Marca Maxmeio

Notícias

O artesanato e as comidas regionais de Nísia Floresta são temas de exposição, nesta quinta-feira (28), na Assembleia Legislativa.

Eventos dessa natureza vêm sendo reforçados pela Assembleia Legislativa para promover os municípios. “É um evento voltado para os servidores e para promover nossas potencialidades. Tudo está sendo realizado em uma parceria dos restaurantes e hotéis e a associação”, destacou o presidente da Aspol, Carlos Gomes.

Na mostra desta quinta, chamam a atenção iguarias como o camarão e caranguejo do Olavo, músico local e artesanato de bilro ao vivo.

O evento vai acontecer das 9h às 11h30 no restaurante da Assembleia Legislativa.

Nesse mês de Junho, mês do meio ambiente realizaremos o 9°Cineoka que vem contando com o apoio da ODARA Produtora onde exibiremos o filme Vento Forte, direção de Patrícia Nunes.

Sinopse:
O filme retrata os conflitos socioambientais vividos pelas comunidades tradicionais pesqueiras no Brasil, mostrando o modo simples de vida dos pescadores e pescadoras artesanais que convivem harmonicamente com a natureza respeitando suas nuances e reconhecendo os sinais de degradação tanto sociais quanto ambientais que os grandes empreendimentos estão provocando no Brasil.

Além da exibição do filme + debates, nossa estigada roda de peteka e práticas no arco e flecha, exposição fotográfica Ta’anga Potyguara e artefatos indígenas, teremos a grande satisfação de prestigiar a performance da banda Ponta D’Lança Potiguar !

Evento gratuito com contribuição voluntária aberto a toda comunidade !

https://www.facebook.com/events/176815446494984/?ti=cl

Desconto de 25% para inscrições realizadas até o dia 1º de julho

 

Para dar continuidade a série de cursos que será realizada em Natal através da parceria do SetCenas e o Instituto de Cinema de São Paulo, do dia 23 a 27 de julho acontece o curso de Edição e Montagem ministrado pelo editor, fotógrafo e diretor de fotografia, Koji FreeMind, no laboratório de computação da UnP – unidade Roberto Freire.

Koji tem graduação na Tokyo Design Academy, teve aula de animação com o professor Masatoshi Fukuyama e, atua no mercado audiovisual há mais de 12 anos, criando vinhetas e animações para o mercado publicitário. Em 2017 participou do longa-metragem “3 Reis” assinando a Direção de Fotografia e a pós-produção da obra.

Destinado a todos os profissionais, estudantes e entusiastas da área do audiovisual do Rio Grande do Norte e região, o curso chega com os seguintes objetivos: apresentar o papel do editor; as referências artísticas; a relação com as outras equipes da produção de filme; uso dos equipamentos e tecnologias; a necessária prática em aula; os principais conceitos e técnicas de edição de áudio e vídeo em Adobe Premiere. As aulas acontecem das 19h às 22h, totalizando uma carga horária de 15h.

Uma grande oportunidade para se especializar e aprimorar suas técnicas. As matrículas são realizadas pela internet, através do site https://cursos.setcenas.com.br/, no qual também estão disponíveis as informações sobre o curso, o ministrador e as várias formas de pagamento. Haverá desconto de 25% para inscrições realizadas até o dia 1º de julho. Para outras informações, acesse a Página do Facebook do SetCenas. A temporada 2018 do SetCenas Cursos conta com os apoios de Cinépolis – Natal Shopping, Wayne’s Burger Star, Biergarten Natal, Saint Arnulf, Graphicaria, O Tempo e o Vento Praia Hotel, G7 Comunicação e Empreende UnP – Universidade Potiguar.

Detalhes do curso

Diferenciais do Curso

  • Máquinas e programas configurados e com os recursos necessários para edição de áudio e vídeo;
  • Aulas e workshops com profissionais capacitados no Brasil e exterior;
  • Material de apoio completo com: roteiro, decupagem, planilha de edição e etc.

