Marca Maxmeio

Notícias

A revitalização do Beco da Lama, espaço tradicional da boemia natalense no Centro de Natal, foi finalizada nesta quinta-feira (21) e contou com uma festa para comemorar o novo visual dado ao local. O prefeito Álvaro Dias, que acompanhou de perto os trabalhos dos 40 artistas urbanos coordenados pelo artista visual paulista Dicesarlove, foi conferir a finalização dos grafites ao lado da rainha e do rei do Carnaval,  Érica Alves e Rodolpho Kostak, e do secretário Municipal de Cultura, Dácio Galvão. Quem foi conferir o colorido das fachadas dos imóveis ainda aproveitou as apresentações de música com artistas locais.
O projeto da Prefeitura do Natal é reforçar a identidade do Centro da Cidade, principalmente na área conhecida como Centro Histórico, valorizando o espaço para que as pessoas voltem frequentar e entre no roteiro turístico de quem visita Natal. No Beco da Lama e suas proximidades existe um apelo cultural, com instalação de várias vertentes artísticas que vêm resistindo ao tempo, mas que nos últimos anos não tinham incentivo algum.
“Uma das prioridades da nossa gestão vai ser a revitalização do Centro Histórico da cidade do Natal”, afirmou o prefeito Álvaro Dias. “Tivemos essa percepção quando o presidente do Viva o Centro falou que este setor da nossa cidade estava andando um pouco devagar e que se não houvesse uma ação forte por parte dos poderes públicos, nós corríamos o risco de transformar o Centro em futura Ribeira. Para evitar isso, voltamos nossos olhos e passamos a investir na iluminação, na segurança, na arte e na cultura, e vamos sim revitalizar o Centro Histórico da Cidade”, garantiu, acrescentando que os trabalhos iniciados com a revitalização das fachadas dos imóveis nesta rua terão continuidade, com novo piso e calçadas, além de limpar visualmente a área embutindo os fios dos postes.
“É a primeira vez que a Prefeitura incorpora uma política pública de arte urbana institucionalizada com esse artistas que normalmente têm a característica contestatória e vivem à margem do sistema oficial, mas que acreditaram e toparam fazer uma parceria, a partir de uma articulação que o prefeito fez direto com o Miguel Carcará”, afirmou o secretário Municipal de Cultura, Dácio Galvão, destacando o diálogo existente do Município com a cultura. O artista urbano Dicesarlove, como coordenador do projeto em Natal, agradeceu a Prefeitura pela oportunidade e pelo trabalho realizado no Centro.
De acordo com o presidente do movimento Viva o Centro, Delcindo Mascena, comerciante da Cidade Alta, o bairro estava precisando de uma ação urgente por parte do poder público para recuperar o movimento das lojas e seus bares. Já dentro da programação do Natal em Natal o prefeito Álvaro Dias determinou a instalação de dois palcos, iluminação natalina, garantindo a frequência das pessoas nas ruas. Grandes shows foram realizados e contou com a aceitação do público natalense. “Eu não podia ficar atrás de um balcão vendo o Centro morrendo, eu preciso fazer alguma coisa”, afirmou o empresário, lembrando do início das conversas com a Prefeitura para que fossem tomadas providências para revitalizar a área promovendo inclusive segurança. Ao lado do empresário também estava o presidente da Fecomércio, Marcelo Queiroz, que anunciou, dentro do apoio à iniciativa de promover atividades no Centro da Cidade, uma oficina de gastronomia para os donos de bares e restaurantes locais.
“Queria agradecer aos artistas da cidade que se sensibilizaram com essa ideia e que vieram aqui espontaneamente como Miguel Carcará e como o artista paulistano Dicesarlove e com muitos outros que deixaram aqui inscrita a sua arte”, agradeceu Álvaro Dias, afirmando que ao final de todo o trabalho de revitalização, haverá uma placa com os nomes de todos os artistas que participaram desta primeira intervenção, como forma de marcar a iniciativa. Estamos fazendo esta revitalização para deixar o Beco da Lama mais bonito e moderno, para que o Centro seja, cada vez mais, agradável, chamativo e convidativo para o povo de Natal e para os turistas que nos visitarem”, afirmou.
No local foram realizados também serviços de recuperação de ruas e calçadas, pinturas bases para o início dos grafites, iluminação, limpeza e divulgação. Foram quase mil latas de spray, dezenas de latões de látex, andaimes, plataformas e escadas para que os artistas alcançassem os pontos mais altos. Tudo um investimento da Prefeitura do Natal através das secretarias de Cultura (Funcarte), Limpeza (Urbana); Semsur (Serviços Urbano), Secom (Comunicação) e STTU.

