Marca Maxmeio

Notícias

Em um final de tarde descontraído clientes confraternizaram na Dandara Turismo. A Convenção 2019 da Dandara aconteceu em clima de muita alegria e satisfação de todos. Lançamento de pacotes exclusivos com roteiros personalizados onde a vivência, experiência e interação com a comunidade local se faz presente. Representantes do turismo e grandes fornecedores estiveram presentes.

 

Com o objetivo de incentivar a arte da fotografia e divulgar os pontos históricos da capital potiguar, o “1º Concurso Fotográfico de Natal – Um retrato de nossa História” acontece dentro da programação da Caminhada Histórica do Natal, um evento oficial Natal em Natal. A participação é aberta para fotógrafos amadores e profissionais que participem e fotografem os pontos durante o evento.

Os participantes percorrerão 19 monumentos históricos da cidade conhecendo sobre suas origens e importância durante 7ª Caminhada Histórica do Natal, que acontece dia 17 de novembro de 2018. Apenas fotografias feitas durante a Caminhada poderão participar do concurso e cada fotógrafo pode enviar entre 1 e 5 imagens. O concurso será dividido em duas categorias: amador, que pode utilizar câmeras fotográficas digitais de qualquer modelo, inclusive smartphone; e profissional, na qual serão aceitas apenas imagens feitas com equipamentos profissionais HDSLR.

Para participar da competição, o candidato deverá enviar o material através do e-mail concursofotograficonatal@gmail.com. As imagens precisam estar renomeadas com o nome do participante + categoria e conter todas informações no metadados dos arquivos. As fotografias devem ser em formato JPG, com o lado maior do arquivo com 1024 pixels e conter apenas manipulações digitais básicas (ajustes de níveis, contraste, cor e saturação). O participante tem até às 18h do dia 19 de novembro de 2018 para realização do envio.

Com seleção realizada por uma comissão julgadora especializada, recebem premiação financeira as três melhores fotografias de cada categoria. Na categoria amadora, as premiações são: 1º Lugar – R$ 600,00; 2º Lugar – R$ 400,00; 3º Lugar – R$ 200,00. Na categoria profissional, as premiações são: 1º Lugar – R$ 1.000,00; 2º Lugar – R$ 800,00; 3º Lugar – R$ 600,00.

As imagens campeãs serão exibidas em exposição a ser realizada no dia 22 de novembro, no Shopping Cidade Jardim. Na mesma ocasião, acontecerá a entrega da premiação aos fotógrafos ganhadores.

As fotografias inscritas farão parte do banco de imagens da Viva Entretenimento podendo ser utilizadas por tempo indeterminado pela referida empresa. Podem participar do concurso maiores de 16 anos e qualquer comprovação de fraude acarretará em desclassificação. Dúvidas sobre o concurso e solicitação do edital devem ser enviados para o e-mail concursofotograficonatal@gmail.com.

O 1º Concurso Fotográfico de Natal – Um retrato de nossa História acontece com o apoio da Viva Entretenimento e Mercado da Foto e tem o patrocínio da Unimed Natal.

Assessoria de Imprensa Viva Entretenimento
Acarta Comunicação

O radialista Jean Fernandes estará ministrando para colegas e aficionados por comunicação de toda a região do Mato grande, a “Primeira oficina de rádio da região do Mato grande” na cidade de João Câmara.
Ele levará aos participantes um pouco de sua história no rádio potiguar que já remonta quase três décadas, e também técnicas de locução para rádio, carro de som, supermercado ou para quem deseja falar em público, com ênfase na dicção, empostação vocal, respiração, além de apontar alguns caminhos para uma boa atuação do radialista e comunicador atual, inclusive a forte presença do rádio nas mídias sociais.
A Primeira oficina de rádio da região do Mato grande ocorrerá no próximo dia 17 de novembro nas instalações do IFRN e é destinada a radialistas e demais apaixonados pelo veículo de comunicação mais charmoso do mundo: o rádio!

Informações e inscrições pelo
Jean Fernandes: 84 9 9155 3486

Com o objetivo de incentivar a arte da fotografia e divulgar os pontos históricos da capital potiguar, o “1º Concurso Fotográfico de Natal – Um retrato de nossa História” acontece dentro da programação da Caminhada Histórica do Natal, um evento oficial Natal em Natal. A participação é aberta para fotógrafos amadores e profissionais que participem e fotografem os pontos durante o evento.

