Marca Maxmeio

Notícias

Para a celebração do Dia da Árvore, que transcorrerá nesta sexta-feria, 21,  no horário das 10h00 às 13h00, a ONG Baobá, convida para o lançamento do livro em HQ “SAARA – quando o deserto se torna verde” do autor Haroldo Mota, ativista ambiental, presidente da instituição. O livro é ilustrado pelo artista gráfico Wanderline Freitas.

 

O lançamento do livro, faz parte das comemorações dos quinze anos de atividades da instituição. E o cenário do lançamento, não poderia de ser em outro espaço. Escolhemos a maior árvore de baobá das Américas, o “Baobá do Poeta”, localizado na Rua São José, no bairro de lagoa Seca, Natal/RN.

 

O espaço é simbolicamente representativo, pois a história do livro versa sobre a importância das árvores no equilíbrio ambiental, frente as mudanças climáticas, solidificando a ideia sobre um futuro de equilíbrio atmosférico, pela implantação de uma nova floresta tropical.

 

A arrecadação com a venda do livro será destinada à Escola Estadual Professora Maria Ikla de Moura, localizada na rua Dr. Manoel Miranda, 2758, bairro de Bom Pastor, Natal – RN.

 

Confirmadas as presenças no lançamento do livro, os professores e escritores: Diógenes da Cunha Lima e Tomislav R. Femenick, dos jornalistas e escritores Flávio Rezende e Glácia Marillac; além o presidente do Instituto Histórico Geográfico do RN – IHGRN o Dr. Ormuz Simonneti e o Capitão Styvenson, candidato ao senado pelo nosso Estado.

 

Segundo a professora Dra. Marise Costa S Duarte, do curso de Direito da UFRN, “Haroldo é mais do que uma pessoa inspiradora. É alguém que nos motiva continuamente, a ‘arregaçar as mangas’ e trabalhar, com coração, pela melhoria do nosso precioso ambiente. De forma lúdica e criativa, seu pequeno livro rega nossos sonhos e nossa esperança de que podemos muito mais do que achamos possível. Parabéns, Haroldo! Sua força, fé e sonhos nos contagia!!”.

 

MOMENTOS

Haverá um ato ecumênico celebrado pelo reverendo Gecionny Pinto, da Paroquia do Sagrado Coração de Jesus, e o padre Marcos Lima, membro da comissão arquidiocesana para o ecumenismo e diálogo interreligioso.

 

O ato contará ainda com “Contação” de história por Daluzinha Avlis, recitação poética de Duda da Boneca, apresentação da saxofonista Vercy Prietto Dias, citação poética das crianças Helena Marillac e de aluna Zoe Seyahian, e serão sorteadas cinco árvores de pau brasil.

 

A cobertura fotográfica será realizada por Canindé Soares. Além, da exposição fotográfica de sua autoria, sobre a floresta dos mangues do rio Potengi.

 

SERVIÇO

Lançamento do livro em HQ “SAARA – quando o deserto se torna verde”

Autor: Haroldo Mota / Ilustrador: Wanderline Freitas

Data: 21.09.2018 (sexta-feira) / Horário: 10h às 13h

Local: Baobá do Poeta – Rua São José, Lagoa Seca, Natal/RN.

Valor: R$ 10,00

Informações: Tel.: (84) 9.8845.4603

Show que revisita carreira do paraibano chega ao Teatro Riachuelo no dia 23 de novembro