Secretaria Municipal de Comunicação

O Comando do Pessoal de Fuzileiros Navais abriu 960 vagas no Concurso de Admissão às turmas I e II de 2020 do Curso de Formação de Soldados Fuzileiros Navais, com possibilidade de promoção até a graduação de Suboficial ao longo da carreira. As inscrições estarão abertas entre os dias 27 de fevereiro e 28 de março e poderão ser realizadas pelo site www.marinha.mil.br/cgcfn ou presencialmente, nos endereços listados no edital.

Na área de jurisdição do Comando do 3º Distrito Naval, as inscrições podem ser realizadas: em Fortaleza-CE, na Escola de Aprendizes-Marinheiros do Ceará; em Natal-RN, no Grupamento de Fuzileiros Navais de Natal; em João Pessoa-PB, na Capitania dos Portos da Paraíba; em Recife-PE, na Escola de Aprendizes-Marinheiros de Pernambuco; e em Maceió-AL, na Capitania dos Portos de Alagoas.

Para concorrer às vagas, é preciso ser brasileiro do sexo masculino, com idade de no mínimo 18 e no máximo 21 anos em 1º de janeiro de 2020, e ter o ensino médio completo.

No momento da inscrição, o candidato poderá optar para concorrer às vagas dos seguintes locais para servir inicialmente: Unidades da Marinha no Rio de Janeiro-RJ, Unidades da Marinha em Brasília-DF, Grupamento de Fuzileiros Navais de Rio Grande-RS, 1º Batalhão de Operações Ribeirinhas em Manaus-AM, 2º Batalhão de Operações Ribeirinhas em Belém-PA, Grupamento de Fuzileiros Navais de Ladário-MS, Grupamento de Fuzileiros Navais de Natal-RN, Grupamento de Fuzileiros Navais de Salvador-BA e Batalhão de Defesa NBQR de Aramar-SP. A distribuição das vagas ocorrerá de acordo com as necessidades da Administração Naval.

A primeira etapa do processo seletivo consiste em exame de escolaridade, com provas de Português e Matemática, a ser realizado no dia 28 de maio de 2019. Os aprovados na etapa inicial passarão ainda por verificação de dados biográficos e de documentos, teste psicológico, inspeção de saúde e teste de suficiência física.

Em seguida, os aprovados realizarão curso de formação, com duração de 17 semanas em órgãos de formação do Corpo de Fuzileiros Navais no Rio de Janeiro e em Brasília, em regime de internato e dedicação exclusiva até o dia da formatura. Durante o curso, além de serem proporcionados alimentação, uniforme e assistência médico-odontológica, o Recruta Fuzileiro Naval perceberá remuneração atinente à sua graduação, como ajuda de custo para suas despesas pessoais.

Locais de inscrição no Comando do 3º Distrito Naval:

Fortaleza (CE) – Escola de Aprendizes-Marinheiros do Ceará – Avenida Coronel Filomeno Gomes s/nº – Jacarecanga – Fortaleza – CE. CEP: 60010-280. Telefone: (85) 3288-4734.

Natal (RN) – Grupamento de Fuzileiros Navais de Natal – Rua Marcílio Dias s/nº – Quintas – Natal – RN. CEP: 59037-020. Telefone: (84) 3216-3414 ou 3216-3455, ramal 2112.

João Pessoa (PB) – Capitania dos Portos da Paraíba – Rua Barão do Triunfo, 372 – Varadouro – João Pessoa –PB. CEP: 58010-400. Telefone: (83) 3241-2805.

Recife (PE) – Escola de Aprendizes-Marinheiros de Pernambuco – Avenida Olinda s/nº – Complexo do Salgadinho – Olinda – PE. CEP: 53010-000. Telefone: (81) 3412-7615.

Maceió (AL) – Capitania dos Portos de Alagoas – Rua do Uruguai, nº 44 – Jaraguá – Maceió – AL. CEP: 57025-120. Telefone: (82) 3215-5810.


