Marca Maxmeio

Notícias

Lei dos vereadores Dickson Júnior e Natália Bonavides foi aprovada em 2017 e acontecerá sempre em maio

A População de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais de Natal terá, pela primeira vez, uma programação exclusivamente voltada a dar visibilidade as suas lutas e desafios. Trata-se da Semana da Cidadania LGBT, que terá seu ponto alto na quinta-feira, 17 de maio, resultado de uma Lei aprovada no dia 5 de dezembro do ano passado, de autoria do vereador Dickson Junior (PSDB) e co-autoria da vereadora Natalia Bonavides (PT).

Sancionada pela prefeitura no dia 26 de dezembro de 2017, a Lei 6.753 vira realidade após audiência pública realizada, em junho, por Dickson, e várias reuniões seguintes com participação dos mandatos dele e de Natalia e representantes dos órgãos públicos municipais e movimentos sociais.

A Secretaria de Trabalho, Habitação e Assistência Social se comprometeu a fazer debates descentralizados nos CRAS (Centros de Referência em Assistência Social) durante todo o mês de maio. Já a Secretaria de Esportes realiza, nesta quarta-feira, 16, um Torneio de Vôlei Inclusivo no Palácio dos Esportes.

À Secretaria Municipal de Defesa Social, ficou a responsabilidade do evento mais abrangente, que acontecerá na quinta-feira (17), dia em que a OMS (Organização Mundial da Saúde) retirou a homossexualidade da lista internacional de doenças (1990) e Dia Internacional de Combate à Homofobia.

O I Workshop de Políticas Públicas para promoção da cidadania da População LGBT, no âmbito de Natal, acontecerá no IFRN da Cidade Alta, durante toda a manhã. Além de abertura, por volta das 8h, com apresentação cultural, o evento terá a Mesa “Desafios e perspectivas do segmento LGBT no âmbito do Município de Natal”, debate com os participantes, divisão dos grupos de trabalho e plenária para apresentação dos trabalhos.

“É muito bom quando vemos que nosso trabalho tem desdobramentos e atinge objetivos. Essa Lei foi construída com os movimentos LGBT a partir de uma audiência pública e tenho certeza que esses primeiros eventos serão um marco na luta da população LGBT de Natal. Espero que a cada ano essa programação cresça e, em breve, atinja nossa meta maior que é o fim da violência, do preconceito e de discriminações na nossa sociedade”, declara Dickson.

 


 

Elaine Vládia – Assessoria de Imprensa

Dr. Gustavo Xavier Azevedo

Daqui a dez dias Natal será a capital nordestina de Psiquiatria, sediando um evento de importância nacional e que deve reunir aqui alguns dos grandes nomes brasileiros desta especialidade da medicina. A XX Jornada ABP Nordestina de Psiquiatria é promovida pela Associação Brasileira de Psiquiatria, em parceria com a Associação Norte-rio-grandense de Psiquiatria, nos dias 25 e 26 deste mês, no Imirá Plaza Hotel. O tema será “Sexualidade, Violência e Crise: Impactos na Saúde Mental” e poderão participar profissionais e estudantes de nível superior de todas as áreas de atuação. “Escolhemos o tema com muito carinho e cuidado, buscando algo que está relacionado à realidade de praticamente todas as pessoas”, disse o Dr. Gustavo Xavier Azevedo, presidente da ANP/RN.
Juntamente com o evento principal acontece a XIX Jornada Norte-rio-grandense de Psiquiatria e dentro da programação há dois cursos: Emergência Psiquiátrica e Rede de Atenção Psicossocial (Raps), dois dos mais atuais e procurados por profissionais da área de saúde no Brasil. “Os cursos serão um diferencial. Uma oportunidade única para aqueles que pretendem participar da jornada”, ressaltou dr. Gustavo Xavier.
Entre os nomes que estarão palestrando, profissionais consagrados como as dras. Carmita Abdo (SP) e Helena Calil (SP) e o dr. Antônio Geraldo da Silva (DF). E entre as mesas e debates propostos, assuntos como “Como abordar sexualidade com os pais e filhos com desenvolvimento atípico?”, “Sequelas invisíveis da violência: como tratar?”, “Suicídio nos jovens” e “O atendimento ao transexual na unidade básica de saúde”. “É uma jornada científica mas usamos uma linguagem aberta, adequada, acessível a profissionais e estudantes de todas as áreas do ensino superior. Temos certeza que os participantes irão se surpreender”, disse o presidente da ANP/RN.
Todas as informações e a inscrição para a jornada estão no site oficial do evento: www.psiquiatrianordestina2018.com.br . O evento acontece no belo salão do Imirá de frente para o mar, valorizando a beleza da nossa terra, sendo mais um atrativo para os visitantes que virão de outros estados. A abertura está marcada para as 8h da sexta-feira, dia 25. 