Programação

  • Cultura de edição: O que é edição e montagem, referências fílmicas, relação editor-diretor, ferramentas, etapas do processo edição, roteiro, corte e decupagem, tecnologias e organização;
  • Som para Cinema: características físicas do som, captação/com direto, tipos de microfones, acessórios de captação para Cinema e equipe.
  • Montagem 1: conceitos de montagem, demonstração do software, exemplos práticos montagem + workshop;
  • Workshop: edição, em duplas ou trios, de material bruto de um curta produzido no curso Cinema Total do INC;
  • Edição de Áudio: demonstração de software, efeitos, equalização, sincronização, trilha, mixagem + workshop.

 

 

A população natalense acaba de ganhar um novo espaço público de lazer totalmente requalificado. Foi entregue pelo Governo do RN, na tarde desta terça-feira (26), a Praça do Estudante Emmanuel Bezera dos Santos, mais conhecida como Praça dos Estudantes, na Cidade Alta. O espaço é o primeiro de um total de 11 praças e dois logradouros públicos de Natal contemplados no projeto de requalificação do PAC Cidades Históricas, do governo federal.

 

“Estamos entregando aos natalenses um novo espaço público de convivência, com infraestrutura moderna e de acessibilidade para receber moradores e visitantes, preservando e valorizando a nossa história e o patrimônio cultural da capital potiguar”, disse o governador Robinson Faria, que estava acompanhado de secretários de Estado.

 

A Praça dos Estudantes ganhou novo paisagismo – que incluem 14 mudas de Pau Brasil –, pintura, iluminação, recuperação de monumentos e um moderno projeto de acessibilidade. Elaborado por intermédio do Governo do RN, via secretaria de Estado de Turismo (Setur), o projeto teve investimento aproximado de R$ 404 mil de recursos federais.

 

Na ocasião, o governador também confirmou a assinatura da Ordem de Serviço para requalificação de outras três praças da cidade. Trata-se das praças Santa Cruz da Bica, com investimento de R$ 189 mil, Sete de Setembro, no valor de R$ 395 mil, e a Praça das Mães, custando R$ 159 mil. Assim como na Praça dos Estudantes, as demais obras serão fiscalizadas pela Secretaria de Infraestrutura.

 

Ao todo foram encaminhados ao governo federal para concorrer ao PAC Cidades Históricas 16 projetos potiguares, entre iniciativas do Governo do Estado, Prefeitura do Natal e UFRN. No que tange o Executivo estadual, o valor total dos projetos é de R$ 10 milhões, sem contrapartida do Estado.

 

Estão previstas obras em 11 praças e outros dois logradouros públicos que pertencem ao Centro Histórico de Natal, entre Cidade Alta, Ribeira e um pequeno trecho das Rocas. A área total que abrange o projeto compreende 91,1 hectares de sítio histórico.

 

“O nosso objetivo, enquanto Iphan, é buscar trazer o patrimônio para o dia a dia das pessoas”, destacou o diretor do Departamento de Projetos Especiais do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Rbson de Almeida, que esteve presente na inauguração. Além de Natal, o PAC Cidades Históricas está sendo implantado em 43 cidades de 20 estados da federação. O investimento em obras de restauração é de R$ 1,6 bilhão, destinado a 425 obras de restauração e requalificação de edifícios e espaços públicos.

 


Celso Amâncio – Assessoria de Imprensa

 

 

O Governador Robinson Faria deu hoje a ordem de serviço para obras de grande relevância para a valorização da cultura no Rio Grande do Norte.  O investimento, por meio do Governo Cidadão, ultrapassa R$ 15,6 milhões, destinado à reforma do Teatro Alberto Maranhão (TAM), da Escola de Dança (EdTam) e do Palácio da Cultura (Pinacoteca). As assinaturas aconteceram em solenidade realizada no TAM, em Natal.

“Hoje é um dia histórico para a cultura do nosso estado. Estas obras têm uma simbologia muito grande para a autoestima da nossa cena cultural. Contabilizando outros investimentos, já são R$ 50 milhões investidos só para a cultura. Com grandes ações, nosso governo está mudando todo o patrimônio cultural e histórico no Rio Grande do Norte”, destacou o governador Robinson Faria.