Os participantes percorrerão 19 monumentos históricos da cidade conhecendo sobre suas origens e importância durante 7ª Caminhada Histórica do Natal, que acontece dia 17 de novembro de 2018. Apenas fotografias feitas durante a Caminhada poderão participar do concurso e cada fotógrafo pode enviar entre 1 e 5 imagens. O concurso será dividido em duas categorias: amador, que pode utilizar câmeras fotográficas digitais de qualquer modelo, inclusive smartphone; e profissional, na qual serão aceitas apenas imagens feitas com equipamentos profissionais HDSLR.

Para participar da competição, o candidato deverá enviar o material através do e-mail concursofotograficonatal@gmail.com. As imagens precisam estar renomeadas com o nome do participante + categoria e conter todas informações no metadados dos arquivos. As fotografias devem ser em formato JPG, com o lado maior do arquivo com 1024 pixels e conter apenas manipulações digitais básicas (ajustes de níveis, contraste, cor e saturação). O participante tem até às 18h do dia 19 de novembro de 2018 para realização do envio.

Com seleção realizada por uma comissão julgadora especializada, recebem premiação financeira as três melhores fotografias de cada categoria. Na categoria amadora, as premiações são: 1º Lugar – R$ 600,00; 2º Lugar – R$ 400,00; 3º Lugar – R$ 200,00. Na categoria profissional, as premiações são: 1º Lugar – R$ 1.000,00; 2º Lugar – R$ 800,00; 3º Lugar – R$ 600,00.

As imagens campeãs serão exibidas em exposição a ser realizada no dia 22 de novembro, no Shopping Cidade Jardim. Na mesma ocasião, acontecerá a entrega da premiação aos fotógrafos ganhadores.

As fotografias inscritas farão parte do banco de imagens da Viva Entretenimento podendo ser utilizadas por tempo indeterminado pela referida empresa. Podem participar do concurso maiores de 16 anos e qualquer comprovação de fraude acarretará em desclassificação. Dúvidas sobre o concurso e solicitação do edital devem ser enviados para o e-mail concursofotograficonatal@gmail.com.

O 1º Concurso Fotográfico de Natal – Um retrato de nossa História acontece com o apoio da Viva Entretenimento e Mercado da Foto e tem o patrocínio da Unimed Natal.

 


Assessoria de Imprensa Viva Entretenimento
Acarta Comunicação

A sede da Capitania das Artes recebe nesta quinta-feira (8), a partir das 19h, a primeira edição do projeto “Memórias da Poesia”, que irá reunir os principais nomes da Viola no Estado e também da região Nordeste em duelos, homenagens, mesas poéticas e participação do público. A entrada é franca e o projeto faz parte do Natal em Natal, promovido pela Prefeitura do Natal.

“Memórias da Poesia” tem como finalidade homenagear e rememorar a vida e obra de personalidades poéticas que contribuíram historicamente com a poesia natalense. O projeto funciona como uma extensão do consagrado ‘’Sexta da Viola’’, que acontece todas as primeiras sextas do mês no hall interno da Biblioteca Esmeraldo Siqueira, na Fundação Cultural Capitania das Artes.

Com público fiel, o projeto trouxe apresentações inéditas de duas duplas de violeiros repentistas e a intervenção do aboiador Amâncio Sobrinho. Seguindo esse modelo, o ‘’Memórias da Poesia’’ contará na programação com uma dupla de violeiros repentistas convidados, para participar após a mesa de glosa.

A mesa de glosas, uma das modalidades de poesia de improviso, é uma prática tradicional e autêntica desenvolvida no sertão de Pernambuco, exercida no dia a dia pelos poetas glosadores como uma atividade de improviso sem viola, que engloba conteúdo poético, métrica, rima, oração e agilidade. Já é marca registrada e atração em diversos eventos nas cidades localizadas na região do Pajeú Pernambucano.

Essa vivência na cultura popular, mais expressivamente na cantoria de viola, fez com que o idealizador do projeto ‘’Memórias da Poesia’’, o natalense Felipe Pereira, de 22 anos, atualmente um dos mais jovens cantores e repentistas da arte da cantoria, pensasse num formato mais elaborado que contextualizasse o que temos de mais genuíno no cenário potiguar a partir das ‘’memórias’’.

