presidentes do Brasil e Estados Unidos, Franklin Roosevelt e Getúlio Vargas em terras potiguares, o Centro Cultural seja definitivamente aberto para a população.