Marca Maxmeio

Notícias

O manguezal é um ecossistema vital para as populações litorâneas. O trabalho de sensibilização para proteção dos mangues se faz urgente com a construção de uma nova cultura de conservação.

Em razão da celebração do dia mundial de proteção aos mangues (26/07) e da campanha nacional #LimpaManguesBrasil, a Oceânica com a RedeMagueMar e a Marina Litoral Sul promovem um mutirão de limpeza no Manguezal do Rio Pirangi para conscientização e valorização do manguezal. O evento acontece nesta sexta-feira (02/08), das 9h às 12h.

Além do mutirão, será também realizado o teste do aplicativo Mar Limpo (em desenvolvimento), para auxiliar no registro e destinação dos resíduos sólidos ao longo do litoral.  Ao final da manhã teremos o monitoramento das águas do rio Pirangi, uma ação do projeto Observando os Rios, que realizamos mensalmente.  A análise dos resultados compõe o relatório o “Retrato da Qualidade da Água no Brasil” para os estados no Bioma da Mata Atlântica, nacionalmente divulgado dia 23 de março, Dia Mundial da Água.

“Reconhecer que os manguezais integram mar e terra, gente e biodiversidade é um passo fundamental para a manutenção da vida em nosso planeta. Afinal, o manguezal é berçário para inúmeras espécies que formam a vida marinha. É a base da sustentação econômica de inúmeras famílias de pescadores e pescadoras que trazem o pescado para a nossa mesa. Os manguezais protegem ainda a costa da erosão dos mares. Para conservá-los precisamos entender seus ciclos, proteger sua estrutura e integrar as ações. Integrar projetos, pessoas e instituições, fomentar ações de conservação e criar estratégias de ordenamento do uso em áreas de abrangência dos manguezais fazem parte da nossa proposta em prol de um litoral sustentável” completa Lígia Rocha, Coordenadora do Projeto Ponta de Pirangi.

Esta ação será uma integração entre os projetos Ponta de Pirangi, Mar Limpo e Observando os Rios que a Oceânica realiza. O projeto Ponta de Pirangi é patrocinado pela Petrobras através do Programa Petrobras Socioambiental e Governo Federal. O projeto Mar Limpo é apoiado pelo Instituto MRV e o Projeto Observando os Rios é apoiado pela Fundação SOS Mata Atlântica.

Saiba mais sobre o mangue

O mangue é um ecossistema de fundamental importância para as populações litorâneas. Trata-se de refúgio natural para reprodução da biodiversidade, local de alimentação e proteção de muitas espécies, garante a alimentação e geração renda para as populações litorâneas com a produção de mariscos e peixes e protege a linha de costa da erosão costeira. Os manguezais permitem ainda o desenvolvimento de um modo de vida e trabalho particular às comunidades da pesca artesanal.

A importância socioambiental do manguezal o enquadra na lei ambiental como áreas de preservação permanente, o que não vem evitando as ameaças constantes à sua integridade com as ocupações por grandes empreendimentos econômicos e avanço da urbanização das cidades. O lixo vem sendo uma das ameaças diárias que compromete o equilíbrio ecológico dos manguezais, visto que 40% do lixo nacional é mal descartado e chegando parte deles aos nossos rios, manguezais e mar.

Sobre a Oceânica – Pesquisa, Educação e Conservação

A Oceânica foi fundada em 2002 e tem como missão é “buscar a conservação dos ecossistemas costeiro-marinhos, por meio da pesquisa, educação e governança, respeitando a cultura e promovendo o bem-estar humano atual e das gerações futuras, de forma integrada e participativa com a sociedade. Nossa principal área de atuação é o litoral potiguar. Realizamos pesquisas sobre a biodiversidade marinha e o processo de ocupação da costa, além de campanhas de mobilização da sociedade e fóruns de discussão para ordenamento do uso, ocupação e conservação do litoral.

 

Nos dias 2, 3 e 4 de agosto o município de Serra de São Bento será palco de mais um Festival de Inverno. Em sua 9ª edição, o festival agrega turismo, cultura, gastronomia e artesanato, evidenciando o que de melhor as Serras do Agreste Potiguar tem a oferecer.