Zé Ramalho está na estrada. E desta vez, celebrando seus 40 anos de carreira. Desde o lançamento do primeiro álbum solo do artista paraibano, que emplacou de cara o hino “Avohai”, Zé traçou uma ponte que unia Pink Floyd e Beatles a Jackson do Pandeiro e Luiz Gonzaga. Cidade grande e sertão, psicodelismo e regionalismo, o Nordeste inserido no mundo, o universo conectado ao Nordeste. Um trovador urbano comparado por muitos aos ícones da música mundial. A turnê que celebra as quatro décadas de carreira chega ao Teatro Riachuelo, em Natal, no dia 23 de novembro.
Neste show, o cantor revisita alguns de seus maiores êxitos, como “Avohai”, “Frevo Mulher”, “Admirável Gado Novo”, “Chão de Giz”, “Beira-Mar”, “Eternas Ondas”, “Garoto de Aluguel”, “Vila do Sossego” e “Banquete de Signos”, além de releituras de Raul Seixas (“Trem das Sete” e “Medo da Chuva”). No palco, acompanha o artista a Banda Z, formada por Chico Guedes (contrabaixo), Zé Gomes (percussão), Vladmir Oliveira (teclados), Edu Constant (bateria) e Toti Cavalcanti (sopros).
Este evento é mais uma produção da Viva Entretenimento. Os ingressos já podem ser adquiridos na bilheteria do teatro e também pelo site www.uhuu.com.
Sobre o artista
Zé Ramalho estreia, em 1978, com LP que leva seu nome e já traz músicas que virariam clássicos, como “Chão de Giz”, “Avohai” e “Bicho de 7 Cabeças”. Sua história com a dramaturgia televisiva sempre rendeu grandes frutos: ele ultrapassou a barreira de um milhão de discos vendidos com o êxito de “Entre a Serpente e a Estrela”, que fez parte da trilha sonora da novela “Pedra Sobre Pedra”, da Rede Globo. Protagonizou o fenômeno de retornar às paradas de sucesso com uma mesma música, “Admirável Gado Novo”, incluída na trilha de “O Rei do Gado”, conectando o artista à juventude brasileira e fazendo o CD da novela vender nada menos do que 3 milhões de cópias, um recorde que permanece inalcançável.
Ao lado dos amigos Elba Ramalho, Geraldo Azevedo e Alceu Valença, Zé liderou, em 1996, um dos projetos mais bem-sucedidos da música brasileira. “O Grande Encontro” levou multidões aos shows em todo o país e gerou o lançamento de um disco ao vivo, vendendo mais de 500 mil cópias. A continuação do projeto rendeu outras duas turnês vitoriosas, um CD de estúdio e outro gravado ao vivo, que alcançaram a marca de 480 mil, recebendo disco de ouro e de platina. Zé realizou ainda uma apresentação histórica no Rock In Rio 3, assistida por mais de 50 mil pessoas em 2001, com Elba Ramalho.
O álbum “20 Anos – Antologia Acústica” é seu maior êxito comercial até hoje, com aproximadamente 2 milhões de cópias vendidas e vencedor do Prêmio Sharp como melhor projeto gráfico. Este disco deu início a uma trilogia que seguiu com “Nação Nordestina”, um mapeamento da história musical e política da sua região natal, indicado ao Grammy Latino de melhor álbum regional; e “Estação Brasil”, um passeio pelo cancioneiro nacional. Nesta época, Zé Ramalho ainda homenageou Raul Seixas, gravou seu primeiro CD ao vivo, lançou o inédito “O Gosto da Criação” e convidou amigos para participar do CD e DVD “Parceria dos Viajantes”.
De 2008 a 2012, retorna com a série “Zé Ramalho Canta”, com homenagens a Bob Dylan, Luiz Gonzaga, Jackson do Pandeiro e Beatles. Também em 2012 lança “Sinais”, CD de inéditas pelo selo Avohai. Em 2013, consagração no Rock In Rio 5 com a banda Sepultura  e o projeto Zepultura.
SERVIÇO – ZÉ RAMALHO 40 ANOS
Data: 23 de novembro (sexta), às 21h
Local: Teatro Riachuelo Natal
Ingressos: Bilheteria do Teatro Riachuelo ou www.uhuu.com
Produção local: Viva Entretenimento
VALOR DOS INGRESSOS
Pista: R$ 260,00 (inteira) e R$ 130,00 (meia)
Plateia B: R$ 280,00 (inteira) e R$ 140,00 (meia)
Camarote: R$ 300,00 (inteira) e R$ 150,00 (meia)
Frisa: R$ 240,00 (inteira) e R$ 120,00 (meia)
Balcão nobre: R$ 260,00 (inteira) e R$ 130,00 (meia)

Através de denúncias oriundas da população, a equipe do Departamento de Orientação e Fiscalização (DOF) do Conselho Regional de Educação Física da 16° Região (CREF16/RN) percorreu, nesta quarta-feira (19), cinco municípios do Rio Grande do Norte. O objetivo da ação era verificar estabelecimentos irregulares, como também pessoas físicas exercendo ilegalmente a Profissão. Em cada local, foi prestada as devidas orientações, e em alguns estabelecimentos, consequências ocasionadas pelas irregularidades.