A primeira ordem de serviço foi para a reforma do teatro, patrimônio histórico e cultural do Rio Grande do Norte. Serão realizadas ações de reforma das estruturas elétricas, hidráulicas e de acessibilidade do espaço. Também será feita a completa reestruturação do palco e camarins. O espaço mais nobre – caixa cênica (palco, camarins e ribalta) – também será reformado.

O teatro tem capacidade para 644 pessoas, incluindo os assentos dos camarotes. Por seus palcos passaram grandes nomes do teatro, da dança e da música nacionais e também importantes artistas estrangeiros. O investimento é de R$ 7,7 milhões.

Assim como o Teatro, a tradicional Escola de Dança do Teatro, também foi contemplada. As aulas, que atualmente atendem a um contingente de cerca de 500 alunos, acontecem em um prédio antigo no bairro da Ribeira, na Rua Chile. O espaço já não está adequado às necessidades dos dançarinos porque há 20 anos não passava por  qualquer serviço de manutenção. A reforma, orçada em 2,2 milhões, terá um impacto extremamente positivo sobre a formação dos alunos.

O governador ainda assinou o contrato de reforma do Palácio da Cultura (Pinacoteca), orçado em R$ 5,6 milhões. O projeto pretende atender não só a intervenção para conservação do imóvel (recuperação de esquadrias, cobertura, pintura, cozinha, banheiros) como dotar de equipamentos adequados (iluminação, sonorização, rede lógica, mobiliários, suportes, vitrines, expositores, circuito de segurança, reserva técnica), garantir a acessibilidade (elevadores, rampas e sinalização de obstáculos) e implantar novos espaços (oficina de restauração, sala de projeção, biblioteca).

A importância desta obra é incalculável. O Palácio Potengi foi construído em 1965 e abriga a maior coleção de arte existente no RN. São mais de mil obras de épocas, técnicas, artistas e motivos que documentam dois séculos da arte potiguar.

O secretário de Gestão de Projetos, Vagner Araújo, destacou o empenho do governador em colocar um investimento cultural como prioridade. “Em um momento em que há outras áreas fundamentais como a segurança, só faz isso quem acredita que a cultura pode ser remédio para estes outros problemas”, assinalou.

O diretor presidente da Fundação José Augusto, Amaury Jr, afirmou que “esta é uma nova página que está sendo escrita na cultura do Rio Grande do Norte. Só temos a agradecer a sensibilidade do governador”.

Também participaram da solenidade a secretária-chefe do Gabinete Civil, Tatiana Mendes, os secretários de Infraestrutura, Jader Torres, de Turismo, Manoel Gaspar, da Educação, Cláudia Santa Rosa, de Política para as Mulheres, Flávia Lisboa,  o diretor especiais de projetos do Iphan, Robinson Almeida, o diretor-presidente da Fundação José Augusto, Amaury Júnior, e a diretora artística do TAM, Wanie Rose.

Decretos

Além das ordens de serviço, o governador assinou decretos que vão impactar positivamente na cena cultural do RN. Em um dos decretos, autoriza a liberação de mais de R$ 3 milhões de incentivo por meio da Lei Câmara Cascudo, o que favorece e beneficia de 30 a 40 projetos, ainda este ano.

No outro decreto, altera o programa de incentivo estadual passando a permitir que os proponentes de projetos na área de cultura possam arcar com um percentual de 20% sobre os projetos aprovados, o que antes era uma obrigação exclusiva dos patrocinadores. A medida do governo, não apenas vai facilitar as negociações, como vai atrair mais financiadores para projetos culturais no Rio Grande do Norte.

 

 