 


JACSON DAMASCENO 
Assessoria de Imprensa 

Eliana Calmon, primeira mulher a compor o núcleo do Superior Tribunal de Justiça (STJ), chega a Natal no próximo mês para ministrar uma palestra em ocasião do lançamento da 43ª edição da Revista Jurídica In Verbis, publicação realizada pelos alunos de Direito da UFRN, ativa há mais de 20 anos. O tema da palestra, que acontece no dia 07/06, será “Uma análise dos recentes dispositivos de combate à corrupção e a importância da Lava Jato”.

Na ocasião, Calmon, que hoje atua como advogada, pontuará sobre a legislação e decisões judiciais que englobam o contexto da Lava Jato, operação anticorrupção que mais alcançou destaque na história da justiça brasileira. Além de ter ocupado cadeira no STJ, a ex-Ministra também atuou como Corregedora-Geral da Justiça do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), entre setembro de 2010 e setembro de 2012, e como Corregedora-Geral de Justiça e Diretora-Geral da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados Ministro Sálvio de Figueiredo (Enfam).

O evento, que será seguido por coffee break, acontece a partir das 19h, no auditório do Ministério Público do Trabalho e é aberto ao público em geral. As senhas custam R$ 20 para estudantes e R$ 25 para profissionais. Aqueles que comparecerem levam ainda a nova edição da revista In Verbis.

SERVIÇO

Palestra com Eliana Calmon “Uma análise dos recentes dispositivos de combate à corrupção e a importância da Lava Jato”

Quando? 07 de junho, às 19h

Local: Auditório do Ministério Público do Trabalho (Rua Dr. Poty Nóbrega, 1941 – Lagoa Nova).

Ingressos: Loja do Estudante (Av. Prudente de Morais, 1938) ou Conselho Editorial da Revista In Verbis (@inverbisufrn).

 


Assessoria de Imprensa: Andressa Vieira

A partir de segunda-feira (14), é celebrada em todo o Brasil a Semana Nacional de Museus. Em Natal, o  Museu de Cultura Popular Djalma Maranhão, da Prefeitura do Natal, estará com extensa programação até a sexta-feira (18),  com visitas mediadas, palestras, oficinas de introdução à xilogravura, cordel, poesia, shows e muito mais.

Inaugurado em 2008, o Museu de Cultura Popular Djalma Maranhão possui acervo de aproximadamente 1500 peças de 400 artistas populares potiguares, com pesquisa de mestres das nossas tradições no intuito de preservar a memória, danças, folguedos; cultos; crenças religiosas; tradições folclóricas; brincadeiras; arte e artesanato.

Durante a 16° Semana de Museus serão abordados os temas “Museus Hiperconectados: Novas Abordagens, novos públicos”. O espaço que fica localizado na Praça Augusto Severo, Ribeira, terá diárias das 8h às 17h. Irão participar também oficineiros potiguares de diversas áreas, com entrada franca ao público e acompanhamento de especialistas, além do agendamento para escolas interessadas.

A Semana Nacional de Museus é promovida pelo IBRAM – Instituto Brasileiro de Museus – e reúne nesta edição 1.130 museus de todo o país, que oferecem ao público 3.261 atividades especiais, como visitas mediadas, palestras, oficinas, exibição de filmes e muito mais.

Em Natal, toda a programação está a cargo da Prefeitura do Natal, através da Secretaria de Cultura de Natal (Secult/Funcarte), com entrada franca. Eis a programação:

 

16° SEMANA NACIONAL DE MUSEUS  NO MUSEU DE CULTURA POPULAR DJALMA MARANHÃO -14.05 a 18.05

 

Segunda-feira 14/05/2018

Visita Mediada ao acervo do Museu
Horário: 8h às 12h e de 13h às 17h

09h às 10h
ABERTURA:  Teatro de Bonecos /João Redondo, com Genildo Mateus, brincante, bonequeiro e arte-educador, com uma apresentação da linha do tempo histórica do teatro de bonecos João redondo.