 

Em Serra Caiada a Academia NS Fitness foi interditada, tendo suas atividades encerradas imediatamente. O estabelecimento funcionava sem um Profissional de Educação Física. Em Senador Elói de Souza foi constatada uma bacharela em Educação Física sem o registro no Conselho. A professora atuava no Núcleo de Apoio a Saúde da Família (NASF); recebeu as devidas orientações e um prazo para sua regularização.

 

Na cidade de Boa Saúde uma academia funcionava sem um Responsável Técnico, com isso, o estabelecimento foi notificado, e também, dado um prazo para a regularização. Em Tangará uma academia mudou de município sem informar ao CREF16, foi notificada e concedido um prazo para atualização cadastral. No município de Sítio Novo havia denúncias de um estabelecimento irregular, na chegada do Fiscal, foi informado que o local havia encerrado às suas atividades.

A recomposição da atividade canavieira no Rio Grande do Norte, através do Projeto Renovar, foi tema de debate nesta quarta-feira (19), na Assembleia Legislativa. Além da geração de 60 mil empregos, o programa de natureza socioeconômica, de iniciativa da União Nordestina dos Produtores de Cana (Unida), objetiva tornar-se uma saída viável para a economia do Estado.

Além do impacto econômico, o projeto Renovar tem o intuito de formular Parcerias Público-Privadas com os Governos Estaduais de todo o Nordeste, a partir de recursos oriundos da União, a fim de combater a criminalidade no campo, através da redução da problemática social da desocupação.

De acordo com o Consultor do setor sucroalcooleiro de Pernambuco, Gregório Maranhão, foram perdidos de 50 a 60 mil empregos no universo canavieiro do Nordeste nos últimos anos. Para ele, o setor necessita de renovação urgentemente.

“Precisamos promover o aperfeiçoamento agronômico e a correção das distorções na política da atividade canavieira, a fim de melhorar nossa produção. Para se ter uma ideia, produzimos 2 milhões e 600 mil toneladas de cana na última referência, mas, para atingir a capacidade máxima do RN, precisaríamos de mais 700 mil toneladas de cana, o que equivaleria a 11 mil hectares de área”, explicou.

O Secretário de Agricultura, da Pecuária e da Pesca, Guilherme Saldanha, firmou o compromisso de efetivar o projeto e cumprir com todas as obrigações da secretaria relacionadas ao setor.

Guilherme Saldanha também falou da baixa competitividade da agropecuária brasileira a nível internacional. “Precisamos olhar para o nosso setor agropecuário, porque poderíamos ser mais fortes e competitivos, mas estamos aquém do que podemos fazer em relação a outros países, porque ainda temos muita área livre para plantio”, frisou.

O secretário alertou ainda que, se não houver recursos para tecnologia, seguro agropecuário para empréstimos rurais, dentre outros incentivos, não há como melhorar a produção da região.

Já Renato Cunha, presidente do Sindicato da Indústria do Açúcar e do Álcool de Pernambuco (SINDAÇÚCAR), falou da importância do álcool para o RN e o Nordeste como um todo, já que o produto, hoje, substitui 38% das demandas de gasolina. Além disso, o presidente contextualizou e demonstrou a complexidade do setor açucareiro não apenas no Nordeste, mas também no Brasil e no mundo.

O presidente do Sindicato das Indústrias Fabricantes de Álcool do RN (Sonal), Arlindo Farias, enfatizou a importância da isonomia entre os produtores, para haver uma competição justa. “É preciso fazer crescer as indústrias que já existem, para que elas possam competir com as emergentes. Assim todo mundo se beneficia”, disse.