Assessoria de Comunicação Social do Comando do 3º Distrito Naval

 

 

O ABC venceu o América-RN por 2 a 1 na Arena das Dunas e conquistou o título do primeiro turno do Campeonato Potiguar, a Copa Cidade do Natal. O Alvinegro precisou virar pra cima do Alvirrubro depois de sair perdendo aos 30 segundos de jogo. Hiltinho abriu o placar para o América-RN. Rodrigo Rodrigues empatou dois minutos depois, mas a vantagem era do rival. No segundo tempo, Ivan virou para dar o título ao ABC.

Clique aqui e leia  matéria completa no portal G1RN

 

 

Com o apoio do Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio da Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas-RN) e Governo Cidadão via empréstimo com o Banco Mundial, os cerca de 250 artesãos, que participaram da Feira Internacional de Artesanato (Fiart), venderam R$ 660.584,00 mil em produtos, nos 10 dias do evento. A Fiart foi realizada no Centro de Convenções de Natal, entre o dia 31 de janeiro e 03 de fevereiro.

Foram mais de 7 mil produtos vendidos de todas as tipologias como Esculturas, brinquedos, pinturas, roupas, objetos decorativos, utensílios, cama, mesa e banho. O espaço do Governo ocupou uma área de 1.400 metros quadrado, com seis salões de mestres e cerca de 50 estandes.

“Esse número de vendas mostra o quanto o artesanato potiguar é importante para economia. Em apenas 10 dias esses artesãos venderam milhares de produtos. Precisamos investir em mais espaços de comercialização para que o artesão comercialize na sua região e que ele ganhe autonomia financeira. O Proarte-RN vai buscar atuar na interiorização do artesanato, de modo articulado a interiorização do Turismo, para que nosso artesanato seja ainda mais valorizado, dentro e fora do estado”, ressaltou a secretária da Sethas-RN, Iris de Oliveira.

Esse ano foram beneficiados artesãos de 44 municípios, 43 associações, 05 cooperativas, 12 empreendimentos solidários, além de instituições públicas como a Fundase-RN com artesanato dos socioeducandos, o “Projeto Tranforme-se” com artesanato produzido pelas internas da penitenciária João Chaves e a Central de Comercialização da Agricultura Familiar (Cecafes).

Atualmente, o artesanato potiguar consolida-se como uma fonte de renda para famílias que buscam melhorias nas condições socioeconômicas. Buscando incentivar essa cadeia produtiva, o Programa do Artesanato do Estado do Rio Grande do Norte (Proarte-RN), atua na valorização, divulgação e comercialização dos trabalhos realizados por artesãos independentes, associações, cooperativas e grupos de produções dos 167 municípios. O programa também incentiva a participação dos artesãos potiguares em feiras, exposições e eventos, realiza o cadastro dos artesãos e emite a Carteira Nacional do Artesão.

 


Assessoria de Comunicação – Sethas/RN

Anderson Santos

 

O secretário da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), coronel Araújo, participa nesta manhã (19), de um encontro com o Ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sergio Moro, na sede do Ministério, em Brasília.

Em pauta está o Sistema Único de Segurança Pública (SUSP), as propostas e boas práticas em tecnologia e inovação na segurança pública, o Fundo Nacional de Segurança Pública e regras de distribuição dos recursos, além da padronização dos dados estatísticos do SINESP.

A agenda acontece durante toda manhã e contará com a presença dos demais secretários estaduais da segurança no Brasil.

A Escola de Música da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (EMUFRN), por meio do Setor de Musicografia Braille e Apoio à Inclusão (Sembrain), divulgou o período de inscrição para os projetos de música para pessoas com deficiência e outras necessidades educacionais específicas.

As inscrições podem ser realizadas entre os dias 20 e 22 de fevereiro, de 8h às 11h ou de 14h às 17h, no setor de Musicografia Braille e Apoio à Inclusão da EMUFRN. Os documentos necessários são: cópia da carteira de identidade e CPF; cópia de comprovante de residência; ficha de inscrição preenchida; e laudo médico.

Os cursos oferecidos são gratuitos e têm previsão de início para o mês de março. São ofertadas vagas para diferentes modalidades e instrumentos. A quantidade de vagas oferecidas, horários e dias da semana podem ser conferidos em detalhes no edital do processo.

Outras informações podem ser conferidas também pelo telefone (84) 3342-2229 ou pelo e-mail: sembrain.emufrn@gmail.com.