15h às 17h
OFICINA –  Stencil em Camisetas com o tema da Cultura popular do RN, com o artista plástico Jared Jr.

 

Terça-feira 15/05/2018

Visita Mediada ao acervo do Museu

Horário: 8h às 12h e de 13h às 17h com materiais reciclados.

9h às 10h

OFICINA – Introdução à xilogravura com a artista plástica Leticia Paregas que traz uma introdução básica como também a prática da gravura através de impressões com materiais reciclados.

13h às 14h

PALESTRA e OFICINA- Introdução à arte e a poesia do Cordel com o cordelista Nando Poeta.

 

Quarta-feira 16/05/2018

Visita Mediada ao acervo do Museu

Horário:8h às 12h e de 13h às 17h com materiais reciclados.

9h às 10h

APRESENTAÇÃO – Teatro de Bonecos /João Redondo, com Genildo Mateus, brincante, bonequeiro e arte-educador, com uma apresentação da linha do tempo histórica do teatro de bonecos João redondo.

13h às 14h

OFICINA – Introdução à xilogravura com a artista plástica Letícia Paregas com introdução básica e também a prática da gravura através de impressões com materiais reciclados.

 

14h às 15h

OFICINA – Biscuit Artesanal com o artista plástico Jared Jr. ensinando aos visitantes a fazer biscuit caseiro com o tema: A cultura popular do RN.

 

Quinta Feira 17/05/2018

Visita Mediada ao acervo do Museu

Horário: 8h às 12h e de 13h às 17h

9h10 às 10h

OFICINA – Introdução à xilogravura com a artista plástica Letícia Paregas com introdução básica e também a prática da gravura através de impressões com materiais reciclados.

10h às 11h

RODA DE CONVERSA – Arte Näif do RN, com arte educador Genildo Mateus.

13h às 14h PALESTRA e OFICINA- Introdução à arte e a poesia do Cordel com o cordelista Nando Poeta.

16h às 17h  AÇÂO- Saiba mais com Larissa Bianca guia de turismo e produtora cultural, que estará fazendo a ação turística na Praça Augusto Severo.

 

Sexta-feira 18/05/2018

Visita Mediada ao acervo do Museu
Horário:8h às 12h e de 13h às 17h

16h às 17h

APRESENTAÇÃO – Encerramento da Semana no Museu Djalma Maranhão com o grupo musical Fuxico de feira com repertório de baião, xote, coco, ciranda e forró.

A urbanização é um dos processos mais impactantes no meio ambiente, notadamente no que se refere à qualidade e elaboração espacial. E com esse viés, Geovane de Souza Almeida, mais conhecido como “Poeta dos Espaços”, nos presenteia com seu recente livro, que traz a Avenida Engenheiro Roberto Freire como pano de fundo. O livro versa sobre uma análise do impacto pontual de uma política pública na cidade de Natal; a necessidade de um planejamento que lide com a produção do espaço urbano.

O livro – Ultra-urbanização e contemporaneidade: A reinvenção da práxis espacial – para o público com leveza e um entendimento peculiar urbanístico, editado pela Omniscriptum Düsseldorf – Alemanha e Novas Edições Acadêmicas, faz um panorama de fortes influências materialistas na cidade através do processo de urbanização. “A ideia é fazer uma análise psicográfica na perspectiva das práticas espaciais criativas. Desta forma, as intervenções deveriam ser mais amplas no sentindo de pensar moldes de engenharia em que a urbanidade fosse à premissa”, ressalta o autor.

No que diz respeito às condições urbanas voltadas para atender aos pedestres, o autor identifica na obra, a carência dos equipamentos para atender com urbanidade os interesses do cidadão comum, que usa o espaço para atender as suas necessidades diárias de ir e vir, tendo como meio de passagem a Avenida.

“A Av. Eng. Roberto Freire é um exemplo, dentre tantos outros, dos percalços de uma urbanização que negligenciou a urbanidade, tornando o espaço uma cicatriz das intervenções, sempre necessárias para corrigir e adequar o sistema de engenharia a dinâmica imperfeita da sociedade”, explica Geovane.