Trata-se de uma grande oportunidade para poetas, repentistas, aboiadores, e cantadores do gênero, possam homenagear grandes representações neste momento. “É sem dúvida, de grande valor para o cenário e história da cantoria de viola e seus adeptos e, com isso, apostar no fomento e no estimulo a valorização da cultura popular”, comenta o violeiro Felipe Pereira.

O “Memórias da Poesia” será muito mais que uma vitrine para os adeptos do gênero, oportuniza a fruição do bem imaterial que a categoria dispõe.

 

Participantes do “Memórias da Poesia”

 

André Santos, 26 anos, nascido em Afogados da Ingazeira – PE é um dos jovens cantadores repentistas da cantoria. O poeta começou a sua carreira em 2014 nas cantorias de pé de parede em Tabira – PE. No ano de 2016 gravou seu primeiro DVD e em 2018 seu CD de canções com 11 faixas 100% autoral. Tem participações nas mesas de glosas de todo Pajeú pernambucano e em grandes congressos de repentistas como, por exemplo, o FENOGER, Festival da nova geração do repente, em Campina Grande – PB e Gravatá – PE.

Zé Adalberto é natural e residente em Itapetim-PE, poeta, escritor, glosador, declamador e palestrante. Há mais de 20 anos se dedica a poesia popular. Ganhou em 1989 seu primeiro concurso literário, na categoria cordel, concorrendo com participantes de PE, PB e RN. Em 2005, publicou seu primeiro livro de poemas: “No Caroço do Juá”. Participou, em 2006, do Documentário “Com a Boca no Mundo”, da série “Poetas do Repente”, da Fundação Joaquim Nabuco, para a TV Escola. Concorreu, em 2012, na 2ª edição do Voaviola, em parceria com a dupla Edmilson Ferreira e Antônio Lisboa, sendo classificado em 2º lugar a nível nacional; essa mesma dupla também gravou um cd de sua autoria, em 2011. Tem participado de incontáveis Mesas de Glosas, a exemplo do Recife e cidades como: Petrolina, Porto Alegre, Salvador, Teresina, Exu, Garanhuns, Tabira, São José do Egito, Afogados da Ingazeira,  Serra Talhada, entre outras.

Iponax Vila Nova, poeta, declamador com 20 anos de profissão, reside em Campina Grande – PB e nasceu em Cajazeiras – PB. É fundador do Clube do Repente e apresentador de um programa de rádio chamado: O Universo dos versos, rádio Caturité FM de Campina. Organiza o festival Estado x Estado e já participou de 500 festivais por esse Nordeste afora (Recife, Caruaru, Surubim, Arapiraca, Mossoró, Limoeiro do Norte, Aracaju, João Pessoa, Patu, Paulo Afonso, Petrolina), tem cinco CDs gravados.

Dayane Rocha, 22 anos, nasceu e reside em Tabira – PE, é poetisa, glosadora, escritora e é graduada em Historia pela Faculdade de Formação de Professores de Afogados da Ingazeira (FAFOPAI). Tem participação em várias mesas de glosas em Tabira – PE, Garanhuns – PE, São José do Egito – PE, Porto Alegre – RS, Salvador – BA, Teresina – PI.

Marcos Teixeira é natural de Pedro Velho – RN, poeta, repentista, cordelista, glosador, professor, bacharel em sociologia e ciência política pela UFRN e bacharel em direito pela UERN. Ministra palestras e oficinas sobre cordel e cantoria e também é produtor cultural. É um dos fundadores do Grupo Cultural Boi de Cuité considerado patrimônio vivo da cultura nordestina. Atualmente apresenta o programa “Violas da nossa gente” da rádio Talismã FM de Belém – PB

Felipe Pereira, 22 anos, natalense, é atualmente um dos mais jovens cantadores e repentistas da arte da cantoria. O Jovem poeta começou sua carreira em 2011 participando de projetos culturais promovidos pela prefeitura do Natal. Em 2013 encarou o mundo do repente como profissão inspirado e motivado por grandes nomes da viola como Ivanildo Vila Nova, Os nonatos e Raimundo Caetano. A trajetória de sucesso ficou marcada, em 2014, com a gravação do primeiro CD e do DVD, gravado no Teatro Patativa do Assaré em Juazeiro do Norte – CE. Nesse pequeno tempo de poesia, Felipe já apresentou o seu trabalho em vários municípios do nordeste, com duas turnês em São Paulo – SP, participação no Programa “Caldeirão do Huck” da TV Globo e é, com o seu parceiro de dupla Helânio Moreira, o atual campeão do “Festival dos Festivais do Repente no Nordeste”, que aconteceu no final de 2016 numa acirrada disputa no teatro Emiliano Queiroz em Fortaleza – CE.