A região das Serras do Agreste Potiguar foi contemplada com projeto de dinamização e sustentabilidade turística, o que permitiu um incremento do turismo com a melhoria da qualificação dos serviços oferecidos e ampliação do número de meios de hospedagem, o que contribui para o fomento da cadeia produtiva.

Com um público estimado em 50 mil pessoas – durante os três dias de Festival – o evento promove o fortalecimento da interiorização do turismo em nosso estado. “As Serras do Agreste Potiguar possuem todas as condições favoráveis para a realização desse tipo de festival, clima frio, belezas naturais, hospitalidade e uma ótima gastronomia”, declara a secretária de Turismo, Aninha Costa.

Com o apoio Governo do estado, por meio da Secretaria de Turismo e Emprotur, com recursos do Projeto Governo Cidadão, o Festival ainda se destaca pela valorização da cultura popular e por seu potencial na geração de emprego e renda.


Assessoria de Comunicação da Secretaria de Turismo do RN

A trajetória do fotógrafo João Maria Alves através de imagens jornalísticas e contemporâneas. João conhece bem este campo pois atuou como fotojornalista nos principais jornais de Natal onde desenvolveu seu olhar de repórter-fotográfico. Atualmente busca aprimorar sua linguagem artística contrapondo-se à fotografia tradicional. Em sua fotografia atual vemos menos pose, imagens menos forçadas, mais natural, mais expressiva e cores vibrantes. Todo este universo poderá ser conferido na palestra gratuita que será proferida pelo próprio autor.

•Local: Mezanino Abraham Palatnik, no mercado cultural de Petrópolis

•Data: 10/08

•Horário: 17h às 18h

O esporte do município de Tibau do Sul vive um momento especial. A cidade sediou, neste domingo (28), a abertura do seu já tradicional Campeonato Municipal de Futebol Amador. Mais de 500 pessoas de todas as comunidades e distritos compareceram ao evento, que também contou com a realização do torneio início com todas as equipes e a final do projeto Gol de Letra, ajudando a revelar jovens talentos do futebol. O grande campeão do torneio início foi o time Nova Descoberta, que bateu o Inter Carcará nos pênaltis.

 

A atual gestão da Prefeitura de Tibau do Sul investiu forte, pelo terceiro ano consecutivo, e deu início a esta que já é considerada uma das maiores competições do futebol amador potiguar. “O esporte tem sido tratado com prioridade pela nossa gestão. De forma democrática, todos os times de todas as localidades, são valorizados. Acreditamos que o esporte é o caminho para manter os jovens ativos e ainda revelar futuros talentos”, destacou o prefeito Modesto Macedo, que acompanhou o evento e ficou até as entregas das premiações, com medalha, troféus e bolas pAra todas as equipes participantes.

O projeto de extensão da Escola de Música da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (EMUFRN), Soltando a Voz, está com inscrições abertas até o dia 31 de julho. São oferecidas 40 vagas para interessados com idade mínima de 15 anos.

A ação apresenta uma proposta alternativa para aprendizado do canto. A abordagem para a realização das atividades consiste em possibilitar a todos os participantes o uso da voz para cantar de forma terapeutizante, com o objetivo de que os alunos aprendam, através de práticas de consciência corporal, exercícios respiratórios e exercícios vocais, os conhecimentos básicos da voz para o canto.

As inscrições são realizadas na Secretaria de Extensão da EMUFRN. O custo é de R$ 600, podendo ser dividido em duas parcelas. O projeto começa no dia 1º de agosto, nas quintas-feiras, das 19 às 20h25.

 

A segurança da ponte Newton Navarro, em Natal, será reforçada com um investimento de R$ 2,7 milhões. A verba requisitada pelo Governo do Estado, com apoio da bancada potiguar no Congresso Nacional, será liberada pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), atendendo a um pleito da gestão da governadora Fátima Bezerra. Nesta quarta-feira (24), a chefe do Executivo estadual esteve reunida com o secretário de Estado da Infraestrutura, Gustavo Coelho, quando manteve contato telefônico com representantes do MDR sobre o assunto.