A transformação urbanística que a passou a Avenida nas duas últimas décadas foi pautada na velocidade e na racionalidade tecnológica, em prol da produção capitalista do espaço, fragmentando e diferenciando os territórios, sua familiaridade, e seu senso de urbanidade.

O avanço da urbanização sobre o meio natural, de maneira desordenada, tem causado a degradação progressiva, com a implantação de loteamentos irregulares e a instalação de usos e índices de ocupação incompatíveis com a capacidade de suporte do meio. A ordenação do processo do uso e ocupação do solo urbano, atividade de competência municipal, deve ser questão prioritária numa política de gestão ambiental

E com base em estudos e pesquisas, Geovane Almeida faz uma imersão geográfica na Avenida Engenheiro Roberto Freire e traz em questão, problemáticas ocasionadas deixadas pelo tempo que pode ser revitalizada pelo poder público.

Serviço

O livro está a venda no site MoreBooks, através do link https://bit.ly/2Kdhg04 e em breve estará disponível na plataforma Amazon Books. Para maiores informações (84) 99648-2805.

 


Luana Rego Siqueira | Assessoria de Comunicação

Foto: Vitorino Júnior

 

O Corpo de Bombeiros Militar (CBMRN) e a Secretaria de Estado da Saúde Pública (SESAP) organizaram mais uma grande comemoração ao Dia das Mães.

O evento tem como objetivo promover a reflexão sobre temas envolvendo a saúde da mulher e do bebê, estimulando a amamentação em local de trabalho e a doação do leite materno aos bancos de leite do Estado.

Parceiros

A SESAP fez a doação as camisetas do evento, o Sesc se fez presente com o pessoal do programa Mesa Brasil (que vai distribuir os alimentos arrecadados) e também patrocinar o trio elétrico usado na acolhida do pessoal e no percurso. O Senac com o pessoal do curso de beleza, que fez cortes de cabelo, sobrancelhas e unhas das mães participantes, a Uni RN, que entrou com o pessoal da área de saúde, na verificação de pressão, orientação de nutricionistas e também com educadores físicos que fizeram a recreação, o ITEP que confeccionou gratuitamente a primeira via da carteira de identidade, a banda do Projeto Proerd, da Polícia Militar que também participaram.

Trajeto

O trajeto foi de 1,8km, saindo do Corpo de Bombeiros até o Parque das Dunas. Todo o percurso contou com um mini trio elétrico animando os participantes, além de carros de apoios distribuindo água e ambulâncias.

 

O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Rio Grande do Norte, fez lançamento nesta sexta-feira do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor “Governador Cortez Pereira” em sua décima edição. O Prêmio é concedido aos gestores municipais que tenham implantado projetos com resultados comprovados de estímulo à criação e desenvolvimento dos pequenos negócios e a modernização da gestão pública.

Municípios do Nordeste e do Norte serão os primeiros a receber as oficinas de orientação gratuitas sobre inscrição. Serão premiadas 500 iniciativas com R$ 10 milhões

­O Rio Grande do Norte recebe, esta semana, oficinas gratuitas do Ministério da Cultura (MinC) para auxiliar os interessados em participar da 6ª edição do Edital Culturas Populares. Em Natal, a oficina será realizada na quinta-feira (10), às 14h, no Teatro de Cultura Popular Chico Daniel (R. Jundiaí, 641 – Tirol) e, em Mossoró, a oficina será na sexta-feira (11), às 9h, na Estação das Artes Elizeu Ventania (Av. Rio Branco, S/N – Centro).

 

Não será necessária inscrição prévia. Representantes do MinC estarão à disposição do público para tirar dúvidas, apresentar o edital e orientar como devem ser feitas as inscrições. As oficinas serão ministradas nas cinco regiões do País. Além dos municípios do Rio Grande do Norte, esta semana também receberão as oficinas Manaus (AM), Boa Vista (RR), São Paulo (SP), Santana de Parnaíba (SP) e Souré-Marajó (PA).

O 6º Prêmio Culturas Populares: Edição Selma do Coco é a maior premiação da cultura popular em termos de valores e número de premiados concedida pelo Ministério da Cultura (MinC) desde 2007. Serão investidos R$ 10 milhões em 500 iniciativas que fortaleçam e contribuam para dar visibilidade a atividades culturais de todo o Brasil, como o cordel, quadrinha, maracatu, jongo, cortejo de afoxé, bumba-meu-boi, boi de mamão, entre outras.