Helânio Moreira, 27 anos, nasceu em Natal – RN, mas reside em Serra de São Bento – RN, é poeta, repentista, cancioneiro. Começou a cantar em 2010 participando de várias cantorias na região agreste do Rio Grande do Norte. Tem DVD e CD gravados em parceria com Felipe Pereira e é o atual o atual campeão do “Festival dos Festivais do Repente no Nordeste”, que aconteceu no final de 2016 numa acirrada disputa no teatro Emiliano Queiroz em Fortaleza – CE. Tem participações em diversos programas de rádio em Guarabira – PB, Alagoinha – PB, Campina Grande – PB, Afogados da Ingazeira – PE, e participações em programas de TV em Natal – RN com destaque a matéria para InterTV Cabugi nos programas “Resenhas do RN” e “Rota InterTV”.

Amâncio Sobrinho nasceu em Aparecida – PB e é residente em Natal – RN. É poeta, aboiador e repentista. Tem notório destaque nas cavalgadas e vaquejadas do nordeste como um dos mais premiados aboiadores da profissão. Começou a cantar ainda adolescente, já tem CD gravado e participações em diversos festivais e congressos de repentistas pelo Brasil. Participou de entrevistas e matérias nas TV´s e rádios de Natal e é o atual coordenador do projeto “Sexta da Viola” promovido pela Capitania das Artes.

Edmilson Ferreira despertou o interesse pela arte da Cantoria aos 12 anos de idade; canta profissionalmente desde 1988. Publicou em 1989 o livro “A Viagem de um Matuto” em parceria com Zé Ferreria;Tem participação em mais de 450 festivais de cantadores, onde alcançou 220 primeiros lugares, inclusive o bi-campeonato do festival de Machados, PE, no dia 10/03/07 e o penta-campeonato do Festival de Mossoró, RN, em junho de 2008;

Jadson Lima Poeta, Cordelista e compositor,reside em Bom Jesus, Interior do estado do RN.Nascido a 31/10/1988 na cidade do sol (Natal) ,Filho de Manoel Amadeu de Lima e de Maria de Lourdes Silvério de Lima sendo o penúltimo dos quatro filhos do casal (João Batista,Jonas Amadeu e Allan Henrique).Casado com Sâmia Jamylle de Lima, mulher que lhe deu o maior presente do mundo seu filho DAVI LIMA. Considera-se um amante da poesia especialmente a Literatura de Cordel.Em Agosto de 2008 tornou-se membro da UNICODERN (União dos Cordelistas do Rio Grande do Norte).

Serviço

Local: Hall da Biblioteca Esmeraldo Siqueira – FUNCARTE

Endereço: Rua Câmara Cascudo, 434 – Centro

Dia: 08 de Novembro

Horário: 19h

Aberto ao Público

Serão oferecidas 55 vagas e o prazo vai até o dia 05 de dezembro

Natal, 06 de novembro de 2018

A Cosern, empresa do Grupo Neoenergia, abriu nesta 2ª feira (5), as inscrições para o Programa de Estágio 2019. Serão oferecidas aproximadamente 55 vagas para o Rio Grande do Norte e as inscrições podem ser feitas até o dia 5 de dezembro no site do Programa de Estágios: http://epartner.vagas.com.br/v1789027 O link também pode ser acessado num banner no site da Cosern (www.cosern.com.br).

Os pré-requisitos para participar do processo seletivo são: ter a previsão de conclusão do curso até dezembro de 2021 e ter disponibilidade de 20 ou 30 horas semanais – com o máximo de seis horas por dia de estágio. Os selecionados terão direito a bolsa-auxílio e benefícios. As primeiras contratações serão feitas em fevereiro de 2019 e as demais oportunidades de estágio surgirão conforme demanda da Cosern ao longo do ano de 2019.