0.90.142

 

“O que mais me impressiona é a ousadia de estar no semiárido nordestino e ter uma produção pujante como essa”, declarou a governadora Fátima Bezerra ao visitar a Fazenda Norfruit, na tarde desta sexta-feira (15), a convite da diretoria da Coopy Frutas (Cooperativa dos Fruticultores da Bacia Potiguar), em Mossoró. Os números da produção de melão e melancia das cinco empresas que compõem a cooperativa, apresentados pelo gerente comercial Adriano Thielke, impressionam: a safra anual extrapola 30 mil toneladas, escoada em sua maioria para países da Europa, incluindo Reino Unido, e também para estados do Sul, Sudeste e Centro Oeste do País.

A área produtiva das fazendas Norfruit, Dinamarca, Fruta Vida, Agrícola Bom Jesus e Agrícola Jardim, cujos proprietários são antigos funcionários da extinta Fazenda Maísa, totaliza 1.700 hectares e representa 10% da produção de melões e melancias de Mossoró. Tanto a produção quanto o beneficiamento seguem normas internacionais de certificação, e as frutas passam por rigorosa análise de resíduos tóxicos. A cooperativa integra o Coex (Comitê Executivo da Fruticultura do RN), e gera 1.700 empregos formais, além de compor uma grande cadeia produtiva que gera vagas no mercado de trabalho, de forma indireta.

A fruticultura impulsiona toda uma cadeia de atividades no interior, gerando emprego e renda. No RN, 36% da pauta de exportação é de fruticultura e agricultura. “Acredito que para cada emprego direto, geramos dois ou três indiretos”, calcula Thielke, que em nome da cooperativa e dos produtores de maneira geral apresentou à chefe do Executivo a pauta de reivindicação da categoria. Ele falou sobre a necessidade de conclusão da Estrada do Melão, uma rodovia estadual que teve sua construção iniciada há mais dez anos, porém ainda não foi denominada, e também o fortalecimento dos órgãos estaduais que apoiam a fruticultura, que são IDIARN, EMPARN, IGARN, IDEMA e EMATER.

Fátima também visitou a Agrícola Famosa, onde almoçou a convite do fruticultor Luiz Roberto Barcelos, diretor-presidente do Coex. “Nosso propósito é de integrá-la ao setor da fruticultura, segmento muito importante na pauta de exportações do RN, que gera milhares de emprego”, afirmou o empresário.  A governadora se comprometeu a melhorar a estrutura portuária, uma vez que boa parte da produção é escoada via Porto de Pecém, no Ceará, com parcerias público/privado, para criar ambientes mais favoráveis aos negócios. “Colocamos todo nosso governo à disposição desse importante setor para a economia potiguar”, disse.

 

 


Assecom-RN

Qual é o som que o seu ser emana? O que a sua voz pode expressar quando você se conecta com o seu cardíaco?Pensando em promover essa experiência, a Manipura realizará a oficina PERCEBENDO A VOZ DO CORAÇÃO – Um exercício de canto e de expansão de consciência, que será conduzida pelas facilitadoras Silvia Sol e Cibelly Guedes.
Cibelly, que é filósofa, explica que o curso é uma expériência de autoconhecimento, e que qualquer pessoa pode participar. “É voltado para pessoas que queiram acessar mais informações sobre o próprio ser. Utilizamos recursos dentro da programação pra que a pessoa consiga se conectar com o eu mais intimo”, disse.
Neste aspecto, o canto entra como um guia, uma linha para que o participante acesse a percepção mais ampla de si. “É um processo de imersão, de alcance de lembranças e insights que não conseguiríamos comumente”.
Cibelly Guedes tem formação em Dinâmica Energética do Psiquismo, é pesquisadora musical, Idealizadora e integrante do Agni – Grupo laboratório de música e integração do ser. Silvia Sol, a outra facilitadora, é artista musical e visual, praticante de Dança Tribal e Hatha Vinyasa Yoga e componente do Agni – Grupo laboratório de música e integração do Ser.
A oficina acontecerá no dia 24 de fevereiro, às 15 horas na Humanus – reabilitação e treinamento.
Investimento R$ 70, 00.
Inscrições feitas pelo link: https://goo.gl/forms/itDgLzr5k2egy5gD3

JACSON DAMASCENO 
Assessoria de Imprensa 

Evento acontece no Centro de Convenções de Natal, no próximo mês, em paralelo a 5ª Feira de Municípios e Produtos Turísticos do RN

 

Em março, nos dias 29 e 30, Natal sedia dois grandes eventos para tratar do potencial econômico turístico do Rio Grande do Norte: o Fórum de Turismo do RN e a 5ª Feira dos Municípios e Produtos Turísticos do RN (Femptur), no Centro de Convenções.