Na edição 2018 do Edital, cada um dos premiados receberá R$ 20 mil, o dobro de 2017. As inscrições podem ser feitas até 13 de junho, pela internet, na página http://culturaspopulares.cultura.gov.br/, pelo sistema Salic, ou via postal.

O edital premiará iniciativas em cinco categorias: 200 prêmios para mestres e mestras (pessoa física); 180 para iniciativas de Grupos sem CNPJ; 70 para pessoas jurídicas sem fins lucrativos; 30 para pessoas jurídicas com ações comprovadas em acessibilidade cultural; e 20 para herdeiros de mestres e mestras já falecidos (in memoriam).

Lançado no último dia 27, em Recife (PE), a 6ª edição do Prêmio Culturas Populares homenageia a cantora pernambucana Selma Ferreira da Silva, a Selma do Coco, falecida em 2015.

Sobre o Prêmio

Nas cinco últimas edições, o Prêmio Culturas Populares contou com 9 mil inscrições e distribuiu R$ 18,7 milhões em prêmios a 1.545 mestres, grupos e entidades sem fins lucrativos, em todas as regiões do País. A premiação estava suspensa desde 2012 e foi retomada no ano passado, quando obteve número recorde de inscritos (2.862), com 500 premiados.
 
Na edição de 2017, foram 258 agraciados do Nordeste, 151 do Sudeste, 42 do Norte, 21 do Centro-Oeste e 28 do Sul do Brasil. Para garantir que a distribuição dos recursos seja feita de forma democrática, em 2018 serão 100 prêmios para cada região. Se uma das regiões não atingir o total de vagas existentes, as vagas restantes serão redistribuídas entre as demais regiões. 
 
Serviço:

Oficina em Natal/RN

Data: 10/5

Local: Teatro de Cultura Popular Chico Daniel

Endereço: R. Jundiaí, 641 – Tirol, Natal

Horário: 14h

 

Oficina em Mossoró/ RN

Data:11/5

Local: Estação das Artes Elizeu Ventania

Endereço: Av. Rio Branco, S/N – Centro

Horário: 9h

 


Assessoria de Comunicação do Ministério da Cultura
imprensa@cultura.gov.br

Rap, poesia, dança e muito ativismo estarão presentes na primeira edição do Festival da Resistência. O evento organizado pela rede de cursinhos populares Emancipa acontece no próximo dia 12 de maio, a partir das 13h, na Escola Municipal Professora Iapissara Aguiar, no Bairro Potengi. O evento contará com sarau poético e as apresentações dos rappers THC e PRETTA. A entrada é gratuita.

No segundo ano em Natal, o cursinho Emancipa já atende 300 jovens, o foco são aulas preparatórias para o ENEM. Esse ano a rede, que atua nas cinco regiões do país,   trabalha a temática “130 não nos libertou”, em referência ao aniversário de 130 anos da promulgação da Lei Áurea. Esse será o tema do festival em Natal, a ideia dos organizadores é mostrar que a abolição da escravidão foi um processo incompleto e as consequências são sentidas pela população negra até hoje.

As apresentações culturais e rodas de conversas do Festival da Resistência   serão protagonizadas pelos próprios alunos do cursinho popular, por artistas e militantes do movimento negro da cidade. Os organizadores venderão comida durante o evento,   o objetivo é arrecadar recursos   para custear inscrições para o ENEM.

Confira a programação completa do 1° Festival Emancipa


Festival da Resistência

MESA DE ABERTURA
130 NÃO NOS LIBERTOU!

RODAS DE CONVERSA
– Afrocentricidade
– Estética Negra

PROGRAMAÇÃO CULTURAL

– Apresentação Dança Afro
– Batalha de Bgirl (Break)
– Apresentação de break
– PRETTA
– THC
– Sarau Emancipado – Alunos do Emancipa (convida Rosy Nascimento)
– Lançamento do livro Sumidouro (presença da org. Natália Vilma)
– Escambo
VENDA DE COMIDAS NO LOCAL – Lucro destinado à custear as inscrições dos estudantes que não conseguiram a isenção do Enem.

Mais informações: https://www.facebook.com/events/378515519224020/

Contato:
Will Cosme – Organizador do festival e coordenador da Rede Emancipa
(84) 99919-2069