“O estagiário encontrará na Cosern e nas outras empresas do Grupo Neoenergia diversas ferramentas que o auxiliarão no processo de transição entre a vida universitária e a profissional. É uma grande oportunidade para o início de uma carreira de sucesso”, afirma Mirella Ficoni, Gerente de Desenvolvimento e Treinamento do Grupo Neoenergia.

Sobre o Grupo Neoenergia

O Grupo Neoenergia conta com 13,7 milhões de unidades consumidoras atendidas por suas quatro distribuidoras, Coelba (BA), Celpe (PE), Cosern (RN) e Elektro (SP/MS), sendo responsável por levar energia a 34 milhões de pessoas, quase 20% da população brasileira.

Pertencente ao grupo espanhol Iberdrola, a Neoenergia está presente em 16 estados brasileiros e é uma companhia integrada de energia, atuando nos segmentos de Geração, Transmissão, Distribuição e Comercialização.

Na área de Geração, entre ativos em operação ou em construção, o grupo tem capacidade instalada de 4.364 megawatts (MW). Sua área de concessão é de 836 mil quilômetros quadrados e abrange quase 1.000 municípios.

Reconhecida como a empresa mais transparente do Brasil de acordo com o ranking 2018 da ONG Transparência Internacional, a Neoenergia é o 24º maior grupo empresarial do país, segundo o anuário Melhores e Maiores 2018 da revista Exame.

O alto índice de violência tem gerado muitos problemas aos cidadãos natalenses, um deles é o Transtorno de Estresse Pós-Traumático (TEPT), principalmente em pessoas vítimas de assalto a mão armada. Este distúrbio da ansiedade, caracterizado por um conjunto de sinais e sintomas físicos, psíquicos e emocionais em decorrência de um trauma, é comum, mas nem sempre a pessoa se dá conta disso.

Por este motivo, o Laboratório de Endocrinologia Comportamental do Instituto do Cérebro da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (ICe-UFRN), coordenado pela neurocientista, Bernardete Sousa está convidando homens de 18 a 55 anos que tenham sido vítimas de assalto a mão armada para participar de uma pesquisa, cujo objetivo é ajudá-los a superar ou descobrir a evidência deste problema.

Com o título Análise dos Sintomas Clínicos e de Marcadores Biológicos associados à intervenção pela Técnica de Experiência Somática (SE), no tratamento do Transtorno de Estresse Pós-Traumático em vítimas de assalto na cidade de Natal-RN, a pesquisa investiga as contribuições da intervenção corporal utilizando a técnica de experiência somática. O estudo é conduzido pela psicóloga e estudante de doutorado, Ana Kelly Almeida, que trabalha com psicologia somática.

Os interessados podem procurar a sala do PesqClin, no 2º subsolo do Hospital Universitário Onofre Lopes (Huol), nos dias 12, 19 e 26 de novembro e 3 de dezembro, das 9h às 12h30, e das 13h30 às 16h30. Importante destacar que para se enquadrar nos requisitos da pesquisa, além da idade mencionada, o trauma tem que ter acontecido há mais de 30 dias.

Após triagem, caso haja diagnóstico de TEPT, os participantes receberão atendimento psicológico gratuito durante dois meses. Mais informações podem ser obtidas através do e-mail: anakelly.almeida@gmail.com.

DCIM100MEDIADJI_0032.JPG

Forte fica aberto para visitação até dia 30/11 e depois fecha para obra orçada em R$ 3,9 milhões.

O Governo do RN reassumiu a administração e autorizou a restauração do Forte dos Reis Magos, em novembro de 2018. A obra, com orçamento de R$ 3,9 milhões vai contemplar a adequação às normas de acessibilidade “fazendo um resgate histórico para nossa cidade, nosso Estado e para o Brasil”, como disse o governador Robinson Faria, ao autorizar o serviço.

Em forma de estrela, o Forte dos Reis Magos foi a primeira construção da capital — fundada em 25 de Dezembro de 1599 — daí o nome Natal dado à nossa cidade. Foi erguido pelos portugueses sobre recifes com cascalho de ostras, óleo de baleia, areia e pedras. A construção secular conserva canhões que miram o mar e é um dos principais pontos turísticos do estado. De lá se pode observar o mar aberto, a exuberância da ponte Newton Navarro sobre o rio Potengi e o manguezal repleto de caranguejos “chama-maré”.