O recurso para a obra está reservado em uma chamada pública para convênios entre governos e o ministério. O investimento será aplicado na ampliação das proteções laterais da ponte que conecta as zonas Norte e Leste de Natal, evitando a ocorrência de suicídios.

A obra foi requisitada pela gestão estadual em duas reuniões realizadas em Brasília-DF nos meses de maio e junho. Nos encontros, a governadora Fátima Bezerra e o secretário Gustavo Coelho, apresentaram o projeto ao ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, e demonstraram a necessidade de investimento na segurança da ponte. O pedido foi reforçado pela bancada potiguar no Congresso Nacional em diversos encontros realizados na capital do país.

Desde que recebeu a informação de que a verba para a obra na ponte Newton Navarro está assegurada, o Governo do Estado, por meio da equipe técnica da Secretaria de Estado da Infraestrutura (SIN), está em contato permanente com a Diretoria de Estruturação Regional e Urbana do MDR. A troca de informações está servindo para agilizar os processos, com o objetivo de evitar qualquer atraso na liberação da verba.

O projeto básico de reprogramação das proteções laterais da Newton Navarro está em desenvolvimento desde antes da confirmação de liberação do recurso por parte do MDR. “A nossa equipe de arquitetos já está trabalhando há algum tempo, estudando as sugestões que recebemos desde o início do ano e vendo os melhores modelos implementados pelo mundo”, explicou o secretário Gustavo Coelho.

Após a finalização do trabalho, o projeto básico será encaminhado ao MDR em conjunto com a justificativa e a proposta de orçamento para obra.

 

 


Assecom-RN

A excursão será para um dos destinos mais procurados do Brasil, famoso por suas praias e pela típica comida nordestina.

O Turismo Social Sesc leva você para Fortaleza. As inscrições para a excursão podem ser feitas até 06/08/19, ou enquanto houver vaga, em uma das Centrais de Relacionamento do Sesc. Essa é uma iniciativa do Sistema Fecomércio RN, por meio do Serviço Social do Comércio do Rio Grande do Norte (Sesc RN).

A programação inclui: visita ao Mercado Central de Fortaleza e ao Dragão do Mar, city tour panorâmico, roteiro cultural e ida ao Beach Park (ingresso e almoço não incluso). A saída será no dia 15 de agosto, às 4h, do Sesc Potilândia, e retorno marcado para o dia 18 de agosto, às 10h30, chegando em Natal às 18h30.

O passeio inclui micro-ônibus executivo, hospedagem na Colônia Ecológica do Sesc Iparana com café da manhã, dois almoços, três jantares, serviço de bordo, city tour, guia acompanhante e local, e seguro viagem. Os valores para adquirir a excursão variam de acordo com a categoria no cartão do Sesc (trabalhador do comércio, conveniado e usuário).

A viagem pode ser parcelada em até 10x nos cartões Hiper, Visa e Master. Crianças de 0 a 1 ano e 11 meses não pagam, desde que acomodadas no colo dos pais durante a viagem (é preciso registrar no sistema). Para quem estiver com crianças entre 2 anos e 5 anos e 11 meses, será cobrado 50% do valor de cada categoria. Crianças dos 6 aos 10 anos e 11 meses pagam 70% do valor integral, conforme a categoria do cartão Sesc. A partir dos 11 anos, o valor cobrado será integral.

Fortaleza

A capital cearense é conhecida por suas belas praias, como Iracema e Praia do Futuro. Durante o ano recebe milhares de turistas que querem aproveitar do clima tropical com sombra, água fresca e muita diversão.

Turismo Social

O Turismo Social consiste em uma atividade que visa proporcionar novas oportunidades de lazer, integração pessoal e enriquecimento cultural por meio de viagens e passeios de curta, média ou longa duração a um custo mais acessível que o de mercado. A missão do Sesc nessa área é criar possibilidades para que as pessoas conheçam o Brasil, democratizando o acesso a viagens, passeios e hospedagem.

Serviço:

O quê? Passeio para conhecer Fortaleza (CE)

Quando? 15/08 a 18/08/2019 | Saída (Sesc Potilândia): 4h

Onde comprar? Até 06/08 ou enquanto houver vaga (41 vagas), na Central de Atendimento do Sesc Cidade Alta. Rua: Cel. Bezerra, 33.