Por fim, dando ênfase à necessidade de implemento da segurança no setor açucareiro, Humberto Concentino, presidente da Associação dos Plantadores de Cana-de-açúcar do RN (ASPLAN), lembrou que vários produtores já foram assaltados e tiveram seus veículos perfurados por tiros de “pistoleiros”, mesmo dentro de suas propriedades. “A atividade agrícola precisa de políticas públicas fortes de segurança, para que possamos trabalhar com tranquilidade e dignidade”, clamou.

 

Nesta sexta-feira (21), é celebrado em todo o território nacional, o Dia da Árvore. A data foi instituída em 1965 e foi escolhida por ser próxima ao início da Primavera, dia 23 de setembro. Para marcar a data, o Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte irá promover plantios de mudas com as crianças do Projeto Amana – Agente Mirim Ambiental de Natal e membros do Lions Clube de Natal Norte, que vai conhecer o Parque da Cidade para estabelecer parcerias e participar do evento alusivo ao meio ambiente. O leonismo pauta a sua atuação na valorização e defesa dos princípios como companheirismo e serviço prestado às comunidades carentes e junto às entidades sem fins lucrativos e o Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte trabalha com parcerias para alavancar os seus projetos ambientais.

Programação do Dia da Árvore vai iniciar às 15 horas, com palestra a respeito das atividades da Unidade de Conservação e de Proteção Integral, seguida de uma apresentação musical das crianças do Projeto Amana. O grupo também fará visitação ao Memorial Natal, que funciona na torre, à Biblioteca, à Sala de Exposição dos Animais, Centro de Produção de Mudas da Mata Atlântica e encerra a visita com o plantio de mudas produzidas no Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte, junto com as crianças do Projeto Amana.

O Dia da Árvore tem por objetivo conscientizar a população sobre a importância dessa grande riqueza natural, que além da fotossíntese, exercem diversos outros papéis ecológicos como, por exemplo, evitam a erosão e melhoram a umidade relativa do ar por intermédio da evapotranspiração. Também servem de moradia para várias espécies de animais, além de fornecerem alimento para uma grande quantidade de organismos vivos, incluindo o homem, porque elas aproveitam o gás carbônico que eliminamos pelos pulmões e o transformam em oxigênio. As árvores também são importantes para evitar desmoronamentos de terra e enchentes nos rios. Elas formam uma barreira natural quando chove muito e impedem que desastres maiores aconteçam.

O Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte tem desenvolvido projetos de plantio de mudas e recuperação de áreas degradadas e desde o início deste ano já plantou mais de 3.000 mudas. E está perto de alcançar a expectativa para 2018 de plantar 4.000 mudas dentro da sua área e na área da Zona de Proteção Integral – ZPA 01. “O Projeto de Recuperação de Áreas Degradadas está sendo desenvolvido em várias etapas e fizemos plantios no Dia da Floresta, Dia do Pau Brasil, Dia da Mata Atlântica, Semana do Meio Ambiente e vamos plantar mais 100 mudas no Dia da Árvore e ao longo da semana. E também estamos implantando o projeto de irrigação para facilitar a cobertura vegetal nos períodos sem chuva”, lembra o gestor do Parque da Cidade, Carlos da Hora.

 


Vilma Lúcia
Assessoria de Imprensa do Parque da Cidade

 

DCIM100MEDIADJI_0412.JPG

O combalido Centro Histórico de Natal ganhará a revitalização de mais três praças, após a entrega da construção da Praça do Estudante, antes tomada por um estacionamento desordenado situado atrás do Banco do Brasil da Cidade Alta. Os três equipamentos que serão recuperados, são: as praças Sete de Setembro (em frente à Assembleia Legislativa), Santa Cruz da Bica (próxima à Cosern) e Praça das Mães (próxima ao Solar Bela Vista).