Segundo o IPHAN, a fortificação teve sua construção iniciada em 1603. Em 1630, era mencionada como totalmente concluída, na sua forma atual. Acredita-se que seu projeto e os acréscimos posteriores, sejam de autoria do engenheiro-mor do Brasil, Francisco de Frias Mesquita. De 1634 a 1654, esteve sob o domínio holandês, chamando-se Castelo Ceulen.

Em 1894, o Forte dos Reis Magos deixou de ser considerado um elemento defensivo para o Exército e foi desativado em 1904, mas chegou a ser usado durante a 1ª Guerra Mundial. Passou para a guarda da Marinha no início do século XX, quando ocorreu a instalação de um farol que funcionou, também, como morada do faroleiro e sua família. Após sofrer um grave processo de degradação, o Forte foi tombado pelo Iphan, em 1949, e restaurado entre 1953 e 1958.

DCIM100MEDIADJI_0029.JPG

 

Evento é gratuito e ocorre de 23 a 27 de novembro com exibição de curtas e longas metragens selecionados pela curadoria do evento

 

Que tal aproveitar o cinema com o ‘pé na areia’ em um dos principais pontos turísticos do Rio Grande do Norte? Essa é uma experiência que a Mostra de Cinema de Gostoso tem oferecido ao público há cinco anos e que tem dado muito certo. Marque na agenda, de 23 a 27 deste mês, acontece na cidade de São Miguel do Gostoso – RN, a 5ª edição dessa importante Mostra. Durante cinco dias a população local e o público no geral terão a chance de ver os mais recentes lançamentos cinematográficos brasileiros através de uma tela de 12 metros e com projeção em resolução 2K e som 5.1, instalada na Praia do Maceió. O evento é totalmente gratuito!

 

A programação conta com a Mostra Competitiva de curtas e longas-metragens, Mostra Panorama e Infantil, além das Sessões Especiais. Por dia serão promovidas cinco sessões. Em todo o evento, um total de 43 filmes (34 curtas e nove longas). O melhor longa e o melhor curta-metragem serão escolhidos pelo público para receber o Troféu Luís da Câmara Cascudo. Também serão realizadas sessões em ambientes fechados, que incluem debates e seminários, na Pousada dos Ponteiros, com personalidades, diretores e atores dos filmes, entre outros.

 

Além do Troféu Luís da Câmara Cascudo, a 5ª Mostra vai contar com outras duas importantes premiações. A empresa de finalização de imagem MISTIKA irá conceder um prêmio em forma de serviços de pós-produção para um filme da mostra e, a distribuidora ELO COMPANY, vai oferecer a outro filme, um contrato de distribuição para TV aberta, TV fechada e VOD no território brasileiro por 18 meses.

 

A Mostra é um projeto que oferece uma série de cursos de formação técnica e audiovisual para jovens do local e distritos arredores. A primeira turma se formou após os primeiros cinco anos (2013-2017), tendo realizado 33 oficinas, 10 curtas-metragens e quatro edições da Mostra de Cinema de Gostoso, que possui direção geral e curadoria de Eugenio Puppo e Matheus Sundfeld. Neste ano foi criada uma turma com 45 novos alunos, que participaram de oficinas e realizaram cinco curtas-metragens que serão exibidos durante a programação do evento.

 

A 5ª Mostra de Cinema de Gostoso é uma realização da Heco Produções e do Coletivo de Direitos Humanos, Ecologia, Cultura e Cidadania (CDHEC). Apresentação: Ministério da Cultura. Patrocínio: Grupo Banco Mundial, Governo Cidadão, Governo do Rio Grande do Norte – Secretaria de Turismo (SETUR), BRDE, FSA e ANCINE. Apoio: Prefeitura Municipal de São Miguel do Gostoso; SEBRAE RN, Serveng, Pousada dos Ponteiros, Inter TV Cabugi, On Projeções, Itograss, Elo Company e Místika.