Valor por pessoa?

Trabalhador do Comércio e dependentes: R$ 790,00*

Conveniado: R$ 904,00*

Público em geral: R$ 979,00*

*em até 10x nos cartões Hiper, Visa e Master.

Informações e atendimento: (84) 3133-0360, de segunda a sexta, das 9h às 12h e das 14h às 17h.

A edição 2019 do Exame Nacional do Ensino Médio está chegando e, como forma de facilitar o acesso à educação, o Partage Norte Shopping promove, em parceria com o CDF Zona Norte, aulões preparatórios para o exame. Realizados aos domingos, das 8h às 11h, a cada encontro, são ofertadas disciplinas integrantes da grade curricular, para proporcionar uma revisão do conteúdo aos alunos que irão prestar o Enem.

Neste domingo (28), serão oferecidas as disciplinas de redação, ministrada pela professora Roseli Silva, e literatura, pelo professor Josivan. As aulas acontecem na Praça de Alimentação do Partage.

Como vertente social do projeto, para ter acesso às aulas, o aluno deve doar leite em pó (pacote ou lata), que será doado às instituições carentes da cidade, com inscrições pelo site do Partage Norte Shopping (www.partagenatal.com.br).

Em parceria com a Livraria Câmara Cascudo, serão realizados sorteios de gramáticas, entre os participantes do aulão, para ajudar na revisão dos conteúdos.

Serviço:

Aulão Enem

Data: 28 de julho de 2019;

Local: Praça de Alimentação do Partage Norte Shopping;

Endereço: Av. Doutor João Medeiros Filho, 2395 – Potengi;

Horário: 08h às 11h;

Telefone: (84) 3674-8200 | 98189.8899 (WhatsApp)

Redes Sociais: @partagenatal

 

Chuva acumulada variou, em média, entre 500mm a 800mm 

 

De janeiro até ontem (23) choveu, em média, entre 500mm e 800 mm no Rio Grande do Norte, tendo as Regiões de Martins e Grande Natal registrado os maiores índices e as Microrregiões de Pau dos Ferros, Borborema e Baixa Verde, com índices inferiores a 500mm. Estes são os dados da análise pluviométrica feita pela Unidade Instrumental de Meteorologia da EMPARN que apontam que em 2019, as chuvas ocorridas neste período foram melhores, quando comparadas aos últimos 7 anos, no que se refere a quantidade e distribuição. “O reflexo disso é a recarga hídrica nos reservatórios do Estado que foi melhor do que em anos anteriores e a agricultura apresentou uma recuperação na produção de grãos e pastagem para os rebanhos”, destacou.

 

Nas Mesorregiões Agreste e Central as chuvas observadas ultrapassaram a esperada, enquanto que as mesorregiões Leste e Oeste, foram abaixo.  “Na análise das chuvas ocorridas em 2019, quando se olha as médias pluviométricas comparadas com a chuva esperada conclui-se que no Estado como um todo a chuva ocorrida ficou próxima da chuva esperada, comprovando a previsão divulgada pela EMPARN em meados do mês de fevereiro de 2019”, disse Bristot.

 

O meteorologista alerta para o déficit detectado para o setor leste do Nordeste, já que climatologicamente, o período de chuvas acaba no início de agosto e nos meses de junho e julho as chuvas foram abaixo do normal. “A preocupação com esse comportamento nas chuvas no setor leste do Estado é com a recarga das lagoas que abastecem os municípios de Agreste e a população da Grande Natal, além da monocultura da cana de açúcar que predomina na região”, avaliou.

 

Abaixo o balanço das chuvas ocorridas de 01 de janeiro a 23 de julho de 2019.

 

Mesorregião Chuva Obs. Até 23 de julho/19 (mm) Chuva Esperada até 23 de Julho. (mm) Desvio Obs.  (%)

Até 23 de Julho/19

Oeste 721,2 739,1 -2,4
Central 605,8 584,0 3,7
Agreste 667,3 613,1 8,8
Leste 955,9 1028,8 -7,1
Estado 737,6 741,3 -0,5