 

A recuperação dessas três praças integra o projeto de requalificação, pelo PAC Cidades Históricas, e prevê novo paisagismo, nova pintura e iluminação, recuperação de monumentos e projeto moderno de acessibilidade. Ao todo serão contempladas 11 praças de Natal e mais dois logradouros públicos. As obras na praça José da Penha, em frente à Igreja Bom Jesus, na Ribeira, começará nos próximos dias. O prazo de conclusão é de três meses.

 

“O trabalho realizado na Praça do Estudante foi atípico dentro do projeto, porque precisou ser construída, já que no local havia apenas um estacionamento. As outras serão requalificadas. Uma ação importante para nosso corredor histórico. Toda cidade turística que se preze valoriza sua história e este é o primeiro item procurado pelo turista no mundo”, destacou o secretário estadual de Turismo, Manuel Gaspar.

 

Todas as praças selecionadas no projeto pertencem ao Centro Histórico de Natal, entre a Cidade Alta, Ribeira e pequeno trecho do bairro das Rocas. O valor total do projeto é de R$ 10 milhões, sem contrapartida do Estado. O projeto foi elaborado por intermédio do Governo do RN via secretaria estadual de Turismo. As obras serão fiscalizadas pela Secretaria de Infraestrutura. A área total de abrangência do projeto compreende 91,1 hectares do sítio histórico.

 

O valor para construção da Praça do Estudante Emmanuel Bezerra dos Santos foi de pouco mais de R$ 403 mil. Para a Praça 7 de Setembro serão investidos R$ 402.145,03. Na Praça Santa Cruz da Bica, R$ 378.913,61. A Praça das Mães, R$ 247.492,29. E a Praça José da Penha, que ainda será iniciada, o valor de R$ 333.847,09.

 

SAIBA MAIS – Foram encaminhados ao Ministério da Cultura (MinC) 16 projetos potiguares para concorrer ao PAC Cidades Históricas, ainda em 2013 e só agora, após vencer as burocracias, os recursos foram liberados. Foi pleiteado um total de aproximadamente R$ 100 milhões. Destes, R$ 78 milhões pertenciam a projetos elaborados pela equipe da Setur RN. O total aprovado no MinC corresponde a R$ 43 milhões, sendo R$ 25 milhões de projetos da Setur RN, ou 58% do total. O restante são projetos da Prefeitura de Natal e UFRN.

 

PRAÇAS CONTEMPLADAS

– Praça Santa Cruz da Bica

– Praça André de Albuquerque

– Praça Padre João Maria

– Praça 7 de Setembro

– Praça Dom Vital

– Praça Djalma Maranhão

– Praça das Mães

– Praça do Estudante

– Praça Augusto Severo

– Praça José da Penha

– Praça João Tibúrcio

 

ÁREAS PÚBLICAS CONTEMPLADAS

– Largo Memorial Câmara Cascudo

– Parada Metropolitana

 


Papo Cultura Assessoria de Imprensa
Sergio Vilar

Iniciativa mobilizará mais de oito mil pessoas entre funcionários administrativos, professores e alunos e tem adesão de 87 campi da instituição, que realizarão serviços diversos

Nesta quarta-feira (19) a Estácio promove a 7ª Edição do Dia E Nacional, quando professores e alunos se unem como voluntários para ajudar às comunidades em todo o Brasil, através da oferta de diversos serviços gratuitos à população. Em Natal, as três unidades da instituição (Ponta Negra, Alexandrino e Zona Norte) estarão mobilizadas neste propósito. O evento acontecerá na Praça Pedro Velho, mais conhecida como Praça Cívica, na Cidade Alta, com programação das 8h às 12h.

Durante o evento, a comunidade terá acesso aos serviços gratuitos de orientação nutricional, atendimento sócio jurídico e fiscal, assistência para elaboração de currículo, instrução de marketing para pequenas empresas, atividades para prevenção de dor e melhor qualidade de vida, além de dicas para reformulação de espaços residenciais.