 

O Fórum, organizado pela Argus Eventos, é considerado o principal encontro de análise e discussão do turismo potiguar, e traz temas diversos a serem debatidos com especialistas e palestrantes. O painel de abertura, “O RN vai decolar – como incrementar a malha aérea para Natal” conta com a presença de especialidades nacionais em transporte aéreo.

 

A preocupação com o meio ambiente também é um dos focos, através da “Sustentabilidade social como propósito”. E, para tratar do assunto, o diretor da InterTV Cabugi, Dirceu Simabucuru. Em outro painel, “A importância do turismo de negócios e eventos para o desenvolvimento do RN – estratégias e desafios”, com o presidente da Unedestinos – União Nacional de CVBx e Entidades de Destinos e do São Paulo Convention Visitors Bureau, Toni Sando.

 

O “Case de sucesso Foz do Iguaçu”, fica a cargo do secretário de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos de Foz do Iguaçu – PR, Gilmar Piolla; a palestra “Os impactos socioeconômicos regionais gerados pelo Vila Galé Touros”, com Jorge Rebelo de Almeida, diretor-presidente da rede de hotéis Vila Galé. E, no encerramento, um amplo debate sobre “O RN na Segunda Guerra: como desenvolver esse novo roteiro turístico-cultural”. Para participar, pesquisadores, gestor de museu, um representante do SEBRAE-RN e outro do Governo do Estado do RN.

 

O evento conta com apoio da Prefeitura do Natal, Governo do Estado do Rio Grande do Norte, SEBRAE-RN, Fecomércio-RN, Banco do Nordeste, DataShow, SERHS Natal Grand Hotel e InterTV.

 

Em paralelo ao Fórum, acontece a Femptur. Nela, o visitante poderá conhecer detalhes dos destinos turísticos e ainda comprar pacotes promocionais para apreciar melhor o RN; adquirir produtos legitimamente potiguares, como queijos, manteigas, cachaças, doces de frutas, biscoitos, castanhas, entre outras delícias. E, para quem é fã de artesanato, obras de arte e quadros fotográficos também estarão à venda. Além de prestigiar atrações culturais e espaços gastronômicos.

Serviço

 

Eventos:

 

10º Fórum de Turismo do RN e 5ª Feira dos Municípios e Produtos Turísticos do RN

 

Quando – 29 e 30 de março (sexta e sábado)

Horário – 14h às 22h (Femptur) e 14h30 às 18h30 (Fórum)

 

* Femptur – entrada gratuita

 

** Fórum – R$ 100 e R$ 50 (estudantes) em fevereiro; R$ 150 e R$ 75 em março (até dia 28); R$ 200 e R$ 100 nos dias do evento.

A Miss RN 2019, Erika Fontes, de 25 anos, foi recebida na manhã desta quarta-feira (13) pelo presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB). Nascida na zona rural de Monte Alegre, cidade que representou no concurso, Erika vendia castanhas para ajudar na renda familiar e depois se tornou modelo internacional.

“Ela tem uma história vitoriosa. Representa não só a beleza das mulheres norte-rio-grandenses como a essência, a inteligência e a garra de nossas potiguares”, disse o presidente, que apresentou à miss o plenário da Casa e falou sobre o trabalho do legislativo potiguar.

Acompanhada do coordenador do concurso, George Azevedo, Erika Fontes contou ao presidente da Casa, que viu um anuncio na TV sobre um concurso de beleza em Natal. Ela participou e venceu a disputa, o que a credenciou para ingressar numa das maiores agências do mundo, aos 14 anos. “Me lembro que eu não tinha nem foto para me inscrever no concurso. Hoje, tenho orgulho de dizer que através do meu trabalho, consegui proporcionar mais qualidade de vida para minha família e isso é o que me motiva”, conta a nova Miss.

Erika Fontes venceu o Miss RN no último dia 5 de fevereiro, no Teatro Riachuelo, onde disputou a coroa com mais 22 candidatas. Ela representará o Rio Grande do Norte no próximo dia 9 de março no Miss Brasil 2019, em São Paulo, divulgando o Estado nacionalmente.