Celso Amâncio – Assessoria de Imprensa

Três anos após o fechamento, o Teatro Alberto Maranhão terá as obras de reforma e restauração iniciadas com a assinatura da ordem de serviço, nesta terça-feira, 26, pelo governador Robinson Faria, às 16 horas, em frente ao teatro, localizado no bairro da Ribeira, em Natal.
Segundo o diretor-geral da Fundação José Augusto, o jornalista Amaury Júnior, o orçamento total será de R$ 7, 632 milhões e as obras serão pagas pelo programa Governo Cidadão. “A reforma estava incluída no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC Cidades históricas), mas os recursos não chegaram e o governo teve que realizar o distrato (rescisão) do contrato com o Ministério da Cultura. Toda esta burocracia atropelou o projeto”, justifica Amaury Júnior.
Serão realizadas intervenções nas estruturas elétricas, hidráulicas e de acessibilidade do espaço. Também será feita a completa reestruturação do palco e camarins como também será instalado um novo sistema de ar-condicionado. Amaury Júnior destaca que o mais importe é que a caixa cênica (palco, camarins e ribalta) vai ganhar uma reforma. A expectativa é de que o teatro seja reaberto oficialmente em junho de 2019.
Uma decisão judicial embasada em laudo técnico do Corpo de Bombeiros determinou o fechamento do TAM em junho de 2015. A avaliação apontava para falhas nas instalações elétricas e hidráulicas e ainda a ausência de equipamentos de acessibilidade.
Além do Teatro Alberto Maranhão, a Escola de Dança-EdTam, que funciona em um prédio histórico na Ribeira, vai receber um investimento na ordem de R$ 2,278 milhões com a assinatura da ordem de serviço para o início das obras, também nesta terça-feira, 26.
Ainda na agenda do Governador Robinson Faria, constam a assinatura do contrato da reforma do Palácio da Cultura (Pinacoteca) e a assinatura do decreto que vai liberar o restante dos  50% da concessão de incentivos fiscais destinados ao financiamento de projetos culturais. O governador também assina o decreto que altera o programa de incentivo estadual de apoio a cultura da Lei Câmara Cascudo, beneficiando a produção artística e cultural no Rio Grande do Norte.

Celso Amâncio – Assessoria de Imprensa

O deputado estadual Kelps Lima (SDD) apresentou requerimento solicitando a presença do secretário estadual de Planejamento, Vagner Araújo, e do titular da Companhia Estadual de Habitação e Desenvolvimento Urbano (Cehab), João Ronaldo da Nóbrega Filho, para prestar esclarecimentos sobre o programa de habitação Moradia Cidadã.

“Esse procedimento do governo Robinson que acho estranho a sociedade fazer de conta que não está escutando. A apresentação da minuta do projeto chamado Moradia Cidadã, tocado pela Cehab. Não existe esse projeto. Não tem convênio, nem planejamento de trabalho. Não existe esse programa no orçamento do Governo Federal. Isso é um termo de cooperação para que talvez o próximo Governo Federal, se quiser adotar”, criticou.

Kelsp Lima questionou se houve trabalho de averiguação para realização do cadastro social dos beneficiários desse programa. “Soube que tem prefeito iludido, apresentando projeto para doar terreno do município para o programa”, disse. Por fim, o parlamentar convocou a Assembleia Legislativa para fiscalizar a ação.

A revista Foco Nordeste fez o lançamento nesta segunda-feira, 25, a sua edição mais esperada do ano, com a publicação do tradicional prêmio Top of Mind Natal, que identificou as vitoriosas empresas de marcas mais lembradas pelo consumidor natalense. A grande noite de entrega dos troféus e lançamento da edição, ocorreu no Centro de Convenções de Natal, ocasião em que os convidados foram brindados com um show especial da Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte.

Enviado do meu iPhone

 

No último fim de semana fui convidado para fotografar  Jardim de Angicos, cidade da região do Mato Grande, distante 108 quilômetros de Natal e que tem uma população um pouco menos de 3 mil habitantes.

Além das fotos aéreas fizemos também a cobertura fotográfica da festa do padroeiro, São João Batista na noite do últimos sábado, dia 23 de junho. Fotos essas que estão num post aqui no site.

Jardim de Angicos é uma cidade acolhedora e diferente de muitas lugares do RN, nesses tempos de extrema violência essa palavra não faz parte do dicionário dos jardim-angicanenses. A cidade é muito bem cuidada pela prefeitura municipal que tem a frente a gestora Suely Fonseca. Da gosto ver os canteiros das ruas que parecem mais um um jardim bem cuidado de uma residência. Um verdadeiro charme e diferencial para pequeno município.

No mais é viajar comigo pelas fotos aéreas e locais que fiz durante o último sábado e domingo que fiquei na Cidade e fui muito bem acolhido.