O Dia E acontecerá simultaneamente em 23 estados e no Distrito Federal. Mais de oito mil pessoas, entre funcionários administrativos, professores e alunos participarão da ação. A iniciativa está alinhada com a missão da Estácio: ‘Educar para Transforma’. “O objetivo é dar oportunidade para os alunos mostrarem seus conhecimentos ao público, além de reforçar o compromisso social da faculdade Estácio”, explica Andre Samora, diretor da unidade Estácio Ponta Negra.

Sobre a Estácio

A Estácio, um dos maiores e mais respeitados grupos do setor educacional do Brasil, atua há 48 anos no segmento de ensino superior. Presente em 23 estados e no Distrito Federal, por meio do ensino presencial, e em todo o Brasil com o EaD, contando com mais de 500 mil alunos matriculados.

Atuante em projetos que contribuem para o desenvolvimento social e cultural do País, a Estácio promove o Programa de Responsabilidade Social Corporativa Educar para Transformar. O programa, que apoia iniciativas em cinco pilares – Esporte, Escola, Cidadania, Cultura, Inovação e Empreendedorismo – reflete o compromisso do Grupo Estácio de oferecer uma educação acessível e de qualidade e, assim, gerar um impacto positivo para a construção de uma sociedade mais justa.

Confira a programação completa das ações na Praça Cívica:

Ação: Dia E

Data: 19/09

Horário: das 8h às 12h

Atendimentos:

  • Orientação para reformulação de espaços residenciais
  • Orientação fiscal
  • Atendimento jurídico
  • Orientação de currículos e participação em processos seletivos
  • Orientação em estratégia de negócios para micro empresários com o Business Model Canvas
  • Marketing para pequenas empresas
  • Prevenção de dor para melhor qualidade de vida
  • Orientação nutricional
O prefeito de Natal, Álvaro Dias, visitou na tarde desta segunda-feira (17) a praça Gentil Ferreira, no Alecrim. Ele verificou de perto a necessidade de reformar o espaço, tradicional na cidade, e determinou a realização de serviços imediatos para a sua recuperação.
Acompanhado de secretários e de alguns comerciantes do Alecrim, o prefeito acertou com os auxiliares a realização dos trabalhos para a recuperação total da praça, parte integrante da história do bairro que completa 107 anos no próximo dia 23 de outubro. Anteriormente ponto turístico de visitação, a praça Gentil Ferreira tem hoje sua estrutura danificada.
“A Praça Gentil Ferreira é um ponto tradicional de Natal e precisa dessa recuperação. É um pedido da comunidade, de usuários e comerciantes, que precisamos e vamos atender. A Prefeitura está consciente de que a reforma da praça é urgente”, afirmou o prefeito, confirmando o projeto com a recuperação da praça, incluindo piso e bancos, com novo paisagismo e um novo sistema de iluminação. A finalidade é tornar o local mais agradável e convidativo para as pessoas.
O prefeito Álvaro Dias também anunciou a reabertura do posto permanente da polícia comunitária, utilizando a Guarda Municipal com seu efetivo. “É uma medida que certamente vai melhorar a segurança não apenas da praça Gentil Ferreira, mas da área que fica no seu entorno”, aposta ele. “Nesse projeto, todos são contemplados: o bairro como um todo, seus moradores, seu comércio e a população”.
 
Lagoa de captação
Também na tarde desta segunda-feira, o prefeito visitou as obras de urbanização da lagoa de captação localizada na rua Mirabeau Pereira (por trás do Mercado da 4), no próprio Alecrim. Antes um enorme buraco repleto de lixo e esgoto, hoje uma estrutura quase finalizada de alvenaria e toda caracterizada.
O projeto deriva de uma parceria com a Cosern. A Prefeitura apresentou o projeto e a Companhia Energética do Rio Grande Do Norte custeou toda a obra e execução, girando em torno de R$ 1,3 milhão. O investimento é uma contrapartida da empresa para o licenciamento de um novo sistema de distribuição de energia na região.
A Prefeitura fará outras ações no local, incluindo a pavimentação das ruas do entorno, a restauração da quadra poliesportiva e a eliminação de alguns pontos de esgoto que ainda correm a céu aberto.

A Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (Progesp), por meio da Coordenadoria de Qualidade de Vida no Trabalho, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), recebe inscrições para o Curso Fotografia e Bem-Estar, a partir do meio-dia desta segunda-feira, 17, até o dia 24 deste mês.

Os encontros ocorrerão de segunda a sexta-feira, das 18h30 às 21h30, no auditório do Departamento de Educação Física (DEF), com início no dia 1º de outubro, sendo ministrado pelo servidor Cícero Oliveira.

Os interessados devem se inscrever pelo Sistema Integrado de Gestão de Recursos Humanos  (SIGRH), no endereço www.sigrh.ufrn.br, selecionando as abas Menu Servidor > Capacitação > Inscrições > Realizar Inscrição. A relação dos inscritos será disponibilizada no dia 28 de setembro, a partir das 15h, na página da PROGESP, Portal da UFRN. Outras informações podem ser obtidas através dos telefones: 3342-2296 Opção 4/ 99474-6674 ou pelo e-mail viveremharmonia@reitoria.ufrn.br.

Portugal tem sido o lugar procurado por muitos brasileiros que buscam fugir da crise econômica do Brasil e querem melhor qualidade de vida. Mais de 80 mil brasileiros residem hoje em terras lusitanas com vistos regulares, segundo o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), órgão responsável pelo controle de imigração português. Mas esse número deve ser bem maior porque muitos brasileiros com passaporte europeu ou que estão irregularmente em Portugal, não são contabilizados na estatística.

Aqui em Natal, pessoas também têm se organizado nessa mudança de país e é para atender esse público potencial, que a corretora da imobiliária RE/MAX de Portugal, Eliane Ribeiro, virá à capital potiguar no dia 26 de setembro, para ministrar uma palestra gratuita na CDL. Ela estará acompanhada de sua experiente equipe composta por advogado, contador e uma gestora de finanças, para esclarecer todas as dúvidas de quem tem interesse em viver, morar ou investir em Portugal.

“O que mais tem atraído os brasileiros para vir morar na Europa é a segurança, o direito de ir e vir nas ruas sem medo. Além disso, com dois mil Euros um casal vive bem aqui, ou seja, com menos dinheiro é possível ter uma vida melhor”, explica Eliane, que é brasileira, mas mora em Portugal há 25 anos e é campeã em vendas pela RE/MAX em toda a Europa.

Ela também explica que a maioria das pessoas com a intenção de morar em Portugal é economicamente ativa, como empresários, professores, médicos, advogados, arquitetos e engenheiros que querem trabalhar lá.

As cidades mais procuradas por esse público têm sido Lisboa, Cascais, Estoril e o norte de Portugal, onde estão municípios bem conhecidos, como Braga e Aveiro. No evento do próximo dia 26 em Natal – que tem o apoio e organização da franquia potiguar RE/MAX Top -, além de esclarecer todas as dúvidas, Eliane e sua equipe apresentarão aos participantes uma carteira de imóveis como apartamentos, casas e sítios. “Temos unidades a partir de 100 mil euros. Essa é a terceira edição que faremos no Brasil. Desde 2016 já fomos ao Amazonas, Amapá, Mato Grosso, Goiás, Pernambuco, Bahia, Minas, Rio, São Paulo e Rio Grande do Sul”, conta ela.

O evento “Viver, Morar, Investir em Portugal” é gratuito, será realizado no dia 26 de setembro, das 9h30 às 12h, no auditório da CDL Natal (Rua Ceará-Mirim, 322 – Tirol) mas para garantir a participação, o interessado precisa se inscrever através do link https://goo.gl/forms/4d2XvzsCs2STvP2a2. As vagas são limitadas.

Sobre a RE/MAX

A RE/MAX é uma multinacional fundada e sediada nos Estados Unidos há 45 anos e conta com a maior rede de franquias imobiliárias do mundo, 7.400. Está presente em 105 países e tem forte atuação no Brasil, com 180 lojas abertas. Tem cerca de 128 mil corretores sendo que só no Brasil, são 2 mil profissionais.