 

Mais informação sobre as sessões, além de detalhes das premiações, acesse www.mostradecinemadegostoso.com.br/2018/

 

Conheça os filmes selecionados para a Mostra:

 

Mostra Competitiva (Praia do Maceió)

Longas-Metragens

 

Meu Nome é Daniel (RJ, doc, 83min, 2018, Dir.: Daniel Gonçalves)

Inferninho (CE, ficção, 82min, 2018, Dir.: Guto Parente e Pedro Diógenes)

Fabiana (GO/SP, doc, 89min, 2018, Dir.: Brunna Laboissière)

Sócrates (SP, ficção, 71min, 2018, Dir.: Alex Moratto)

 

Curtas-Metragens

 

Ainda Que Eu Ande Pelo Vale das Sombras (RN, ficção, 10min, 2018, Dir.: Helio Ronyvon)

Catadora de Gente (RS, doc, 18min, Dir.: Mirela Kruel)

Codinome Breno (RN, doc, 19min, 2018, Dir.: Manoel Batista)

Guaxúma (PE, animação, 14min, 2018, Dir.: Nara Normande)

Mesmo com Tanta Agonia (SP, ficção, 19min, 2018, Dir.: Alice Andrade Drummond)

Nova Iorque (PE, ficção, 24min, 2018, Leo Tabosa)

P’s (RN, ficção, 13min, 2018, Dir.: Lourival Andrade)

Teoria Sobre um Planeta Estranho (MG, ficção, 14min, 2018, Dir.: Marco Antônio Pereira)
Filmes Coletivo Nós do Audiovisual (Praia do Maceió)

 

Autômato do Tempo (Coletivo Nós do Audiovisual, ficção, RN, 15min)

Derradeiro (Coletivo Nós do Audiovisual, ficção, RN, 2018, 18min)

Medo é Moita (Coletivo Nós do Audiovisual, doc, RN, 2018, 10min)

O Grande Amor de um Lobo (Coletivo Nós do Audiovisual, ficção, RN, 2018, 12min)

Filho de Peixe (Coletivo Nós do Audiovisual, doc, RN, 2018, 12min)

 

Mostra Infantil (Centro de Cultura)

 

A Horta (Carla Leoni e Richard Danta, SP, 2018, 16min)

A luta (Bruno Bennec, MG, 2016, 16min)

Antes Eclipse Depois (Almir Correia, PR, 2018, 6min)

Barbie Contra-Ataca! (Yan Whatley, RJ, 2016, 10min)

Matinê (Davi Kolb, RJ, 2018, 13min)

O Jardim de Maria (Alexander de Moraes, RJ, 2018, 16min)

O Malabarista (Iuri Moreno, GO,2018, 11min)

Os Causos da Bisavó (Rosa Berardo, GO, 2018, 10min)

Par Perfeito (Débora Herling, SC, 2018, 11min)

Pedro e o Velho Chico (Renato Gaia, MG, 2017, 18min)

Peripatético (Jessica Queiroz, SP, 2017, 15min)

Rick com monstros nos dedos (Almir Correia, PR, 2018,11min)

Smartphamily (Vinicius de Augusto Bozzo, CE, 2018, 4min)

Sobre a Gente (Alunos do Projeto Animação/ Núcleo Animazul, ES, 2017, 8min)

 

Mostra Panorama (Centro de Cultura)

Longas-Metragens

 

Azougue Nazaré (PE, ficção, 81min, 2018, Dir.: Tiago Melo)

Elegia de Um Crime (SP, doc, 92min, 2018, Cristiano Burlan)

Ilha (BA, ficção, 94min, 2018, Dir.: Glenda Nicácio e Ary Rosa)

Lembro Mais dos Corvos (SP, doc, 80min, 2018, Dir.: Gustavo Vinagre)

 

Curtas-Metragens

 

Aulas Que Matei (DF, ficção, 23min, 2018, Dir.: Amanda Devulsky e Pedro B. Garcia)

Entre Parentes (2018, doc, 27min, DF, Dir.: Tiago de Aragão)

Liberdade (SP, 2018, doc, 25min, Dir.: Pedro Nishi e Vinicius Silva)

Majur (MT, doc, 20min, 2018, Dir.: Rafael Irineu)

O Homem na Caixa (RJ, animação, 19min, 2018, Dir.: Ale Borges, Alvaro Furloni e Guilherme Gehr)

Subcutâneo (MG, ficção, 19min, 2017, Dir.: Carlos Segundo)

Tingo-Lingo (RN, doc, 18min, 2018, Dir.: Wallace Yuri)

 

Sessão Especial (Praia do Maceió) – encerramento

 

Ferrugem (PR, ficção, 100min, 2018, Dir.: Aly Muritiba)